Postagens

Mostrando postagens de Junho 3, 2012
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Trabalho escravo

O Estado de S.Paulo
Sempre se soube que há no Brasil milhares de pessoas sujeitas a trabalhos forçados ou jornadas excessivas, prisioneiras de dívidas contraídas com empregadores, em condições análogas à da escravidão, mas só há pouco esse problema foi, literalmente, mapeado. Trata-se do Atlas do Trabalho Escravo no Brasil, elaborado por geógrafos da Unesp e da USP.

A escravidão contemporânea é mais comum em regiões remotas do País, mas é mais abrangente do que geralmente se pensa: das 27 unidades federativas do País, apenas em 5 a Comissão Pastoral da Terra (CPT) não encontrou trabalhadores mantidos como escravos nos últimos anos.

Os números são impressionantes: de 1995 a 2008, último ano pesquisado, 42 mil brasileiros foram libertados da escravidão pela CPT. Desde então, autuações têm sido feitas também pelo Ministério do Trabalho, podendo haver, evidentemente, muitos outros casos não detectados. O objetivo do Atlas foi justamente o de ajudar o poder público a avaliar a…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 09 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"Espanha deve ser o quarto europeu a ser resgatado"

Recuperação dos bancos exige uma injeção de capital que o país, sozinho, não obtém sem pagar juros altos

A Espanha deve ser o quarto país europeu a receber auxílio financeiro internacional. Ontem, sob a desconfiança do mercado, o governo mudou o discurso e acenou com a possibilidade de um plano de resgate. Esse auxílio à quarta maior economia da zona do euro, que pode ser confirmado hoje, viria após ajuda dos europeus a Irlanda, Portugal e Grécia e evidenciaria o agravamento da crise econômica no continente.

O Estado de São Paulo "Europa prepara pacote para socorrer economia da Espanha"

Pedido de resgate pode ficar entre € 40 bilhões e € 50 bilhões; Obama apela a líderes por 'atitude decisiva'
O governo da Espanha está preparando um pedido de socorro financeiro à União Europeia (UE) e ao Banco Central Europeu para capitalizar seus bancos, informa o repórter Andrei Netto, e…

Santorini

Imagem

Coluna do Celsinho

Arte

Celso de Almeida Jr.
No calçadão e na extensão da avenida Maria Alves admirei o esforço dos fiéis.

Belíssimos tapetes para a procissão de Corpus Christi mostraram, mais uma vez, o talento de nossa gente.

Encontrei dezenas de amigos concentrados nesta manifestação artística popular católica.

Serragem colorida, areia, papel picado e outros materiais garantiram um belíssimo visual.

Muitos jovens da Guarda Mirim também participaram da confeccção.

Não comentarei o aspecto religioso com sua bela e profunda mensagem.

Foco na arte coletiva.

Este entrosamento de tantos ubatubenses, numa obra de arte a céu aberto, merece aplausos.

Há cidades que transformam este esforço voluntário em atração turísitica.

Com um pouquinho mais de entrosamento, mobilização, divulgação, teríamos nesta data mais uma razão para atrair visitantes.

Incluí-los na confecção dos tapetes, elaborando atividades preliminares e posteriores, como oficinas e palestras, permitiria mantê-los por mais tempo na cidade.

Arte, tradição, mani…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Finalmente, o julgamento

O Estado de S.Paulo
Passados exatos sete anos da revelação de que o PT comprava deputados para apoiar o governo Lula, na quarta-feira o Supremo Tribunal Federal (STF) marcou o início do julgamento dos envolvidos no maior escândalo político do Brasil contemporâneo, chamado mensalão por aludir à regularidade dos subornos. A coincidência dá argumentos aos muitos que deploram a lentidão da Justiça, exacerbando o risco da prescrição das penas pedidas para os acusados. Neste caso, ressalve-se que a primeira etapa do rito judicial foi cumprida com celeridade. Já em 30 de março de 2006, 9 meses depois, portanto, da notícia do escândalo, e antecipando-se em 13 dias à apresentação do relatório final da CPI dos Correios, com as suas devastadoras conclusões, o então procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, denunciou ao STF 40 envolvidos com a "sofisticada organização criminosa" chefiada, segundo ele, pelo então ministro da Casa Civil, José Dirceu.…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 08 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"Subsídio via BNDES foi de R$ 28 bilhões em três anos"

