Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 27, 2011

Tem dia em que me sinto assim...

Imagem

Educação

As pequenas alegrias e o nosso idealismo

José Ronaldo dos Santos
No início da minha carreira no magistério paulista havia muita empolgação, sobretudo porque as aulas de História, Folclore e Sociologia do Turismo eram para alunos motivados pelo investimento do governo estadual no curso Técnico de Turismo (na escola Aurelina, no bairro da Estufa II). Depois percebi que o meu idealismo dependia de uma série de fatores, inclusive econômico, mas o principal deles era o querer aprender dos alunos. Nisso usei – e uso ainda! – o argumento de que “a geração vindoura tem que ser melhor do que a minha”. E, admito, tenho visto despontar alguns frutos dessa direção. Minhas sobrinhas orgulham-me muito pelo fato de sempre terem estudado na escola pública e de terem sido aprovadas em universidade pública (USP). Vários outros ex-alunos causam-me igual sentimento. Agora é a vez de Jessé.

Conheci Jessé na escola Sueli (bairro da Estufa I), numa turma média na cooperação, mas aquém da média em aproveitament…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Inflação, risco imediato

O Estado de S.Paulo - Editorial
A inflação continua sendo a maior ameaça ao consumidor brasileiro e o principal desafio imediato para o governo. Há sinais de arrefecimento da atividade econômica, mas não do consumo. Em fevereiro os índices de preços aumentaram pouco menos que em janeiro, mas não há razão para otimismo. O custo da alimentação continua em alta no atacado, a inflação dos serviços ganhou impulso e o mercado internacional de alimentos, petróleo e outras commodities permanece aquecido, espalhando pressões inflacionárias por todo o mundo. "Estamos extremamente preocupados com a alta de preços dos alimentos, em especial por causa de seu impacto nos mais pobres e mais vulneráveis", disse em Washington a diretora do Departamento de Relações Externas do Fundo Monetário Internacional (FMI), Caroline Atkinson. Ela se referia principalmente às populações dos países menos desenvolvidos e mais dependentes da importação de comida, mas ninguém - mesmo n…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 05 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"SP multa um motorista a cada cinco segundos"

Total de infrações cometidas em 2010 sobe 11,5% e chega perto dos 7 milhões

A cada cinco segundos, em média, um motorista paulistano teve seu veículo multado nas ruas da cidade de São Paulo em 2010. No total, foram 6.974.682 autuações, um aumento de 11,5% sobre o ano anterior, segundo dados do balanço divulgado pela Companhia de Engenharia de Trafego. O salto acontece após um incremento na fiscalização, que ganhou o reforço de mais 300 policiais militares e 290 novos radares - 193 deles do tipo inteligente. Os maiores crescimentos se deram nas multas por invasão da faixa exclusiva para ônibus (+44%) e excesso de velocidade (+27%). Mas em números absolutos, o desrespeito ao rodízio continua o campeão no ranking de infrações, com mais de 2 milhões de multas no ano passado (+21%). Para a CET, o maior uso de equipamentos eletrônicos permitiu liberar agentes para fiscalizar e atuar na organização …

Acontece em Ubatuba

Imagem

Curiosidades caribenhas

Havana, 1961

Do El País
O documentário foi realizado por Orlando Jiménez Leal, e como editor, Saba Cabrera. Trabalhavam em televisão. A Revolución Cubana havia lançado um alerta pela possibilidade de uma invasão norte-americana à ilha. Os noticiários da TV em que trabalhava Orlando, naquela época um câmera 18 anos, enviaram-no a buscar material de imagens que demonstravam que a população estava se armando patrioticamente contra o invasor. Voltou com minutos de gravações que diziam exatamente o contrário. As pessoas seguiam na rumba. Havana não estava consciente de nada daquilo, nem por medo nem pela pátria, afirma Orlando hoje. E conta, que uma cubana lhe disse: "Escuta menino, porque em lugar de Pátria Ou Morte não dizemos, Pátria ou Lesões Leves"?

Orlando transformou em documentário que Fidel Castro proibiu. A Casa de las Americas de Madrid reapresentará o documentário recuperado, agora, em maio. (Tirado do Ex-Blog do Cesar Maia)

Foto atual de Orlando Jimenez.
Primeira parte do…

Paralelas, encontro no infinito...

Imagem

Coluna do Celsinho

Rotary

Celso de Almeida Jr.
Nesta terça-feira, primeiro de março, o Rotary Club de Ubatuba prestou homenagens às escritoras Dirce Marangoni, Fernanda Liberal, Lourdes Moreira e Silmara Retti, comemorando antecipadamente o dia Internacional da Mulher, 8 de março.

