Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 29, 2013

Dominique

Imagem

Opinião

Aeroportos regionais

O Estado de S.Paulo
Numa bravata para impressionar investidores menos avisados, a presidente Dilma Rousseff, ao falar a uma plateia de empresários no seminário Brasil-França, Oportunidades de Investimento, realizado em Paris em dezembro de 2012, afirmou que pretendia construir 800 aeroportos regionais no País. Caindo das nuvens, a presidente não demorou a baixar o número para 270 aeroportos, que seriam construídos, reformados e modernizados, de acordo com um plano orçado em R$ 7,3 bilhões. O plano desafiava o bom senso, mas, mesmo assim, uma medida provisória (MP) foi enviada ao Congresso Nacional, convertida em lei em junho de 2013, prometendo revolucionar a aviação regional. Findo o ano, nenhum dos projetos de aviação regional saiu do papel. Todos ficaram para 2014, prometendo a Secretaria de Aviação Civil (SAC) que os primeiros editais serão publicados ainda no primeiro semestre - acredite quem quiser!

A SAC nem mesmo identificou as necessidades de investimentos d…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 04 / 01 / 2014

Estado de Minas
"Minas tem quase 16.000 mandados de prisão em aberto"

Pais que não pagaram a pensão alimentícia dos filhos correspondem a 14% dos mandados na capital

De acordo com os dados do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, referentes a setembro de 2013, são 15.887 ordens de captura não cumpridas, 2,2 mil delas em Belo Horizonte. Homicidas, assaltantes e traficantes de drogas estão entre os milhares de procurados que ameaçam a segurança pública no estado. Para o coordenador do Núcleo de Estudos Sociopolíticos da PUC Minas, Robson Sávio Reis Souza, o elevado número de foragidos pode ser explicado por um conjunto de fatores: abaixa eficiência da investigação policial,amorosidade da Justiça e a superlotação do sistema prisional. Segundo Reis Souza, essa perigosa combinação alimenta a impunidade e incentiva bandidos a continuar no crime, confiantes de que nada vai acontecer. 

O Estado de S. Paulo
"Mantega antecipa anúncio de que cumpriu meta fiscal&quo…

Arte

Imagem
Edouard Vuillard

Coluna do Celsinho

África

Celso de Almeida Jr.

Fiz amizade com um morador de Luanda, Angola.

Falou da admiração de seu povo pelo Brasil.

Ex-colônias de Portugal, temos muitas afinidades históricas e culturais.

E muitos problemas semelhantes.

Comentou a força das grandes construtoras brasileiras atuando em Angola.

Das nossas novelas, também.

Gostam muito de Martinho da Vila, Alcione, Roberta Miranda.

Uma das passagens negativas, foi uma propaganda do Pelé.

Nosso Rei do Futebol anunciou um grande condomínio por lá, dando a entender que integrava o grupo de investidores.

Passado algum tempo, e muitas vendas depois, a empresa quebrou, gerando um prejuízo milionário para centenas de famílias angolanas.

Pelé driblou o assunto, alegando que foi contratado como garoto propaganda...

Obviamente perdeu prestígio, respeito e confiança.

Curiosamente, Angola e outros países africanos estão percebendo que as dificuldades do Brasil representam oportunidades para eles.

Explico.

No quesito democracia, o Brasil é muito mais sólido que os…

Dominique

Imagem

Opinião

2014 está rolando

Fernando Gabeira* - O Estado de S.Paulo
No fim do ano recebi um envelope laminado cheio de bolinhas de isopor e um cartão de Antônio Bernardo: "2014 vai rolar". E como! - pensei.

Aproveitando os feriados, revi um livro de Octavio Paz, Os Privilégios da Vista. Ele menciona os calendários lunares e solares dos antigos povos da América Central. Alguns dias ficavam de fora. Eram os dias vazios, como os definiu Paz. Não é o caso de 2014, quando temos uma conjunção de Copa do Mundo e eleições. A Copa é realizada de quatro em quatro em quatro anos, mas agora será no Brasil.

