Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 1, 2009

Chagall

Imagem

Ciência

Formigas 'conversam' no formigueiro, diz estudo

Pesquisa afirma que larvas conseguem bom tratamento ao imitar som de rainha.

Da BBC
Uma pesquisa das universidades de Oxford (Grã-Bretanha) e de Turim (Itália) mostrou que formigas costumam conversar entre elas, em seus formigueiros.
Segundo os pesquisadores, as rainhas emitem sons característicos dentro do formigueiro que produzem reações das operárias, o que reforça o status social da rainha, de acordo com o artigo publicado na revista "Science".
De acordo com um dos pesquisadores, Jeremy Thomas, da Universidade de Oxford, o progresso da tecnologia permitiu a gravação dos sons das formigas nos formigueiros e a execução destas gravações sem que as formigas ficassem assustadas.
Ao colocar miniaturas de alto-falantes no formigueiro, especialmente fabricados para a pesquisa, e reproduzir os sons feitos por uma rainha, os pesquisadores conseguiram fazer com que as formigas ficassem em estado de atenção.
"Quando tocamos os so…
Imagem

Doce poder

No se va!

Diogo Mainardi (Clique aqui e leia na fonte)
Hugo Chávez, na última segunda-feira, comemorou dez anos no poder. Eu, no mesmo dia, comemorei dez anos de coluna em VEJA. Botei minha camisa vermelha, abotoada nos punhos, e entoei a rumba adesista do Grupo Madera, dedicada ao caudilho venezuelano.

No original:
¡Uuu, aaa, Chávez no se va!

Adaptei-a:
¡Uuu, aaa, Diego no se va!

E emendei, inserindo "editorialista" no lugar de "presidente":

Es un editorialista bueno
por eso se quedará
El pueblo está contentol
leno de felicidad.

A rumba bolivariana defende animadamente que Hugo Chávez possa se eternizar no poder. A matéria será votada no referendo do próximo dia 15. Eu toco minha conga para me eternizar num canto de página de VEJA. E para que ninguém, em momento algum, possa me arrancar daqui.

Para celebrar seus dez anos no poder, Hugo Chávez decidiu decretar um feriado nacional. Os comerciantes foram coagidos a fechar suas lojas. É o que acontece nos morros cariocas, quando …
Imagem

Deu na Folha

Estrangeiro passa 9 meses como "mineiro" em prisão

Do Blog do Noblat (Clique aqui e leia o original)
A Polícia Civil de São Paulo prendeu um criminoso em maio de 2008 e apenas nove meses depois descobriu que ele é, na realidade, um megatraficante internacional foragido da Justiça da Espanha -acusado de comercializar mais de seis toneladas de cocaína e suspeito de envolvimento com o cartel colombiano de Cali.

Carlos Ruiz Santamaría, 41, -conhecido como "El Negro"- foi preso por policiais do Denarc (Departamento de Narcóticos) no ano passado. Ele se apresentava como um comerciante mineiro chamado Manoel Oliveira Ortiz e usava um documento de identidade brasileiro, como sendo natural da cidade de Borda da Mata.

"Não sabemos como ele se passou por mineiro falando apenas castelhano", disse o delegado Adalberto Barbosa, do Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado), que descobriu a fraude. Na época, Santamaría foi preso com 60 comprimidos de ecst…
Imagem

Opinião

O novo nacionalismo econômico

Editorial do Estadão
Nenhum país sairá vitorioso de uma guerra global de comércio, mas o nacionalismo econômico avança dia a dia, alimentado pela crise nos principais mercados, pela ameaça do desemprego e pela truculência política. Nos anos 30, o protecionismo e as práticas desleais de comércio ajudaram a transformar uma recessão em depressão. Essa experiência tem sido evocada por vozes sensatas e respeitáveis, e o ressurgimento desse nacionalismo, como um espectro assustador, é o tema principal da revista britânica The Economist nesta semana. Mais uma vez, segundo a revista, os Estados Unidos podem contribuir para evitar o desastre, mas isso dependerá da visão política e da capacidade de ação do presidente Barack Obama.

