Postagens

Mostrando postagens de Outubro 16, 2016

Física

Imagem

Opinião

Pensar Trump na Casa Branca é como entregar uma filha a um marginal

João Pereira Coutinho
Só as pessoas frívolas não julgam os outros pelas aparências. A frase é de Oscar Wilde e, como normalmente acontece, acerta na mosca. A mosca em questão é Donald Trump.

Quando escrevi nesta Folha o primeiro texto crítico sobre Trump, vários leitores não me perdoaram. Eu, um "conservador", desejava a vitória de Hillary Clinton?

Entendo o raciocínio das massas: se Trump é um "conservador" (ou, para não sujar a palavra, alguém que está à "direita"), então o dilema está resolvido. Os vícios do homem transformam-se em virtudes; e as virtudes são elevadas a um patamar insano, ao mesmo tempo que a adversária desce às profundezas da indignidade moral.

Essa atitude só revela uma mentalidade fanática e um certo grau de subdesenvolvimento intelectual. Não vale a pena lembrar que nem os Republicanos se comportam assim com Trump –e muitos deles, cedo ou tarde, se distanciaram do candi…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 22 / 10 / 2016

O Globo
"Petrobras baixa preço, mas... Gasolina fica mais cara"
Após corte de 3,2% nas refinarias, valor do litro sobe 4,64% nas bombas

Aumento no Rio foi maior do que na média do Brasil. Postos elevaram margem de lucro depois da decisão da estatal. Combustível sofre impacto também da entressafra da cana-de-açúcar, que pressiona etanol
Na semana seguinte à redução de 3,2% no preço da gasolina nas refinarias pela Petrobras, o litro do combustível ficou 4,64% mais caro nos postos de gasolina da cidade do Rio, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Na média do país, também houve aumento, embora menor, de 0,4%. Os preços sofreram influência do etanol, que representa 27% da composição da gasolina. Com a entressafra da cana-de-açúcar, o álcool subiu 9,9% desde o último dia 16. Além disso, segundo analistas, os postos aproveitaram a redução de preços da Petrobras para elevar suas margens de lucro.

O Estado de S.Paulo
"Operação aumenta tensão…

1931 Stinson Tri-Motor

Imagem

Coluna do Celsinho

R1

Celso de Almeida Jr.

Conversei com os diretores do Canal R1, um veículo de comunicação multimídia que - a partir de Rondônia - expande-se rapidamente para toda a região norte do país.

Muito dinâmicos, inteligentes, posicionaram o canal entre fortes concorrentes, em menos de 100 dias de atividades.

Creio que o espírito empreendedor, o rígido controle financeiro e uma ampla rede de relacionamentos constituam o alicerce que gerou o sucesso do empreendimento em tempo recorde.

Admirei os mecanismos de cooperação que firmaram com instituições de comunicação que atuam no país e no exterior.

Exemplar, também, é a preocupação em cumprir um código de conduta, com a permanente apuração de veracidade das informações e das fontes.

Perguntei sobre compromissos.

A resposta foi imediata:

"Qualidade, ética, imparcialidade e independência editorial."

Com tamanha determinação, planejamento e competência explica-se a razão de conseguirem viabilizar parcerias comerciais para sustentar o empreendimento.

Física

Imagem

Opinião

Bangus e Carandirus

Gabeira
Não pensava mais em escrever sobre prisões. Elas escrevem por si próprias. Mas é importante combater o esquecimento. As prisões são um outro lado do mundo, muros cinzentos, uma guarita, o sentinela. Não posso reclamar da minha passagem. A Ilha Grande, com toda a sua carga de sofrimento, era um lugar bonito, com água de qualidade e um silêncio entrecortado pelos ruídos do mato. Na volta ao Brasil, resolvi seguir o conselho do escritor norte-americano Henry Thoreau. Segundo ele, todo cidadão deveria visitar as prisões do lugar onde vive, pois é um forte indicador do nosso nível de avanço social.

