Postagens

Mostrando postagens de 2011

Mundo besta

Coincidências...
Sidney Borges Sou avesso a tietagem, costumo separar obra e autor. Explico, quem leu Edmund Wilson poderia pensar que o escritor tivesse apreço pelo socialismo. Faz sentido pois poucos trataram a ascenção das esquerdas como ele. Mas em um tête-à-tête seria impensável revelar simpatia pela causa vermelha, Wilson era um direitista empedernido, com urticária só de pensar em comunismo fora da esfera literária.
Ontem à noite eu pensava na possibilidade de encontrar pessoas que admiro em um avião. Digamos que por acaso eu viajasse ao lado de uma celebridade das letras, da música ou do esporte. Pensei em muitos nomes e apenas um me instou a estabelecer conversação. 
Se meu vizinho de poltrona fosse Daniel Piza, eu diria. Saiba meu rapaz que o leio assiduamente. Continue escrevendo.
Hoje abro o jornal e dou com a notícia: Daniel Piza morreu ontem aos 41 anos.
A vida tem sentido? Quem disser que sim não cite, por favor, chavões sem base racional.

Apenas prove.
Twitter

Ubatuba em foco

Imagem
O nosso lugar e o temas

José Ronaldo dos Santos
Neste ano de 2011, eu tive a oportunidade de presenciar o lançamento de três livros a partir da história de Ubatuba e das culturas que aqui estão: Moacyr Pinto, um sociólogo de São José dos Campos muito apaixonado por Ubatuba, escreveu a vivência do Zé Pedro, da Casa da Farinha, no sertão da Fazenda da Caixa; Maria Aparecida Honório, estudou os rituais dos guaranis da Comunidade Tekoa Jaexaa Porã, no sertão do Promirim; Maria Helena T. C. Barros, uma descendente direta do Balthazar Fortes, dono do Casarão do Porto, conseguiu registrar as suas pesquisas, dando-nos a oportunidade de poder entender melhor para divulgar mais a nossa história.

Assim, estão disponíveis a todos as seguintes obras:

        1- Eu tenho o meu sonho;                       
        2- Mba’epu ete’i – instrumentos musicais sagrados;
        3- Balthazar e Benedicta.

Parabéns aos autores! Desejo a todos os ubatubenses um feliz 2012, com muita disposição para contribuir na l…

Astrud Gilberto

Imagem

Colunistas

Por um 2012 breve, porém divertido!

"Cada um tem sua lista e os itens mais frequentes incluem transformar-se em alguém diferente e muito melhor, livrar-se de defeitos insuportáveis, trazer para a luz suas brilhantes qualidades para que se tornem evidentes, tirá-las da sombra para mostrar ao mundo quem realmente você é"

Márcia Denser
Entra e sai ano, a gente costuma sempre sair, entrando com novos e os melhores propósitos e listas do mundo, destinados a nós mesmos, como se fosse possível refazer, a cada novo ano, nosso itinerário de vida. Cada um tem sua lista e os itens mais frequentes incluem transformar-se em alguém diferente e muito melhor, livrar-se de defeitos insuportáveis, trazer para a luz suas brilhantes qualidades para que se tornem evidentes, tirá-las da sombra para mostrar ao mundo quem realmente você é – esbelto (se for gordo), amável (se for intratável), eficiente (se for relaxado), sempre alegre (se for um maldito deprimido), otimista (no caso, se for outro maldi…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Aprender ou passar no vestibular?

Joca Levy - O Estado de S.Paulo
Discute-se muito a baixa qualidade do ensino público, com efeitos sobre as classes de menor poder aquisitivo. Deveriam também causar aflição sérios tropeços das escolas privadas, inclusive as que obtêm as melhores notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Esses problemas, que passam despercebidos pela maioria dos pais e educadores, afetam jovens das classes mais altas, supostos candidatos mais prováveis à elite intelectual do País.

Os pais precisam desde cedo decidir se o plano para seu filho é aprender ou passar no vestibular. É possível aprender e passar no vestibular, mas é limitada e frustrante a trajetória intelectual da criança cujos pais estabelecem como meta o vestibular, não o aprendizado.

