Postagens

Mostrando postagens de Julho 8, 2012
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Dilma e O Pequeno Príncipe

O Estado de S.Paulo
Faria sucesso num concurso de miss o discurso da presidente Dilma Rousseff na 9.ª Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Brasília. Sua declaração mais notável, destacada pelos jornais e reapresentada exaustivamente nas tevês e rádios, foi digna de uma devota leitora d'O Pequeno Príncipe: "Uma grande nação deve ser medida por aquilo que faz para suas crianças e para seus adolescentes. Não é o Produto Interno Bruto (PIB). É a capacidade do país, do governo e da sociedade, de proteger o que é o seu presente e o seu futuro, que são suas crianças e seus adolescentes". Na interpretação mais benevolente, essa peroração é apenas uma banalidade. Na menos caridosa, é uma grande tolice apresentada na embalagem rosa da mais pobre filosofice.

Não há como discutir seriamente o bem-estar e o futuro das novas gerações sem levar em conta os meios necessários para educá-las, capacitá-las para viver com independência e dignidade…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 14 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"Em quatro horas, PMs matam oito suspeitos em SP"

Policiais dizem que faziam patrulhamento e que veículos não pararam ao serem abordados; nenhum PM se feriu

A onda de violência iniciada há um mês na Grande São Paulo teve outro capítulo entre a noite de quinta-feira e a madrugada de ontem: em quatro horas, oito suspeitos foram mortos por PMs em seis ocorrências. A versão dos policiais para as mortes é a mesma nos seis casos. Eles dizem que faziam patrulhamento, desconfiaram de veículos e deram ordem de parada, e houve fuga, perseguição e tiroteio. Nenhum PM se feriu. As oito mortes em quatro horas estão muito acima da média de pessoas mortas a cada dia (1,7) pela polícia entre janeiro e maio.  

O Estado de São Paulo "Mercado reage bem à alta do diesel e caixa da Petrobrás terá reforço"

Ações subiram mais de 5% ontem; analistas veem fortalecimento de Graça Foster

As ações da Petrobrás fecharam ontem em alta de mais de 5%, puxando o I…

Pitacos do Zé Ronaldo

Imagem
Apoteose

José Ronaldo dos Santos
Em seu livro Ubatuba documentário, Washington de Oliveira descreve uma passagem que eu sempre achei impressionante. É um relato de uma peça teatral exibida no teatro local em 1890, por ocasião do lançamento da pedra fundamental da futura estação da Estrada de Ferro Norte de São Paulo, que deveria ligar  Ubatuba a São Bento do Sapucaí, cortando o Vale do Paraiba por Taubaté. Era a esperança de que Ubatuba acordaria!

“Essa apoteose idealizada e preparada com o maior carinho, transcorreria, como de fato transcorreu, da maneira seguinte: ao descerrar-se a cortina, o cenário representaria uma paisagem marítima. Ao fundo, o mar, de cujas águas na linha do horizonte o sol emergia radiosamente; à direita, um bosque verdejante pontilhado de flores multicores; à esquerda, estendia-se alvacenta praia, onde sobressaía uma grande concha, rotunda, fechada, repousando sobre a areia.

Aberto o palco, da direita, com grande estrépito entrou em cena uma locomotiva, arfando, …

Rolling Stones - 50 anos

Imagem

Coluna do Celsinho

Sexta 13

Celso de Almeida Jr.
Não custa, nesta data manjada, gravar algumas letrinhas.

A tradição, diz que dá azar.

Talvez, considerando a ocasião, somente para alguns candidatos.

Pelas últimas notícias, concorrerão pendurados na justiça.

Trabalho árduo para juízes.

Demanda boa para especialistas do direito eleitoral.

Recursos da campanha seguindo outros rumos.

Reais trocando de mãos.

Angústia de uns.

Triunfo de outros.

Passa a eleição.

Fica a confusão.

Xô, maldição...

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Cai um amigo, sobe outro

O Estado de S.Paulo
O que menos interessa na história do empresário goiano Wilder Morais, que ocupará a cadeira do senador cassado Demóstenes Torres, como seu primeiro suplente, é a circunstância destacada no noticiário de ser ele ex-marido de Andressa Mendonça, a companheira do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. São de outra natureza os envolvimentos que importam - e que autorizam dizer que a queda de Demóstenes não privou o bicheiro de um amigo no Senado.