Nas eleições de que participei traçávamos uma linha rígida: a campanha começava quando a Copa terminava. Agora essa linha se dissolveu. As eleições podem invadir o espaço da Copa e esta, certamente, invadirá o espaço das eleições.

Independente de grandes manifestações, o Brasil merecia um grande debate, pois é uma eleição que potencialmente pode definir rumos. A maioria quer mudança. Mas isso não qu…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 03 / 01 / 2014

Estado de Minas
"A copa pela metade"

Obra da Via 710 está parada e a do viaduto Santa Tereza nem sequer começou. Apenas 10 das 19 previstas ficarão prontas.

A parceria firmada entre os governos federal e estadual e a Prefeitura de Belo Horizonte previa 19 importantes intervenções na cidade para receber os turistas durante a Copa do Mundo deste ano. Apenas 10 delas ficarão prontas. A reforma do Mineirão, a ampliação do Bulevar Arrudas, a expansão da Central de Controle de Trânsito e o Centro de Comando e Controle Regional já foram concluídos. O BRT em três trechos, o corredor da Avenida Pedro II, a Via 210 e o Centro de Atendimento aos Turistas (CAT) Rota das Grutas de Lund devem ser finalizados. As demais, o que inclui a ampliação do aeroporto de Confins, ficam para depois. 

O Estado de S. Paulo
"Saldo comercial do Brasil é o mais baixo em 13 anos"

‘Exportações contábeis’ de plataformas de petróleo da Petrobrás evitaram resultado negativo nas c…

Dominique

Imagem

Opinião

2013 ruim e a culpa não foi do 13

Roberto Macedo* - O Estado de S.Paulo
O ano passado mostrará mais uma taxinha anual de crescimento do produto interno bruto (PIB). Há previsões entre 2,1% e 2,5%. Em 2011 e 2012, as taxas foram 2,7% e 1%, respectivamente. Supondo 2,3% em 2013, a média anual do triênio teria o valor medíocre de 2%.

Para quem acredita em azar, o 13 que marcou a contagem do ano passado seria o culpado. E há muitos crentes, inclusive num país desenvolvido, os EUA, onde esse número é evitado até na numeração de andares de prédios. Mas não há como culpá-lo pelas taxinhas. A política econômica do governo federal é a principal responsável.

Focarei na taxinha de 2013. No detalhe, só o agronegócio se salvou, pois cresceu 8,1% de janeiro a setembro de 2013 relativamente a igual período de 2012. E em boa medida impulsionado por decisões de um partido político que realmente ajuda o Brasil, o Comunista da China.

Começarei por parafrasear o que disse o filósofo Ortega y Gasset sobre a in…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 02 / 01 / 2014

Estado de Minas
"Sonhos perdidos nas estradas"

Esperança de casa própria e de vida nova acaba com a morte de duas famílias.

O desejo do pastor Evaldo Corrêa Durães, de 39 anos, e da mulher, Sandra dos Santos Silva, de 36, era terminar de construir a casa própria. Eles viajavam num Palio com os filhos, Matheus, de 10, e Nicolle, de 6, de Salinas, no Norte de Minas, para Gama (DF) e se envolveram num acidente na BR-040. Todos morreram. No outro veículo, um Siena, Daniela Pacheco, de 38, acompanhada da filha, Ana Luiza, de 8, e da babá, Josiane Silva, de 20, ia de Formosa (GO) para Patos de Minas, Alto Paranaíba, para trabalhar no novo emprego. As três morreram também no desastre, que ainda matou o motociclista Fernando de Moraes, de 40. Entre 20 de dezembro e ontem, 92 pessoas perderam a vida nas estradas mineiras, sete por dia. 

