Postagens

Mostrando postagens de Julho 13, 2014

Dominique

Imagem

Opinião

A crise chega ao emprego

O ESTADO DE S.PAULO
A crise bate no mercado de emprego e mancha um dos poucos indicadores positivos da economia brasileira: a criação de postos de trabalho. Em junho foram contratados 25,36 mil trabalhadores com carteira assinada, o menor número para esse mês desde 1998. As contratações do semestre, de 588,67 mil, também foram um recorde negativo - o resultado mais baixo para esse período a partir de 2009. Os números foram divulgados na quinta-feira pelo Ministério do Trabalho. No mesmo dia a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) anunciou a situação do emprego industrial paulista no mês passado: 16,5 mil vagas fechadas. Em um ano, as demissões líquidas chegaram a 96,5 mil, um resultado bem pior que o esperado, informou o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da entidade, Paulo Francini. Este ano, segundo ele, deve ser o pior desde 2009, quando 112,5 mil postos foram eliminados.

As demissões na indústria comprometem a qualidad…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 19 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Míssil atinge em cheio a luta contra a Aids"

Entre os 298 mortos do avião derrubado na Ucrânia estavam cerca de 100 pessoas que iam ao congresso sobre a doença. O dentista Joep Lange, uma sumidade no tema, é uma das vítimas

A tragédia, que horrorizou o mundo, imprimiu um terrível golpe à comunidade científica. O holandês Joep Lange, 59 anos, era considerado por colegas um dos maiores especialistas do mundo no combate ao HIV. ”A cura da Aids poderia estar a bordo daquele avião", desabafou o pesquisador Trevor Stratlon. O presidente dos EUA, Barak Obama. responsabilizou separatistas pré Moscou pela queda do Boeing 777, que ia da Holanda para a Malásia. e culpou a Rússia pela tragédia.

Folha de S. Paulo
"Obama liga derrubada de avião a rebeldes pró-Rússia"

Presidente dos EUA diz que um míssil derrubou aeronave no leste da Ucrânia

O presidente Barack Obama (EUA) disse ter evidências de que o avião do Malaysia Airlines foi derrub…

Para refletir

Imagem

Coluna do Celsinho

Candidatos

Celso de Almeida Jr.

Eleição, claro, deveria sempre ser levada muito a sério.

O Brasil, porém, oferece em todas as áreas oportunidades para o riso se fazer presente.

O período do registro das candidaturas, para as eleições de outubro próximo, terminou.

Assim, os nomes escolhidos para constar na urna eleitoral começam a aparecer.

Selecionei alguns:

Filho do Padre

Fala Paletó

PM da Gaiola

Galo Cego

Agora é nóis

Ureia-Lá

Risca Faca

Zé Macedo Acorda Cedo

Parrola Neles

E por aí vai...

Pois é, prezado leitor, querida leitora.

Nossa democracia, como se vê, comporta de tudo.

Pensando nisso, reflito sobre um nome para a minha candidatura.

Espera aí!!!

Isso é ficção, pode ficar tranquilo.

Não nasci para ser candidato.

Entretanto, como gosto de acompanhar os movimentos da política e dos políticos, vale o exercício.

Avaliando tudo o que vejo, analisando o meu dia a dia, eis o meu nome político:

Doutor Paciencinha.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter

Dominique

Imagem

Opinião

O Brasil na armadilha

O ESTADO DE S.PAULO
Doze horas depois de anunciar a nova decisão sobre os juros, mantidos em 11%, apesar da inflação elevada e resistente, o Banco Central (BC) publicou o complemento da história: a produção continua estagnada e o País, na melhor hipótese, está pouco acima de uma recessão. Confirmou-se, mais uma vez, a armadilha apontada por vários analistas - uma combinação de fortes pressões inflacionárias com grave enfraquecimento da economia. A manutenção da taxa básica de juros, a Selic, foi sacramentada, sem surpresa, na quarta-feira à noite. Na quinta de manhã foi divulgado o índice mensal de atividade econômica (IBC-Br) produzido pela instituição e considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB). Em maio, o indicador ficou 0,18% abaixo do nível de abril e apenas 0,38% acima do apurado um ano antes, na série livre de efeitos sazonais. No trimestre encerrado em maio o resultado foi 0,33% mais alto que o dos três meses até abril.

