Postagens

Mostrando postagens de Agosto 24, 2008
Imagem

Comunicado

Aos companheiros do Partido Verde de Ubatuba

Georg Mascarenhas
Venho tornar público, nos termos em que encaminhei minha carta à Comissão Executiva e, principalmente, dar satisfação aos companheiros do PV de Ubatuba, do meu pedido de AFASTAMENTO TEMPORÁRIO como membro da Comissão Executiva Municipal do partido, desde o dia 27 de julho pp. até o término do próximo pleito eleitoral municipal.
Nesta oportunidade, desejo manifestar que estou convicto de ter tomado a decisão correta pautado nos princípios que sempre definiram a minha posição pessoal; também princípios políticos, éticos, não meramente interesses partidários, mas, ideológicos e de clara identidade com seus propósitos. O confronto que venho travando, para constituirmos uma sociedade realmente consciente das suas responsabilidades sociais e para com o meio ambiente e o respeito por nossa cidade e pelas pessoas, não poucas vezes me têm decepcionado.
A política me cativa quando posso ver através dela a realização desses objetivos. A…
Imagem
Clique sobre a imagem e saiba mais

Palavras

Palavra do Dia: ENTREVISTA (en.tre.vis.ta)

Uma das práticas mais comuns do jornalismo atual é a exibição e a publicação de entrevistas.
A palavra “entrevista” tem sua origem na junção de “entre” com “vista”, e formou-se a partir da palavra inglesa ‘interview’.
O termo designa o diálogo conduzido por um repórter com determinada pessoa com o fim de realizar um material jornalístico sobre o entrevistado, ou sobre tema da especialidade dele. Além disso, a palavra também é usada para designar a matéria já concluída e publicada/exibida. Também entende-se como “entrevista” o encontro para avaliar profissionalmente determinada pessoa, como na frase “amanhã tenho uma entrevista para aquele emprego que eu sempre quis.”

Definição do dicionário Aulete Digital

ENTREVISTA (en.tre.vis.ta)
Substantivo feminino.
1 Jorn. Diálogo conduzido por um jornalista com o fim de realizar matéria sobre a pessoa escolhida ou assunto de sua especialidade.
2 Jorn. A matéria resultante.
3 Encontro formal para avaliar…
Imagem

Estados Unidos

O Eddie Murphy político

Diogo Mainardi
John McCain tem o cabo eleitoral perfeito: Vladimir Putin. O cálculo é simples: cada metro quadrado que a Rússia arranca da Geórgia equivale a um eleitor amedrontado a mais que John McCain arrebanha nos Estados Unidos. Se é para guerrear, é melhor ter um presidente guerreiro. Vladimir Putin fez uma campanha porta a porta, derrubando as portas dos georgianos com seus tanques e, candidamente, cabalando votos para John McCain. Algumas semanas atrás, Barack Obama reuniu mais de 200 000 pessoas em outra porta, a de Brandemburgo, em Berlim. John McCain, que imediatamente saiu em defesa dos georgianos, talvez conseguisse reunir uns 2 000 refugiados no pátio de uma fábrica de fertilizantes em Tbilisi. Foi pensando nisso que ele realizou o sonho secreto de todos os homens casados do planeta e despachou sua mulher, Cindy, para a zona de guerra. O melhor conselho que Cindy McCain teria a dar ao presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, seria renunciar às cam…
Imagem

