Postagens

Mostrando postagens de Agosto 7, 2016

Física

Imagem

Opinião

Em todas as vezes o, fogo

Gabeira
É arriscado funcionar como um detector de fumaça num momento de alegria e emoção que envolve o País. Mas há fogo intenso na Amazônia, que vive uma seca brava. E houve muito fogo no Rio Grande do Norte, com ônibus e instalações sumindo nas labaredas.

No caso da Amazônia, já tivemos condições de conter o crescimento de incêndios. Depende também de um esforço coordenado do governo. E ele deveria examinar onde falhou. Já o episódio do Rio Grande do Norte, com mais de cem ataques e a presença da Força Nacional, é um sintoma de que, na crise do sistema penitenciário, continuamos sem saída, apenas empurrando com a barriga.

Já é difícil falar do sistema penitenciário em tempos normais. No auge de uma Olimpíada, os incêndios no Nordeste parecem ser num outro país. As atenções estão voltadas para a Olimpíada, a própria imprensa está concentrada nos Jogos, como todo o aparato de segurança. No entanto, os incêndios revelam um padrão inquietante. Nasceram de ordens da…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 13 / 08 / 2016

O Globo
"Risco de calote gera prejuízo no BNDES"

Perda de R$ 2,2 bi no semestre é a primeira desde 2003

Banco sofre com rescaldo da Lava-Jato e empresas em recuperação judicial, e eleva reserva para inadimplência em 824%

Pela primeira vez em 13 anos, o BNDES teve prejuízo de R$ 2,2 bilhões no semestre. O resultado foi influenciado pela recuperação judicial de grandes empresas, como a Oi, e pela piora no endividamento de companhias envolvidas na Lava-Jato, como Odebrecht e OAS, que são clientes do BNDES. O banco elevou em 824% suas reservas para o risco de calote, que chegaram a R$ 4,438 bilhões. Para analistas, a nova gestão do banco optou por tornar mais claros esses riscos.
O Estado de S.Paulo "Mulher e filho de Lula se recusam a depor na PF"

Decisão de ficar em silêncio em depoimento piora relação entre defesa e Lava Jato
A defesa da ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Lula, e de um dos filhos do casal, Fá

Douglas-DC-9-NASA

Imagem

Coluna do Celsinho

Monstrinhos

Celso de Almeida Jr.

Caçar Pokémons.

Poxa, vida!

Fiquei pensando como meus pais e avós reagiram às novidades tecnológicas em diferentes épocas de suas vidas.

Ficaram espantados?

Admirados?

Animados?

Angustiados?

Pois é...prezado leitor, querida leitora...

Vivo as mesmas emoções.

Vale uma dica?

É melhor conhecer.

Se preciso - até - caçar os monstrinhos, ao menos para compreender o que isso significa.

De qualquer forma, no meu caso, percebo que não será fácil a travessia.

Saudade do Forte Apache...

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Física

Imagem

Opinião

Crescimento que nos espera dificilmente será vigoroso

Alexandre Schwartsman
Observamos os primeiros sinais de recuperação da atividade econômica. Depois de oito trimestres consecutivos de contração, a produção industrial finalmente deu sinal de vida, ao crescer 1,2% no segundo trimestre do ano na comparação com o primeiro, já descontando os movimentos sazonais do período.

Vale comemorar, pois, entre os praticamente 22 trimestres em que o país esteve sob o governo de Dilma Rousseff, houve crescimento da indústria em apenas 7, já contando a observação mais recente, um recorde negativo de pelo menos 25 anos. Ainda assim, mesmo com a modesta recuperação, a produção se encontra 18% abaixo de seu pico, no começo de 2011.

Antes, porém, que comece a choradeira da "crise global", noto que no mesmo período, segundo os dados do Birô de Análise de Política Econômica (CPB) na Holanda, a produção industrial mundial não caiu em nenhum trimestre. Ao contrário, registra nada menos do que 29 trim…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira 12 / 08 / 2016

O Globo
"Risco de calote gera prejuízo no BNDES"

Perda de R$ 2,2 bi no semestre é a primeira desde 2003

Banco sofre com rescaldo da Lava-Jato e empresas em recuperação judicial, e eleva reserva para inadimplência em 824%

Pela primeira vez em 13 anos, o BNDES teve prejuízo de R$ 2,2 bilhões no semestre. O resultado foi influenciado pela recuperação judicial de grandes empresas, como a Oi, e pela piora no endividamento de companhias envolvidas na Lava-Jato, como Odebrecht e OAS, que são clientes do BNDES. O banco elevou em 824% suas reservas para o risco de calote, que chegaram a R$ 4,438 bilhões. Para analistas, a nova gestão do banco optou por tornar mais claros esses riscos.
O Estado de S.Paulo "Mulher e filho de Lula se recusam a depor na PF"

Decisão de ficar em silêncio em depoimento piora relação entre defesa e Lava Jato
A defesa da ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Lula, e de um dos filhos do casa

Física

Imagem

Opinião

Por que preferimos explicar o mundo como se tudo fosse culpa dos outros?

