Postagens

Mostrando postagens de Agosto 19, 2012

Pitacos do Zé Ronaldo

Imagem
Para ensinar

José Ronaldo dos Santos
Desde 1494, o território que mais tarde recebeu o nome de Brasil, já pertencia, de acordo com o Tratado de Tordesilhas, ao rei português. Pedro Álvares Cabral, em 1500, somente veio tomar posse.

Naquele tempo somente os indígenas moravam aqui. Eles tinham um modo de vida muito especial, bem em conformidade com a natureza que estava ao seu redor.


Esta é uma amostra de um projeto iniciado com jovens talentos da Região Oeste, do bairro do Ipiranguinha, em Ubatuba.

Há oito anos, no início do governo municipal que aí está, encaminhei ao sistema municipal de educação escolar uma pretensão de obra pedagógica, cujo objetivo era dar a conhecer,  em seus princípios básicos, a história de UBATUBA.

Ainda bem que era uma cópia das primeiras páginas! Até hoje não recebi os meus papéis, quem dirá alguma resposta!

Os desenhos são dos irmãos EUDES e MARTA. É de se lamentar que os talentos em nossa realidade sejam tão desprezados! Que os dois, assim como tantos outros …
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A carga dos tribunais superiores

O Estado de S.Paulo
Ao comentar em entrevista ao jornal Valor os problemas que terá de enfrentar na chefia do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o novo presidente da Corte, ministro Felix Fischer, citou entre eles as causas insignificantes que chegam aos tribunais superiores. Atualmente, há 262 mil processos aguardando julgamento no Superior Tribunal de Justiça. Por mês, são protocolados 27 mil novos recursos, dos quais vários envolvem conflitos de vizinhança.

Um dos casos insignificantes mencionado pelo ministro é um processo sobre a morte de um papagaio causada por um rottweiler. O caso chegou ao STJ porque uma das partes é procurador da República e invocou o direito a foro privilegiado. "É algo que não poderia chegar a um tribunal superior, mas chega", afirma Fischer, atribuindo o problema às brechas da legislação processual.

Por ironia, no mesmo dia em que o novo presidente do STJ citou esse caso, a 2.ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 25 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"Governo cria estatal para segurar obras, a Segurobras"

Aprovada sem alarde, empresa competirá no mercado privado

Sem alarde, o governo Dilma conseguiu aprovar a criação de uma empresa estatal de seguros: a Segurobras. Com as atenções voltadas para o julgamento do mensalão, a medida provisória foi aprovada no dia 7 pelo Congresso e deve ser sancionada na próxima semana.

O Estado de São Paulo "Opinião pública não pauta juiz, diz Lewandowski"

Ministro revisor do processo do mensalão afirma que esperava críticas por ter absolvido João Paulo Cunha

O ministro revisor do processo do mensalão no STF, Ricardo Lewandowski, disse ontem que já esperava críticas por seu voto pela absolvição do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) e afirmou não pautar suas decisões pela opinião pública. “Isso faz parte do nosso trabalho. Mas tenho certeza de que o Brasil quer um Judiciário independente” disse. Ele procurou reduzir a importância da divergên…

Ao vencedor as bananas

Imagem
Dificilmente perco essa mão!

Coluna do Celsinho

14º Café Voador

Celso de Almeida Jr.
Na próxima segunda feira, 27 de agosto, participarei do 14º Café Voador.

Para quem não sabe, o Café Voador é uma iniciativa de ubatubenses entusiastas da aviação que se reunem para debater o tema.

Funciona assim:

Toda última segunda-feira do mês, às 19h, na Sala Gastão Madeira, no Colégio Dominique, saboreamos comes & bebes, batemos papo, contamos "causos" da aviação e planejamos ações.

Na pauta - sempre - os avanços do Núcleo Infantojuvenil de Aviação - NINJA (www.ninja-brasil.blogspot.com) que tem levado gratuitamente a cultura aeronáutica para crianças e jovens; atingindo estudantes das redes estadual, municipal e particular da cidade.

Pontos permanentes, também, são os passos para a reativação do Aeroclube de Ubatuba, que, vencida a etapa burocrática, iniciará cursos para a formação de Comissários de Voo e Piloto Privado.

A mobilização destes dedicados amantes da aviação já superou a marca de um ano de encontros, revelando que a ideia tem…

ASH 31 Mi e Nimbus 3

Imagem
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Caindo na real

O Estado de S.Paulo
Depois de dois meses de uma greve que colocou em pé de guerra cerca de 400 mil funcionários públicos federais e está transtornando a vida dos cidadãos em áreas vitais como a da saúde, agora são os trabalhadores rurais que desafiam o governo. Na quarta-feira, ameaçaram invadir o Palácio do Planalto para protestar contra o que consideram a baixa estima que os atuais governantes lhes dedicam. As fotos estampadas nos jornais e as imagens mostradas pela televisão, de policiais em confronto com os sem-terra, colocam em foco uma questão que certamente está tirando o sono do lulopetismo, às vésperas de eleições: aonde foi parar aquele país em que, como nunca antes na história, o governo só praticava bondades?

