Postagens

Mostrando postagens de Agosto 31, 2014

Dominique

Imagem

Opinião

Desperdício inaceitável

O ESTADO DE S.PAULO
Em meio a um dos períodos de seca mais dramáticos de que se tem memória no País, surgem novos dados que atestam um nível inaceitável de desperdício de água nos maiores municípios. Ainda que os números comprovem também importantes avanços na universalização do serviço de distribuição de água nas grandes cidades, as perdas constatadas deveriam ser suficientes para provocar uma ação enérgica das autoridades.

Estudo do Instituto Trata Brasil, que desde 2007 acompanha o trabalho de saneamento básico no País, constatou que 40% dos 100 municípios avaliados perderam mais de 45% da água faturada, isto é, efetivamente distribuída para os consumidores. Dessa fatia, 11 cidades perderam mais de 60%. Apenas 27% dos municípios sofreram perdas inferiores a 30% e somente 4 deles tiveram perdas menores que 15%, que é o nível considerado aceitável pelos autores do estudo. Já as cidades que sofreram perdas entre 30% e 60% equivalem a 62% do total.

Há casos espantos…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 06 / 09 / 2014

O Globo
"Ensino médio piora em 16 estados e fica abaixo da meta"

Rede estadual do Rio melhora e passa do 15º para o 4º lugar no ranking

Objetivo do país no Ideb, principal indicador da qualidade da educação, foi alcançado só nos primeiros anos do ensino fundamental. Os resultados do índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgados pelo MEC, revelam que o país estagnou (a nota média de 3,7 do último exame, de 2011, manteve-se e não atingiu as metas para o ensino médio e os anos finais do fundamental (5» ao 9» ano). Em 16 estados, o ensino médio piorou. A rede do Estado do Rio, que há quatro anos chegou a ficar na penúltima posição, melhorou, indo do 15e para o 4º lugar. Pernambuco foi o estado que mais progrediu, avançando 12 posições. O governo federal atrasou a divulgação dos dados, provocando críticas de educadores e políticos.

Folha de S. Paulo
"Propina foi paga a políticos, diz ex-diretor da Petrobras"

Paulo Roberto Costa delata…

Coloridas...

Imagem

Coluna do Celsinho

Causa e efeito

Celso de Almeida Jr.

Reintegrar presos à sociedade, valendo-se da educação e do trabalho, parece frase de efeito.

O fato é que algumas prisões brasileiras já apontam para este caminho, valendo-se do aprimoramento da gestão.

Uma das soluções tem sido passar a administração de presídios para a iniciativa privada.

Neste formato, em parceria com indústrias, é possível instalar algumas ilhas de trabalho no complexo prisional.

O preso passa a receber um salário, sendo que uma fração dele é obrigatoriamente destinada para a administração penitenciária.

Um dinheiro que garante o contínuo aperfeiçoamento dos presídios, com rápida aquisição de equipamentos, sem a burocracia característica da gestão pública.

Para especialistas, ações assim apontam para um futuro onde os presídios se autossustentem.

No formato atual, a terceirização representa uma mensalidade que o governo paga a administradora licitada.

Mas, o ideal, é que esta conta não seja paga pela sociedade e, aos poucos, este caminho …

Dominique

Imagem

Opinião

O Sr. Propina

O ESTADO DE S.PAULO
Nada do que a Transparência Internacional está dizendo de Paulo Maluf é novidade para os brasileiros, em especial para os paulistas, testemunhas mais próximas de suas peripécias - digamos assim - na administração pública nas últimas décadas, que o transformaram no mais marcante símbolo da corrupção entre nós e réu de dezenas de processos. Mas o fato de ele ter sido escolhido por essa organização como uma das estrelas de sua campanha mundial contra a corrupção, que acaba de ser lançada em Berna, na Suíça, como que consagra definitivamente a sua má fama e cobre de vergonha a imagem do Brasil no exterior.