Contardo Calligaris
No amor, na política, no esporte –em suma, na vida– podemos escolher entre dois estilos de interpretação.

O primeiro é o estilo paranoico, que consiste em culpar Deus e o mundo, ou seja, os outros, por tudo o que acontece de errado.

O segundo é o estilo dito "autoatributivo", que consiste em procurar a causa de nossos percalços em nós mesmos.

Para quem pratica o estilo paranoico, os autoatributivos são ingênuos, otários, ignaros das tramas obscuras que estariam sendo urdidas contra todos nós.

Aos olhos dos autoatributivos, os paranoicos, quando não são delirantes, são covardes: acusam os outros para evitar suas responsabilidades. Em geral, meu estilo preferido é o autoatributivo. Não gostei do que aconteceu? O que houve "em mim" que causou ou permitiu esse desfecho?

Enquanto isso, o praticante do estilo paranoico prefere o pronome da terceira pessoa do plural: foram "eles&quo…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 11 / 08 / 2016

O Globo
"Cassação de Cunha só será votada em setembro"

Decisão ocorrerá após conclusão do impeachment
Data agrada a aliados de Temer, preocupados com possível vingança do peemedebista
Depois de longa indefinição, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou a votação do processo de cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para 12 de setembro, após a conclusão do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Maia deu uma série de justificativas para adiar a votação. A decisão agradou a aliados do presidente interino, Michel Temer, preocupados com a possibilidade de uma reação vingativa de Cunha influenciar o desfecho do impeachment. Criticado, o presidente da Câmara disse que o prazo respeita a média histórica do Parlamento.
O Estado de S.Paulo "Alimentos sobem 8,79% no ano e não deixam inflação cair"

Arroz, feijão e leite pressionaram taxa; tendência é de queda no 2º semestre

Física

Imagem

Opinião

Será crime um branco não ter amigos negros para mostrar?

João Pereira Coutinho
Ah, a experiência! Os colunistas são como certos cachorros de caça. A presa ainda não apareceu no horizonte. Mas os nossos caninos já estão espumando de excitação.

Exemplo: dias atrás, li uma excelente entrevista de Jonathan Franzen à "Slate". Gosto de Franzen. Conheci-o pela primeira vez em 2002, talvez 2003, em livro de ensaios que recomendo ("Como Ficar Sozinho", Companhia das Letras). Depois, provei os romances. Também recomendo, embora "As Correções" (Companhia das Letras) me pareça bem melhor que os seguintes.

Mas regresso à entrevista. E aos meus caninos. A certa altura, o entrevistador pergunta a Franzen se ele nunca pensou em escrever um romance sobre os conflitos raciais que correm pelos Estados Unidos. A pergunta é absurda: um escritor não tem que escrever sobre os temas que interessam ao entrevistador –e isso revela a decadência cultural do jornalismo contemporâneo.

Fran…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira 10 / 08 / 2016

O Globo
"Acusação e Planalto agem para acelerar impeachment"

Julgamento decisivo de Dilma no Senado deve começar em duas semanas Juristas antecipam para hoje apresentação da peça final contra a presidente afastada, que terá três dias para entregar sua defesa; relator da comissão diz que petista atuou em 'benefício político-pessoal'
Os juristas responsáveis pelo processo de impeachment de Dilma Rousseff decidiram antecipar para hoje a entrega da peça final de acusação para acelerar o julgamento da presidente afastada. Com isso, Dilma terá de entregar a defesa até sexta-feira, e a fase decisiva poderá começar dia 23. Ontem, o Planalto e o presidente do Senado, Renan Calheiros, atuaram para agilizar a etapa da pronúncia, em que o Senado decide se a petista irá a julgamento. O presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que comanda os trabalhos, impediu manobras de petistas e chegou a cortar o microfone de Gleisi Hoffmann. Relator da comissão do impea…

Física

Imagem

Opinião

Os intelectuais abraçaram a falsa paixão pela lenda do povo soberano

Luiz Felipe Pondé
Por que os intelectuais odeiam o povo? Afirmei isso semana passada em minha coluna ("Bom dia terrorismo!) e muita gente me perguntou a razão disso.

Vejamos um exemplo prático bem atual: Donald Trump.

Todo mundo se pergunta como o povo americano (pelo menos parte importante desse povo) pode votar num cara como Donald Trump. Não vou entrar no mérito do quão "idiota", "palhaço", "populista", "sexista", "racista" muita gente acha que ele é. Se ele é ou não isso tudo, não me interessa aqui.

O que me interessa é que toda a inteligência pública parece concordar que ele mereça todos esses adjetivos. Logo, parece haver uma discordância significativa entre o que pensa grande parte do povo americano e a inteligência pública.

Por que alguém em sã consciência votaria em Donald Trump sendo ele tudo o que achamos que ele seja? Existe a possibilidade de que ele não s…