Visitei o máximo que pude, de Pedrinhas, no Maranhão, aos presídios do Sul, passando por Bangus e Carandirus no Sudeste. Observo, pelas sessões do STF, que o ministro Gilmar Mendes também as conheceu bem: organizou mutirões e visitou as prisões brasileiras quando presidente do Conselho Nacional de Justiça. Quando o ouço falar no tema diante de ministros que talvez não co…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira 21 / 10 / 2016

O Globo
"Estados na penúria"
Um relatório do Tesouro Nacional mostra que a situação dos estados é bem pior do que os governos declaram. Os gastos com pessoal estão acima do limite fixado em lei em sete estados e no Distrito Federal. Pelos dados declarados pelos governos estaduais, apenas dois estariam nessa situação. Muitos estados maquiam os cálculos e não incluem despesas com terceirizados e com impostos sobre salários. Há discrepância também nos números sobre o rombo da Previdência. Para analistas, o quadro mostra como é importante aprovar as reformas econômicas.

O Estado de S.Paulo
"Moro defende prisões e vê ameaça à magistratura"

O juiz federal Sérgio Moro defendeu ontem “aplicação vigorosa da lei” para superação da “corrupção sistêmica”. No dia seguinte à prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o magistrado afirmou que as detenções provisórias da Operação Lava Jato são necessárias e “processos não podem ser um faz de co…

Física

Imagem

Opinião

Moralistas e 'engraçados' autorizam assassinos de transexuais e prostitutas

Contardo Calligaris
Assisti a "O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu", em São Paulo, no Sesc Pinheiros –em cartaz, de quinta a sábado, até 5 de novembro. Depois disso, a peça viaja para Europa. Espero que, na volta, tenha outra temporada mais longa.

É um monólogo, dirigido por Natalia Mallo e escrito por Jo Clifford, inglesa que mudou de sexo em 2006, aos 56 anos. Clifford mostra (a ela mesma e ao mundo) que o Cristo não é inimigo dela nem da vida que lhe coube. Ela tem razão.

A atriz é Renata Carvalho, travesti de 35 anos; ela consegue nos fazer rir e chorar como a peça manda.

Se você for cristão, não perca. E, se você for padre ou pastor, organize uma excursão de sua comunidade –será espiritualmente mais útil do que assistir a "Os Dez Mandamentos". Ou então contrate a peça para a homilia do terceiro domingo de Quaresma –é uma excelente ilustração do mistério da redenção.

Lucas (15, 1…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 20 / 10 / 2016

O Globo
"Cunha é preso, mas não sai de cena"
Chamado por Moro de criminoso em série, ex-presidente da Câmara atemoriza o Planalto e o PMDB

Tudo sobre a prisão, as acusações e o que aguarda o deputado cassado que é alvo da Lava-Jato
Cassado há pouco mais de um mês, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi preso ontem por prazo indeterminado pelo juiz Sérgio Moro. A prisão de Cunha, até pouco tempo um dos políticos mais influentes do país e peça-chave no impeachment de Dilma, foi recebida com temor no Planalto. O receio é que o ex-deputado, guardião de segredos do Congresso e do submundo da política, envolva integrantes da cúpula do governo e do PMDB numa possível delação. A PF amanheceu na casa de Cunha no Rio, mas ele foi encontrado em Brasília, no início da tarde, e levado para Curitiba. Moro considerou que o ex-deputado não perdeu influência e poderia tentar obstruir as investigações e fugir do país, ressaltando que Cunha tem US$ 13 milh…

Pitacos do Zé

Imagem
Contribuições de Rubem Alves

Zé Ronaldo Santos
Há pouco tempo este pensador presbiteriano, mineiro e professor na Unicamp nos deixou. As suas obras, desde as primeiras a inaugurarem a Teologia da Libertação que tanto trabalho deu aos ditadores e suas crias, o imortalizaram. “Eu acho é pouco”! Hoje, em véspera de aprovarem medidas que detonam ainda mais o meio ambiente, a nossa “galinha dos ovos de ouro”, vale a pena recordá-lo, sabendo que ele está se referindo à mudanças ao mundo medieval, onde a burguesia assume o comando do mundo:

Perde a natureza a sua aura sagrada. Nem os céus proclamam a glória de Deus, como acreditava Kepler, nem a terra anuncia seu amor. Céu e terra não são poema de um Ser Supremo invisível. E é por isso que não existe nenhum interdito, nenhuma proibição, nenhum tabu a cercá-los. A natureza é nada mais que uma fonte de matérias-primas, entidade bruta, destituída de valor. O respeito pelo rio e pela fonte, que poderia impedir que eles viessem a ser poluídos, o res…

Física

Imagem

Opinião

Desde John Lennon convivemos com a praga das 'celebridades humanitárias'

João Pereira Coutinho
1. Serão precisas mais mulheres na política? A pergunta, confesso, sempre me provocou urticária mental. E as respostas também: sim, diziam os eruditos, e depois não acrescentavam uma única razão válida para defender a "política no feminino" (ou, em casos extremos, "cotas para mulheres" em listas eleitorais ou cargos institucionais).