O Estado de S. Paulo
"SP paga por serviços mais do que a inflação"

Prefeitura quer mudar indexador de contratos, como…

Dominique

Imagem

Opinião

Dias de cão no jardim das ilusões de Dilma

José Nêumanne* - O Estado de S.Paulo
Sempre que se fala em Glauber Rocha a tendência é relembrar obras-primas do cinema nacional que dirigiu, como Deus e o Diabo na Terra do Sol, principalmente, e Terra em Transe, primoroso registro cinematográfico do subdesenvolvimento político nacional. Embora o documentário Maranhão 66 já circule há muito tempo no YouTube, poucos telespectadores o destacarão para o panteão em que figuram os dois grandes filmes citados. Afinal, trata-se de trabalho encomendado e pago e, portanto, suspeito de ser o registro hagiográfico de um político que sobreviveu ao cineasta e ainda atua com força e poder na gestão pública do seu Estado, onde seu clã reina até hoje, com raros interregnos insignificantes, e também na cena federal.

No entanto, Maranhão 66 é uma obra que só melhora com o tempo, sem ter sido necessária uma única mudança ou intervenção de seu diretor, o que seria impossível tanto tempo após sua morte precoce. Com…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 01 / 01 / 2014

Estado de Minas
"Se bem planejado, este ano vai dar"

Equilibrar renda e gastos é a receita para evitar dívidas e realizar sonhos como casa própria e viagens

Nunca gaste mais do que você ganha. A dica é básica, mas muita gente a esquece, acaba se endividando e comprometendo projetos. O EM publica a partir de hoje série de reportagens com sugestões de especialistas e histórias de pessoas que aproveitam a virada do ano para organizar as finanças e garantir, por exemplo, casa própria, carro novo e viagens ao exterior. A tentação do consumo de bens e serviços é um risco para o consumidor diante da possibilidade de aumento da taxa de juros este ano. O ideal recomendado por economistas é poupar 5% ou 10% do salário todo mês para bancar possíveis imprevistos como desemprego e doenças. E, para escapar de dívidas, é preciso negociar parcelamento, cortar cartão de crédito, cheque especial e gastos supérfluos. 

O Estado de S. Paulo
"Tribunais julgam só 50% de…

Mensagem dos homens-placa de boa vontade...

Imagem

Dominique

Imagem

Opinião

Partidos políticos e Estado

EROS ROBERTO GRAU - O Estado de S.Paulo
Em dezembro de 2012 anotei aqui mesmo, neste espaço de O Estado de S. Paulo, que qualquer insurgência contra a face do Estado que o Supremo Tribunal Federal é afrontaria a ordem e a paz sociais, prenunciaria vocação de autoritarismo, questionaria a democracia. Pretenderia golpeá-la. Por isso - escrevi - é necessário afirmarmos, em alto e bom som, o quanto de respeito e acatamento devemos ao Poder Judiciário e em especial, hoje e sempre, ao Supremo Tribunal Federal. Quem o agride investe contra as instituições democráticas, afronta a Constituição (O STF e a República, 8/12, A2).

Diz a Constituição, em seu artigo 17, ser livre a criação, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos. Desde que resguardados, contudo, a soberania nacional, o regime democrático, o pluripartidarismo, os direitos fundamentais da pessoa humana.

Observar o regime democrático, um dos traços que alinham horizontes no dinamismo dos partidos po…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 31 / 12 / 2013

Estado de Minas
"2013 Um ano explosivo"

Entre janeiro e novembro, o número de caixas eletrônicos estourados em Minas subiu 11%

É nada menos que um terminal bancário dinamitado por dia em Minas Gerais. Dados oficiais da Secretaria de Defesa Social (Seds) mostram que 336 deles foram explodidos este ano, contra 300 no ano passado. Entre as causas estão a facilidade de conseguir explosivos, já que a dinamite é desviada de pedreiras, e muitas máquinas ficam em locais sem proteção adequada. Autoridades de segurança pública se mobilizam para mudar a tipificação do crime. Hoje, ele é considerado furto qualificado, com punição mais branda. Querem que passem a ser roubo, que tem pena mais rigorosa, podendo chegar a 10 anos de prisão, além de multa. Quadrilhas especializadas atuam no estado, mas há amadores que nem conseguem levar o dinheiro. 