A ameaça protecionista mais visível, neste momento, é a cláusula buy american acrescentada ao pacote de estímulo fiscal enviado pelo Executivo ao Congresso dos Estados Unidos. Segundo a primeira versão dessa cláusula, uma empresa envolvida …
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 07 / 02 / 2009

Folha de São Paulo
"Desemprego nos EUA cresce e bate recorde de 34 anos"

País registrou 598 mil demissões no mês passado; Congresso pode votar pacote neste fim de semana

A economia norte-americana perdeu mais 598 mil empregos em janeiro, elevando a taxa de desemprego para 7,6%, a maior em 16 anos. Em número absolutos, o total de desempregados no mês foi o pior desde dezembro de 1074 (603 mil. Com o aumento verificado no mês passado, os EUA passaram a ter 11,6 milhões de pessoas em trabalho. Uma revisão nos números de 2008, feita pelo Departamento do Comércio, também adicionou 400 mil demissões ás contas iniciais. Com isso, o ano passado terminou com o pior da história para o mercado de trabalho no país, com 2,97 milhões de pessoas demitidas. Segundo estudos, cerca de 80% dos demitidos mais recentemente são homens. O presidente Barack Obama elevou o tom contra os congressistas. “È indesculpável e irresponsável ficarmos presos a distrações e atrasos enquanto…
Imagem

Ziquizira

Sexta-feira 6

Sidney Borges
Primeiro foi o telefone. Emudeceu. Pedi socorro à Telefônica. Estou esperando providências, pela presteza com que responderam ao apelo devem ter enviado a diligência de três parelhas. Qualquer dia chega.
Depois foi o computador número 1. Maquinão. Parou de funcionar. Felizmente sou precavido, tenho o número 2. Também parou de funcionar.
Sexta-feira 6, imagino o que me aguarda. Na semana que vem será sexta-feira 13. O que mais vai parar de funcionar? Tremo de medo só de pensar.
Nem preciso mencionar que o atraso de hoje deveu-se aos percalços do imprevisivel. Estou postando em um computador de aluguel. O que é essa fumacinha...????
Imagem

Coluna da Sexta-feira

Pedaços

Celso de Almeida Jr.
Um ficou no Sesi nº 15, no cruzamento da Conceição com a Rio Grande do Sul.
Um, na Escola Estadual Capitão Deolindo.
Outros, no Discoton, no Café Concerto, na avenida Iperoig, no Bettys.
Na praia Grande também tem um, bem onde funciona o Oásis.
Lá estava a barraquinha onde, com o Pixoxó e o Alfredo, alimentava a expectativa de enriquecer...
Tem também no obelisco da praça. Nele, tocavam os dedos de criança, com a imagem do seu Filhinho ao fundo, na varanda.
E, claro, no cine Iperoig, na calçada oposta.
No jornal A Cidade deixei muitos. No Ubatuba Víbora vou deixando as sextas feiras.
Na internet? Milhares!
Nas pessoas?
Muitos...
Família, amigos, professores, alunos, funcionários, políticos, clientes, desafetos. Em todos há um pedaço.
Curiosa essa vida, né?
Vamos envelhecendo, espalhando nossos pedaços pelo caminho.
E, recolhendo pedaços também.
No final, derivados em pó na terra, microscópicos pedaços reiniciam a caminhada, por outras vertentes da vida.
É curta a jornada, q…
Imagem

Opinião

Muitos avisos, muita imprudência

Washington Novaes
Apesar da crise financeira - que também pode ser um motivo a mais -, o Brasil precisa mudar com urgência sua postura em relação às questões do clima. Embora o Fórum Econômico de Davos não tenha avançado (a Europa até recuou em sua proposta de auxílio econômico aos "subdesenvolvidos" nessa área), quase todos os participantes puseram em evidência a dramaticidade da situação. E as últimas notícias são, de fato, alarmantes.