A abusada greve, que já fez a presidente Dilma Rousseff perder a paciência e mandar cumprir a lei, com o desconto em folha dos dias parados, e agora a manifestação de protesto em Brasília de mais de 7 mil representantes de cerca de 30 entidades ligadas ao …
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 24 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"Revisor absolve João Paulo e abre primeira divergência"

Para Lewandowski, não há prova de que o petista beneficiou Valério; nove ministros ainda votarão

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, revisor da ação do mensalão, absolveu ontem o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), abrindo a primeira divergência no julgamento. Candidato a prefeito de Osasco, o petista foi condenado pelo relator, Joaquim Barbosa, pela acusação de beneficiar a agência de publicidade de Marcos Valério com um contrato na Câmara em troca de R$ 50 mil.

O Estado de São Paulo "Ministro absolve João Paulo de todas as acusações"

Lewandowski diverge de relator e diz que petista não cometeu corrupção, lavagem de dinheiro e peculato

O ministro Ricardo Lewandowski, revisor do mensalão, absolveu ontem o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha (PT-SP) das acusações de peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. O voto contraria dec…

Eleições 2012

Imagem

Brasil

O Guia Genial dos Povos
Sidney Borges No dia 5 de março de 1953, às 9 e meia da manhã, vítima de uma sequência de derrames cerebrais, Joseph Vissarionovich Djugashvili, vulgo Stalin, bateu as botas, foi pro brejo, ou em linguagem simplificada, morreu.
A nação soviética ficou perplexa, uma pergunta pairava no ar: e agora, o que será de nós?
A perplexidade durou até fevereiro de 1956 quando foi realizado em Moscou o XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética e Nikita Sergueievitch Kruschev, Primeiro Secretário do Comitê Central, espantou o mundo ao abrir o Relatório Secreto que revelou fatos terriveis ligados à atuação do antigo "Guia Genial dos Povos".
Os crime abomináveis perpetrados por Stalin foram revelados e o herói da União Soviética acabou relegado ao esquecimento ostentando o codinome de "Dragão da Maldade".
No Brasil temos um candidato a "Guia Genial dos Povos", José Dirceu, ainda que ostentando aquele inconfundível sotaque de Jeca Tatu.…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Assalto ao plano de transportes

O Estado de S.Paulo
Em mais uma demonstração de muito oportunismo e nenhum senso de oportunidade, líderes da base aliada tentam transformar em árvore de Natal o plano de concessões de rodovias e ferrovias, com investimentos previstos de R$ 133 bilhões, anunciado na semana passada pelo Executivo. O primeiro avanço ocorreu numa reunião com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e com o economista Bernardo Figueiredo, presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL). A ministra chamou os parlamentares ao Palácio do Planalto para uma exposição sobre o plano e para pedir seu apoio à aprovação da Medida Provisória (MP) 576, recém-editada para a criação da EPL. Como resposta, ouviu propostas de inclusão de várias obras na lista de investimentos. Se o governo fraquejar, o texto da MP será sobrecarregado, no Congresso, com uma porção de emendas de interesse eleitoral de senadores e deputados.

"Apresentar os pleitos é um direito dos líder…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 23 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"Ministro revisor confirma desvio de verba e condena 4"

Voto de Lewandowski reafirma tese central da acusação e atribui culpa a ex-diretor do BB e Valério

Responsável pela revisão do voto do relator do mensalão no Supremo, o ministro Ricardo Lewandowski confirmou a acusação de que o esquema de corrupção foi abastecido por dinheiro desviado de um fundo. Lewandowski corroborou um dos pontos centrais do mensalão e votou pela condenação de Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro.

O Estado de São Paulo "Revisor também aponta desvio de verba pública no mensalão"

Lewandowski seguiu relator e votou pela condenação de Marcos Valério e seus sócios e de ex-diretor do BB

A tese de que dinheiro público alimentou o mensalão teve o segundo voto no STF. Revisor do processo, Ricardo Lewandowski seguiu o relator, Joaquim Barbosa, e julgou que recursos do Banco do Brasil foram rep…

Poemas do Domingos

Imagem
Peixe-poesia

Zé Ronaldo
Discretamente o mano Domingos, depois de MUNDÉU, publica o PEIXE-PALAVRA. São mais poesias caiçaras para o nosso deleite.

