Postagens

Mostrando postagens de Agosto 11, 2013

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Um governo preso numa teia de erros

Rolf Kuntz*
Trem-bala, conta de luz, câmbio, Copa, inflação, pré-sal, gasolina, orçamento - por onde começar? Com pouco mais de um ano de mandato pela frente, a presidente Dilma Rousseff só realizará alguma coisa se romper uma teia de trapalhadas construída por ela mesma, com a colaboração de um dos Ministérios mais incompetentes da História e com material em parte próprio e em parte deixado por seu antecessor. Algumas decisões serão especialmente complicadas. Se continuar reprimindo os preços dos combustíveis, com ajustes insuficientes, agravará a situação da Petrobrás, já complicada por erros acumulados em vários anos - incluída a obrigação de controlar pelo menos 30% dos poços de petróleo do pré-sal.

Se atualizar os preços da gasolina e do diesel, as pressões inflacionárias ficarão mais soltas. Isso será melhor que represar os índices, mas será preciso apertar e talvez ampliar a política anti-inflacionária. Outras decisões serão tecnicamente mais fá…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 17 / 08 / 2013

O Globo
"Efeito câmbio: Dólar dispara, vai a R$ 2,39 e ameaça controle da inflação"

Mantega diz que governo está preparado para agir e evitar oscilações fortes

Especialistas preveem repasse para preços se moeda ficar muito tempo nesse patamar. O Banco Central tentou, mas nem com uma injeção de mais de US$ 3 bilhões em dois dias conseguiu evitar que o dólar encostasse em R$ 2,40. Ontem, a moeda americana fechou a R$ 2,396, no maior patamar desde março de 2009, com alta de 2,44%. O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse que "o governo brasileiro vai agir no sentido de impedir uma volatilidade excessiva (da moeda)” Especialistas alertam que a alta do dólar dificulta o controle da inflação porque pressiona vários preços, inclusive os de combustíveis. Com isso, bancos e consultorias admitem que podem rever as projeções para o custo de vida este ano.


O Estado de S. Paulo
"Apesar da ação do BC, dólar tem maior cotação em 4 anos"

Moeda americana chegou…

Reunião do Sindigato...

Imagem

Coluna do Celsinho

Tolerância

Celso de Almeida Jr.

O filósofo iluminista francês Voltaire, pseudônimo de François Marie Arouet, foi um consagrado defensor das liberdades individuais.

Uma de suas obras, "Tratado sobre a Tolerância", escrita em 1763, representou um alerta contra a injustiça e continua merecendo uma profunda reflexão.

O livro nasceu baseado na dramática execução, sob tortura, do comerciante protestante Jean Calas, em Toulose, em 1762.

Calas foi injustamente acusado de assassinar o próprio filho, que queria se converter ao catolicismo.

E, acabou condenado por juízes, que se curvaram ao fanatismo popular.

Ao conhecer o caso, Voltaire escreveu sinalizando a importância do respeito aos credos e a liberdade religiosa.

Cada capítulo é um primor e nos provoca com fatos históricos, questionando se faz sentido dizer que a intolerância era praticada na Grécia antiga, em outras localidades, por diversos povos, em variadas épocas, por diferentes religiões.

Sobre isto, destaca testemunhos contra a int…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A mobilidade urbana não pode esperar mais

Washington Novaes * - O Estado de S.Paulo
Serão extremamente úteis para o País, qualquer que seja o desfecho, as conclusões do atual debate que se trava em toda parte sobre mobilidade urbana, a partir das recentes manifestações de rua, assim como da criação de faixas exclusivas para ônibus na cidade de São Paulo. A discussão adequada do problema, a adoção de políticas principalmente nas regiões metropolitanas, poderá talvez evitar ou reduzir custos imensos e hoje progressivos.