1) A OTAN alerta que o fim do degelo no Ártico até 2013 poderá gerar graves conflitos entre EUA, Canadá, Rússia, China e outros países, em busca de domínio sobre rotas de navegação e áreas para exploração de petróleo.

2) Um painel da ONU informa que a acidificação dos oceanos (pela absorção de mais carbono) ameaça extinguir corais, moluscos e outros elos das cadeias da biodiversidade marinha.

3) Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, já estão ameaçados 35% das espécies de pássaros, 52% dos…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 06 / 02 / 2009

Folha de S. Paulo
"Receita deve tirar 100 mil declarações da malha fina"

Intenção é concentrar fiscalização em grandes contribuintes, diz o governo

A Receita Federal em São Paulo deve liberar restituições de Imposto de Renda de pessoas físicas retidas nos últimos cinco anos (presas na chamada malha fina) para tentar minimizar os efeitos da crise financeira. Estimas-se que cerca de 100 mil declarações, com saldo a restituir e a pagar, sejam liberadas nos próximos meses – no ano passado, foram 376 mil as retidas na malha fina. Os créditos totais de IR a serem liberados não estão definidos. Segundo o superintendente da Receita no Estado, Luiz Sérgio Soares, as restituições poderão ser de até R$ 3.000. A medida visa ainda contornar a escassez de pessoal na Receita, diz Soares: “Decidimos redirecionar a força de trabalho para contribuintes de maior relevância econômica”. A idéia, afirma ele, é concentrar a atenção em quem tem restituições acima de 50 mil.

O…
Imagem

Telefone

Tambor usado

Sidney Borges
No final da primeira década do século XXI eu me sinto um século atrasado. Culpa da Telefônica. Vou explicar para que ninguém imgine que eu esteja exagerando.

Amanhã será o terceiro dia sem telefone na redação do Ubatuba Víbora. Está mudo, quieto como a oposição de Ubatuba. Oposição, o que é oposição? O que pretende a oposição? São perguntas meramente ilustrativas, nesta terra ubatubense plena de democracia o mal não existe. Todos vivem contentes e sorridentes unidos pelo ideal do bem comum. Eita nóis, diria uma ex-funcionária de casa.

Pois é, enquanto eu estava em Sâo Paulo vieram funcionários não sei de onde e podaram as árvores da rua. Pode ter sido gente da prefeitura, da companhia de energia ou da Telefônica. Podaram árvores e um cabo telefônico. O meu. Não confundir com a interjeição de espanto ôrra meu! Podaram o cabo mas o "speed" continuou funcionando.

Meno male, diria Juca de Oliveira com seu tradicional sotaque do Brás, igualzinho ao meu. De…
Imagem

Dos comentários

Corrigindo... Sempre é tempo!

Cinthia Sampaio Cristo
Olá a todos...não se trata de coluna...e sim de uma correção. O texto postado ontem não é de autoria do Mário Quintana (recebi por email, salvei e usei...), me desculpem o engano e obrigada ao “quintanista” comentarista. O texto é de uma outra gaúcha (registro aqui que as informações abaixo foram garimpadas no google e não posso atestar a veracidade delas!!):

Martha Medeiros (1961) é gaúcha de Porto Alegre, onde reside desde que nasceu. Fez sua carreira profissional na área de Propaganda e Publicidade, tem trabalhado como redatora e diretora de criação em vária agências daquela cidade. Em 1993, a literatura fez com que a autora, que nessa ocasião já tinha publicado três livros, deixasse de lado essa carreira e se mudasse para Santiago do Chile, onde ficou por oito meses apenas escrevendo poesia.De volta ao Brasil, começou a colaborar com crônicas para o jornal Zero Hora, de Porto Alegre, onde até hoje mantém coluna no caderno ZH Donna…
Imagem
Clique sobre a imagem e saiba mais

Rádio

O destempero verbal do Prefeito

Rui Grilo
Meu rádio não pega a Costa Azul; então tomei contato com o destempero do prefeito através de várias pessoas que ouviram e comentaram. Quando atendi o telefone uma amiga pediu para ligar na Costa Azul que o prefeito estava “descendo o sarrafo”.

