Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 4, 2015

Dominique

Imagem

Opinião

Bruguera, a filha do guerrilheiro

Elio Gaspari
A artista cubana Tania Bruguera tem 46 anos, já foi detida três vezes e toma atitudes que fazem dela um novo tipo de dissidente do castrismo. Foi presa há pouco porque marcou um evento para a Praça da Revolução, durante o qual as pessoas teria um minuto para dizer o que quisessem. Levaram-na para a delegacia por "desordem pública". Ela foi solta pouco depois.

Desde que o presidente Obama anunciou o restabelecimento de relações entre os Estados Unidos e Cuba, sua prisão tornou-se uma faísca para o repúdio à ditadura castrista.

Ao contrário dos dissidentes cubanos habituais, ela não vive num prédio decadente de Havana, nem no bairro latino de Miami. É uma intelectual cosmopolita, educou-se no exterior, divide seu tempo com temporadas em Chicago e já expôs suas instalações em dezenas de cidades, inclusive nas bienais de Veneza, São Paulo e Xangai. Está em Cuba porque é cubana. Se quisesse, poderia viver em qualquer lugar do mundo.

Chama…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 10 / 01 / 2015

O Globo
"França mata terroristas e admite falha na segurança"

Al-Qaeda na Península Arábica assume atentado a jornal em Paris.

Após caçada de quase três dias, polícia francesa mata os dois irmãos suspeitos do massacre no 'Charlie Hebdo’ e um cúmplice deles, que assassinara policial e quatro reféns numa mercearia judaica na capital.

A França viu com alívio ontem o fim da caçada aos terroristas que desde quarta-feira mergulharam o país num novo patamar de medo, com o massacre de 12 pessoas num ataque ao jornal satírico “Charlie Hebdo’! Num cerco duplo, a polícia matou os dois irmãos jihadistas Chérif e Said Kouachi, suspeitos do crime, entrincheirados numa gráfica, e um terceiro extremista a eles associado, Amedy Coulibaly, que tomara reféns numa mercearia de comida kosher em Paris.

Quatro pessoas foram mortas pelo terrorista, que na véspera assassinara uma policial, antes da invasão das forças de segurança à loja. A Al-Qaeda na Península Arábica reivindic…

Consolidated Commodore - 1930

Imagem

Coluna do Celsinho

Marcos, Charlie...

Celso de Almeida Jr.

Abraço o pensamento do Sidney Borges, prezado editor do Ubatuba Víbora, sobre a tragédia do Charlie Hebdo:
"Tem dias que dá vontade de mudar de planeta. Hoje me senti assim quando soube do atentado em Paris."
Traduziu bem o que me veio a alma com a terrível notícia no 7 de janeiro.
Eu tinha sentido algo semelhante quando soube do assassinato do ativista social Marcos Guerra, do Ubatuba Cobra, no Natal de 2014.
Na minha cabeça, nos dias seguintes ao crime, pensei muito em São Paulo e no Brasil.
Considerei tímidas as reações sobre o caso do Marcos.
Perdeu o Governo do Estado uma grande oportunidade de mobilizar um forte aparato policial para a questão.
Mostrar uma implacável defesa à liberdade de expressão.
Deslocar para Ubatuba o que existisse de mais sofisticado em policiamentos científico, investigação, repressão aos criminosos.
Não vi nada disso nestas duas últimas semanas.
Não vi nada disso no estado mais rico da federação, numa época em que a …

Dominique

Imagem

Opinião

A valentia de ser livre

O ESTADO DE S.PAULO
O covarde atentado contra o jornal francês Charlie Hebdo, no qual foram mortas 12 pessoas - entre elas 8 jornalistas e 2 policiais -, mostra a que grau de intolerância se pode chegar quando se abdica da liberdade de pensar. O mundo ficou mais triste depois do ocorrido na redação do jornal satírico. No entanto, mais do que a força da violência, o atentado evidencia a coragem de um punhado de homens que apesar das ameaças que vinham recebendo desde 2006 e do incêndio criminoso que o jornal sofreu em 2011 não se curvou ao poder da violência e se manteve leal àquilo que o Ocidente produziu de mais valioso: a defesa da liberdade.