Escolhi "Ovos de indez" no desejo de que muitos leitores sejam motivados a registrarem suas experiências e emoções. A inspiração está aí para despertar mais inspiração. Se ela faltar... tenha o seu ovo de indez!

Eu acredito que as palavras são capazes de rememorar muitas coisas ainda importantes ao nosso viver e à nossa identidade.

Ovos de indez

Seguindo o exemplo
de Vovó Eugênia que
com suas galinhas
não admitia talvez,
quando percebo
que meus versos estão aíbos,
por minha vez,
leio e releio
Mário Quintana
e Manuel Bandeira
que são meus ovos de indez.

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A qualidade de um voto

O Estado de S.Paulo
Se o termo fatiamento e os seus sinônimos permanecem em cena ao se falar do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) - embora a questão do seu formato tenha sido tecnicamente encerrada no âmbito da Corte -, talvez se possa tomar de empréstimo a polêmica palavra para separar também o modo de proceder adotado pelo relator da ação penal, ministro Joaquim Barbosa, da substância dos votos que proferiu na semana passada e, principalmente, na segunda-feira. Como se sabe, ele e o revisor Ricardo Lewandowski participaram de um confronto áspero e constrangedor quando o primeiro decidiu segmentar o seu parecer. Em vez de se pronunciar em um fluxo único sobre a peça do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que pedira a condenação de 36 dos 38 réus do "maior escândalo de corrupção do Brasil", Barbosa resolveu desmembrar a análise e as suas conclusões item a item, conforme a denúncia - o que, para o ministro Lewandowski, fe…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 22 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"Nenhum réu será preso neste ano, diz Thomaz Bastos"

Ministro relator do processo afirma que saída de colega pode gerar impasse, criando a possibilidade de empate

O ex-ministro da Justiça e advogado Márcio Thomaz Bastos afirmou, em entrevista à Folha e ao UOL, que o julgamento do mensalão só será concluído de fato, no ano que vem. Antes disso, nenhum dos réus do caso deverá ser preso, mesmo se condenado agora. Mais experiente entre os defensores, Thomaz Bastos calcula que no ritmo atual o julgamento poderá se estender até outubro. Dessa forma, a redação de acórdão (resumo com votos e penas) e a análise de recursos podem demorar meses e atrasar ordens de prisão.

O Estado de São Paulo "Base do governo infla plano de concessão com novas obras"

Parlamentares vão incluir emendas em medida provisória destinando verba para VLT e rodovias regionais

A base aliada pretende usar a Medida Provisória 576, que cria a Empresa de Planejament…

Ubatuba em foco

Imagem
Camburi de muita gente

José Ronaldo dos Santos
Quando busquei um título, na primeira vez, quis chamar o Camburi de uma “ilha” rodeada de mata e água. Foi esta a impressão que tive na primeira ida neste paraíso de caiçaras que fica no extremo Norte do município de UBATUBA.

Aproveito desta ocasião para um convite: vá conhecer a praia, o seu povo e a sua história. Ouça a sabedoria de pessoas que resistem bravamente às investidas da especulação imobiliária representada pelos grileiros, além do descaso das autoridades e dos poderes constituídos para garantir a cidadania. Procure primeiramente os anciãos como testemunhas da história. (Eu recomendo, apesar dos problemas de saúde, o seo Genésio). São essas pessoas Que permitem reconstituir a simbiose do homem com a natureza, originando o ser caiçara.

Sinta a água gelada ao atravessar os dois rios antes de chegar às moradias dos quilombolas. Pise com cuidado nas pedras clareadas há séculos pelos pés dos negros que fugiram da escravidão. Hoje, que…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Candidatos na gôndola

O Estado de S.Paulo
Com o início do horário eleitoral gratuito, hoje, começa para valer a campanha pela Prefeitura de São Paulo. Os muito bem remunerados marqueteiros a serviço dos principais candidatos apostam nisso para consolidar ou reverter intenções de voto, porque sabem que eleição, há muito tempo, não é mais disputada em palanques nem em debates públicos. O confronto de plataformas - e a troca de agressões - se dá por meio de dispendiosas peças publicitárias, que vendem postulantes como se fossem molho de tomate. Vence quem brilha mais na gôndola. Não é por outra razão que cerca de 70% do orçamento de campanha dos candidatos à Prefeitura paulistana é destinado a essa despesa.

A propaganda eleitoral gratuita - que será veiculada de segunda a sábado, até o dia 4 de outubro, três dias antes do primeiro turno - está prevista na Lei dos Partidos Políticos (Lei n.º 9.096/1995). A obrigatoriedade de transmissão envolve as emissoras de rádio, inclusive as rádios comu…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 21 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"Relator conclui que verba pública irrigou mensalão"

Ministro pede condenação de Marcos Valério e de ex-diretor do Banco do Brasil

Ao votar pela condenação de quatro réus, o relator do mensalão, Joaquim Barbosa, corroborou a tese de que houve desvio de verba pública (peculato) para abastecer o esquema. O julgamento será retomado amanhã, com votos dos demais ministros. Barbosa considerou culpados por corrupção, peculato e lavagem de dinheiro o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, Marcos Valério e dois sócios. Pizzolato é acusado de desviar dinheiro do banco e de receber, em troca, R$ 326 mil. 