Um dos estudos recentes, do professor André Franco Montoro Filho, da USP, ex-secretário de Planejamento de São Paulo e ex-presidente do BNDES, afirma que o valor monetário de 12,5% da jornada de trabalho perdidos com uma hora nos congestionamentos de trânsito (além de uma hora, que seria "normal") chega a R$ 62,5 bilhões anuais. E cada trabalhador, assim como cada condutor de veículos particulares, pagaria por esse "pedágio invisível" R$ 20 por dia (Folh…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 16 / 08 / 2013

O Globo
"Protestos em série - Duzentos param o Rio por sete horas"

Manifestantes fecham a Avenida Rio Branco e dão nó no trânsito

Quem tentou furar o bloqueio foi hostilizado. Ato contra CPI dos Ônibus provocou discussão sobre até onde o direito de manifestação pode interferir na rotina da cidade. Um protesto de cerca de 200 pessoas, segundo cálculo da PM, interditou por quase sete horas a Avenida Rio Branco, no Centro, e deu um nó no trânsito da região e de bairros das zonas Norte e Sul. Quem tentou furar o bloqueio, iniciado às 10h, foi hostilizado por manifestantes, que, entre outras reivindicações, cobram mudança na composição da CPI da Câmara de Vereadores que investigará o sistema de ônibus da cidade. Os transtornos causados pelos protestos em série nos últimos dias levantaram a discussão sobre até onde vai o direito às manifestações e o quanto elas cerceiam outra garantia constitucional: a de ir e vir. Para especialistas, o poder público tem de…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Lixo reciclável

O Estado de S.Paulo
O governo federal anunciou investimentos de R$ 200 milhões na terceira etapa do Projeto Cataforte - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias para fortalecer a atividade dos catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis. A concessão desse serviço será assegurada a 35 cooperativas que apresentarem os melhores planos de negócios. Entre as áreas às quais os recursos serão destinados estão assessoria técnica, contabilidade, gestão, técnica de produção, desenvolvimento de tecnologia social e capacitação de recursos humanos.

A ideia do governo é fazer com que as cooperativas atinjam um grau de profissionalismo e organização que lhes permita atuar com eficiência no mercado de reciclagem, participando de licitações para prestar serviços de coleta seletiva a prefeituras de todo o País.

Até agosto de 2014, todos os lixões do País deverão estar desativados, conforme determina a Lei 12.305, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Esses de…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 15 / 08 / 2013

O Globo
"A volta do mensalão: STF rejeita primeiros recursos"

Barroso diz que não se pode politizar a corrupção

Comissão do Senado aprova projeto que prevê perda automática de mandato de parlamentar condenado por improbidade administrativa. Ao retomar o julgamento do mensalão, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou ontem os recursos apresentados por quatro dos 25 réus condenados. Novos pedidos para mudar as sentenças serão analisados hoje. Em sua primeira participação neste processo, o ministro Roberto Barroso disse que a corrupção não deve ser politizada: "Não existe corrupção do PT, do PSDB ou do PMDB. Existe corrupção." No Senado, comissão aprovou projeto de lei que pune parlamentares condenados com a perda imediata do mandato.


O Estado de S. Paulo
"Barroso diz que mensalão não foi maior escândalo da história"

Novo ministro do STF comparou caso a outros escândalos e afirmou que 'corrupção não deve ser politizada’

Em sua estr…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Ameaça à Petrobrás e ao País

O Estado de S.Paulo
O governo insiste num jogo perigoso ao conter politicamente os preços dos combustíveis para frear o índice de inflação - apenas o índice, porque em algum momento será preciso soltar os preços reprimidos ou pagar muito caro por distorções geradas por essa política. O diretor financeiro da Petrobrás, Almir Barbassa, pediu na segunda-feira um ajuste de preços para financiar os enormes investimentos da empresa e frear sua crescente dependência de recursos de terceiros. O governo examina o assunto, disse no dia seguinte o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, com duas ressalvas: não é bom elevar os preços nem há garantia de autorização do aumento pelo governo. A estatal só pode cobrar mais se a mudança for decidida por seu Conselho de Administração, presidido pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Manter a tabela desatualizada é uma forma fácil, mas custosa, de atenuar as pressões de custos sobre a produção e sobre o bolso dos consumido…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 14 / 08 / 2013

O Globo
"Fora dos trilhos: Trem-bala custará R$ 1 bi mesmo se não sair do papel"