É fácil ter essa atitude quando o espaço não está aberto para o outro se defender. Por que não compareceu ao debate na Câmara Municipal? Hoje, um dos grandes problemas que enfrentamos na escola é a falta de respeito e a desqualificação do professor. Como os adolescentes podem ter respeito se a classe do magistério, além dos baixos salários é desqualificada pelos próprios governantes?

O prefeito se referiu a mim como professor “aloprado” e a outro professor, ex-secretário de educação, como professor “Acerola”.

Esse tipo de comportamento é próprio de quem não tem propostas porque o que nós temos questionado é a forma de governar. E em nenhum lugar está escrito que quem perde uma eleição não pode falar mais …
Imagem

Crise

Mario Quintana revisitado

Sidney Borges
Estive meditando sobre problemas decorrentes da quebra do mercado. Os donos do poder continuam donos e de um jeito ou de outro manterão o hábito do champagne. Quem vai pagar a fatura? Quem? Você tem dúvida? Acompanhe a poesia de Mário Quintana:

Poeminha do contra

Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!

Nestes tempos de crise perde quem vende a força de trabalho, mercadoria de pouco valor para os donos dos meios de produção. Depois do sociologês, resta rever a obra do mestre:

Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passaralho!
Imagem

A ponderar...

Educação

Por Dan Millan(”O Manual do Guerreiro Pacífico”)
Uma mãe levou o filho ao Mahatma Gandhi e implorou:

- Por favor, Mahatma, peça ao meu filho para não comer açúcar.

Gandhi, depois de uma pausa:

- Traga o seu filho daqui a duas semanas.

Duas semanas depois, ela voltou com o filho. Gandhi olhou bem fundo nos olhos do garoto e disse:

- Não coma açúcar.

Agradecida - mas perplexa - a mulher perguntou:

- Por que me pediu duas semanas? Podia ter dito a mesma coisa antes!

E Gandhi respondeu:

- Há duas semanas eu estava comendo açúcar”. (Do Blog do Paulo Coelho)
Imagem

Vida inteligente

Marketing direto

Sidney Borges
Toca o celular. Atendo. Perguntam se eu sou eu mesmo. Uma moça pergunta. Digo que sim, embora em certas situações isso me cause dúvidas.

A MOÇA
Tenho uma proposta.

EU
Que não seja indecorosa.

A MOÇA
Não é nada de decoração. Vamos estar fazendo uma promoção e o senhor foi incluído.

EU
Ainda bem.

A MOÇA
É sobre o BBB. O senhor não quer assinar? Tem um baita desconto.

EU
Não, na verdade nem sei o que é BBB. É um programa de televisão, não é mesmo?

A MOÇA (Voz de horror)
O senhor nunca assistiu o BBB?

EU
Não, nunca. E desconfio que não esteja me fazendo falta.

A MOÇA
Então tá, tem gente como o senhor que só atrapalha o nosso trabalho. Imagine só, nunca assistiu o BBB.

EU
Muito bem senhorita, fui convencido, em sua homenagem vou estar assistindo.

A MOÇA
É por isso que o Brasil não vai pra frente. Falta cultura.

EU
É. Falta cultura. (Som de telefone sendo desligado)
Imagem

Televisão

CSI

Sidney Borges
Na segunda-feira passada começou a nova série do CSI, seriado que assisto há pelo menos 6 anos. Muita coisa mudou, já no primeiro episódio morreu Warrick, o perito negro, segundo em carisma, perdendo apenas para o chefe Grisson.

A estrutura das séries, nas quais incluo House, é parecida, uma espécie de quebra-cabeças. A linguagem científica nos dá a sensação de que tudo é posssível, não há crime que não seja punido nem doença que resista ao temperamento esquisito do competente House, médico politicamente incorreto, vingador daqueles que dizem sim pela manhã e sim senhor à tarde. Viver é complicado antes de ser perigoso.