Mesmo sem conhecer esses d…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 18 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Guerra abate avião com 298 inocentes"

O governo americano sustenta que o Boeing 777 da Malaysia Airlines, que ia de Amsterdã para Kuala Lumpur com 283 passageiros e 15 tripulantes, foi abatido por um míssil. A tragédia aconteceu quando o avião sobrevoava região da Ucrânia dominada por separatistas pró-Moscou. (...) O Conselho de Segurança da ONU convocou para hoje reunião de emergência.

Folha de S. Paulo
"Queda de avião com 298 acirra a crise entre Rússia e Ucrânia"

Governo ucraniano diz que aeronave foi abatida por míssil lançado por separatistas; Putin acusa Kiev

Um avião da Malaysia Airlines, que ia de Amsterdã para Kuala Lumpur com 298 pessoas a bordo, caiu no leste da Ucrânia, próximo à fronteira com a Rússia. Até a conclusão desta edição, ao menos cem corpos haviam sido achados - não há relatos de sobreviventes. (...) O governo ucraniano afirmou que um míssil lançado por rebeldes pró-russos abateu o jato, enquanto o p…

Dominique

Imagem

Opinião

Recesso, mais um drible na lei

O ESTADO DE S.PAULO
Driblando mais uma vez a Constituição, deputados e senadores vão entrar em recesso branco sem ter votado o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A Copa terminou e a maioria dos brasileiros voltou ao batente, mas para os parlamentares o esforço de torcer deve ter sido especialmente esgotante. Uma regra constitucional proíbe interromper a sessão legislativa antes da aprovação daquele projeto. A proibição está no segundo parágrafo do artigo 57 e seu sentido prático é muito claro. Até o fim de agosto o Executivo deve encaminhar ao Congresso a proposta do Orçamento-Geral da União (OGU). Para montar essa proposta, os técnicos do governo devem levar em conta as prioridades, metas e outras condições fixadas na LDO. Essa é a exigência legal. E daí? Qual a importância dessa regra, quando se pode contorná-la com um pouco de conversa mole e nenhuma resistência séria entre os políticos?

Os congressistas têm experiência nesse jogo. O proje…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 17 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Brasil sofre retrocesso no combate à Aids"

Referência contra a doença, país amarga revés e vê casos de infectados pelo HIV crescerem 11%

Orgulho nacional e modelo em todo o planeta, a política pública de prevenção da doença já não exibe a mesma eficiência. Dados divulgados ontem pela Unaids, agência da ONU dedicada à luta contra a Aids, mostram que, enquanto avançava o número de novos casos no Brasil, entre 2005 e 2013, houve uma queda de 27,5% no mundo, puxada principalmente por países do Caribe e da África Subsaariana. 

Folha de S. Paulo
"EUA impõe sanções mais duras à Rússia"

Crise na Ucrânia motiva medida; Putin recebe notícia durante visita ao Brasil

Os EUA anunciaram as mais duras sanções econômicas contra a Rússia desde o início da crise da Ucrânia, em fevereiro. Para o governo Obama, a gestão de Vladimir Putin viola "a soberania" do país vizinho e apoia separatistas mesmo após a anexação da Crimeia. As med…

Dominique

Imagem

Opinião

A boa-nova do Fed

O ESTADO DE S.PAULO
Boa notícia para o governo brasileiro, já assombrado pelo mau desempenho do comércio exterior, por pressões na área cambial e pelo risco de fuga de capitais estrangeiros: o novo aumento de juros nos Estados Unidos, mais um fator de perturbação, ainda poderá demorar muito tempo. A decisão dependerá da combinação de vários fatores - recuperação mais firme da economia, com normalização do mercado de emprego, aumento da inflação e das expectativas inflacionárias e maior avanço da reforma financeira. O recado foi transmitido aos senadores em Washington, ontem, pela presidente do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, Janet Yellen.