Apesar do que pode parecer à primeira vista, não foi a violência que venceu em Paris no dia 7 de janeiro de 2015. Venceu a valentia de ser livre. É nesses dolorosos momentos que se revelam o valor e a beleza da liberdade. Ficou evidente aos olhos do mundo inteiro a diferença entre ser livre e ser fundamentalista. Entre pens…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 09 / 01 / 2015

O Globo
"França caça terroristas, que seriam ligados à al-Qaeda"

Líder da extrema-direita pede debate sobre volta da pena de morte

Buscas aos dois suspeitos se concentram no Norte, onde eles assaltaram um posto de gasolina. País fez homenagem aos 12 mortos no ataque ao jornal satírico ‘Charlie Hebdo’, que volta a ser publicado semana que vem

A França montou uma caçada aos terroristas responsáveis pelo massacre de 12 pessoas no jornal satírico “Charlie Hebdo”, em Paris. O país mobilizou 88 mil policiais e concentro u as buscas no Norte, onde os dois suspeitos assaltaram um posto de gasolina ontem de manhã. Segundo fontes de segurança dos EUA, um deles teria recebido treinamento da al-Qaeda no Iêmen. A líder de extrema-direita, Marine Le Pen, propôs plebiscito sobre a volta da pena de morte no país. Uma policial foi morta num tiroteio no trânsito e dois carros explodiram em Paris, mas a polícia descartou ligação com o atentado. 

Folha de S.Paulo
"Auto…

Dominique

Imagem

Opinião

A grande sombra do anão

O ESTADO DE S.PAULO
Um levantamento dos investimentos feitos em 2014 pelos Três Poderes no âmbito federal, realizado pela entidade não governamental Contas Abertas, revela que as empreiteiras receberam apenas 5,5% dos valores pagos pela administração direta. Tal porcentual indica que uma eventual declaração de inidoneidade das empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato não pararia o País, como às vezes se tem dito, numa tentativa de pressionar indiretamente - e, às vezes, não tão indiretamente - as investigações envolvendo a Petrobrás e grandes empreiteiras.

Quando se considera apenas o item obras e instalações - dentro do montante dos investimentos federais, cujo valor total em 2014 alcançou a cifra de R$ 57,2 bilhões -, a participação das empreiteiras naturalmente cresce. De um total de R$ 15,8 bilhões investidos pela União em obras e instalações, as grandes empreiteiras ficaram em 2014 com 20%. Nesse item se incluem as despesas com os projetos e com a execuç…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 08 / 01 / 2015

O Globo
"Ataque à liberdade de expressão mata 12 em Paris"

Massacre em redação de jornal satírico deixa a França em choque

População sai às ruas em solidariedade às vítimas, entre elas quatro renomados cartunistas. Governo eleva alerta ao nível máximo e identifica os 3 terroristas

Um massacre durante a re união de pauta do jornal satírico “Charlie Hebdo” deixou o mundo em choque e a França em estado de alerta máximo. Entre os 12 mortos do maior atentado terrorista em meio século no país estão quatro dos mais importantes cartunistas franceses: Georges Wolinski; Stéphane Charbonnier, o Charb; Jean Cabut, o Cabu; e Bernard Verlhac, o Tigno us. O jornal sofrera um atentado em 2011 por publicar charges de Maomé e estava sob vigilância. Segundo autoridades policiais , dois dos três terroristas seriam os irmãos franceses Saïd e Chérif Kouachi, de 32 e34 anos, e o outro, Hamyd Mourad, de 18. O massacre levou milhares de franceses às ruas, em solidariedade ao …

Dominique

Imagem

Opinião

Reestatizar o governo é a missão de Levy

O ESTADO DE S.PAULO
Para levar o Brasil de volta ao crescimento, o governo terá de renegar a política econômica seguida nos últimos quatro anos, adotar a "impessoalidade nos negócios do Estado" e abrir espaço para o setor produtivo trabalhar, segundo o discurso de posse do novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Ele pode ter sido menos direto e usado uma linguagem mais branda para apresentar suas ideias, mas foi bastante claro na mensagem essencial: o "modelo" implantado no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff desarranjou as finanças públicas, mexeu desastradamente na atividade empresarial e prejudicou o crescimento econômico. O ministro se absteve de qualquer menção explícita a seu antecessor, Guido Mantega, ausente da cerimônia. Mas fez referência a "médicos que brilhantemente souberam conduzir a pasta da Fazenda".