O político destituído, que recebeu de Wilder R$ 700 mil na campanha de 2010, fazia praça da sua amizade com Cachoeira, até para negar que passassem disso os vínculos entre ambos. O seu substituto, sócio-proprietário de 24 empresas (das quais 9 omitidas à Justiça Eleitoral) e que ocupava a Secretaria de Infraestrutura do governo Marconi Perillo, é também, além de amigo, devedor confesso e agradecido do batoteiro, a quem chamava de "vossa excelência". Este, que o chamava de "…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 13 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"Com PIB em queda, Dilma desdenha do indicador"

Para a presidente, país deve ser avaliado pelo que faz para crianças

A presidente Dilma Rousseff procurou ontem tirar o foco do PIB, ressaltando que ele não é o indicador mais adequado para comparar o desempenho dos países. “Uma grande nação deve ser medida por aquilo que faz para suas crianças e para seus adolescentes. Não é o Produto Interno Bruto.”  

O Estado de São Paulo "BC aponta estagnação e Dilma minimiza PIB fraco"

Para presidente, mais importante é ‘a capacidade do País de proteger seu presente e seu futuro’

Dados do Banco Central mostram que a economia do País ficou estagnada em maio. A atividade de empresas e indústrias teve contração de 0,02% ante abril. Apesar da falta de reação às medidas de incentivo ao crescimento tomadas pelo governo, a presidente Dilma Rousseff minimizou a importância do indicador. “Uma grande nação deve ser medida por aquilo que faz para as su…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O bloco dos descarados

O Estado de S.Paulo
Na política, quando chove cinismo, é uma tempestade. Dias atrás, por exemplo, o ainda senador Demóstenes Torres alegou, em desespero de causa, que não seria justo ele perder o mandato por ter mentido aos seus pares sobre as suas relações com o contraventor Carlinhos Cachoeira, com quem trocou pelo menos 300 telefonemas, segundo a Polícia Federal. Mentir, sofismou o desmascarado paladino da ética numa das sete vezes em que discursou para se safar da cassação, é uma questão de consciência, não de quebra de decoro parlamentar, até porque os legisladores são invioláveis por suas palavras e atos.

Corte para a sala de sessões da CPI do Cachoeira, onde o prefeito petista de Palmas, no Tocantins, Raul de Jesus Lustosa Filho, tenta se defender do indefensável: a proposta que fez ao bicheiro em 2004 pela qual, em troca de recursos para a campanha, a empreiteira Delta receberia de mão beijada um contrato de coleta de lixo na capital. Pobre político: ele ig…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 12 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"Senadores cassam Demóstenes"

Acusado de beneficiar Carlinhos Cachoeira, senador é o segundo a perder o cargo em 188 anos por quebra de decoro

Em sessão aberta, por meio de voto secreto, o Senado cassou, por 56 votos a 19, o mandato de Demóstenes Torres (ex-DEM-GO). Ele é acusado de mentir sobre suas relações com Carlinhos Cachoeira e de usar o cargo para beneficiar o contraventor, preso desde fevereiro. É a segunda vez em 188 anos que o Senado cassa um de seus membros por quebra de decoro — Luiz Estevão perdeu seu mandato em 2000. Demóstenes ficará inelegível até 2027.  

O Estado de São Paulo "Demóstenes perde mandato e diz que recorre ao Supremo"

Em votação secreta, colegas dão 56 votos pela condenação; senadores revelam votos nas redes sociais

O senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) foi cassado sob a acusação de mentir a colegas, receber vantagens indevidas e usar o mandato para defender interesses do contraventor Car…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A CUT tenta intimidar o STF

O Estado de S.Paulo
Não engana a ninguém o recuo do presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, prestes a ser empossado, da sua estrepitosa ameaça ao Supremo Tribunal Federal (STF), a propósito do mensalão. "Não pode ser um julgamento político. Se isso ocorrer, nós questionaremos, iremos para as ruas", afirmou, segundo a Folha de S.Paulo de segunda-feira. Estampado o desafio e decerto repreendido por algum grão-mensaleiro, alertado por sua vez pelos seus advogados, Freitas deu uma aparente guinada. "Não temos dúvida nenhuma de que teremos um julgamento técnico", entoou, magnânimo, aproveitando para cobrir o Supremo de elogios. "Era isso o que eu gostaria de ter dito."