O ex-prefeito da capital, ex-governador do Estado e atualmente deputado é chamado, em peça publicitária patrocinada pela Transparência, de Sr. Propina (Mr. Kickback). Isto é apenas o apelido do qual certamente não vai se livrar daqui para a frente. Tem muito mais. "Longe dos contribuintes que o elegeram, Maluf comprou relógios de luxo e joias em casas…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 05 / 09 / 2014

O Globo
"Ministros tiram férias para reforçar campanha de Dilma"

‘Governo novo, equipe nova’, diz presidente sobre futuro de Mantega

Após crescimento de Marina nas pesquisas, PT convoca integrantes do governo para trabalhar na eleição; no Ceará, candidata volta a sinalizar com mudanças no Ministério, caso seja reeleita. Com o acirramento da disputa após o crescimento de Marina Silva (PSB), a campanha de Dilma Rousseff convocou ministros petistas para atuar na eleição na reta final. Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) entrará de férias na próxima segunda para agir junto a movimentos sociais e à Igreja Católica. Paulo Bernardo (Comunicações) deixará o cargo por dez dias para apoiar também sua mulher, candidata ao governo do Paraná. O PT conta ainda com Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) e Miguel Rossetto (Desenvolvimento Agrário), que devem tirar licença a partir da semana que vem. Ao ser perguntada se manteria Guido Mantega na Fazenda caso sej…

Dominique

Imagem

Opinião

Imprensa à bolivariana

Folha de S.Paulo - Editorial
Sob as ditaduras que comandaram a América Latina no século 20, foram vários os casos de empastelamento de jornais críticos ao regime de plantão. A truculência física contra a imprensa ficou no passado, mas, no presente, governos da escola bolivariana abusam do poder econômico e político para alcançar objetivos parecidos.

O caso mais recente foi registrado no Equador de Rafael Correa. Depois de 32 anos de existência, o jornal "Hoy", um dos maiores do país, deixou de existir. A Superintendência de Companhias, órgão estatal, determinou o seu fechamento, ao lado de 700 empresas de diversos setores, por perdas superiores a 50% do capital social.

A controladora do "Hoy" admitiu problemas financeiros, mas culpou a perseguição de Correa à imprensa crítica. As iniciativas do presidente incluem uma rigorosa Lei de Comunicação, processos judiciais contra jornalistas, auditorias financeiras periódicas, manipulação da publicidade …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 04 / 09 / 2014

O Globo
"Dilma reage nas pesquisas e agora fala em mudar equipe"

Presidente sobe no Ibope e no Datafolha, mas Marina ainda vence no 2º turno

Pela primeira vez na campanha, a petista diz que fará mudanças no seu Ministério , caso seja reeleita, e admite problemas na economia, reconhecendo que a situação da indústria no país hoje é ‘complexa. Novas pesquisas do Ibope e do Datafolha mostram que Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) continuam tecnicamente empatadas, mas a ex-senadora vence a atual presidente no segundo turno. Aécio Neves (PSDB) cai e se mantém em terceiro. No Ibope, Dilma subiu três pontos (foi a 37%), o que não acontecia desde julho, e Marina cresceu quatro (ficou com 33%). No Datafolha, a petista cresceu um (35%), e a ex-senadora ficou estável (34%). O Ibope ouviu eleitores de 31 de agosto a 2 de setembro. O Datafolha, de 1º a 3 de setembro. Ao discursar na CNI, ontem, Dilma disse que, se reeleita, fará mudanças na política industri…

Dominique

Imagem

Opinião

Comércio na balança

Folha de S.Paulo - Editorial
A julgar pelos resultados acumulados até agosto, a balança comercial, que mostra a diferença entre exportações e importações, terminará o ano com saldo próximo de zero. Mais importante, cristaliza-se uma situação pouco promissora para o Brasil: encolhem as vendas de manufaturados e cresce a dependência de produtos básicos.

É gritante a mudança em relação a meados da década passada, quando o país teve superavit acima de US$ 40 bilhões. O mercado internacional então absorvia produtos brasileiros, inclusive industriais, e a bonança externa permitia que se comprassem máquinas e se capacitasse a produção interna.

A dinâmica, porém, mostrou-se efêmera. O país não conseguiu consolidar a presença de sua indústria nas cadeias internacionais de valor, que se modificaram drasticamente com a ascensão da China.