A feliz escolha destas mulheres para a homenagem revela a profunda sensibilidade dos integrantes desta respeitada instituição.

O Rotary tem inúmeros serviços prestados em nosso município.

Trata-se de uma organização mundial constituída por líderes de negócios e profissionais que prestam serviços humanitários, fomentam um elevado padrão de ética em todas as profissões, ajudando a estabelecer a paz e a boa vontade.

Vale lembrar que o Rotary no mundo também é a Fundação Rotária, que anualmente proporciona cerca de US$ 90 milhões para bolsas educacionais internacionais, intercâmbios culturais e projetos humanitários que melhoram a qualidade de vida de milhões de pessoas.

Rotary é conhecido como a entidade privada que outorga o maior núme…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O desafio da prosperidade

O Estado de S.Paulo - Editorial
O crescimento de 7,5% no ano passado foi a primeira boa notícia econômica de ontem - um motivo para comemoração, embora não tenha havido surpresa. A segunda boa notícia foi a reação do governo, moderada e sensata. O Brasil não pode sustentar um ritmo chinês, mas provou nos últimos anos sua capacidade de crescer em torno de 5%, comentou o ministro da Fazenda, Guido Mantega. A presidente Dilma Rousseff qualificou como "razoável" o desempenho da economia em 2010 e logo lembrou a prioridade imediata, o combate à inflação. A evidente mudança de estilo pode ser indício de algo mais importante - um compromisso mais sério com as condições necessárias ao crescimento de longo prazo. Uma dessas condições é a expansão do investimento, apresentado nas contas nacionais sob a rubrica de "Formação Bruta de Capital Fixo".

O investimento em máquinas, equipamentos, instalações e infraestrutura cresceu 21,9% no ano passado. Mas o …
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 04 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Brasil já tem o 7º PIB do mundo"

País cresce 7,5% em 2010, mas economia perde ritmo, e inflação deve limitar o crescimento a menos de 4% neste ano

O Produto Interno Bruto (soma das riquezas nacionais) do Brasil cresceu 7,5% em 2010, a maior taxa desde 1985. O resultado tomou o país a sétima economia do mundo, superando a Itália. Desde o segundo semestre, porém, o país pisou no freio; projeções apontam índice abaixo de 4% em 2011. Para evitar a alta da inflação, os juros vem subindo e o governo anuncia intenção de gastar menos, medidas que reduzem o crescimento. A presidente Dilma Rousseff qualificou o PIB de 2010 como "bastante razoável" e afirmou esperar expansão entre 4,5% e 5% neste ano. A posição brasileira também melhorou no quesito paridade de poder de compra, que leva em conta o custo de vida dos países, passando do nono para o sétimo lugar, disse o ministro Guido Mantega.

O Estado de São Paulo
"Consumo faz PIB …

Era uma vez uma piranha...

Imagem

Vida

Quinta-feira desensolarada

Sidney Borges
Minha irmã ligou de São Paulo:
- Como está o tempo aí?
Respondí de primeira:
- Firmou!

A coisa lá pelas bandas do Oriente Médio está quente. Mubarak foi apeado do trono que um dia foi de Cleópatra, agora parece ter chegado a vez do performático Gaddafi, da Líbia. Li em algum lugar que ele tem 70 bilhões de dólares. Para que alguém precisa de tanta grana?

Também li em algum lugar que Lula está lendo um livro de Emir Sader. Não sei não, mas não acredito que o sociólogo e filósofo quisesse dizer autista quando chamou a ministra Ana de Holanda de autista. Costumo ler artigos de Emir Sader. Não concordo com 90% do que ele escreve. Acho que 98% fica melhor.

Kassab vai sair do DEM. Faz sentido, Kassab é jovem e tem ambições políticas. No palco atual, com DEM e PSDB aliados e Alckmin governador, pouco sobra para o prefeito da capital. Ele está certo em procurar uma saída. Ainda que a saída seja sair. Eu jamais votarei em Kassab. Jamais.

Hoje faltou energia. É a…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Um ajuste sem grande aperto

O Estado de S.Paulo - Editorial
Nenhum dos cortes orçamentários anunciados pelo governo federal vai exigir um grande aperto de cinto, mas nem por isso a iniciativa é politicamente desimportante. Será necessária uma firme disposição para podar pouco mais de R$ 18 bilhões em emendas parlamentares - quase certamente a parte mais audaciosa do ajuste apresentado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento. No Brasil, o Executivo é livre para desembolsar ou não o dinheiro para os projetos previstos nas emendas, porque o orçamento não é impositivo. Essa liberdade é usada, normalmente, como instrumento político - para barganha ou para favorecimento de aliados. A novidade, neste ano, é a anunciada disposição de eliminar as despesas programadas com base na projeção inflada de receita.