Ubatuba em foco

Recursos humanos na Educação Municipal – 2001-2004

Corsino Aliste Mezquita
“Iniciamos 2001 com apenas 15 (quinze) escolas organizadas como unidades de despesa e possibilidade de possuir diretor. O número de alunos atendidos pela Secretaria era de 7.300 (sete mil e trezentos). Encerramos 2004 com 13.000 (treze mil) alunos atendidos, 32 (trinta e duas) escolas organizadas como unidades de despesa e com seus gestores nomeados em plena atividade.
Providências as mais diversas tiveram que ser tomadas para acompanhar o crescimento com soluções urgentes e viáveis. Entre elas podemos citar:
a) Municipalização de professores da Rede Estadual que ficavam adidos com a municipalização dos alunos. Municipalizamos 65(sessenta e cinco), ao todo, e desse número, estão trabalhando 54 (cinqüenta e quatro). Nove aposentaram e dois solicitaram a desvinculação da Secretaria.
b) Nomeação de alguns professores (11 –onze) remanescentes do concurso realizado em 1998, e nomeação, em fevereiro de 2001, de …
Imagem

Opinião

Preconceito no caminho de Obama

Editorial do Estadão
O mundo inteiro sabe que o Partido Democrata fez história ao se tornar a primeira grande agremiação política dos Estados Unidos a escolher um negro como candidato à presidência do país. Mas disso praticamente não se falou nos quatro dias da convenção nacional que referendou por aclamação o nome do senador Barack Hussein Obama. E ele nem sequer mencionou o ineditismo de sua candidatura no discurso de 45 minutos para uma platéia compacta de 80 mil pessoas em um estádio de Denver, Colorado, com que encerrou, em clima de apoteose, o espetáculo histórico da aceitação da sua candidatura. Do começo ao fim dessa convenção, os democratas usaram a tática do subentendido.
Programaram a convenção para que o seu ponto culminante coincidisse com os 45 anos da legendária manifestação pelos direitos civis na qual Martin Luther King descreveu o seu sonho de igualdade racial para 200 mil pessoas reunidas no centro de Washington. Obama, naturalmente, ev…

Manchetes do dia

Sábado, 30 / 08 / 2008

Folha de São Paulo
"Marta lidera; Ackmin pára de cair"
Após ter caído oito pontos percentuais na pesquisa Datafolha da semana passada, o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin, manteve seu percentual em novo levantamento, realizado ontem. A ex-prefeita Marta Suplicy (PT) lidera a disputa com 39%, contra 24% de Alckmin e 16% de kassab. Marta oscilou negativamente dois pontos, enquanto Kassab variou dois pontos para cima. Como a margem de erros é de três pontos, para mais ou para menos, o cenário é estável. A nova pesquisa traz dados favoráveis ao prefeito, que deve disputar com Alckmin uma vaga no segundo turno contra a petista. Entre eles, o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, cita a queda do índice de rejeição a Kassab (de 32% para 26%) e o aumento do nível de aprovação à sua administração (44%). O prefeito também subiu quatro pontos entre o eleitorado de menor renda, no qual tanto Marta quanto Alckmin registraram perdas.

O Gl…
Imagem

Mistério sempre há de pintar por aí....

Em Ubatuba o impossível acontece

Emilio Campi
A Justiça, consultada, não autorizou a Associação Comercial de Ubatuba – ACIU a promover reuniões individuais com os candidatos ao cargo de Prefeito, somente se fosse um debate com todos ao mesmo tempo. Depois de anunciado, a Justiça também não homologou um debate na ACIU.
Agora, a Justiça, não homologa debate que seria promovido pela Diocese de Caraguatatuba, a mesma que realizou debates com os candidatos a prefeito em Ilhabela e São Sebastião, sem levar em consideração que a Pastoral da Fé realizou eventos semelhantes em Ubatuba em pleitos anteriores.
Louvável a preocupação da Justiça com a democracia, não é? O que pode em outras cidades, é impossível para Ubatuba!
Viva a liberdade de expressão! Viva a “demo-cracia”! Vida longa ao “rei”!
Emilio Campi
editor@litoralvirtual.com.br

Domingo no Faustão, não perca!

Imagem
Clique sobre a imagem para ampliar

Ubatuba em foco

1 – SEDE DA SECRETARIA

Dando continuidade a “PRESTANDO CONTAS- 2001-2004” transcrevemos o que foi relatado sobre a Sede da Secretaria de Educação.