Governo se divide sobre manter o projeto, cujos custos não param de subir

Presidente de estatal diz que apenas o projeto executivo do Trem de Alta Velocidade (TAV), que conterá detalhes da parte de engenharia, como o número de túneis, pontes e estações, está orçado em R$ 900 milhões. A insistência do governo em manter o polêmico projeto do trem-bala entre Rio, São Paulo e Campinas vai custar pelo menos R$ 1 bilhão aos cofres públicos até o ano que vem, mesmo que o Planalto desista de fato da obra, como admitiu anteontem o ministro César Borges. O cálculo considera o que já foi gasto com os estudos de viabilidade econômica e contratação de consultoria, além do valor do projeto executivo — que, segundo o presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo, tem custo de R$ 900 milhões. O leilão já foi adiado três vezes, agora por um ano. Ontem, a mi…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O duro revés de Cristina

O Estado de S.Paulo
As prévias eleitorais na Argentina - as chamadas Primárias Abertas Simultâneas e Obrigatórias (Paso) - foram criadas em 2009 (e adotadas pela primeira vez em 2011) para democratizar a formação das listas partidárias para o Congresso. Como diz o seu nome, todos os argentinos aptos a votar devem ir às urnas nos anos de eleições parlamentares a fim de escolher entre as diversas relações de candidatos que lhes forem submetidos pelas legendas ou coligações. Em outubro próximo, metade da Câmara dos Deputados (127 cadeiras) e um terço do Senado (24 lugares) serão renovados. Ocorre que praticamente todas as agremiações burlam o esquema, apresentando apenas uma lista fechada.

Em consequência, o Paso acaba tendo duas outras funções: como instrumento de ratificação das candidaturas definidas no âmbito das siglas e, principalmente, como a mais ampla pesquisa nacional de intenção de voto. Domingo, para se ter ideia, cerca de 20 milhões de eleitores, ou 70%…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 13 / 08 / 2013

O Globo
"Infraestrutura na contramão: Leilão do trem-bala é adiado de novo e pode não ocorrer"

Empresas envolvidas em denúncia de cartel estavam interessadas, mas só Alstom formalizou

Projeto do Trem de Alta Velocidade (TAV), avaliado em R$ 38 bilhões, é alvo de críticas e agora pode ser enterrado de vez. Licitação seria em 19 de setembro, e União já tinha aceitado assumir riscos para viabilizar investimento. Diante da falta de concorrência, o governo federal foi levado a adiar, pela terceira vez, o leilão do trem-bala entre Rio-São Paulo e Campinas. O projeto é alvo de críticas pelo elevado custo de R$ 38 bilhões e por suscitar dúvidas quanto à sua real necessidade. O prazo foi adiado por, no mínimo, um ano, mas o ministro César Borges admitiu que projeto pode não ir adiante. Entre os potenciais candidatos estavam a francesa Alstom e a alemã Siemens, ambas envolvidas em denúncia de cartel em metrôs estaduais, além da espanhola Renfe. Mas só a Alstom …

Arte

Imagem
Cais das Artes - Paulo Mendes da Rocha + METRO
Ricardo Canton

Nos últimos 10 anos surgiram, na esteira da inovação e dos avanços científicos, oportunidades em áreas que demandam conhecimento tecnológico na produção de imagens computadorizadas. Hoje apresentamos um artista jovem, Ricardo Canton, paulistano, arquiteto formado pelo Mackenzie em 2004. Ricardo produz imagens de arquitetura. Veja alguns de seus trabalhos realizados para renomados profissionais.

Museu do Chocolate - Metro Arquitetos
Orquidário - Parque Villa Lobos - Décio Tozzi 

Sede do Campo de Golfe - RIO - 2016 - AR-arquitetos


Nova Galeria Leme - Paulo Mendes da Rocha + METRO

Sebrae Belo Horizonte - SpadoniAA

Instituto Moreira Salles - SPBR

Instituto Moreira Salles - SPBR
Se você quiser saber mais sobre computação gráfica voltada à arquitetura e conhecer outros trabalhos de Ricardo Canton, acesse:

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Longa vida para o brasileiro

O Estado de S.Paulo
O IBGE informou que a expectativa de vida do brasileiro subiu 11 anos nas últimas três décadas. Visto isoladamente, esse dado reluz como uma boa notícia, e certamente haverá marqueteiros oficiais que tratarão de explorá-lo como tal. Mas estatísticas nunca são divorciadas do contexto em que são produzidas - e, neste caso específico, aquilo que parece ser uma grande conquista do Brasil, isto é, o aumento da longevidade de seus cidadãos, aponta para um cenário de agravamento da crise do depauperado sistema previdenciário.