Nos últimos tempos, o Brasil perdeu terreno. As vendas de manufaturados estão estagnadas desde 2008; hoje não passam de 38% das exportações, mas …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 03 / 09 / 2014

O Globo
"Planalto retém resultado de avaliação da educação"

Casa Civil já recebeu dados do Ideb há 15 dias, mas atrasa a divulgação

Governadores suspeitam de uso eleitoral; MEC diz que ainda analisa recursos. O resultado do principal indicador da qualidade do ensino do país, o Ideb, já está pronto para divulgação. Foi enviado há 15 dias à Casa Civil, informa ANTÔNIO GOIS, mas até agora não foi tornado público, apesar de já ter passado pelo crivo da área técnica do Inep, responsável no MEC pelas avaliações. O atraso tem gerado críticas de que o governo estaria retardando a divulgação por motivos eleitorais. O ministro da Educação atribui o atraso ao fato de escolas terem apresentado recursos ao MEC.

Folha de S. Paulo
"Contra crise, USP aprova demissões voluntárias"

Conselho da universidade também faz proposta de reajuste a grevistas

Conselho da USP aprovou nesta terça (2) um plano de demissões voluntárias (PDV) para tentar atenuar uma das mais…

Pitacos do Zé

Imagem
Replantar água

José Ronaldo dos Santos
Atualmente, passando por uma crise de água, o Estado de São Paulo, juntamente com os demais precisam admitir uma verdade: a cobertura vegetal é imprescindível para manter a reserva de água e garantir a vida. Só que não é para pensar que qualquer plantação (soja, milho, eucalipto, cana etc.) resolve. O que resolve é mata nativa; ter muitas reservas mesmo que entremeadas dessas culturas. Digo isto porque é notório, há meses, a formação de um bolsão de ar quente sobre toda a região paulista e proximidades. É ela, observando os dados meteorológicos diários, que impedem as massas úmidas de chegarem à zona central. Ou seja, essas massas acabam fazendo um desvio para o mar, beneficiando mais o litoral nordestino.        

De que vale uma pecuária e safras batendo recordes, mas com tanta gente sofrendo por um bem básico? Por isso digo: é preciso replantar águas e não se descuidar daquelas que já temos. Medidas simples devem partir de nossas casas, de nossos …

Dominique

Imagem

Opinião

As Bolsas Plebiscito de Dilma e Marina

Elio Gaspari
Marina Silva merece todos os aplausos. Anunciou em seu programa o que pretende fazer se for eleita. Ela quer criar uma "democracia de alta intensidade". O que é isso, não se sabe. Lendo-a vê-se que, sob o guarda chuva de uma expressão bonita –"democracia direta"–, deseja uma nova ordem constitucional.

Apontando mazelas do sistema eleitoral vigente, propõe outro, plebiscitário, com coisas assim: "Os instrumentos de participação –mecanismos de participação da democracia representativa, como plebiscitos e consultas populares, conselhos sociais ou de gestão de políticas públicas, orçamento democrático, conferências temáticas e de segmentos específicos– se destinam a melhorar a qualidade da democracia."

Marina parte da premissa de que "o atual modelo de democracia (está) em evidente crise". Falta provar que esteja em crise evidente uma democracia na qual elegeu-se senadora, foi ministra e, em poucas sem…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 02 / 09 / 2014

O Globo
"Venda de carros cai 17% apesar de estímulo a crédito"

Pesquisa do BC reduziu ainda mais a previsão do PIB para este ano, com crescimento de só 0,52%

Com a economia fraca, as vendas de automóveis caíram 17,2% em agosto, apesar das medidas do governo para estimular o crédito ao setor. Foram vendidos 272.500 veículos, segundo dados preliminares da indústria. Após o IBGE ter informado, semana passada, que o PIB recuou por dois trimestres seguidos, o mercado já estima que o país vá crescer só 0,52% este ano, segundo pesquisa do BC. Antes, a previsão era de 0,7%.

Folha de S. Paulo
"Governo reage a Marina e apoiará lei pró-igrejas"

Planalto prepara ações para tentar frear o avanço da ex-senadora nas pesquisas


O governo prepara medidas para tentar conter o avanço de Marina Silva (PSB), que empatou com a presidente Dilma (PT) na mais recente pesquisa Datafolha. As ações oficiais envolvem atender demanda de igrejas evangélicas e aproximação com…

Dominique

Imagem

Opinião

Por acaso existe a realidade?