Corsino Aliste Mezquita
“Encontramos a sede da Secretaria em situação deplorável tanto no prédio, nos seus arredores, nos pátios internos, nos equipamentos e materiais e no funcionamento de alguns dos serviços a serem prestados através dele. Foi um impacto negativo. Procuramos supera-lo gradativamente resolvendo a problemática aos poucos.
Não podíamos aceitar aquela situação. Para nós a Sede da Secretaria deveria ser o coração, o pulmão, o cérebro de toda a estrutura educacional e, esse centro, precisaria ser bonito, elegante, confortável, acolhedor, humano e que, no visual, indicasse que a Educação era tratada com respeito, com carinho, com grandeza por ser o serviço mais importante a ser prestado por uma administração.
Mesmo que por razões como o prédio estar parcialmente ocupado por outras secretarias e por falta de tempo e recursos, não tenh…
Imagem

Sites de campanha

TSE adia julgamento sobre internet nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral adiou, na tarde desta quinta-feira (28/8), julgamento do Mandado de Segurança que pede a suspensão dos artigos 18 e 19 da Resolução 22.718/08. A norma fixa que a propaganda eleitoral só será permitida em página do candidato destinada exclusivamente à campanha eleitoral. A página pode ser mantida até a antevéspera da eleição, no dia 3 de outubro.
O julgamento, que estava agendado para a noite desta quinta, agora deve ocorrer na próxima sessão do TSE, marcada para terça-feira (2/9). A ação foi ajuizada pelo portal iG. Para o portal, a Resolução vai de encontro ao que acontece na Europa e nos Estados Unidos e ainda impede que a internet no Brasil seja um espaço político livre e plural.
De acordo com o iG, a Resolução, além de não permitir que os candidatos façam campanha com ferramentas como Orkut, YouTube, e-mails e mensagem de celular, proíbe a venda de espaços publicitários na internet.
O diretor-presidente do i…
Imagem

Palavras

Palavra do Dia: CONVENÇÃO (con.ven.ção)

Durante a última semana, ocorreu a convenção do Partido Democrata dos Estados Unidos, que aclamou o nome do senador pelo Estado de Illinois Barack Obama como candidato a presidente do partido nas eleições que acontecerão em novembro próximo.
O substantivo feminino 'convenção' tem sua origem no latim, 'conventio, onis'.
A palavra designa um encontro de pessoas em um mesmo local para discutir determinado tema de interesse comum, assim como também pode designar um conjunto de regras combinado por uma associação, ou a atribuição de significados e interpretações a certos sinais, situações etc., para que sejam entendidos da mesma forma por todos, igualando os comportamentos.

Definição do dicionário Aulete Digital:

CONVENÇÃO (con.ven.ção)
Substantivo feminino.
1 Encontro de pessoas reunidas para discutir assuntos de interesse comum; CONGRESSO; CONFERÊNCIA.
2 Pol. Reunião dos membros de um partido político realizada com o propósito de escol…
Imagem

Ficção nada científica

Vote certo, vote consciente! Como?

Julinho Mendes
Se eleito for vou transformar a educação, vou tirar a saúde da UTI, vou gerar mais campo de trabalho, vou priorizar o turismo, vou resgatar a cultura, blablablá, blablablá, blablablá... Que beleza! Parece até que Deus vai ser prefeito e vereador em Ubatuba. São assim os discursos dos nossos e dos outros candidatos nos horários políticos que começam a ecoar pelas rádios da cidade e na televisão. Toda eleição é a mesma ladainha, o mesmo papinho, a mesma baboseira.
O prefeito que aí está já não falou isso antes? O ex-prefeito que aí está já não falou isso antes do antes? Os novos que aí estão já não ouviram isso antes do antes do antes? Então?
O cúmulo da razão é que todos tem razão. A educação tá uma caca, a saúde doente, o trabalho faltando, o turismo falido, a cultura acabando e os blablablás enchendo o bolso dessa turma toda, e nós aqui com cara de penico assistindo e ouvindo tudo isso de novo. De novo não, de velho!
Será, meu Deus, que nã…