É cedo para dizer se o programa de ajuste será cumprido até o fim sem concessões e sem negociações com deputados e senadores. O Executivo sempre arranjará argumento para justificar alguma…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 03 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Gaddafi ataca e ameaça com milhares de mortes"

Ditador diz que haverá guerra sangrenta se os EUA ou a Otan interferirem na Líbia

O governo Gaddafi intensificou o contra-ataque para se manter no poder na Líbia. Caças bombardearam Brega, cidade tomada pelos rebeldes no leste do pais, num quadro de virtual guerra civil. A oposição resiste. O ditador disse na TV que a Líbia terá uma guerra sangrenta. "Milhares e milhares irão morrer se EUA ou Otan interferirem." Ele afirmou que vai "enfiar os dedos nos olhos" de quem duvida da soberania do país. O Tribunal Penal Internacional vai abrir investigação sobre os conflitos na Líbia. Mais dois navios de guerra dos Estados Unidos entraram no mar Mediterrâneo pelo canal de Suez com o intuito de intimidar Gaddafi. O debate esquentou entre os norte-americanos com a pressão do Congresso. O Senado aprovou uma medida que pede a comunidade internacional que considere a instauraçã…

Aquário do Ubatuba Víbora

Imagem
Original aqui

Brasil

Besteirol contra a privatização

Ethevaldo Siqueira - Original aqui
Este blog alimenta debates maravilhosos. Vejam este que apresento a seguir. Um leitor me escreve, furioso, discordando daqueles que esperavam do governo investimentos maciços em banda larga. Aliás, quem defendeu tais investimentos foram diversos membros do PT e do próprio governo, que apoiaram a recriação da Telebrás.

Eis o que diz o leitor furibundo:

“O erro vem do nascedouro. Serjão (ex-ministro das Comunicações Sérgio Motta) privatizou mesmo (!) como se fosse a casa da mãe Joana. Contratos sem contrapartidas e multas pesadas com cláusulas rescisórias. Foi a Festa do Caqui! Agora, com tudo servido na bandeja só falta o governo investir pesado para aumentar á estratosfera o lucro destas empresas “malandras”. Estão ganhando horrores, algumas com investimento (alto) do BNDES, que se aumente a taxação de impostos (quase do cigarro) sem poder de repasse ao já explorado e roubado consumidor. Nós Brasileiros.” (Os destaques são…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Copa de 2014: crônica do mico anunciado

José Nêumanne* - O Estado de S.Paulo
O Campeonato Mundial de Futebol, organizado a cada quatro anos pela Fifa, entidade privada com sede na Suíça, é um negócio arquibilionário para quem vive em torno de futebol: jogadores, técnicos, dirigentes, preparadores físicos e outros profissionais do ramo; acionistas, redatores, narradores e comentaristas de imprensa, rádio e televisão; e, sobretudo, os maiorais da entidade organizadora e seus afilhados pelo mundo. Estes inventam a cada torneio novas regras que tornam necessárias obras civis que exigem grandes investimentos: dos estádios à infraestrutura de transportes urbanos e aéreos, além da adaptação da rede hoteleira para atender à demanda de público aos jogos.

Países que dispõem de caixa para cobrir as deficiências de estações metroviárias, aeroportos, vias públicas e outras instalações físicas necessitadas de reforma para abrigar hordas de aficionados por futebol lutam para sediar espetáculos transmit…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 02 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"ONU afirma que 140 mil já escaparam da Líbia"

Situação de refugiados está em 'ponto de crise'; milhares fogem psra a Tunísia

Cerca de 140 mil (2% da população) teriam deixado o país em direção ao Egito e à Tunísia, fugindo do confronto entre rebeldes e tropas de Gaddafi. O ditador tentou retomar algumas áreas, mas não conseguiu. No porto de Ras Jedir (Tunísia), milhares de pessoas se amontoavam. Soldados usavam máscaras para suportar o cheiro de fezes. O frio de 10°C torna mais difícil a situação das pessoas que enfrentam desconforto. Muitos tentam ir para a Europa. Os europeus, que debatem possível intervenção militar na Líbia, temem nova onda migratória. Em Nova York, a ONU suspendeu a Líbia do Conselho de Direitos Humanos.O Estado de São Paulo


"Despesa do governo com passagens cresce 32%"

Aumento no bimestre ocorre em meio ao discurso oficial de que o corte desse tipo gasto é prioritário

As despesas com passagens…

Era uma vez uma perereca...