As escolas chamadas "convencionais" parecem ter por objetivo boas notas no Enem e no vestibular, não propriamente o aprendizado. Há crescente pressão dos pais nesse sentido. Não percebem que educação voltada para …
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 31 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Embraer vende aviões militares aos americanos"

Encomenda de 20 aeronaves vai render US$ 355 milhões a empresa x A Força Aérea dos EUA anunciou compra de 20 aviões Super Tucano da Embraer, relatam Agnaldo Brito e Patrícia Campos Mello. O negócio, de US$ 355 milhões, é o primeiro da empresa com o governo americano e prevê treinamento de mecânicos e de pilotos. A companhia espera vender mais 35 aviões, o que poderá elevar o total do contrato para US$ 950 milhões.

O Estado de São Paulo "Governo libera mais R$ 300 mi para aprovar Orçamento"

Na antevéspera do Natal, 'bônus' atendeu pedido de emendas de cem parlamentares da base e oposição
Para aprovar o Orçamento na antevéspera do Natal, o governo acenou com mais de R$ 300 milhões para atender às bases eleitorais de 82 congressistas da Comissão Mista de Orçamento, informa Christiane Samarco. Cada um dos titulares e suplentes da comissão custou ao Executivo o compromisso de libera…

2012

Corações ao alto!

Coluna do Celsinho

Vem quente...

Celso de Almeida Jr.
Daqui a um ano, estaremos às vésperas de um novo governo municipal.

Polvorosa...

Prefeito escolhendo o terno.

Últimos ajustes no secretariado.

Câmara definindo o presidente.

Cargos em comissão disputados.

Esquecidos magoados.

Traídos e traidores sentindo o terreno.

Será o coroamento de articulações, maldades e investimentos.

Esperanças serão renovadas.

Uma nova história virá.

Virá?

O começo tornará claro com quem estaremos lidando.

Egoísta, personalista, vaidoso?

Equilibrado, sensato, democrata?

Ou um mix de qualidades e defeitos?

A campanha sinalizará o que vem pela frente.

Caberá observar, opinar, alertar.

Nestes casos, errar será humano.

Silenciar, covardia.

Assim, venha 2012!

Canetas e teclados fervendo...

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Crescimento das favelas

O Estado de S.Paulo
Mais do que um novo retrato da tragédia habitacional que afeta a vida de milhões de brasileiros, o rápido crescimento na década passada do número de pessoas vivendo em favelas é uma comprovação da incapacidade do governo, em todos os níveis, de desenvolver e colocar em prática políticas públicas que atendam às demandas sociais crescentes, sobretudo nas maiores regiões metropolitanas.

No estudo sobre a população que mora em favelas, palafitas ou outros assentamentos irregulares - classificados eufemisticamente como "aglomerados subnormais" -, o IBGE mostrou que, entre 2000 e 2010, o número de brasileiros que vivem nessas condições passou de 6,5 milhões para 11,4 milhões, um aumento de 75%. Nesse período, a população brasileira cresceu bem menos, 12,3%. Por isso, aumentou a proporção de brasileiros vivendo em habitações inadequadas, de 3,5% para 6% da população.

O IBGE destacou que a utilização de novas técnicas, como imagens de satélite…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 30 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Em 2011, ouro e dólar foram os mais rentáveis"

Metal mostrou que resiste bem às crises e se valorizou 15,85%; Bolsa, com queda de 18,11%, foi a pior opção x Em ano de crise internacional, o ouro mostrou que se beneficia das turbulências e, pelo segundo ano, teve a maior rentabilidade no país. Opção pouco acessível ao pequeno investidor, o metal se valorizou 15,85% em 2011. No ano passado, a valorização foi de 32,26%. Na vice-liderança das aplicações vem o dólar, que fechou o ano em R$ 1,869, com valorização de 12,18%.

O Estado de São Paulo "Consumidor deve pagar mais pela água do São Francisco"

Logística de distribuição pode tornar o custo do metro cúbico até seis vezes maior do que a média do País
Com o aumento do custo e dificuldades pura concluir as obras da transposição do Rio São Francisco, o governo já estuda como cobrar do consumidor do semiárido nordestino o alto preço da água, informa Marta Salomon. As águas desviadas…

Basquiat

Imagem

Atenção arquitetos!