O Estado de S. Paulo
"Aécio diz que Dilma vê País como ‘ilha da fantasia'"

Para tucano, fala de fim de ano da…

Dominique

Imagem

Opinião

Embuste ideológico

DENIS LERRER ROSENFIELD - O Estado de S.Paulo
O grotesco assassinato político de Jang Song-thaek, tio e mentor político de Kim Jong-un, líder máximo da Coreia do Norte, não deixa de ser, digamos, "normal", dada a característica stalinista de seu regime político. Nada diferente do que a esquerda totalitária fez na extinta União Soviética, nos hoje amplamente conhecidos Processos de Moscou, que eliminaram a velha-guarda bolchevique.

Em outro célebre episódio, Trotski primeiro foi apagado de uma foto com Lenin numa comemoração revolucionária para depois ser "apagado" com uma machadada na cabeça, no México. Quem perpetrou o assassinato foi um agente de Stalin, Ramón Mercader, que acabou placidamente seus dias em Cuba, com todos os privilégios da Nomenklatura castrista. Nada distinto do que Mao fez na China. Os camaradas, amigos de ontem, viravam inimigos, tachados de contrarrevolucionários a serviço do capitalismo.

No Brasil ainda há quem admire Marighel…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 30 / 12 / 2013

Estado de Minas
"Malha fina para prefeitos"

Tribunal de Contas cria sistema on-line para vigiar compras dos municípios.

Já está em funcionamento um sistema que permite ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) comparar os preços de mercado com os pagos pelas 853 prefeituras mineiras, suas câmaras municipais e órgãos estaduais, assim que as notas fiscais de compra são emitidas. É uma espécie de malha fina sobre as licitações e contratos feitos com dinheiro público. Em caso de valores distorcidos, é feito um alerta de superfaturamento. O banco de dados das notas fiscais é fornecido pela Secretaria de Estado da Fazenda. O TCE fiscaliza receita de R$ 85 bilhões por ano. 

O Estado de S. Paulo
"Na TV, Dilma diz que ‘guerra psicológica’ inibe investimentos"

Presidente critica ‘desconfiança injustificada’ de setores e lista medidas tomadas após as manifestações

Na mensagem de fim de ano em rede de rádio e TV, a presidente Dilma Rousseff criticou setores q…

Dominique

Imagem

Opinião

A república do despudor

O Estado de S.Paulo
Hábito ancestral e nefasto que só piora com os exemplos que vêm de cima, o despudor das autoridades brasileiras no trato da coisa pública afronta diariamente uma sociedade que só não reage com a indignação cabível porque - é a triste realidade - de algum modo ela se mostra desgastada pela deterioração dos valores morais e éticos que devem presidir a convivência social civilizada. Só isso pode explicar o fato de o presidente do Senado e do Congresso Nacional, o notório Renan Calheiros, permanecer no comando de um dos Poderes da República depois de ter convocado cadeia nacional de rádio e televisão, no último dia 23, para, entre outros floreios, vangloriar-se de austeridade nos gastos públicos, poucas horas após ter reincidido na requisição irregular de um jato da FAB, desta vez para viajar de Brasília ao Recife a fim de se submeter a urgentíssimo implante capilar. Tanto com a intervenção cirúrgica a que se submeteu quanto com o teor do pronunci…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 29 / 12 / 2013

Correio Braziliense
"Como esticar o seu dinheiro em 2014"

Sempre é bom lembrar, gaste menos do que você ganha

Num ano de incertezas na economia, aprender a planejar os gastos, a controlar o orçamento e a fazer poupança é fundamental para fugir das dívidas. O Correio preparou um guia sobre controle de finanças e os investimentos mais seguros e rentáveis.

O Estado de S. Paulo
"Gasto com servidor cresce mais que receita em Estados"

Em 3 anos, 21 governos ficaram perto do teto fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal; Tocantins atingiu o limite

Nos últimos três anos, 22 dos 27 Estados ampliaram a parcela da receita comprometida com salários de servidores ativos e aposentados. Isso se traduz em menos investimentos e contas mais engessadas. Na média, a receita estadual cresceu 16% acima da inflação entre 2010 e 2013, informa Daniel Bramatti. Os gastos com pessoal em todos os Estados subiram 36% desde 2010. No governo federal, o aumento foi de 3%. O Esta…