Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 17, 2013

Paul Klee

Imagem

Colunistas

A revolução dos ricos e corruptos: o país mercadoria

Na coluna desta semana, Márcia Denser questiona se a “revolução dos ricos e corruptos” não vai acabar nunca. “Num mundo estagnado, a pressão para entregar tudo aos detentores dos mercados globais, em voraz processo de reordenação, é cada vez maior”

Márcia Denser
O editorial de Saul Leblon para a Carta Maior de 6 de fevereiro passado é tão exemplarmente verdadeiro e contundente, que está valendo resumir seus melhores trechos. Diz ele que, quando eleito presidente do Chile, em janeiro de 2010, o direitista Sebástian Piñera reavivou a esperança conservadora latino-americana: “Sua vitória reluziu como a revanche diante de um colar de governos progressistas que asfixiavam o horizonte da direita regional”.

Enfim, um porta-voz moderno do dinheiro grosso (e sujo) e de quem fala idem: os ricos.

Antes mesmo de Thatcher, o Chile foi militarmente capturado para ser a cozinha experimental do neoliberalismo (vide Naomi Klein, A doutrina do choque). Ta…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A violência no trânsito

O Estado de S.Paulo
O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) notificou 711.636 motoristas no ano passado por ultrapassarem os 20 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou por cometerem infração gravíssima. O total de motoristas punidos com a perda do direito de dirigir é 14% maior do que o registrado no ano anterior. Segundo dados do Detran, das nove infrações cometidas com maior frequência nas ruas e estradas paulistas, quatro são de natureza gravíssima: dirigir automóvel ou moto sem licenciamento, sem CNH ou com ela vencida há mais de 30 dias e pilotar motocicletas sem capacete ou roupas adequadas.

Conforme os últimos dados do Ministério da Saúde, é de aproximadamente 42 mil o número de pessoas que perdem a vida em acidentes de trânsito anualmente em todo o País. Em São Paulo, são computadas cerca de 7,5 mil mortes a cada ano. Em 2010, dos R$ 200 milhões usados pelo SUS para bancar as internações decorrentes dos acidentes, R$ 58,6 milh…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 23 / 02 / 2013

O Globo
"Após greve ilegal, governo adia privatização de portos"

Sindicatos pressionam e paralisação afeta exportação de grãos no país

Ministro promete a sindicalistas não licitar terminais até meados de março. Apesar de o Tribunal Superior (TST)ter decretado a ilegalidade da greve dos portuários, movimento parou 30 mil trabalhadores nos principais terminais do país, ontem por seis horas, deixando navios atracados e prejudicando o embarque de grãos ao exterior. Diante da pressão dos sindicatos, o ministro da Secretria dos Portos, Leônidas Cristino, abriu negociação e garantiu que não vai tentar acelerar o trâmite da Medida Provisória (MP) 595 – que moderniza o setor - no Congresso. O governo também prometeu interromper as licitações até 15 de março.

O Estado de São Paulo "Lula garante Temer como vice de Dilma, diz Alves"

Aliança foi defendida em reunião com peemedebista; FHC diz que petista virou ‘presidente adjunto’

Após encontro de duas horas, o pr…

Alex Katz

Imagem
Black dresses fashion

Coluna do Celsinho

Segredos da liderança

Celso de Almeida Jr.
O historiador Andrew Roberts é autor de Hitler & Churchill - Segredos da Liderança, livro publicado no Brasil pela JZE - Jorge Zahar Editor.

Baseada em ampla pesquisa dos bastidores das atuações dos dois líderes, a obra é considerada um estudo sobre a liderança, mostrando como esta pode estar separada dos conceitos de bem e mal.

Detalhe, com exemplos, o fenômeno pelo qual uma pessoa pode conduzir milhões de seres humanos, tanto à salvação quanto à desgraça.

Andrew mostra-nos como Hitler e Churchill se relacionavam com suas equipes, como tomavam decisões e como eles, durante a Segunda Guerra Mundial, se avaliavam um ao outro.