De acordo com o IBGE, a expectativa de vida do brasileiro passou de 63 anos, 7 meses e 24 dias, em 1980, para 74 anos e 29 dias, em 2011. Nos últimos 11 anos, essa expectativa teve um incremento médio anual de 3 meses e 29 dias. A mortalidade caiu em todas as faixas etárias, particularmente a infantil, reduzida de 66,1 mortes por grupo de mil nascidos para 16,7 por mil nascidos - 75% em média. Há casos notáveis, como nos Est…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 12 / 08 / 2013

O Globo
"Saúde pública - Cariocas esperam até 4 meses por consulta"

Doentes madrugam em postos do Rio para conseguir marcar horário

Subsecretário diz que a demora chegava antes a nove meses e que a prefeitura trabalha para reduzir mais o tempo de atendimento. Conseguir uma consulta num posto médico no Rio não é tarefa fácil. Daniel Soranz, subsecretário municipal de Saúde, admite que a espera pode demorar quatro meses, mas ressalta que o tempo chegava a nove meses: “Ainda não é razoável, mas estamos avançando." A aposentada Marlene Silva, por exemplo, já esteve quatro vezes no Centro Municipal Renato Rocco, no Jacaré, e ainda não foi atendida por um médico. Além de ficar horas na fila, ela teve que conviver com galinhas na área de triagem.


O Estado de S. Paulo
"Dilma gasta mais do que Lula em propaganda"

A presidente desembolsou R$ 1,78 bi, em média, por ano, valor 23% maior que no governo de seu antecessor

Os gastos com propaganda do gov…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O maltratado Museu Paulista

O Estado de S.Paulo
O estado lastimável em que se encontra o Museu Paulista - ou Museu do Ipiranga, como é mais conhecido - é mais uma demonstração do pouco-caso com que o poder público trata algumas das mais importantes instituições culturais do País. A situação em que se encontra esse edifício se deteriorou tão rapidamente nos últimos meses que obrigou a direção do museu a fechá-lo às pressas, no sábado passado, para evitar que visitantes e funcionários fossem vítimas de acidentes. A reforma das instalações, já prevista, vai ser antecipada.

Os dizeres de um grande cartaz colocado numa tela de proteção à frente da sua entrada principal resumem as consequências de anos de abandono: "Não ultrapasse a faixa - risco de queda de revestimentos". O perigo era tão grande que não foi possível nem mesmo esperar a segunda-feira para o fechamento. Comunicado da diretoria, divulgado domingo, explicou que essa decisão repentina se deveu ao fato de vistoria técnic…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 11 / 08 / 2013

O Globo
"Farra ilegal: Senadores usam verba oficial até para abastecer jatinhos"

Despesas são feitas fora do estado de origem, contrariando ato da Casa

Dinheiro é usado também para hospedagem em hotéis de luxo nos finais de semana. Contrariando um ato de junho de 2011, senadores têm usado a verba indenizatória para abastecer de combustível seus jatinhos particulares em viagens fora de seus estados de origem, revela Chico de Gois. É o caso de Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Acir Gurgacz (PDT-RO) e Jayme Campos (DEM-MT). O levantamento feito pelo GLOBO em prestações de contas identificou também notas fiscais de hotéis de luxo durante fins de semana: Ciro Nogueira (PP-PI), por exemplo, se hospedou no Copacabana Palace. Os parlamentares negam irregularidade e dizem que as viagens foram feitas em atividades do mandato.


O Estado de S. Paulo
"Brasil espionou vizinhos na ditadura, revela arquivo"

Documentos inéditos mostram que o Itamaraty participou de…