CAU-Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Após as eleições realizadas para a escolha dos conselheiros arquitetos que irão compor o CAU/BR e os CAUs estaduais nos termos da lei 12.378/2010, foi realizada ontem 27/12 a posse dos conselheiros do CAU/SP.

Informo aos colegas que fui empossado como titular e o colega Vicente Gainzelevitch empossado como suplente do arquiteto Paulo André de Caraguatatuba. Sendo assim, Ubatuba terá representantes permanentes nessa nova estrutura que regula nosso exercício profissional e, nesse sentido estamos nos colocando à disposição dos colegas para o esclarecimento das inúmeras dúvidas que nossa esperada saida do Sistema CONFEA/CREAs gerou.

Podemos afirmar que já foram tomadas pelo CAU/BR medidas de forma extraordinariamente ágeis para atender nosso cotidiano profissional a partir de já.

O seu recadastramento profissional pode ser feito imediatamente através do site www.causp.org.br

Para o conhecimento de todos transcrevo na íntegra o documento abaixo enviado pe…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A crise da Justiça

O Estado de S.Paulo
Em sua primeira entrevista como presidente eleito do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), o desembargador Ivo Sartori mostrou por que a Corte é considerada a mais refratária a qualquer tipo de fiscalização, por parte da Corregedoria Nacional de Justiça. Além de acusar o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de desrespeitar as garantias de magistrados, em suas inspeções e sindicâncias, ele acusou o órgão responsável pelo controle externo do Judiciário de agir como no tempo da ditadura."Se existe uma Constituição, vamos respeitá-la. Sem isso, vai se voltar aos tempos da ditadura", disse Sartori.

Defensores do CNJ responderam lembrando que o órgão foi criado por uma Emenda Constitucional aprovada pelo Congresso, e acrescentando que as investigações realizadas pelo CNJ nas Justiças estaduais são transparentes, que os juízes acusados de irregularidades e desvios éticos têm tido direito de defesa e que quem não está cumprindo a Constituição, no…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 29 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Tráfego para o interior de SP sobe mais que para o litoral"

De janeiro a novembro, movimento na Castello subiu 18,3% em relação a 2009 x O fluxo de carros que saem da capital paulista pelas principais rotas para o interior - sistema Anhanguera-Bandeirantes e rodovia Castello Branco - tem crescido bem mais do que no sistema Anchieta-Imigrantes, principal acesso ao litoral de SP. Dados dos pedágios mostram que, de janeiro a novembro, a alta em relação a 2009 foi de 15% na Anhanguera-Bandeirantes e de 18,3% na Castello. Para o litoral, o fluxo cresceu 5,4%.

O Estado de São Paulo "Custo explode e obra do S. Francisco terá licitação de R$ 1,2 bi"

Ministro diz que vai refazer contratos da transposição do rio porque consórcios precisariam receber até 60% a mais; gasto com projeto chega a R$ 6,9 bilhões
O governo Dilma Rousseff lançará duas novas licitações no valor total de R$ 1,2 bilhão para terminar trechos da transposição do Rio …

Escrevendo vamos vivendo...

Imagem

Brasil

A pedagogia da marquetagem

Elio Gaspari, O Globo
A compra de 300 mil tabuletas (equipamento também conhecido como tablet) para estudantes da rede de ensino público nacional poderá ser a última encrenca da gestão do ministro Fernando Haddad, ou a primeira de Aloizio Mercadante.

O repórter Luciano Máximo informa que falta pouco para que o governo federal ponha na rua o edital de licitação para essa encomenda.

Governos que pagam mal aos professores, que não têm programas sérios de capacitação dos mestres, onde escolas estão caindo aos pedaços, descobriram que a compra de equipamentos eletrônicos é um bálsamo da pedagogia da marquetagem. Cria-se a impressão de que se chegou ao futuro sem sair do passado.

O governo de Pernambuco licitou a compra de 170 mil tabuletas, num investimento global de R$ 17 milhões. A prefeitura do Rio anunciou em outubro que tem um projeto para distribuir outras 25 mil. A de São Paulo contratou o aluguel de 10 mil ao preço de R$ 139 milhões.