Charge - Néo

Imagem
Imagem

Brasil

Mais impostos em 2009

Editorial do Estadão
O brasileiro terá de pagar mais tributos no próximo ano para sustentar o governo federal. O anúncio foi feito pelo próprio governo, quinta-feira, ao enviar ao Congresso a proposta da lei orçamentária de 2009. Segundo o projeto, a receita de impostos e contribuições será 13% maior que o último valor estimado para este ano. O crescimento previsto para a economia é menor do que isso. De acordo com a previsão oficial, o Produto Interno Bruto (PIB) aumentará 10,53% em termos nominais, isto é, calculado a preços correntes. A fatia entregue ao Tesouro e à Previdência passará, portanto, de 24,83% para 25,38% do valor dos bens e serviços produzidos no País. Em outras palavras, cada brasileiro vai dedicar uma parcela maior de suas horas de trabalho ao custeio da máquina e das operações do poder central.
As despesas com pessoal e encargos aumentarão 16,5%, infladas por salários maiores e por novas contratações, e passarão de 4,63% para 4,87% do PIB. Mais d…
Imagem

Opinião

Um drama que vem embalado

Washington Novaes
A campanha eleitoral na TV e no rádio mostra, principalmente nos grandes centros urbanos, uma temática semelhante, que quase se resume às questões dos transportes, da violência, da educação e da saúde. Quase não está presente nas propostas e discussões a questão dos resíduos, do lixo. E, no entanto, é das mais graves que enfrentam as cidades, das mais populosas às menores. Convém relembrar que já em 2002 eram coletadas 230 mil toneladas diárias só de lixo domiciliar e comercial no País (1,3 quilo por pessoa/dia), sem falar em resíduos de construções (mais que o domiciliar e comercial), lixo industrial, de estabelecimentos de saúde, lixo tecnológico e - ausência absoluta - lixo rural produzido principalmente pelos excrementos de mais de 200 milhões de cabeças de gado bovino, dezenas de milhões de suínos, bilhões de aves. Pouco se sabe também de quanto lixo urbano não é coletado. Fala-se em mais de 10 mil toneladas/dia. E em mais de metade dos m…

Manchetes do dia

Sexta-feira, 29 / 08 / 2008

Folha de São Paulo
"Serra propõe banir cigarro em SP"
Na véspera do Dia Nacional de Combate ao Fumo, o governador José Serra enviou à Assembléia projeto de lei que bane o cigarro dos ambientes coletivos fechados, públicos ou privados. Se a lei passar, em todo o Estado só será permitido fumar ao ar livre ou em casa. Os deputados devem aprovar a proposta ainda neste ano. A infração à lei pode custar até R$3,2 milhões aos recintos. Não há previsão de multa a fumantes, mas se houver insistência, a lei ordena intervenção policial. A nova lei, no entanto, libera o fumo de pacientes em hospitais sob prescrição médica. Também fica liberado em charutarias, o que abre brecha para bares e restaurantes, por exemplo, classifiquem-se como tabacarias para burlar a lei. Médicos julgam a proposta positiva por, entre outros motivos, evitar danos à saúde de fumantes passivos e incentivar combate ao vício. Segundo a Associação de Bares e Restaurantes, a proibição será p…
Imagem

Crônica

O fim da teoria do leão

Luis Fernando Veríssimo
Os números finais das Olimpíadas costumam provocar o que pode ser chamado de sociologia de resultados. Surgem teses sobre as causas sociais e políticas de triunfos e fracassos e a quantidade de medalhas ganhas passa a ser um medidor de virtudes nacionais. Mas, como toda sociologia instantânea, esta tem dificuldade em lidar com o que não é óbvio. É óbvio que ganham mais medalhas os países mais bem alimentados e ricos, que podem investir mais em esportes e preparação de atletas.
Se uma Cuba ganha medalhas em desproporção ao seu poderio econômico e à sua dieta alimentar, a explicação também é óbvia. Países socialistas tradicionalmente usam o esporte como propaganda, seu investimento desproporcional é na competição ideológica. Mas outras exceções ao óbvio desafiam as teses. E muitas vezes levam a fantasias, como a teoria do leão.
Sociólogos de ocasião desenvolveram a tese de que o sucesso de atletas africanos em corridas de fundo devia-se ao fat…

Francoise Hardy - Voila - 1967

Imagem

Não me ufano!