Fernando Gabeira
Gosto muito de revistas. Mesmo atropeladas pela internet, não deixo de vê-las duas vezes por semana. Vou procurá-las nas bancas até o fim, caso exista mesmo um fim para esse artefato de papel que marcou minha vida, desde adolescente, quando esperava a chegada da revista “Senhor”, religiosamente, a cada mês. Nas bancas, tudo me interessa. Vejo quadrinhos porque gosto da composição audaciosa, da fluidez com que contam uma história visual.

E não consigo deixar de ler os diálogos como esse:

— Décadas atrás, tecnologia ciborgânica semelhante à sua insígnia de armas foi introduzida na minha raça para estimular nossa evolução.

Outro dia, vi à distância uma capa que diz: “A realidade não existe”. De longe, podia ser tudo: um texto religioso sobre o budismo, um perfil filosófico de Platão. Mas era uma revista científica. Se os cientistas começam a negar a realidade, o que será dos pobres mortais que já desconfiam de sua existência? Era meu dever compra…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 01 / 09 / 2014

O Globo
"País tem que investir o dobro para levar água e esgoto a todos"

Universalização prevista em plano para 2033 custaria mais de R$ 12 bilhões ao ano

Estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI), entregue aos presidenciáveis, mostra que, se mantidos os investimentos atuais, objetivo só seria alcançado em cinco décadas. O Brasil terá que investir mais de R$ 12 bilhões por ano para atingir a meta de universalizar o sistema de água e esgoto no país até 2033, como previsto no Plano Nacional de Saneamento Básico, segundo estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O valor é o dobro do que o governo gasta atualmente. De acordo com a pesquisa, entre 1995 e 2011, a média anual destinada à ampliação da capacidade de água e esgoto foi de R$ 6,3 bilhões. Nesse ritmo, a universalização ocorreria apenas em 50 anos.

Folha de S. Paulo
"Airbus culpa pilotos, TAM e Infraero pela tragédia em 2007"

Em processo na Justiça sobre o acidente do…

Dominique

Imagem

Opinião

Marina e as mudanças

O ESTADO DE S.PAULO
É razoável supor que a significativa reviravolta na campanha eleitoral provocada pela trágica e imprevisível morte de Eduardo Campos e sua substituição por Marina Silva seja o resultado da maior identificação da nova candidata do PSB à Presidência com o desejo de mudança claramente captado por todas as pesquisas de opinião realizadas a partir das manifestações populares de junho de 2013.

Não se trata aqui, contudo, de investigar as razões pelas quais Marina Silva foi capaz de, desde logo, multiplicar por três as intenções de voto que indicavam a candidatura de Campos fora do segundo turno, colocando-se agora, ela própria, na condição de favorita numa votação final, seja qual for seu oponente. O que importa é procurar entender até que ponto esse fenômeno eleitoral, se vier a se confirmar, será realmente capaz de mudar o futuro do País.

Marina Silva se apresenta como alternativa à polarização PT-PSDB que há duas décadas domina o cenário político naci…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 31 / 08 / 2014

O Globo
"Onda de mudança se repete nos estados"

Dos 17 governadores que tentam a reeleição, apenas cinco lideram as pesquisas

Situação atual contrasta com a de 2010, quando 13 dos 18 chefes de Executivos regionais conseguiram ficar no poder. Sete candidatos com apoio dos atuais mandatários também estão em desvantagem nos levantamentos.

Folha de S. Paulo
"Marina fatura R$ 1,6 milhão com palestras em três anos"

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, abriu, em março de 2011, uma empresa para proferir palestras e faturou RS 1,6 milhão com a atividade até maio deste ano

O valor de sua principal fonte de renda desde que deixou o Senado, em 2010, era mantido sob sigilo, informam Aguirre Talento e Fernanda Odilla. Ela chegou a pedir a entidades para não divulgar o seu cachê. Marina, que revelou seus rendimentos apôs pedido da Folha, mantém em sigilo a identidade dos clientes. Os ex-presidentes Lula e FHC também fazem segredo sobre se…