Ilustrado com mais de 40 fotos, o livro traz também muitas citações, como esta zombaria que Churchill fez pelo rádio em 10 de maio de 1942:

"Esqueceu-se do inverno russo. Há inverno na Rússia, sabiam? Por muitos meses a temperatura tende a ficar muito baixa. Há neve, geada, e tudo mais. Hitler esqueceu-se do inverno rus…

Pitacos do Zé

Imagem
E por falar em civilidade... (XXXIII)

José Ronaldo dos Santos
Após a roçada geral dos “homens de azul”, eis que novamente o esgoto do Jardim Ipiranga se revela indo para a sua rede natural, ou seja, o rio Ipiranguinha. Faço questão de lembrar que na área, há treze anos, existe a rede de esgoto. Só que está no outro lado do rio. Será que a empresa de saneamento (Sabesp) considera que os moradores do Jardim Ipiranga, Vale do Sol e Emaús não merecem esse sinal de civilidade, liberando-os para aproveitarem o rio que é tão perto? Faz-me lembrar das propagandas bonitas veiculadas na televisão: Onda Limpa, Praia Limpa etc. Quanta mentira! Detalhe: o citado rio deságua no Rio Grande de Ubatuba e chega na praia do Cruzeiro, piorando ainda mais a sua balneabilidade. Legal, né? O que será que a prefeitura pode fazer?

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Não se governa de um palanque

O Estado de S.Paulo
Uma das críticas recorrentes e mais contundentes que até notórios simpatizantes como Frei Betto fazem ao Partido dos Trabalhadores é a de que, após chegar ao Palácio do Planalto, em 2003, o partido passou a priorizar seu ambicioso projeto de perpetuação no poder, a ele condicionando o projeto de governo. Na última quarta-feira, na festa promovida para comemorar "o decênio que mudou o Brasil", Luiz Inácio Lula da Silva - o que é natural - e Dilma Rousseff - o que é lamentável - demonstraram acima de qualquer dúvida que estão mais preocupados com as urnas do que com a solução dos crescentes problemas do País. A festa, minuciosamente planejada pelo marqueteiro oficial dos petistas, João Santana, serviu de palanque para o lançamento, por Lula, da candidatura de Dilma Rousseff à reeleição, daqui a um ano e oito meses. E a presidente da República cumpriu disciplinadamente o papel que o roteiro da festa lhe reservava. Com um discurso …
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 22 / 02 / 2013

O Globo
"Papa mandou investigar rede de sexo e corrupção"

Relatos de prostituição homossexual e desvio de dinheiro pesaram na renúncia

Um dossiê de 300 páginas, elaborado a pedido do Papa Bento XVI por três cardeais na esteira do escândalo VatiLeaks, acabou se transformando no argumento definitivo para a renúncia, segundo publicou o jornal italiano "La Repubblica". O relatório, entregue a ele dia 17 de dezembro, contém capítulos sobre corrupção, promiscuidade, mapeamento de uma rede de prostituição homossexual dentro do Vaticano e desvio de dinheiro. “Este documento será entregue ao próximo Papa, que deverá ser bastante forte, jovem e santo para poder enfrentar o trabalho que o espera teria reagido Bento XVI. O porta-voz do Vaticano não confirmou nem desmentiu o conteúdo.

O Estado de São Paulo "Brasil se omitiu sobre direitos humanos em Cuba, diz Yoani"

Em evento realizado no Grupo Estado, a dissidente cobrou posicionamento mais enérg…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Liberdade à cubana

O Estado de S.Paulo
Os militantes que na segunda-feira hostilizaram a dissidente cubana Yoani Sánchez nos aeroportos do Recife e de Salvador e na mesma noite impediram a exibição, em Feira de Santana, de um documentário produzido no Brasil de que ela é protagonista decerto nunca leram uma linha da líder revolucionária alemã Rosa Luxemburgo (1871-1919). Eles são exímios, de toda forma, em pôr de ponta-cabeça a máxima que a apartou dos maiores líderes revolucionários de seu tempo, como Lenin e Trotsky. Enquanto estes, fiéis a Marx, consideravam a ditadura do proletariado imprescindível à construção do que seria o edênico sistema comunista, já então, com admirável senso premonitório, ela cunhou a máxima graças à qual se poupou de entrar para a história pela via da ignomínia e da apologia da violência em escala até então sem precedentes. "A liberdade", escreveu, "é quase sempre, exclusivamente, a liberdade de quem discorda de nós." 