Havia sempre a palavra "igualdade", um vocábulo poético e nulo. Mas ninguém demonstrava –seriamente, empiricamente– que tipo de contributo extra as mulheres dão à política pelo simples fato de serem mulheres.

Perante esse vazio, eu defendia a minha posição inicial: igualdade de oportunidades, tudo bem; mas é o mérito, e não a anatomia, que as sociedades democráticas devem premiar.

Confesso que tenho de repensar os meus conceitos –por causa da eleição presidencial americana. Segundo informa esta Folha, a revista "The Atlantic&…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira 19 / 10 / 2016

O Globo
"Reforma só aliviará estados se incluir juízes e deputados"
Déficit com inativos cresceu até 80%

Governadores querem que novas regras de aposentadoria se apliquem a Judiciário, Legislativo e Ministério Público. Executivo muitas vezes assume aposentados de outros órgãos
Os governadores querem que a reforma da Previdência inclua não só o Executivo dos estados, mas também Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública. A proposta conta com o apoio da equipe econômica do governo Temer. Levantamento do economista Raul Velloso e do consultor Leonardo Rolim mostra que, sem isso, o Orçamento dos estados continuará engessado. No Rio, esses outros órgãos respondem por 16% dos gastos com inativos e pensionistas. O déficit com o pagamento de aposentados do TJ do Rio cresceu 80% desde 2012.

O Estado de S.Paulo
"Proposta de delação de dono da Delta atinge PMDB e PSDB"

Aloysio Nunes, Sérgio Cabral e Marconi Perillo…

Física

Imagem

Opinião

Você acha que 7 bilhões de pessoas querendo ser felizes pode dar certo?

Luiz Felipe Pondé
Na vida existem várias perguntas que não querem calar: "Dinheiro compra amor verdadeiro?", "vale a pena ser honesto?","o povo, de fato, sabe o que fala?". Enfim, muitas. Uma pergunta dessas é aquele tipo de pergunta que você reza para seu filho não lhe fazer. O normal é que você minta, mesmo: "Não, dinheiro não compra amor verdadeiro", "sim, vale a pena ser honesto", "sim, o povo sabe, de fato, o que fala".

Não, não quero parecer cínico, pelo menos não hoje. Dessas três perguntas, apenas a última me parece ter uma resposta mais evidente, se sincera: "Não, não acho que o povo saiba, de fato, o que fala". As outras são muitos mais sérias e complexas. Todavia, as respostas dadas acima, quando ditas assim, são mentiras. Às vezes, dinheiro parece comprar amor verdadeiro, e ser honesto nem sempre vale a pena. É normal mentir às vezes. O…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira 18 / 10 / 2016

O Globo
"Perícia em 2% dos benefícios recupera R$ 139 milhões"
Dos 10 mil que já passaram por revisão, 85% serão cancelados

Pente-fino encontrou pessoas saudáveis que estavam trabalhando e recebiam do INSS
Com apenas 2% do total de auxílios doença que passarão pelo pente-fino do INSS já revistos, o governo obteve uma economia de R$ 139,3 milhões por ano. Até agora, foram analisados 10.894 benefícios, de um total de 530 mil que terão de passar por perícia.
Houve casos de fraudes explícitas, como o de um trabalhador que ganhava o auxílio-doença graças a uma decisão judicial desde 2006, mas mantinha dois empregos registrados na carteira de trabalho e, na perícia, não teve qualquer problema de saúde constatado. Ao todo, 77,55% benefícios já foram suspensos e outros 6,9% estão com o cancelamento agendado.

O Estado de S.Paulo
"Empresa de ministro é acusada de vender vacas superfaturadas"

Ex-funcionária de empreiteira liga negócio com família de Picciani…