Postagens

Mostrando postagens de Abril 24, 2016

Física

Imagem

Opinião

A tirania do videoclipe

João Pereira Coutinho
Há uma certa decadência da crítica cinematográfica. Um exemplo: no dia em que passavam 400 anos sobre a morte de William Shakespeare, fui ao cinema para assistir à última adaptação de "Macbeth", a minha tragédia favorita. Sei que o filme já estreou no Brasil (em 2015). Só agora chegou a Portugal.

Havia sinais –bons e maus. Bons: Michael Fassbender como Macbeth (mas não Marion Cotillard; desculpa, chérie, mas Lady Macbeth não é para qualquer uma). Maus sinais: o diretor Justin Kurzel. Estaria errado em minhas vibrações contraditórias?

As críticas diziam que sim (mas não as brasileiras: salve, Thales de Menezes! ). O "New York Times" babava de admiração. A "New Yorker", simpática, era mais comedida; e Anthony Lane, talvez o último moicano, deixou a melhor frase crítica que li sobre o filme ("Michael Fassbender tem menos medo da morte que da declamação", cito de cor).

Mas eram os críticos ingleses que arrepi…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 30 / 04 / 2016

O Globo
"Temer monta equipe com foco no ajuste fiscal"

Dilma, por sua vez, prepara ‘pacote de bondades’ que eleva gasto público

Ex-presidente do BC, Meirelles é dado como certo para a Fazenda no caso de o vice assumir o governo e escolhe economistas como Afonso Beviláqua e Mansueto Almeida, que têm perfil de contenção de gastos públicos
Num cenário de rombos sucessivos nas contas públicas, o vice-presidente Michel Temer monta a equipe econômica de seu eventual governo com perfil de defesa do rigor fiscal. Entre os cotados por Temer e pelo ex-presidente do BC Henrique Meirelles, dado como certo na Fazenda, estão Mansueto Almeida, para a Secretaria do Tesouro, e Afonso Beviláqua, para o BC. Enquanto isso, a presidente Dilma prepara um “pacote de bondades” a ser lançado amanhã, no 1º de maio, que inclui aumento de gastos e liberação de R$ 180 milhões extras para publicidade.

Folha de S.Paulo
"Sob pressão, Temer reduz meta de cortar ministérios"

Sob press…

Dh89a DeHavilland Dragon Rapide

Imagem

Coluna do Celsinho

Meu voto

Celso de Almeida Jr.

Em cinco meses, eleições municipais.

Que beleza!

Escolher vereador e prefeito.

É hora de pesquisar!

Eis o momento para avaliar, melhor, candidatos e candidatas.

São muitos!

Eu conheço vários.

Tudo boa gente.

Excelente!

Ponho minha mão no fogo...

Com luva de amianto, claro!

Não se trata de desconfiar da boa fé dos aspirantes.

Nada disso!

Admiro esse período do calendário eleitoral.

A pré campanha e a campanha sempre revelam novos talentos.

Discursos animados.

Soluções criativas.

Propostas interessantes.

Se serão praticadas, é outra história.

Não temos bola de cristal.

Mas é bom ouvir ideias.

Conhecer pessoas que queiram nos representar.

Vou avaliar direitinho para escolher bem.

Neste sentido, se você também é candidato, parabéns!

Vivemos uma fase de grande desconfiança na classe política e, encarar o desafio, não é para qualquer um.

Vá em frente!

Só não declaro o voto, tudo bem?

Até o último minuto, estarei observando.

Ficarei torcendo para que você me convença, acredite.

Tente!

E boa so…

Dominique

Imagem

Opinião

De fato e ficção

Alexandre Schwartsman
Mais do que uma guerra de slogans, há em curso um conflito de "narrativas", para usar o termo da moda. A mais comum é o conto do "golpe", que, como notado, entre outros, por Demétrio Magnoli, não é uma tentativa de convencer a opinião pública, mas, na verdade, uma forma de manter a militância aguerrida para as eleições presidenciais de 2018.

Entre as demais, chamou-me a atenção a mais recente justificativa para o fracasso estrondoso do governo Dilma: seria resultado da "agenda do caos" promovida pela oposição, que teria recusado as propostas de reforma econômica, preferindo apostar no "quanto pior, melhor". Em que pese a atuação abaixo da crítica do PSDB no que tange à eliminação do fator previdenciário, trata-se de mais uma história que não para em pé.