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Original aqui

Ramalhete de "causos"

Imagem
Curricando
José Ronaldo dos Santos Existe uma modalidade de pesca que não é muito divulgada, mas os caiçaras, em ocasiões especiais, a usam. Trata-se de pescar curricando, que nada mais é do que soltar a linhada com a embarcação em movimento.

A linhada, junto ao anzol, tem uma peça metálica que rodopia com a isca devido à velocidade da canoa (ou barco). É assim de propósito; serve para atrair os peixes que preferem iscas em movimento. Também é atrativo o brilho do metal que rodopia. Por isso que, no tempo das anchovas, cavalas, sarambiguaras e outros pescados de igual hábito, os caiçaras curricam. É emocionante pescar no currico! A gente se empolga pelos cruzamentos de linhas, pelos saltos dos peixes prateados há muitos metros da borda.

O que contarei a seguir, eu escutei do Garné, na praia do Cedro (da Ponta Grossa):

Garné e Zeca pararam perto da laje de fora; sondavam cavalas. Soltaram as linhadas, mas nada de fisgada. Então resolveram remar mais para fora, no correr do Boqueirão. A cano…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O corte do Orçamento

O Estado de S.Paulo - Editorial
O corte de gastos anunciado pelo governo - R$ 50,1 bilhões - está longe de ser uma demonstração de ousadia política e de austeridade financeira, mas é bem-vindo. Pode ser o passo inicial das mudanças prometidas pela presidente Dilma Rousseff logo depois de sua eleição e reafirmadas no discurso de posse. As promessas incluem maior atenção à qualidade do gasto federal e à eficiência da administração, assim como alterações tributárias para tornar os impostos e contribuições mais compatíveis com as necessidades da economia. Se forem realizadas, essas mudanças serão muito mais amplas e muito mais complexas politicamente do que quaisquer inovações ocorridas no Brasil nos últimos oito anos.

Pouco mais de um terço do corte, cerca de R$ 18 bilhões, resultará de uma revisão da receita líquida prevista no Orçamento aprovado pelo Congresso. De certo modo, será um corte de vento, porque os congressistas, como de costume, haviam inflado a projeção d…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 01 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Funcionário do Estado negocia dados sigilosos"

Sociólogo usa em sua empresa de consultoria informações secretas sobre a violência em SP; ele diz que tem permissão

O sociólogo Túlio Kahn, que é chefe da CAP (Coordenadoria de Análise e Planejamento) da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, vende serviços de consultoria nos quqais põe à disposição de empresas dados sigilosos sobre a violência no Estado, informa Mario Cesar Carvalho. Como sócio da Angra Consultoria, Kahn repassa a clientes informações cuja divulgação é vetada, “para não alarmar o público”. Entre elas, estão que tipo de bens é levado com maior frequência em assaltos a condomínio de São Paulo e quais os furtos mais comuns na região de Campinas.

O Estado de São Paulo
"EUA ameaçam usar a força e dizem que Kadafi deve sair já"

Washington reposiciona navios no Mediterrâneo e sinaliza possível operação militar com apoio europeu

Os EUA e países europeus alertaram…

Lá de trás alguém gritou:

Imagem
Vai dar m...

Frases

Um dia a casa cai...

“Eu diria que hoje nenhum gestor, seja prefeito de município, seja dirigente de órgãos estadual ou federal, pode mais confiar integralmente na impunidade. Não pode. Mesmo que o processo judicial demore, que ele possa confiar que dificilmente chegará a ser posto na cadeia, mas há outros tipos de sanções. São punições administrativas, são providências que o obrigam a devolver ao erário o dinheiro desviado. Além disso, há aquela sanção difusa da opinião pública, da sociedade, porque a imprensa divulga, toda a população fica sabendo o que aconteceu”.

Jorge Hage Sobrinho, ministro da Controladoria Geral da União

Twitter
Imagem

Coluna do Rui Grilo

Para que serve o mapa da violência?

Rui Grilo
Um mapa é uma representação da realidade e serve para indicar direções, destinos. É como um exame médico que serve para indicar qual terapia, quais remédios empregar. No entanto, se o paciente não tomar porque não tem dinheiro para comprar ou porque não quer ou porque se esquece, não servirá para nada.