Custo do Tesouro com empréstimos ao banco sobe desde a crise de 2008

Os empréstimos do Tesouro ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social em 2009, 2010 e 2011 custaram aos contribuintes R$ 28,2 bilhões. O valor consta de recente relatório do TCU (Tribunal de Contas da União). O subsídio é a diferença entre os juros que o Tesouro Nacional paga para tomar dinheiro no mercado e as taxas mais baixas que o banco cobra ao emprestar os recursos para as empresas.

O Estado de São Paulo "Missão da ONU é alvo de tiros na Síria e crise se agrava"

Observadores iriam a vila para apurar denúncia de massacre; plano de paz está à beira de fracasso
Observadores da Organização das Nações Unidas foram alvo de tiros ao tentar investigar a denúncia de um massacre de 78 pessoas nos arredores de Hama, na Síria. Eles não conseguiram chegar ontem ao local, bloqueado por militares e mil…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Discurso não resolve crises

O Estado de S.Paulo
Quando mais se espera que, não podendo mais deixar de reconhecer o tamanho dos problemas, o governo Dilma adote um plano articulado para debelar os efeitos mais nocivos da crise mundial sobre a economia brasileira, o que se vê é a repetição do que tem feito até agora, sem resultados concretos: vender otimismo, ameaçar os pessimistas e construir um cenário cada vez mais distante da realidade. Utilizam-se promessas para enfrentar problemas.

Embora tivesse demonstrado, no início da semana, grande preocupação com a situação - sobretudo depois da constatação, pelo IBGE, da estagnação da economia no primeiro trimestre -, a ponto de convocar uma reunião de emergência com os principais ministros e auxiliares da área econômica para decidir ações imediatas, na terça-feira a presidente Dilma Rousseff parecia ter descoberto um novo quadro econômico. Na sua avaliação, a expansão da economia em 2012 não será menor do que a registrada no ano passado (quan…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 07 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"STF começará a julgar mensalão em 1º de agosto"

Expectativa é que decisão sobre escândalo do governo Lula, há sete anos, seja anunciada perto das eleições

O Supremo Tribunal Federal decidiu que o julgamento do mensalão terá início em 1º de agosto — a expectativa é que se estenda pelo decorrer de setembro. O ministro revisor da ação penal, Ricardo Lewandowski, disse que concluirá a análise até o fim de junho.

O Estado de São Paulo "Supremo vai julgar mensalão na reta final das eleições"

Ministros marcam início do julgamento para 1º de agosto e expectativa é de que veredicto saia em setembro
Os ministros do Supremo Tribunal Federal marcaram para 1º de agosto o início do julgamento do processo do mensalão, o maior escândalo de corrupção do governo Lula. Até 14 de agosto, o STF realizará sessões diárias para ouvir a acusação e a defesa dos 38 acusados. A partir do dia 15, começarão os votos dos ministros. Se o cronograma for con…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O coletivo, teoria e prática

O Estado de S.Paulo
Batendo cabeça na campanha municipal paulistana, os petistas, que gostam de se ver como os únicos representantes legítimos do povo, deveriam levar em conta o dito popular: pau que nasce torto, não tem jeito, morre torto. Todo mundo sabe que a candidatura de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo foi imposta, de modo imperial, pelo chefão do partido, o ex-presidente Lula, à aspirante natural à posição, Marta Suplicy. Esta jamais engoliu a decisão autoritária e deu a prova definitiva disso ao "peitar" Lula, não comparecendo ao ato de lançamento oficial do candidato e justificando sua ausência com uma lacônica nota que eloquentemente omitiu o nome do ungido. Foi publicamente repreendida pelo presidente do PT paulista, Edinho Araújo, para quem ela erra ao não levar em conta que ela própria "é também fruto de um projeto coletivo chamado Partido dos Trabalhadores". "Projeto coletivo" como o da imposição da candi…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 06 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"Caixa amplia para 35 anos prazo para casa própria"

