Postagens

Mostrando postagens de Junho 26, 2016

Física

Imagem

Opinião

A perigosa nostalgia dos idosos

Contardo Calligaris
Imagine dois projetos de lei. Um propõe que cada um adquira seu jazigo em dez anos sem juros (ou seja, com juros financiados pelo governo). O outro propõe que cada um adquira seu primeiro carro pagando em dez anos, também sem juros (ou seja, com juros financiados pelo governo).

São tempos de vacas magras. Não há dinheiro para os dois projetos. Um referendo deve decidir qual dos dois será adotado. É possível imaginar que os jovens preferirão o projeto do carro, e os idosos, o do jazigo.

Um plebiscito sobre a reforma da Previdência daria uma oposição análoga. Os idosos pensarão em garantir seus "direitos", ou seja, a melhor aposentadoria possível, e, se isso implica que cada jovem pague a metade do que ele ganha em INSS ou que o Estado quebre em 20 anos, pois bem, dane-se.

E os jovens? Bom, fale com um jovem de 18 anos sobre a aposentadoria dele, tente interessá-lo: ele é capaz de responder que, de qualquer forma, ele não pretende…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 2 / 07 / 2016

O Globo
"Cavendish ficará preso em casa"

A Justiça do Rio permitiu que Fernando Cavendish e Carlinhos Cachoeira cumpram prisão em casa.
Folha de S.Paulo "Indústria dá sinais de retomada após 2 anos"

A produção da indústria ficou estável em maio e deu sinais de que o período de perdas mais intensas pode ter ficado para trás, mostram dados do IBGE. A crise no setor já dura ao menos dois anos; nos últimos 12 meses, 1,4 milhão de postos de trabalho foram fechados.

Foi a primeira vez desde 2012 que o setor teve três meses consecutivos sem baixa na produção.

Outros indicadores reforçam a tese. A confiança da indústria e os estoques de produtos também apontam para essa recuperação.

A produção de veículos automotores, que vinha sendo fortemente atingida pela crise, teve expansão de 4,8% em maio. Outros segmentos relevantes como perfumaria, limpeza e higiene pessoal, indústria extra-tiva e metalurgia também registraram expansão.

Apesar dos sinais positivos, algun…

Dornier - Do 28

Imagem

Coluna do Celsinho

São Paulo-Ubatuba

Celso de Almeida Jr.

Na 19ª Conferência Internacional de Sistemas Inteligentes de Transporte 
(19th International IEEE Conference on Intelligent Transportation Systems), que ocorrerá de 1 a 4 de novembro de 2016, no Rio de Janeiro, participarão os pesquisadores Roberto Tadeu de Araujo e Marcio Ney da Silva Duarte, do Instituto de Controle do Espaço Aéreo.

A solução para a ligação entre cidades não servidas por aviação regular, apresentando como exemplo a hipótese de uma linha entre São Paulo e Ubatuba, com aeronave de pequeno porte, será o tema defendido por ambos.

Na última segunda-feira, 27 de junho, foram apresentadas as considerações preliminares do trabalho na reunião "Café Voador", promovida mensalmente pelo Aeroclube de Ubatuba e o NINJA – Núcleo Infantojuvenil de Aviação.

Os voluntários do Aeroclube parabenizaram os pesquisadores pela iniciativa e apontaram sugestões técnicas para enriquecer o projeto.

Como se vê, Ubatuba conta com colaboradores em diversa…

Física

Imagem

Opinião

Uma visão tropical

Gabeira
Batalhões de intérpretes vão analisar as consequências mundiais da saída do Reino Unido da União Europeia. Aqui, nos trópicos, essa experiência traumática me conduz a inúmeros caminhos. O que é possível aprender com esse salto no escuro?

Já havia refletido sobre o tema quando li o ensaio de Tony Judt Europa, a Magnífica Ilusão (em Quando os Fatos Mudam, Editora Objetiva). Uma das ilusões que o choque do petróleo, na década de 1970, balançou foi a de um crescimento estável, de uma superação definitiva do passado. O otimismo dos primeiros anos tornou-se mais prudente.

Uma crença importante para mim, e talvez a mais necessária: a ideia da Europa uniu ambições filosóficas e poder administrativo. Para seus admiradores, a União era uma herdeira do despotismo esclarecido do século 18.

Um grande projeto racional levou um tombo. Daí a perplexidade de todos: diante de tantos argumentos a favor, ainda assim os britânicos optaram por sair.

Grande parte dos eleitores era de id…

U.V.

Imagem

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira 1 / 07 / 2016

O Globo
"Temer sanciona a lei que dificulta indicações políticas"

Dirigentes de partidos e sindicatos não poderão ocupar diretorias
Presidente veta, porém, restrição para que diretores participem de conselho de administração
O presidente interino, Michel Temer, sancionou ontem a lei que moderniza a gestão das estatais e dificulta nomeações políticas. Apesar da pressão de políticos, sindicalistas e entidades empresariais, Temer manteve os principais pontos da lei. Dirigentes de partidos e sindicatos terão de deixar o cargo e cumprir quarentena de três anos antes de ocupar diretorias de estatais. O mesmo vale para quem atuar em campanhas eleitorais.
Folha de S.Paulo "PF aponta desvio de R$ 370 mi em obras viárias e do Pan-07"

A empreiteira Delta e seu dono, Fernando Cavendish, foram alvos de operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal envolvendo os empresários Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e Adir Assad.
Segundo investig…

Física

Imagem

Opinião

Canário do reino

Alexandre Schwartsman
Olhando do Brasil, o resultado do plebiscito que pede a saída do Reino Unido da UE (União Europeia) parece algo remoto. A libra esterlina, no momento em que escrevo, perdeu 13% do seu valor em relação ao dólar desde o Brexit; já o real se desvalorizou em torno de 1,5%. Mesmo que pudéssemos atribuir todo o movimento da moeda ao evento traumático da semana passada, a conclusão inescapável é que o mercado financeiro local não deu maior importância ao acontecimento.

De fato, da perspectiva brasileira, os impactos parecem mesmo limitados. Pelo lado real da economia, o Reino Unido foi o destino de US$ 2,7 bilhões das exportações nacionais nos 12 meses terminados em maio, 1,4% do total exportado no período, pouco mais do que vendemos, por exemplo, para o Uruguai.

Por outro lado, embora ao menos em tese a "fuga para a qualidade" que se seguiu ao Brexit pudesse levar a um aumento da percepção de risco, na prática esse efeito foi bastante limitado. M…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 30 / 06 / 2016

O Globo
"Apesar da crise, Judiciário e Bolsa Família terão aumento"

Temer reajusta benefício acima do prometido por Dilma
Aliados do presidente interino criticaram as medidas por contrariar discurso de austeridade fiscal; aumento dos servidores terá custo de R$ 26 bilhões até 2019
Em meio à grave crise fiscal, o presidente interino, Michel Temer, concedeu reajuste médio de 12,5% para os benefícios do Bolsa Família, o que representará gasto extra anual de cerca de R$ 3 bilhões. À noite, com aval do Planalto, o Senado aprovou aumento de 41,5% para servidores do Judiciário e do Ministério Público da União, com impacto previsto de R$ 2 bilhões neste ano e de R$ 26 bilhões até 2019. Aliados de Temer, entre eles PSDB e DEM, criticaram as medidas, que têm forte apelo popular, mas contrariam o discurso de austeridade fiscal.
Folha de S.Paulo "STF considera prisão ilegal e solta ex-ministro do PT"

Detenção preventiva pode representar punição antecipada, …