A começar porque as raízes do fracasso vêm de muito antes e têm pouco a ver com a atuação do Congresso. A recessão propriamente dita, é bom lembrar, começou ain…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira 29 / 04 / 2016

O Globo
"Temer convida Serra para Itamaraty e rejeita reeleição"

Acordo para atrair apoio do PSDB inclui ficar fora da disputa de 2018

Depois de ser cotado para os ministérios da Saúde e da Educação no caso de o vice Michel Temer assumir o governo se o Senado aprovar o impeachment da presidente Dilma, o senador José Serra (PSDB) foi convidado para o Itamaraty, segundo Jorge Bastos Moreno. Para atrair apoios, especialmente do PSDB, Temer descartou disputar a reeleição em 2018. O Prêmio Nobel de 1980, Adolfo Pérez Esquivel, apoiado por petistas, falou em golpe no Senado e provocou protestos da oposição.

Folha de S.Paulo
"Em aceno ao PSDB, Temer nega candidatura em 2018"

Vice estuda, caso assuma Presidência, oferecer Itamaraty ao tucano José Serra
Em aceno ao PSDB, o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), afirmou em entrevista que não será candidato à sucessão presidencial em 2018, caso substitua Dilma Rousseff (PT) no cargo. Ele também disse ao “SBT…

Física

Imagem

Opinião

Ideologia dominante

Contardo Calligaris
Em tese, o PSDB é um partido de ideias, relativamente coeso, laico, progressista e social-democrata. Mas a coisa deve ser mais complicada.

Enfim, isso eu aprendi numa pequena polêmica com o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). A polêmica, além de me instruir sobre a diversidade do partido ao qual ele pertence, serve-me de ocasião para expor algumas ideias básicas sobre o que significa, para mim, criticar a ideologia dominante.

Primeiro, para a gente se entender: chamo de ideologia dominante o conjunto de ideias, valores e crenças que, num dado momento histórico, prevalecem e, com isso, administram a vida concreta de uma comunidade. Isso, claro, de uma maneira que não é maciça e sempre é uma zona de conflitos (salutares).

Numa visão marxista um pouco ingênua e datada, a ideologia dominante seria o instrumento de poder de uma classe. Hoje, parece prudente pensar que as ideologias sequer precisam servir interesses econômicos, elas são poderes autônomos.

O…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 28 / 04 / 2016

O Globo
"Temer planeja propor idade mínima para aposentadoria"

Homens e mulheres só poderiam requerer o benefício aos 65 anos

A proposta de reforma da Previdência do vice Michel Temer para o caso de assumir o governo prevê a fixação de idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e mulheres, com período de transição para a nova regra de cinco a dez anos, revela Geralda Doca . A política atual de reajuste do mínimo passaria a ser definitiva para os trabalhadores em atividade, mas aposentadorias seriam reajustadas apenas pela inflação. A cargo de Roberto Brant, ministro da área no governo FH, a reforma deve ser enviada ao Congresso em maio, caso a presidente Dilma seja afastada. Temer também deve propor flexibilização da CLT.

Folha de S.Paulo
"Temer propõe bônus de desempenho para professores do país"

Em plano de eventual governo, vice-presidente sugere também uma reestruturação curricular do ensino médio
O vice-presidente, Michel Temer (P…

Física

Imagem

Opinião

Eduardo Paes e sua realidade própria

Elio Gaspari
A "ciclovia mais bonita do mundo" foi inaugurada em janeiro por um prefeito seguro de si, capaz de dizer que "todo governante tem inveja de mim". Parte da estrutura desabou na semana passada, duas pessoas morreram e, quando Eduardo Paes reuniu a imprensa para tratar do desastre, disse o seguinte:

—É óbvio que se essa ciclovia tivesse sido feita de forma perfeita nós não teríamos essa tragédia nem esse absurdo. Obviamente você tem problemas aí.

É óbvio que, se Kennedy não tivesse ido a Dallas, não teria morrido.

A manipulação do óbvio ululante é uma arma de dois gumes. No caso da tragédia da ciclovia, há outras obviedades, todas chocantes.

É óbvio que se funcionários da prefeitura de Paes tivessem colocado cones de trânsito nos acessos à ciclovia, interditando-a, ninguém teria morrido. Defeitos estruturais são coisa para especialistas, mas ressaca é um fenômeno visível a olho nu. Guarda-vidas interditam trechos de praias. …