Não se pode fixar uma data, com segurança, para a próxima alteração dos juros, porque isso dependerá da evolução conjunta de todos aqueles indicadores. Se tudo correr muito bem, a mudança poderá ocorrer no próximo ano, poucos meses depois de encerrada a atual fase de estímulos monetários (emissão de dinheiro por meio …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 16 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Após a Copa, o choque de realidade do Brasileirão"

Três dias depois de encerrado o Mundial, um show de bola e de público, volta à cena hoje o Campeonato Brasileiro, com um futebol ainda mais sofrível que o da Seleção Canarinho na humilhante derrota por 7x1 para a Alemanha.


Folha de S. Paulo
"Brasil cede presidência, e banco do Brics é criado"
Com aporte de US$ 50 bi, instituição será chefiada por indianos e terá sede na China

Para tirar a instituição do papel e evitar fracasso da cúpula, o Brasil teve de ceder à Índia e abrir mão da presidência do novo Banco de Desenvolvimento do Brics. A decisão foi uma derrota do governo brasileiro, que queria que o país indicasse o primeiro presidente do banco. Ao final da reunião do grupo, que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, em Fortaleza, a presidente Dilma anunciou a fundação da instituição que financiará projetos de infraestrutura de emergentes, com US$ 50 bilhões…

Pitacos do Zé

Imagem
E por falar em cidadania... (LVIII)

José Ronaldo dos Santos
Revisitando a antiga Fazenda Jundiaquara, percorrendo até a divisa com a Sesmaria (da Estufa - Ubatuba - SP), por perto das pedras que dão razão ao nome da fazenda, vimos alguns desmatamentos e cercas de arame. Notadamente divisamos uma invasão sobre a mata nativa. Cabe à Polícia Ambiental e a quem mais fiscalizar isso?

Twitter

Dominique

Imagem

Opinião

Dependência do agronegócio

O ESTADO DE S.PAULO
Com um rombo em torno de US$ 100 bilhões anuais no comércio de manufaturados, o Brasil depende cada vez mais da exportação de produtos do agronegócio para evitar um desastre nas contas externas. Por isso é especialmente preocupante a perspectiva de preços agrícolas em queda nos próximos dois anos, apontada por um relatório conjunto de duas importantes entidades multilaterais, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A divulgação do relatório coincidiu com o anúncio, na sexta-feira, das novas estimativas de oferta e demanda de grãos e oleaginosas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos para a safra 2014-2015, ainda em fim de plantio no país.

Cotações caíram imediatamente, na primeira reação dos mercados às novas informações. Mesmo com a correção de algum exagero, observada já na segunda-feira, as perspectivas continuam desfavoráveis aos p…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 15 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Brasil entre o fiasco da Seleção e o jogo eleitoral da Copa"

Enquanto a presidente exaltava o sucesso do Mundial, a CBF confirmava a demissão de Felipão, pelo maior vexame do futebol brasileiro na história, e não descartava contratar um técnico estrangeiro

Na defensiva, após as vaias de domingo no Maracanã, a presidente Dilma decidiu partir para o ataque. Reuniu 16 ministros e tratou de capitalizar eleitoralmente o êxito na realização do torneio. Na cerimônia de duas horas e meia, transmitida por rede de emissoras públicas, o único "problema" admitido por ela foi "nossa partida com a Alemanha".

Folha de S. Paulo
"Copa no Brasil é aprovada por 83% dos estrangeiros"

Custo de vida do país foi a principal reclamação dos visitantes, aponta Datafolha

A maioria dos turistas estrangeiros que vieram ao Brasil para a Copa aprovou a organização do torneio, aponta pesquisa do Datafolha. O Mundial foi considerado bom …

Dominique

Imagem

Opinião

Craques em se safar

O ESTADO DE S.PAULO
Ah, se os jogadores da seleção conseguissem driblar os adversários como os políticos driblam as leis e a Justiça. O artista da hora nessa categoria é o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, principal protagonista do chamado "mensalão do DEM", detonado pela Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, em novembro de 2009. Quando senador - chegou a ser líder do governo Fernando Henrique na Casa -, tinha construído uma imagem de Catão do Congresso, pela contundência com que denunciava os malfeitos da política local e nacional. Era, como se diz no futebol, uma promessa.