Financiamento é o mais longo da história do banco; juros caíram

A Caixa Econômica Federal ampliou o prazo e voltou a cortar os juros de financiamentos habitacionais. A partir de segunda-feira, os parcelamentos poderão ser feitos em até 35 anos, o mais longo da história do banco. O limite era de 30 anos, o mesmo usado atualmente por outros bancos. 

O Estado de São Paulo "Caixa dá 35 anos para pagar imóvel"

Extensão do prazo de financiamento vem acompanhada de redução do juro, de 9% para 8,85%, pelo Sistema Financeiro de Habitação
A Caixa Econômica Federal anunciou a extensão do prazo de financiamentos imobiliários com recursos da poupança e mais um corte das taxas de juros. A partir de segunda-feira, o empréstimo para aquisição da casa própria terá prazo de até 35 anos, e não mais de 30 anos. Além disso, o consumidor passará a pagar juro de 8,85%, ante os atuais 9% para imóve…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Perdas e ganhos da Delta

O Estado de S.Paulo
Noventa casos de superfaturamento em execução de obras, 18 superfaturamentos em aditivos a contratos de prestação de serviços, 9 vitórias em licitações dirigidas de grande porte. Esses números, publicados na coluna Direto de Brasília, no Estado de domingo, são apenas uma amostra do que a Controladoria-Geral da União (CGU) encontrou ao passar o pente-fino nos negócios da construtora Delta com o seu cliente preferencial, a administração pública. A Delta não é a maior empresa do gênero no País, mas nenhuma das que a superam no ranking do setor recebeu nos últimos três anos tantos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC): R$ 2,4 bilhões.

À medida que se aprofundaram as escavações em torno do modus operandi da empreiteira, a começar de suas relações com o esquema do contraventor Carlinhos Cachoeira, principalmente - mas não só - em Goiás, o império do engenheiro Fernando Cavendish passou a tremer nas bases. Um de seus diretores está …
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 05 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"Principal alvo da "faxina" de Dilma, PR se alia a Serra"

Ex-ministro demitido após acusações de corrupção costurou apoio a tucano

O PR (Partido da República), primeiro e principal alvo da “faxina” feita pela presidente Dilma Rousseff em seu primeiro ano de governo, formalizou apoio à candidatura de José Serra à Prefeitura de São Paulo. O tucano é o principal adversário do PT, que, com dedicação integral do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tentará reconquistar o poder na capital paulista. 

O Estado de São Paulo "Delta tenta evitar falência e se diz vítima de "bullying""

Pivô no caso Cachoeira, empreiteira pede recuperação judicial e afirma sofrer calote por causa de denúncias
A empreiteira Delta entrou na Justiça do Rio com um pedido de recuperação judicial. A medida é recurso usado por empresas em dificuldades para evitar a falência. Em nota, a Delta se diz vítima de “bullying empresarial” e afirma…

Insetos

Imagem

Colunistas

Dívida e austeridade: a geopolítica da crise permanente

"Por um lado, a moral ascética do trabalho e da dívida; por outro, a moral hedonista do consumo de massa. E ambas se contradizem abertamente, uma vez que são os dois lados da mesma moeda"

Márcia Denser
Um artigo repassado pelo coletivo Vila Vudu, condensando o ensaio "La fabrique de l’ homme endetté, essai sur la condition néolibérale", de Maurizio Lazzarato, traz mais luzes sobre as trevas do modelo neoliberal implantando em todo o planeta, especificamente na UE, ora atravessada por uma crise sem precedentes.