O Estado de São Paulo "Relator aponta desvio de verba pública no mensalão"

Joaquim Barbosa conclui que empréstimos bancários serviram para ‘lavar’ R$ 73 milhões desviados do BB

O relator da ação penal do mensalão, Joaquim Barbosa, afirmou na leitura de seu voto no STF que recursos públicos do Banco do Brasil foram desviados p…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O MEC não sabe o que fazer

O Estado de S.Paulo
A reação do governo ao resultado do Ideb de 2011, que mostrou a persistência do fiasco do ensino médio brasileiro, não causa surpresa. E, sendo o titular do Ministério da Educação (MEC) um político profissional, sem especialidade na área, os argumentos e propostas que apresentou para melhorar o ensino foram notáveis pelo simplismo, pela retórica e pela improvisação.

Para tentar vender a ideia de que o governo tem um plano bem definido de mudança do ensino médio, o ministro Aloizio Mercadante anunciou um projeto de reestruturação do currículo, que reagrupa as 13 disciplinas desse ciclo de ensino em quatro áreas: ciências humanas, ciências da natureza, linguagem e matemática. Com isso, em vez de receberem aulas específicas de biologia, física e química, os estudantes do ensino médio participarão de "atividades" que integrem esses conteúdos.

O ministro não esclareceu, contudo, quais serão essas atividades nem deixou claro como elas pod…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 20 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"PF ultrapassa fronteiras para combater o tráfico"

Estratégia brasileira é entrar em países vizinhos para destruir plantações

Para combater o tráfico de drogas, equipes da Polícia Federal têm ultrapassado fronteiras a fim de destruir plantações de maconha e de folha de coca em países vizinhos, como o Paraguai e o Peru, informam Fernando Mello e Márcio Neves. A estratégia decorre do fato de plantações de coca, matéria-prima da cocaína e do crack, estarem cada vez mais próximas das fronteiras com o Brasil. As ações são autorizadas, e a Polícia Federal atua sempre em parceria com governos locais.

O Estado de São Paulo "Defesa de réus do mensalão se une contra julgamento fatiado"

Em manobra inédita, advogados subscrevem petição do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos

Advogados dos réus do mensalão protocolam hoje petição conjunta contra o fatiamento do julgamento no Supremo Tribunal Federal. Numa ofensiva sem paralelo na história do…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Falta serenidade

O Estado de S.Paulo
O clima de hostilidade entre alguns ministros do Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão parece ter chegado a um ponto tal, que esses juízes não parecem mais preocupados somente em expor seus pareceres sobre o processo, e sim em fazê-lo com o intuito de contrariar algum desafeto em plenário, com transmissão ao vivo pela televisão. Não é preciso salientar o dano que isso causa à instituição que esses magistrados representam, cuja tarefa é interpretar e fazer cumprir a Constituição.

O confronto se dá no momento em que os votos dos ministros sobre o mensalão começam a ser pronunciados, ou seja, quando um dos maiores casos de corrupção da história brasileira terá enfim o seu esperado desfecho. A autoridade do Supremo, neste como em outros casos, emana justamente da demonstração de sua idoneidade inequívoca ao tomar decisões. Mas a fogueira de vaidades ali instalada abala a esperança de que se alcançará, de fato, um juízo sereno.

A atmosfera enve…
Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 19 / 08 / 2012

Folha de São Paulo
"Conselho de SP libera empréstimo de útero"

Permissão é dada desde que não haja comércio

O Cremesp (conselho de medicina paulista) tem autorizado mulheres que por razões médicas não podem engravidar a tomar “emprestado” úteros de outras mesmo que não sejam parentes. O procedimento é permitido desde que elas não recebam nada por isso, informa Cláudia Collucci. Pelo Conselho Federal de Medicina, só parentes de primeiro e segundo graus (mães, irmãs e primas) do casal podem ceder o útero. O conselho paulista já autorizou ao menos 15 pedidos. Outros 16 estão em análise. “Só negamos quando não há razão médica ou quando existe suspeita de que o casal esteja pagando”, diz o ginecologista Eduardo Motta. O Cremesp reconhece que não tem como fiscalizar se a mulher é contratada para gestar o bebê. A Folha localizou na internet anúncios de mulheres alugando seus úteros a preços que chegam a R$ 200 mil.  

O Estado de São Paulo "País precisa invest…