Mesmo depois de ter renunciado ao mandato para não ser cassado por sua participação no escândalo da quebra do sigilo do painel de deliberações do Senado, elegeu-se deputado em 2002 com a maior votação do País em termos proporcionais: 1 em cada 4 eleitores do Distrito Federal sufragou o seu nome. No pleito seguinte, confirmou a escrita ao se eleger governador…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 14 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Aprende com eles, Brasil"

O meia Mario Göetze é um predestinado. O cronômetro marcava 3 minutos do segundo tempo quando ele deixou o banco de reservas para entrar para a história. O golaço que marcou na Argentina, a sete minutos do fim da prorrogação, selou não apenas o tetracampeonato da Alemanha. Mas também o indiscutível triunfo da melhor seleção do planeta na atualidade. Humilhado por 7x1 pelos alemães, nas semifinais da Copa, o escrete canarinho bem que poderia mirar-se no exemplo germânico para resgatar o futebol que um dia já foi o mais bonito, temido e respeitado do mundo. A presidente Dilma, que, sob vaias, entregou a taça ao capitão Philipp Lahn, no Maracanã, já havia aberto a discussão sobre a necessidade dessa reforma. Mas, por enquanto, esbarra em críticas da oposição, que a acusa de oportunismo político, e até de aliados. 

Folha de S. Paulo
"Alemanha é tetra no Maracanã"

Seleção alemã vence Argentina por 1 …

Dominique

Imagem

Opinião

O Brasil mostrou a sua cara

O Globo
Hoje chega ao fim uma jornada de sete anos, iniciada quando o Brasil venceu a disputa para sediar a Copa de 2014. Foi uma viagem cheia de percalços, com altos e baixos, e um desfecho muito ruim para o futebol brasileiro. A seleção não chegou ao hexa, e assim não pôde exorcizar 1950 no mesmo Maracanã da derrota histórica de há 64 anos.

E os sete gols sofridos na semifinal com a Alemanha ficarão como dolorosa marca nos cem anos de seleção brasileira. O estádio, renovado, coloca, porém, no currículo a honra de passar a ser o segundo do mundo, ao lado do mexicano Asteca, a servir de palco por duas vezes a uma final de Copa.

Adicione-se, ainda, a qualquer balanço de saldos do evento a enorme exposição que teve o Brasil nos meios de comunicação globais, ajuda incalculável na atração de viajantes. Vai caber à indústria do turismo cativá-los.

No muito que se disse sobre a catastrófica derrota da seleção no Mineirão, identificaram-se entre as raízes da humilhação…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 13 / 07 / 2014

Correio Braziliense
"Triste final"

O torcedor brasiliense bem que tentou. Cantou o Hino Nacional a plenos pulmões, gritou “pentacampeão” com orgulho, procurou incentivar o time. Mas bastaram 17 minutos para a realidade aparecer em campo e mostrar na equipe apática, abatida, nula. E foi assim, entre frustração e melancolia, que os 68 mil torcedores presentes no Mané Garrincha assistiram à despedida da Seleção do Mundial de 2014. Depois da tragédia contra a Alemanha, o time de Felipão sucumbirá incompetência ao ser goleado por 3x0, desta vez pela Holanda, e encerrou a Copa em quarto lugar. Contundido e vestindo a amarelinha, Neymar tentava animar os companheiros, em vão. O treinador brasileiro deixou o cargo à disposição da CBF depois de "elogiar” o trabalho feito por sua equipe.


Folha de S. Paulo
"Classe C deixa de ser motor das vendas nos mercados"

Faixa AB já é responsável por 61% do crescimento dos gastos no varejo 

Impulsionadora dos gastos…