As mudanças no CSI devem ter passado pelos roteiristas, tendo os novatos pisado na bola na estréia. Quebras-cabeças, pedem dificuldade. Você mata a charada, descobre o criminoso e vai dormir satisfeito. Sou um gênio, ajudei a prender a quadrilha, mamãe nunca se enganou.

No primeiro capítulo da nova fase não houve trama a ser desvendada. Até meu cachorro Br…
Imagem

Ubatuba em foco

Profecias

Corsino Aliste Mezquita
Publicada a Lei Municipal, n° 2.995, de 15 de outubro de 2007, ESTATUTO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE UBATUBA, como funcionário aposentado e atingido por alguns de seus dispositivos (felizmente poucos), tive a curiosidade de analisá-la. Após essa análise publiquei, na imprensa virtual, artigo sob o título: “DESCASO”, em 14-12-07. Fizemos observações sobre seu conteúdo e os trâmites de aprovação. Já, na esfera da conversa com funcionários e colegas, fiz algumas profecias:
Uma geral: “O próximo prefeito, caso seja pessoa compromissada com o funcionalismo e preocupada com o futuro do município, terá que fazer uma reforma profunda dessa lei”.
Outra individualizada: “Sendo o mesmo revogará, os artigos da LICENÇA PRÊMIO, logo após a reeleição”. Não deu outra! A sinistra profecia precipitou-se sobra a Câmara, já em 2008, com o Projeto de Lei, n° 113/08. A legislatura anterior, com vereadores já cansados de assumir encrencas, adiou o projeto e negou-se …
Imagem

Pensata

Arquitetura e a cidade

Sidney Borges
Bom dia caros leitores. A coisa aqui está pegando. Depois de dois dias em Sampa é possível medir o tamanho da distância que nos separa do mundo real. Começarei pela Telefônica. Quando a tentaculosa multinacional assumiu a lucrativa empresa tupiniquim ficou determinado que haveria investimentos em infraestrutura. Devem ter acontecido.

Na rede de Ubatuba, infelizmente, não aconteceu. A conexão banda larga que chega ao meu bairro é "movida à lenha", em certos momentos nem isso. Mas não é só a Telefônica que está em falta, a energia elétrica funciona como pisca-pisca de carro de português. Funciona, não funciona, funciona, não funciona. Todos os meses acontecem explosões que deixam meu cão Brasil alerta, ele tem medo de uma invasão argentina. Não são los hermanos, mas transformadores que explodem e a energia vai pro brejo. Depois de um tempo volta oscilando e queimando lâmpadas, transformadores, computadores e o que mais estiver ligado.

A conex…
Imagem

Opinião

Ilusionismo com o PAC

Editorial do Estadão
O governo federal anunciou mais R$ 142,1 bilhões para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para aplicação até 2010, como se os investimentos em infraestrutura e energia fossem um sucesso e consumissem dinheiro sem parar. Pura propaganda. Sem a Petrobrás, o PAC seria um fracasso ainda mais evidente, mas a Petrobrás, sem o PAC, continuaria sendo uma empresa gigante, com uma enorme agenda de investimentos. No entanto, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, refere-se a esse programa como "a mola mestra" da economia brasileira. Mais uma vez ele está errado. O País avançou nos últimos anos graças ao desempenho de quem menos dependia do governo como planejador e executor de uma agenda de crescimento - e isto inclui a Petrobrás e o setor privado.

Segundo relatório divulgado ontem pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, 270 ações do PAC foram concluídas em 2007 e 2008, com aplicação de R$ 48,3 bilhões. Desse total, R$ 38,8 …
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 05 / 02 / 2009

Folha de S. Paulo
"Crise trava ganho real em negociações trabalhistas"

