Política



Cacareco é o candidato...

Para quem não conhece, faço a apresentação. Na foto aparece o ilustre Cacareco, que apesar de rinoceronte acabou sendo o vereador mais votado de São Paulo, em 1958. Político hábil, pleno de sutilezas, não disse nada na campanha, não atacou adversários nem fez promessas vãs, limitou-se a olhar para as câmeras. A estratégia foi um sucesso. Cacareco teve cem mil votos, número maior do que o obtido pelo partido mais votado da eleição. Uma manobra espúria o impediu de tomar posse. Cacareco jamais se abateu. Depois de ser transferido para o Zôo do Rio passava as tardes trocando figurinhas com o compadre Elefante. Um tratador que falava rinocerontês e elefantês, línguas que eles alternavam nos papos, disse que ele pretendia se lançar à presidência da República e o compadre ao Senado. Chegaram a fazer reuniões com Carlos Lacerda. O golpe de 64 acabou com a carreira de Cacareco, um verdadeiro democrata. Nunca mais tivemos outro político de seu naipe, embora em todo o país câmaras e prefeituras estejam infestadas de rinocerontes. (Sidney Borges)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manchetes do dia

Opinião