Felizmente, o negócio foi a…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O Brasil na corrida global

O Estado de S.Paulo
O Brasil é hoje a sexta maior economia do mundo, mas poderá levar até 20 anos para alcançar o padrão de vida europeu de antes da crise, disse o ministro da Fazenda, Guido Mantega, comemorando com louvável comedimento a notícia de mais um avanço do País na classificação global. O Brasil deve fechar 2011 com um Produto Interno Bruto (PIB) maior que o do Reino Unido, segundo levantamento do Centro de Pesquisa de Economia e Negócios, uma entidade britânica, divulgado pelo jornal The Guardian. Muito investimento social e econômico ainda será necessário para chegar a um nível de vida semelhante ao da Europa, afirmou o ministro. Mas a economia nacional continuará crescendo, nos próximos anos, em velocidade só inferior à de alguns emergentes, acrescentou.

Ele está certo quanto à necessidade de mais investimentos. Isso será indispensável não só para a melhora das condições de vida, mas também para o País conservar uma posição razoável na corrida inte…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 28 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Faculdades cobram R$ 500 milhões de bolsa do governo"

Instituições particulares discutem reduzir número de alunos atendidos se não houver repasse de atrasados x Universidades particulares que aderiram ao programa de financiamento estudantil do governo federal (Fies) podem reduzir o número de alunos atendidos, caso não recebam repasses atrasados de R$ 500 milhões referentes a matrículas nos últimos dois anos. Segundo a Fenep (Federação Nacional das Escolas Particulares), o problema começou em 2010, quando o programa foi ampliado e a administração da verba migrou da Caixa para o MEC.

O Estado de São Paulo "Mantega anuncia proteção ao setor têxtil contra China"

Mudança tributária visa a inviabilizar subfaturamento de mercadorias importadas, sobretudo chinesas
O governo prepara medidas para proteger a indústria contra práticas desleais na importação de produtos têxteis e de confecção vindos sobretudo da China. Será feita uma muda…

Ubatuba

Imagem
Tudo começou com Luís Ernesto e Praxedes

José Ronaldo dos Santos
“Numa casa, ali no acesso à praia do Tenório, Luís Ernesto e compadre Praxedes acharam por bem montar um museu caiçara”. Foi assim que o João de Souza me contou. Também acrescentou isto: “Depois, o compadre Praxedes andava por tudo quanto é canto catando coisas para expor no museu do bairro. Diz que foi até a Ponta Grossa, lá pelo cisqueiro do Paru”.

Fico contente em saber que, mesmo timidamente, um voluntariado persevera. Dessa forma nós trabalhamos, sob a batuta do Júlio, vários finais de semana na apresentação atual do nosso museu. Também quero expressar a minha gratidão para com a dona Zelma. Dou a conhecer que esta filha do saudoso Pascoal se aproximou da nossa cultura a partir dos caiçaras do Perequê-mirim. Muito nos orgulha essa combatente mulher! No entanto, conforme disse o Júlio, é preciso que o poder público se sensibilize e abrace o museu como atrativo cultural/educativo e capaz de gerar rendas para o município.

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Pico de sucesso

Xico Graziano - O Estado de S.Paulo
Os agricultores passaram um bom Natal. E agora se preparam, animados porém receosos, para a passagem do ano. Acontece que, para a turma do campo, 2011 pode ter sido o melhor ano da história agrícola recente do País. Deixará saudades.

Uma pista apareceu, noutro dia, na divulgação, pelo IBGE, dos números sobre o crescimento do PIB nacional relativos ao terceiro trimestre do ano. Enquanto a indústria e o comércio recuaram, a agropecuária cresceu 3,2%, segurando o rojão da economia. No acumulado do ano, tudo indica um salto de 6% no PIB rural, envolvendo tanto o ramo animal (pecuária) quanto o ramo vegetal (agrícola).

E, no interior principalmente, quando a roça vai bem, ela movimenta toda a cidade: o comércio vende mais, o emprego se aquece, as pessoas ficam mais felizes. Esse é o efeito multiplicador da safra de grãos, quase 160 milhões de toneladas. Novo recorde.