Faltou combinar com o ainda titular da central, Artur Henrique Santos. Em discurso no 11.º congresso da entidade que ele chamou, sem corar, de "independente e autônoma" - mas no qual as estrelas da festa eram os réus "companhei…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 11 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"Governo suspende a comercialização de 268 planos de saúde"

Medida da ANS, que atinge 37 operadoras, é punição ao descumprimento dos prazos máximos de atendimento

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) anunciou que suspenderá, a partir desta sexta-feira, a venda de 268 planos de saúde de 37 operadoras. Antecipada pela coluna Mercado Aberto no último dia 3, a medida é uma punição pelo descumprimento dos prazos máximos de atendimento, que vigoram desde dezembro de 2011.  

O Estado de São Paulo "Governo prepara corte da previsão para o PIB do ano"

Atual estimativa, de 4,5%, deverá cair para, no máximo, 3%, reduzindo também projeção de arrecadação e gastos

Os Ministérios da Fazenda e do Planejamento preparam um corte na previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano. Segundo os cálculos que balizam as projeções de arrecadação e ditam o ritmo de gastos federais, a atual estimativa - considerada otimista de…

Pega, mata e come...

Imagem

Brasil varonil

Gente honesta é que não falta

Sidney Borges
Nem tudo está perdido. Dirijo-me em especial aos derrotistas que falam mal dos homens públicos. Experimente visitar o site do TSE, (link no final do texto) e verificar o quanto de espírito cívico há neste país. Escolha um candidato a prefeito, qualquer um. Veja quanto ele vai gastar na campanha e compare com o que ele vai receber de salários se ganhar. Em certos casos a diferença é de 90% ou seja o distinto gasta 5 milhões e recebe, depois de 4 anos, 500 mil. Coisa de santo! Esses homens trabalharam e economizaram durante anos para um dia candidatar-se e, fazendo uso das suadas economias, vencer a eleição. E então trabalhar pelo bem comum (som de trombetas). Com gente assim não há como não dar certo. Viva o Brasil, nação de políticos probos e honestos que só pensam naquilo: servir ao próximo. Viva!

http://www.tse.jus.br/

Twitter

Pitacos do Zé Ronaldo

Imagem
As férias de Júnior

José Ronaldo dos Santos
É legal encontrar amizades distantes no tempo e no espaço. Quase sempre é muito bom!

O Júnior, filho do Peterson, dono de uma mansão no morro da Santa Rita, é meu conhecido desde a década de 1970, no tempo em que o nosso país era governado pelo general Emílio Garrastazu Médici. Nossos pais, de vez em quando, conversavam em torno da política da época. A gente, escutando prosas em retalhos, começava a entender um pouco mais do que era permitido, sem deixar de aproveitar a vida de criança.

Voltando ao assunto, o Júnior aproveitava as férias brincando conosco, andando pelas costeiras e mergulhando em busca de lagostas e preguais. Era em sua bicicleta que nós aproveitávamos para cansar de pedalar. Afinal, pouquíssimos caiçarinhas eram privilegiados em ter uma monareta, uma bicicleta pequena.

Surpresa boa foi encontrá-lo, dias desses, depois de muito tempo no estacionamento do supermercado, no centro da cidade. Estando os dois sem pressa alguma, fomos…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Infraestrutura ruim e cara

O Estado de S.Paulo
Insuficientes, e em boa parte mal aplicados, os investimentos públicos em infraestrutura de transportes não estão conseguindo evitar o agravamento dos problemas enfrentados pelo setor produtivo para escoar suas mercadorias, o que impõe perdas cada vez maiores à economia brasileira e reduz ainda mais sua competitividade.

Recente estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) estimou que as más condições das estradas, a pequena capacidade das ferrovias, a burocracia e o sucateamento dos portos e o custo de armazenagem impõem à indústria paulista gastos adicionais de R$ 17 bilhões por ano. Estudo mais amplo da Fundação Dom Cabral, abrangendo todo o País e todos os setores econômicos, concluiu que a falta de investimentos públicos em logística (transporte e armazenagem) provoca perdas anuais de US$ 80 bilhões para as empresas brasileiras.