Sindicatos passam a receber propostas de reajuste inferiores á inflação

Projeções de especialistas mostram que a crise deve encerrar o ciclo de ganhos reais (superiores á inflação) crescentes obtidos desde 2004 pelos trabalhadores, informa Verena Fornetti. Em 2007, houve ganho real em quase 90% dos acordos. Sindicatos que negociaram reajustes após novembro, quando os efeitos da crise começaram a ser sentidos mais fortemente no Brasil, receberam propostas de aumento de 1% muito inferior á inflação pelo INPC, de 6,48% em 2008. O Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos) também prevê para este ano recuo no total de negociações que obtêm ganhos acima da inflação e aumento nas que resultam em reajustes igual ou menor. Clemente Lúcio, diretor do Dieese, afirma que a pauta dos sindicatos deve migrar da defesa de reajustes maiores para a manutenção do e…
Imagem

Coluna da Quarta-feira

Felicidade realista(Mário Quintana)

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.
E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.
É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.
Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade.
V…
Imagem
Clique sobre a imagem e saiba mais

Mino joga a toalha

A despedida

Mino Carta(Clique aqui e leia o original)
Quando escolhi o Brasil como lugar definitivo da minha vida, optei também pelo jornalismo. Existe uma indissolúvel conexão entre as duas atitudes. E explico. Até o golpe de 1964, fui jornalista com séria dedicação profissional. De alguma forma mercenário, no entanto.
Diga-se que, depois da renúncia de Jânio Quadros, em agosto de 1961, quando a pressão militar só permitiu a posse de João Goulart, sucessor constitucional, ao forçar a adoção do parlamentarismo, eu ficara de sobreaviso. Mas o golpe se deu também sobre a minha alma e motivou minhas escolhas definitivas.
Entendi que fosse meu dever praticar o jornalismo em um país submetido à ditadura imposta pela classe dominante com a inestimável ajuda dos seus gendarmes, e que se uma única, escassa linha da minha escrita sobrasse para o futuro, teria conseguido conferir um mínimo de importância à minha profissão. Faço questão de sublinhar que não agia desta maneira pelo Brasil, e sim por …
Imagem

Foice versus Martelo, ou: O sangue é vermelho...

José Dirceu mente

Do Blog do Noblat (Clique aqui e leia o original)
Recebi do Deputado Raul Jungmann (PE) a nota que segue em nome da Direção Nacional do PPS:
"José Dirceu mente quando diz que Roberto Freire mora em Recife. Ele reside em Brasília;

José Dirceu mente quando diz que Roberto Freire foi exilado político;

José Dirceu mente ou desconhece o fato de que Roberto Freire é conselheiro das empresas SPTurismo e Emurb e tem, nas reuniões desses colegiados, 100%,de frequência. Nunca faltou. Tem atuação exemplar, digna, voltada para a eficiência na prestação de serviço e combate à corrupção, desvio de dinheiro público e formação de quadrilhas dentro do serviço público.

Ter Roberto Freire em qualquer conselho de empresas estatais mistas ou privadas é uma referência ética impecável na República, hoje, como ontem, conforme atesta sua ilibada reputação, motivo de orgulho para todos os que fazem o PPS, o Congresso Nacional e a política brasileira.

Portanto, em termos morais e éticos, Freire …
Imagem

Crônica

Qual é a música?

Marcelo Mirisola*
Continuo – depois de quase um quarto de século – achando o Silvio Santos melhor que os Titãs. Muito melhor. Toda a contestação, todas as privadas vomitadas e a “violência” primordial do grupo não resistiram a um “Qual é a Música?” Tá tudo documentado no filme do Branco Mello, "Titãs – a vida até parece uma festa".

O filme é muito bom. Tem um roteiro inteligente e direto, sem enrolação. Até as imagens precárias e mal iluminadas dos bastidores e porões reforçam a narrativa-colagem, Branco Mello acertou em cheio. Porém, acertou no alvo errado. O problema é que eu era um adolescente nos oitenta, e aquilo foi uma merda para mim.

Explico. Digamos que as imagens captadas por Branco Mello não se prestaram apenas para reforçar meus preconceitos com relação àquela época, mas sobretudo foram úteis para reafirmar minha convicção de que a adolescência é o período mais patético da nossa existência, e de que o Silvio Santos realmente é um gênio. Ta lá no film…