Talvez alguém se tenha lembrado de Joaquim Murtinho, engenheiro civil, médico homeopata e min…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 07 / 01 / 2015

O Globo
"Governo fará cortes antes de Orçamento ser aprovado"

Fazenda estuda aumentar impostos sobre investimentos de curto prazo

Para mostrar compromisso com austeridade, Planalto vai estipular tetos menores que os permitidos para os gastos dos ministérios enquanto o Congresso não vota a previsão de receita e despesas para este ano

Antes mesmo de o Congresso aprovar o Orçamento de 2015, a equipe econômica prepara redução das despesas não obrigatórias, como viagens e compras. Enquanto o Orçamento não é votado, cada ministério terá de conter gastos, num sinal do Planalto de compromisso com o anunciado superávit primário de R$ 66,3 bilhões este ano. Decreto presidencial com a contenção de despesas deverá ser publicado hoje. Enquanto isso, a Fazenda estuda elevar impostos sobre aplicações financeiras de curto prazo. 

Folha de S.Paulo
"Governo anuncia medidas para desestimular cesárea"
Médico terá de justificar o procedimento para ser pago por plan…

Dominique

Imagem

Opinião

Salvando a cara dos poderosos

O ESTADO DE S.PAULO
O modo como Dilma Rousseff tem tratado o escândalo da Petrobrás - e ficou evidente em seu lamentável discurso de posse - é a prova provada de que vai uma enorme distância entre intenção e gesto, entre promessa e atos, na reiterada determinação da chefe do governo de promover um "combate sem tréguas", "doa a quem doer", contra a corrupção na administração pública em geral e, em particular, na maior empresa estatal brasileira.

O bom senso recomenda como precondição para a solução de qualquer problema o reconhecimento de sua existência. Pois Dilma se recusa a admitir que o maior escândalo de corrupção do País está entranhado na empresa. Tudo se resume, discursou ela, a "uma empresa com 86 mil empregados dedicados, honestos e sérios, que teve, lamentavelmente, alguns servidores que não souberam honrá-la".

Dilma se recusa a admitir publicamente, como seria indispensável para se acreditar na sinceridade de suas prom…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 06 / 01 / 2015

O Globo
"Levy anuncia reequilíbrio fiscal e ‘ajuste de impostos’"

Núcleo da Fazenda era ligado a Palocci
Ministro elogia austeridade pré-Real
Economistas veem time técnico e coeso

Em seu discurso de posse, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, mostrou que a condução da economia no segundo mandato de Dilma será mais parecida com a do período em que Antonio Palocci era o titular da pasta, no primeiro governo Lula. Levy falou pela primeira vez em “ajuste em alguns tributos”, prometeu cortar gastos e fortalecer a Lei de Responsabilidade Fiscal, para que os “benefícios sociais se tornem melhores”. Também elogiou o equilíbrio fiscal adotado antes do Plano Real. A uma plateia de empresários e economistas, anunciou: “O reequilíbrio fiscal já começou.” Numa crítica à equipe anterior , defendeu o fim da concessão de crédito subsidiado farto e afirmou que não haverá adiamento de repasses a bancos públicos para pagar benefícios sociais. Com Levy, Jorge Rachid volta …

Dominique

Imagem

Opinião

Partidarismo de má qualidade

O ESTADO DE S.PAULO
O presidencialismo de peculiar coalizão consagrado pelo lulopetismo no poder, além de estar naturalmente dificultando a divisão do butim, como se observou na montagem do Ministério do segundo mandato de Dilma Rousseff, tem sido um grande estímulo à proliferação dos partidos políticos no País. Das 32 legendas partidárias hoje existentes, exatamente um quarto, 8, foi criado e obteve registro definitivo na Justiça Eleitoral depois da chegada do PT ao poder, em 2003.