O valor, como lembrou o coordenador do Núcleo de Infraestrutura e Logística da Fundação Do…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 10 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"Contra crise, Dilma libera restituição recorde do IR"

Medida vai injetar R$ 2,6 bilhões na conta de 2,46 milhões de contribuintes

Em mais uma tentativa de combater o desaquecimento da economia brasileira, o governo vai liberar na próxima semana um lote recorde de 2,46 milhões de restituições de Imposto de Renda. A medida vai injetar no bolso dos contribuintes, neste segundo semestre, mais R$ 2,6 bilhões, que poderão ser usados tanto para aquecer o consumo como para pagamento de dívidas.  

O Estado de São Paulo "Mercado pressiona Espanha e Europa acena com alívio"

União Europeia deve estender prazo para a Espanha cumprir metas de corte de gastos

O custo da dívida da Espanha subiu para níveis considerados perigosos ontem, enquanto os ministros das Finanças de países europeus se reuniam para discutir novas medidas contra a crise. Títulos do Tesouro espanhol, com vencimento de dez anos, só encontraram compradores ao serem ofereci…

Pitacos do Zé Ronaldo

Imagem
Coisas do Carnaval

José Ronaldo dos Santos Vovó Martinha, dentre outras qualidades, era maliciosa e observadora das mínimas coisas.  Hoje vou tentar ser fiel ao que ela nos contou há muito tempo. Foi um fato ocorrido em época de carnaval, “tempo de muita orgia”, conforme a sua definição. 

“Eu estava na rodoviária esperando a condução para vir embora, pois tinha ido à Santa Casa para visitar a Anastácia da Tiana. Ela estava com dores fortes nas costelas, depois que caiu enquanto mariscava na costeira do cais. Foi quando chegaram por ali duas moças e um rapaz. Estavam cansados da folia.
Uma das moças estava agarradinha no rapaz. Pensei na hora que eram namorados. A outra, sempre ao lado, dizia alguma coisa de vez em quando. Ria também, mas passava a maior parte do tempo assistindo os beijos e carícias do casal. De repente, os três se deslocaram para um ponto mais distante, fora da visão de quem estava na fila imensa para comprar passagem.
Do novo lugar, o rapaz pediu para a namorada ir pa…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A estagnação da Petrobrás

O Estado de S.Paulo
A incapacidade da Petrobrás de atingir as metas de extração de petróleo e gás fixadas por sua administração superior se tornou uma marca do modelo de gestão da empresa desde que o PT passou a controlá-la. De 2003, primeiro ano do governo Lula, até 2011, já no governo Dilma, em nenhum ano as metas foram alcançadas. Trata-se de incapacidade gerencial sistemática, que produz fracassos igualmente sistemáticos. Com a produção praticamente estagnada nos últimos três anos - período em que o PIB brasileiro cresceu mais de 10% -, a empresa está montando um plano de emergência para tentar recuperar sua eficiência.

O choque de realismo nos programas e nas metas da Petrobrás, anunciado por sua presidente Graça Foster, é uma boa indicação de que uma nova orientação está sendo imprimida à gestão da estatal. Mas será difícil e demorado remover o peso da herança deixada pelo governo Lula, que usou a empresa para alcançar objetivos políticos. Planos mirabolan…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 09 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"CUT ameaça ir às ruas em defesa de réus do mensalão"

Julgamento não pode ser político, diz novo presidente da central sindical

Maior central sindical ao país, a CUT (Central Única dos Trabalhadores) ameaça sair às ruas para defender os réus do mensalão. O julgamento no Supremo Tribunal Federal começa em agosto. “Não pode ser um julgamento político. E se isso ocorrer nós questionaremos, iremos para as ruas”, disse o bancário Vagner Freitas, novo presidente da central sindical, em entrevista a Mariana Carneiro.  

O Estado de São Paulo "Presidente do Egito ordena reabertura do Parlamento"

Medida é um desafio aos militares que haviam dissolvido a assembleia, de maioria islâmica

O novo presidente do Egito, Mohammed Morsi, ordenou ontem a reabertura do Parlamento de maioria islâmica, desafiando a autoridade dos generais que haviam dissolvido a assembleia. Pouco antes de entregar o poder a Morsi, os militares que estiveram no pode…

Nuvens

Imagem

Eleições 2012

Valerá a pena?