Os grupelhos autorit…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 21 / 02 / 2013

O Globo
"Lula lança Dilma, e Aécio parte para o ataque"

Mensaleiros são recebidos com festa no evento pelos dez anos do PT no Planalto

Cobrado a assumir comando da oposição para 2014, tucano atacou gestão de petistas e afirmou que Brasil parou; 'Podem juntar quem quiserem. Vamos dar como resposta a reeleição de Dilma,' rebateu ex-presidente. Com mais de um ano de antecedência, petistas e tucanos deram a largada para a campanha de 2014. Em São Paulo, a comemoração pelos dez anos do PT no poder se transformou no pré-lançamento da candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição. Em Brasília, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) atacou a gestão do PT: “Hoje quem governa o país é a lógica da reeleição." Na festa dos petistas, o ex-presidente Lula reagiu: "Vamos dar como resposta a reeleição de Dilma.” Mensaleiros como José Dirceu e José Genoino foram recebidos com entusiasmo.

O Estado de São Paulo "Em ato, PT ataca tucano e reforça Di…

Pitacos do Zé

Imagem
E por falar em civilidade... (XXXII)

José Ronaldo dos Santos
Neste dia (19/2) os “homens de azul” estão num grande mutirão na “Rua dos Buracos”, digo Rua Frei Tarcísio, no Jardim Ipiranga. Agora, mediante uma visita na semana passada ao cemitério na mesma área, não seria boa sugestão uma limpeza geral por lá?

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Mau uso da força

O Estado de S.Paulo
Carentes de argumentos sensatos para combater a modernização dos portos - que precisam ser modernizados com urgência, pois se tornaram estreito gargalo para o crescimento do comércio exterior do País -, sindicalistas liderados pela Força Sindical decidiram lançar mão da força, como sugere o nome da central. Com a ocupação de um navio procedente de Xangai e carregado de equipamentos destinados a um terminal privado instalado no Porto de Santos, esses sindicalistas tentam paralisar as operações portuárias, para forçar o governo a alterar pontos da Medida Provisória (MP) 595, que estabelece novas condições para as operações dos terminais e para a contratação de trabalhadores.

Desse modo, parecem atender ao apelo do principal dirigente da central sindical, o deputado federal Paulinho da Força (PDT-SP), que há dias afirmou que "o pau vai comer" se o governo não concordar com o que ele e seus liderados querem. E o que Paulinho e esses sindicalista…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 20 / 02 / 2013

O Globo
"Rio abre internação por crack só com 40 vagas"

Já na primeira operação, 29 dependentes foram levados para hospitais públicos

Secretário diz que não haverá "atacadão" para retirar viciados das ruas. A prefeitura do Rio iniciou ontem a internação involuntária de adultos viciados em crack. A partir da orientação de uma equipe médica, 29 pessoas que consumiam a droga na cracolândia da Favela Parque União, às margens da Avenida Brasil, foram levadas para cinco hospitais públicos, onde receberão tratamento para desintoxicação por até 15 dias. O número de leitos destinados aos dependentes de crack se resume a 40. Responsável pela ação de recolhimento que interditou a via expressa por quase uma hora, o secretário municipal de Governo, Rodrigo Bethlem, disse que a internação involuntária é prevista em lei, e que a prefeitura não fará um "atacadão" pata retirar os viciados das ruas.
O Estado de São Paulo "Dilma anuncia fim da po…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Menos mortes no trânsito

O Estado de S.Paulo
Os feriados prolongados, especialmente o carnaval e as festas de fim de ano, costumam terminar com tristes recordes de mortos e feridos em acidentes graves nas estradas e nas cidades. A causa principal é sobejamente conhecida: a embriaguez de motoristas, que se sentem encorajados a excessos de velocidade, ultrapassagens com risco, trânsito por faixas de acostamento e outras irregularidades, muitas vezes ceifando vidas ou causando ferimentos sérios não só nos próprios infratores, mas também em motoristas cautelosos, respeitadores das leis do trânsito, e em pedestres. Essa situação está começando a mudar.Balanço realizado pelo governo do Estado de São Paulo, entre as 18 horas de sexta-feira e as 12 horas da Quarta-feira de Cinzas, revelou uma queda de 13% no número de mortes e de 57% no de acidentes não fatais em todo o Estado de São Paulo, no primeiro carnaval com aplicação da chamada Lei Seca, depois que ela sofreu alterações que a tornaram m…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 19 / 02 / 2013