Metade desses novos partidos é de legendas nanicas, muitas delas "de aluguel", criadas com o estímulo de uma legislação generosa em termos de financiamento público dos partidos. Em 2014, a dotação orçamentária do Fundo Partidário foi de mais de R$ 308 milhões. Ao maior partido, segundo o critério de representação parlamentar, o PT, coube mais de 16% desse dinheiro, distribuído em cotas mensais: R$ 50,3 milhões. Mas essa distribuição contemplou também as quatro legendas q…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 05 / 01 / 2015

O Globo
"Gastos de janeiro terão maior peso em 10 anos"

IPTU, IPVA e material escolar têm aumentos acima da inflação

Para especialistas, pagamentos devem levar brasileiro a recorrer a poupanças ou empréstimos; energia também subirá

Janeiro começa com tributos, como IPTU e IPVA, passagens e material escolar sendo reajustados acima da inflação, que está em 6,5%. Isso levará os brasileiros a terem o pior início de ano em uma década, segundo especialistas em finanças. Para honrar gastos rotineiros desta época, alertam, será preciso queimar economias ou recorrer a empréstimos. Os reajustes de 2015 ainda devem anular o ganho real dos salários registrado no ano passado.

Folha de S.Paulo
"No NE, negro corre 5 vezes o risco de morte de um branco"

Ranking de vulnerabilidade de jovens de 12 a 29 anos é liderado pela Paraíba

No Nordeste, um jovem negro tem cinco vezes o risco de um jovem branco de ser morto. É o que indica o Índice de Vulnerabilidade Juven…

Dominique

Imagem

Opinião

Entre o sonho e o pesadelo

Gabeira
Concordo com o poeta: o último dia do ano não é o último dos tempos. Mas é o amanhã, o que será do amanhã? O ano passado nos massacrou com o imprevisto, e algumas certezas se queimaram na ferrugem dos aviões caídos, nas ações da Petrobras caídas, nas cinzas maniqueístas de uma eleição presidencial.

Se os tempos continuam, a grande pergunta é: o país desatará, ou não, o nó da corrupção sistêmica? Ela explodiu no petróleo, futebol, vôlei e futsal. Se roubar fosse um esporte olímpico, nesse momento, seríamos candidatos ao ouro. Não temos, no entanto, a mínima ideia de como guardá-lo em segurança. Basta lembrar o roubo da Taça Jules Rimet.

Se os tempos continuam, será preciso trabalhar, e esse calor é infernal para muitos ofícios. Em termos de longo prazo, há uma esperança de conter o aquecimento. Não creio, por experiência própria, em grandes reuniões como a de Paris, em 2015. Mas com acordos regionais, muita preparação, quem sabe não chegamos lá, se é que …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 04 / 01 / 2015

O Globo
"Petrobras criou empresa de fachada para fazer gasoduto"

Auditoria sigilosa do TCU também apontou superfaturamento de 1.800% na obra

Tribunal chegou à conclusão sobre fraude a partir de avaliação feita pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Empreendimento foi inaugurado em 2010 por Lula e Dilma

Auditoria sigilosa do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que a Petrobras criou uma empresa de fachada para construir uma rede de gasodutos que, só no trecho entre Cacimbas (ES) e Catu (BA), custou R$ 3,78 bilhões, informa Vinícius Sassine. Em 2010, esse trecho foi inaugurado pelo então presidente Lula e por Dilma Rousseff, que, dias depois, deixou o comando do Ministério de Minas e Energia para disputar a Presidência. Segundo o TCU, a Transportadora Gasene foi criada para dar um aspecto de empreendimento privado. O tribunal ainda apontou superfaturamento de 1.800%.

Folha de S.Paulo
"Governo alinhará gastos com o PIB, diz ministro"

Para Nels…