Não é isso o que aconteceu com o Jardim Ângela, fato reconhecido até pelo órgão da ONU responsável pela violência. Em um jornal da Globo News foram apresentados os seguintes dados: em 2003 havia 212 mortes violentas por cada 100 mil habitantes o Jardim Ângela era considerado um dos lugares mais violentos do mundo; em 2009 esse número caiu para 41. Foi milagre?

Não. O que houve foi uma intensa mobilização reunindo igrejas de diferentes credos, ONGs e outras entidades da sociedade civil e que forçaram os três níveis de governo a participar na elaboração e execução de propostas para resolver o problema.

Morava na região de Interlagos e os movimentos…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Nova forma de ingresso e educação na universidade

Fernando F.Costa* - O Estado de S.Paulo
Baseado no mérito e no esforço pessoal, o vestibular tem e teve um papel importante na seleção dos alunos nas universidades públicas. Atualmente, porém, não há dúvida de que esse modelo padece de problemas sérios. Grande número de estudantes, principalmente aqueles oriundos das escolas públicas, potencialmente aptos para o curso superior em boas universidades, são excluídos de uma competição equitativa, ou nem mesmo se candidatam, porque os mecanismos de preparação para esses exames competitivos são claramente determinados pelas condições socioeconômicas.

Neste ano, paralelamente ao vestibular tradicional, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) dá início a uma nova forma de selecionar alunos que hoje são excluídos ou têm chance reduzida no sistema tradicional de seleção, sem abdicar do mérito acadêmico: o Programa de Formação Interdisciplinar Superior (ProFIS), que, sem prejuízo da forma trad…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 28 / 02 / 2011

Folha de São Paulo
"Oposição na Líbia decide criar conselho de transição"

Secretária de Estado dos EUA promete ajuda a manifestantes; Gaddafi reafirma que fica no cargo

Rebeldes em Benghazi, leste da Líbia, criaram um conselho de transição que pretende ser o embrião de um governo pós-Gaddafi. O ditador voltou a afirmar que não vai abandonar o poder. Depois de 13 dias de revolta, cresce o número de cidades em poder da oposição.

O Estado de São Paulo
"Rebeldes fecham cerco a Trípoli"

Insurgentes planejam tentativa de tomada da cidade, último bastião de Kadafi, nos próximos dias

Os rebeldes líbios nas cidades próximas a Trípoli, como Al-Zawiyah, preparam a tomada da capital. “Não temos medo, não temos fome, não temos sede, não temos cansaço. Por muitos anos tivemos nossas cabeças na alça de mira de Muamar Kadafi. Agora chegou a hora da liberdade”, disse ao Estado um dos insurgentes, em referência ao ditador do país. Reunidos às centenas em cada v…

Século XIX

Imagem
Jornaleira em Ludgate Circus, Londres, 1893. Foto: Paul Martin

Frases

De pobres e banqueiros...

Esse é o sucesso do nosso governo. Conseguimos beneficiar a população como um todo. Mais os pobres e menos os banqueiros. Mas nós beneficiamos pobres e banqueiros. Não é uma beleza?

Guido Mantega, ministro da Fazenda

Nota do Editor - O Ministro tem razão. Pobres e banqueiros foram beneficiados. A relação faz lembrar um quadro do programa Silvio Santos. "Tostão e Milhão". Ou coisa assemelhada. Nos últimos tempos os pobres ganharam tostões e os banqueiros milhões. Um tostão para quem não tem nada é mais do que um milhão para quem tem tudo. Os pobres ficaram felizes. Os banqueiros também ficaram felizes, embora entediados. Sidney Borges

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Economia reacende divergência no PT

Esquerda do partido ataca corte de gastos e política de juros de Dilma, a exemplo do que fez com Lula na reforma da Previdência

Roldão Arruda - O Estado de S. Paulo
O estilo de governar dos petistas Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva pode ser diferente, como já tem sido dito. Há, porém, uma característica idêntica entre os dois que está ficando cada vez mais evidente: a capacidade de, no início do mandato, irritar a ala à esquerda do PT.

Olhando com atenção é possível notar também a presença de um personagem comum nas duas histórias: Antonio Palocci. Ministro da Fazenda na partida do governo Lula e chefe da Casa Civil com Dilma, tanto antes como agora ele tem sido apontado como mentor de medidas econômicas que, segundo os críticos, ficariam melhor no ideário neoliberal do que no petismo.

Em 2003, a esquerda atacou a proposta de reforma da Previdência e as metas de superávit primário, que ficavam acima das estabelecidas no governo anterior, do tuc…