Na balança comercial, as exportações do agronegócio também surpreendem. As ve…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 27 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Homicídio cai e roubo de veículos sobe em SP"

Após cinco meses de alta, número de assassinatos tem queda em novembro x O número de roubos de veículos no Estado subiu 14,6% de janeiro a novembro, em relação ao mesmo período de 2010. Em média, foram roubados ou furtados 21,3 veículos a cada hora do ano, segundo dados oficiais.Para o chefe da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima, a alta se deve a ação do crime organizado, que busca fazer capital para comprar drogas e armas. São recuperados 45% dos veículos, diz ele.

O Estado de São Paulo "PIB do Brasil já supera o britânico, diz consultoria"

Dado confirma projeções, mas Mantega admite que padrão de vida do País ainda está longe do europeu
A economia brasileira já é a sexta maior do mundo, superando a da Grã-Bretanha; mostra projeção do Centro para Pesquisa Econômica e Negócios (CEBH), de Londres. Segundo a CEBR, a PIB do Brasil deve fechar a ano em US$ 2,51 trilhões, enquanto a da…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Freio nos gastos em São Paulo

O Estado de S.Paulo
Em face das projeções de redução dos investimentos estrangeiros diretos no Brasil e das previsões, nada animadoras, sobre os investimentos de empresas nacionais, o ritmo de atividade da economia, em 2012, vai depender, proporcionalmente, muito mais dos investimentos públicos. Nesse sentido, o governo do Estado de São Paulo acaba de tomar medidas para garantir que a sua capacidade de investir seja preservada e até mesmo ampliada. O governo paulista planeja reduzir os seus gastos de custeio em até R$ 2,7 bilhões até 2014, sendo R$ 900 milhões em 2012. Esquematizou também um sistema de contingenciamento de verbas orçamentárias para racionalizar as despesas, preservando os investimentos, e se prepara para adotar um novo modelo de gestão, a ser elaborado por uma consultoria especializada.

Diante de um orçamento de R$ 156,9 bilhões para o exercício de 2012, a poupança de R$ 900 milhões no ano, por meio da contenção de despesas de água, energia …
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 26 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"País perde R$ 15 bi com acidentes em estradas neste ano"

Brasil tem o quinto maior número de mortes de trânsito no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde
x O país deverá perder cerca de R$ 14,5 bilhões com acidentes nas estradas federais neste ano, informam Patrícia Campos Mello e Gustavo Hennemann. O levantamento foi feito pela Folha com dados do Ipea e da Polícia Rodoviária Federal. Os acidentes já custaram R$ 9,6 bilhões neste ano até agosto – último dado disponível -, um aumento de 4,6% em relação a 2010. Um acidente com morte custa, em média, R$ 567 mil e 60% do prejuízo vem da perda de produção da pessoa.

O Estado de São Paulo "Governo adia quase R$ 50 bi de investimento em infraestrutura"

Obras deste ano atrasam por falhas de projeto, corte de gastos e falta de atratividade para o setor privado
O governo jogou para 2012 quase R$ 50 bilhões em investimentos que deveriam começar a deslanchar neste ano. Os motiv…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Um ano para ser esquecido

Marco Antônio Villa - O Estado de S.Paulo
O governo Dilma Rousseff é absolutamente previsível. Não passa um mês sem uma crise no ministério. Dilma obteve um triste feito: é a administração que mais colecionou denúncias de corrupção no seu primeiro ano de gestão. Passou semanas e semanas escondendo os "malfeitos" dos seus ministros. Perdeu um tempo precioso tentado a todo custo sustentar no governo os acusados de corrupção. Nunca tomou a iniciativa de apurar um escândalo - e foram tantos. Muito menos de demitir imediatamente um ministro corrupto. Pelo contrário, defendeu o quanto pôde os acusados e só demitiu quando não era mais possível mantê-los nos cargos.

A história - até o momento - não deve reservar à presidente Dilma um bom lugar. É um governo anódino, sem identidade própria, que sempre anuncia que vai, finalmente, iniciar, para logo esquecer a promessa. Não há registro de nenhuma realização administrativa de monta. Desde d. Pedro I, é possível a…