O Globo
"Governo desafia sindicatos e avança na reforma de portos"

Ainda no primeiro semestre, áreas nos terminais de Belém e Santos serão licitadas

Previsão é que o setor receba 54 bilhões em investimentos para garantir mais exportações. Mesmo diante de ameaças de greve e da ocupação de um navio chinês em Santos (SP) por sindicalistas ligados à Força Sindical, o governo federal deixou claro que insistirá na aprovação da medida provisória (MP) 595 — que altera as regras para os portos e amplia a participação da iniciativa privada. Além disso, promete licitar áreas nos terminais de Belém e Santos neste primeiro semestre, num passo decisivo para modernizar o setor e aumentar o comércio exterior, a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, reuniu-se com representantes de empresas que defendem a liberação dos portos. 

O Estado de São Paulo "Concessão de portos começa por Santos e Belém e gera protesto"

Leilão abrange 159 terminais; homens invadiram …
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Dúvidas sobre o plano ferroviário

O Estado de S.Paulo
Prestes a colocar em consulta pública, já com atraso, a minuta do primeiro edital de concessão de ferrovias de acordo com o programa de investimentos para o setor anunciado em agosto do ano passado, o governo ainda revê os trechos a serem concedidos e até agora não conseguiu desfazer dúvidas dos investidores privados sobre a viabilidade do modelo que anunciou. Esse modelo, no qual qualquer interessado poderá transportar cargas pelas linhas férreas, terá de conviver com o vigente no País, no qual as atuais concessionárias têm controle pleno da utilização das linhas em operação. Será um modelo híbrido, nunca testado em nenhum país.

O programa do governo prevê investimentos de R$ 91 bilhões (dos quais R$ 56 bilhões nos cinco primeiros anos) em modernização e ampliação de 10 mil quilômetros de ferrovias, divididos em 12 lotes. Os objetivos principais do programa são recuperar a ferrovia como alternativa logística, aumentar a concorrência …
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 18 / 02 / 2013

O Globo
"Indústria do país perde US$ 14 bi em exportações"

Com menos investimentos, fatia do setor nas vendas externas cai de 71% para 61%

Desde o início da crise de 2008, Brasil reduziu parcela destinada a países como EUA, México e Argentina. China, Peru e Colômbia ocuparam espaço. A apatia da indústria pode fazer com que o Brasil perca a chance de avançar no mercado mundial, no momento em que os emergentes devem tomar a liderança nas vendas externas. Da crise de 2008 até 2011, a falta de competitividade custou US$ 14 bilhões ao país, equivalente à fatia que a indústria perdeu nos principais destinos das suas exportações. Até o ano passado, a participação do setor tinha recuado de 71% para 61% do total vendido. Isso é, em boa parte, resultado de uma taxa de investimento baixa, de 18,9% do PIB, a menor entre as nações dos Brics. 

O Estado de São Paulo "TRE paga R$ 5,3 milhões em bônus a 41 servidores"

Tribunal Eleitoral de São Paulo se anteci…

Miró

Imagem

Colunistas

Bento XVI: já vai tarde

“A renúncia do papa evidencia a exaustão de uma burocracia incapaz de administrar democraticamente suas divergências e afunilada pela disputa entre facções direitistas”

Márcia Denser
Inspirada em várias fontes, eis algumas reflexões (e revelações para quem não sabe) sobre a renúncia de Bento XVI: um mix de dinheiro, poder e sabotagens, corrupção, espionagem, escândalos sexuais – a presença ostensiva desses ingredientes de filme de terror no noticiário constituía o dia-a-dia do Vaticano.

Tal frequência e a intensidade anunciavam algo nem sempre inteligível ao mundo exterior: o acirramento da disputa sucessória de Bento XVI nos bastidores da Santa Sé. Desta vez, mais do que nunca, a fumaça que anunciará o “habemus papam” refletirá o desfecho de uma fritura política de vida ou morte entre grupos radicais de direita na alta burocracia católica.

Mais que de saúde, razões de Estado teriam levado Bento XVI a anunciar a renúncia de seu papado.

A verdade é que a direita forma…