Câmaras Municipais são a fonte da desgraceira que vai galgando, como trepadeira venenosa, alturas legislativas

Janio de Freitas na Folha de São Paulo
O jogo está iniciado. Partimos outra vez para 90 dias de discussões, promessas, apelos, acusações, insultos, marquetices. Tudo movido por fortunas. E reunido como um espetáculo grotesco com a pretensão de seduzir-nos, em nosso mínimo poder de premir uns poucos botões ao fim dos três meses.

Tem valido a pena? Todo esse longo e fundo intervalo justifica-se mesmo? O gasto de tanto dinheiro, na maioria das vezes mal-intencionado já na doação, não tem sido um desperdício abusado, com tantas carências em tão grande número de cidades?

Uma minoria de prefeitos, entre os mais de 5.500, faz por não ser uma presença indesejável ou inútil no seu município. Uma minoria mínima naquela minoria, mostra-se à altura da honra recebida do eleitor. Dá sentido ao cargo, dá sentido à administração pública.

Mas o que dizer das Câmaras Municipais? Ali e…

Amelia Earhart

Imagem
Mostrando o tamanho da Ilha Howland, 1937

Colunistas

O fim dos tempos segundo Zizek: a mentira nossa de cada dia

“Se o fim do capitalismo parece a muitos o fim do mundo, como a sociedade ocidental pode enfrentá-lo?”

Márcia Denser
A semana paulistana foi marcada pelo lançamento da última obra do filósofo esloveno Slavoj Zizek, Vivendo no fim dos tempos (Living in the end times), de importância capital para a crítica (e a sugestão duma “práxis”) sobre o momento histórico em que vivemos. O lançamento da editora Boitempo, que incluiu também Ahipótese comunista do pensador francês Alain Badiou (cujo diálogo com Zizek concentra uma importante reflexão da esquerda real na atualidade), aconteceu na quarta última no Espaço Revista Cult, com debate dos críticos e professores Paulo Arantes, Christian Dunker e Vladimir Safatle.

A título de um apanhado geral (pois voltaremos ao assunto em futuras colunas), neste novo livro, Slavoj Zizek argumenta que o capitalismo global se aproxima rapidamente da sua crise final. E ele identifica os “quatro cavaleiros …
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Riscos sobre duas rodas

O Estado de S.Paulo
Os hospitais públicos do Estado de São Paulo atendem, em média, nove ciclistas acidentados no trânsito por dia e ao menos um deles morre em consequência dos ferimentos. No ano passado, 3,4 mil ciclistas foram internados pelo SUS, a maioria com traumatismo craniano, lesões na coluna vertebral, fraturas da pelve, pernas e braços. Na capital paulista, conforme dados da CET, 49 ciclistas morreram no ano passado na disputa de espaço nas ruas com carros, caminhões, motos e ônibus. Esse é o resultado da incorporação de um veículo frágil a uma malha viária saturada, numa cidade sem adequado planejamento viário e sem a preocupação de preparar motoristas e ciclistas para esse convívio. Em 2011, dos ciclistas mortos na capital, 12 foram vítimas de acidentes com ônibus e 16 com automóveis.

Diariamente, 214 mil pessoas pedalam entre suas casas e seus locais de trabalho, o que representa 70% do total de viagens por esse meio de transporte na cidade de São Pa…
Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 08 / 07 / 2012

Folha de São Paulo
"Pessimismo trava crescimento, diz chefe do BNDES"

Para Luciano Coutinho, boa parte da estagnação da indústria se deve aos longos período de alta do real

Conselheiro de Dilma Rousseff, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, afirma que o empresariado é ciclotímico e está numa posição “muito mais pessimista” do que deveria estar. Para ele, esse é um dos fatores que explicam a demora da recuperação da economia. O empresariado “travou o investimento”, diz. Coutinho atribui boa parte da estagnação da indústria ao fato de a moeda ter passado por longos períodos de apreciação cambial. Ele cita especificamente os últimos dois anos, período no qual o dólar ameaçou cair abaixo de R$ 1,50. “Eu vivi um período de grande angústia. Fui solitário nesse processo”, declara. O presidente do banco reconhece que a carga tributária é “complexa e imperfeita” e a sua redução é difícil de ser implementada. Ele lembra que os juros altos são uma página virada …