Abordando particularmente o binômio "Dívida e Austeridade" (o modelo alemão do emprego precário), ele abre com nada menos que uma citação de Marx: "O endividamento do Estado é, bem ao contrário, de interesse direto da fração da burguesia que governa e legisla nos Parlamentos. O déficit do Estado era, precisamente, o objetivo ao qual visavam às especulações e principal base do enriquecimento da…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

As universidades de Lula

O Estado de S.Paulo
Nas centenas de discursos que o presidente Lula pronunciou nos últimos meses de seu mandato, em 2010, um dos temas mais recorrentes foi a educação. Em diversas oportunidades afirmou ter criado mais universidades que o presidente Juscelino Kubitschek. Em cinco anos de governo, JK criou 10 instituições, enquanto Lula, em seus dois mandatos, criou 14, sendo 10 voltadas para a interiorização da educação superior e 4 para promover a integração regional e internacional.

Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço"…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 04 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"Nordeste sofre com falta de água em área urbana"

Seca obriga prefeituras da região a adotar racionamento em centros urbanos

A forte estiagem que há meses castiga o interior do Nordeste tem provocado racionamento ou falta de água em áreas urbanas. Isso já ocorre em ao menos 158 cidades, de acordo com levantamento feito pela Folha nos nove Estados da região. Como os reservatórios estão em colapso, os carros-pipa que até então abasteciam somente a zona rural do semiárido agora são obrigados a circular nos centros dos municípios. O Exército controla essa distribuição no Nordeste e no norte de MG.

O Estado de São Paulo "Crédito nos bancos estatais cresce 2 vezes mais que nos privados"

Em abril, alta foi de 1,9% nas instituições públicas, contra 0,7% nas particulares
Nos primeiros meses da ofensiva do governo para cortar juros, os bancos públicos lideraram o aumento na oferta de crédito. Dados do Banco Central mostram crescimento…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Em dupla com o Ratinho

O Estado de S.Paulo
O narcisismo do ex-presidente Lula compensa com folga o fato de "algumas pessoas" não gostarem dele, como disse há dias, numa indireta ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal, que o acusou de querer "melar" o julgamento do mensalão. A exacerbada autoestima, combinada com o senso de onipotência, o levou a afirmar, como se fosse natural nas democracias, que "não pode permitir" que um tucano volte a ser presidente. Por isso, caso a sua sucessora Dilma Rousseff não queira disputar um segundo mandato em 2014, ele se declara desde já pronto para se recandidatar ao Planalto.

Isso e muito mais, como se diz em propaganda, Lula ofereceu a um público estimado em 1,4 milhão de espectadores na Grande São Paulo, durante os 44 minutos, divididos em dois blocos, que durou a sua aparição no Programa do Ratinho, do SBT, no horário nobre da quinta-feira. Foi a sua primeira ida à TV desde que se despiu da faixa presidencial e a …
Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 03 / 06 / 2012

Folha de São Paulo
"Governo quer proibir venda de horário na TV"

Novo marco regulatório pretende acabar com ‘mercado paralelo’ do setor

O governo prepara decreto que muda a legislação de concessões de rádio e TV. Batizado de novo marco regulatório da radiodifusão, o projeto prevê o fim de um “mercado paralelo” no setor, informa Julio Wiziack. Uma das mudanças de maior impacto é a proibição do aluguel de canais e de horários da programação. A lei atual não coíbe a prática de forma explícita, o que gerou a proliferação de programas religiosos e comerciais.

O Estado de São Paulo "Investimento da indústria deve cair R$ 35 bi, prevê BNDES"

Fiesp também espera queda, de 11%, em cenário que acentua perspectiva de desaceleração e preocupa governo
Pesquisa do BNDES mostra que o País deve receber R$ 579 bilhões em investimentos em oito setores industriais entre 2012 e 2015. O valor é R$ 35 bilhões menor que os R$ 614 bilhões estimados em 2011 para o período 2…