Internet livre: portaria do TSE é censura. E é inconstitucional!

Reinaldo Azevedo
Uma coisa importante, que nos diz respeito de perto, será debatida hoje no Tribunal Superior Eleitoral: a liberdade de expressão na Internet. Faço algumas considerações prévias importantes até chegar ao mérito. Ah, sim, espero que o ministro Ayres Britto considere que nós todos também somos índios. Vamos lá.
O Brasil tem uma Lei de Imprensa estúpida, de 77 artigos, feita em 1967, durante a ditadura, e que está caduca desde a Constituição de 1988. Por quê? Porque essa lei prevê, entre outras coisas, a censura, o que é vetado pelos artigos 5º e 220 da Carta. E não é só. Ela tem um conjunto de flagrantes incompatibilidades com o texto constitucional. O deputado Miro Teixeira (PDT-RJ) levou a questão ao Supremo, e o ministro Ayres Britto (sim, o mesmo da Raposa...) fez a coisa certa: concedeu uma liminar declarando sem efeito 16 artigos integrais e partes de outros quatro. Mesmo assim, sobrou muito entulho nos …
Imagem

Podcast

Correr nu pelo gramado

Diogo Mainardi
Mauro Covacich é o melhor romancista italiano. Ou um dos melhores. Algum tempo atrás, ele largou sua mulher por outra. E resolveu escrever um livro sobre o assunto, contando todos os detalhes do episódio. Inclusive usando o nome real dos protagonistas. Ele fez como aqueles ingleses que arrancam a roupa e, perseguidos por meia dúzia de policiais, correm pelados pelo gramado durante um jogo do Manchester United, com o estádio lotado, até conseguir agarrar Cristiano Ronaldo. Despir-se publicamente foi a maneira mais dolorosa que Mauro Covacich encontrou para expiar seu pecado. Cobrir-se de vergonha. Expor-se ao escárnio coletivo.
Alguém deveria editar os livros de Mauro Covacich no Brasil. Recomendo com entusiasmo. Este último se chama Prima di Sparire, e foi publicado pela Einaudi. Aqui, no podcast, pretendo tratar apenas de uma de suas páginas, a 165, que se refere diretamente a mim. Mauro Covacich é um grande amigo meu, dos tempos em que eu morava na…
Imagem
Clique sobre a imagem e saiba mais

Política

PTB critica programa de Alckmin e racha no PSDB

Em reunião na segunda-feira, partido aliado lavou "roupa suja" e cobrou uma participação efetiva de Serra na campanha do ex-governador

Ana Paula Scinocca
A crise na campanha tucana em São Paulo já respinga no PTB, principal aliado, a quem coube a indicação do vice, Campos Machado, na chapa encabeçada por Geraldo Alckmin. Uma reunião para "lavar a roupa suja" ocorreu em São Paulo, na última segunda-feira. No encontro, que contou com a presença de alguns interlocutores de Alckmin, petebistas reclamaram da divisão no PSDB e da "falta de qualidade" do programa tucano no horário gratuito da TV.
Um dos caciques do PTB, o senador Romeu Tuma afirmou que a divisão do PSDB - que de um lado apóia Alckmin e do outro sustenta a candidatura do prefeito Gilberto Kassab (DEM) - "desidratou" o candidato tucano. "O PTB está sendo o soro. Nossa militância está agindo na esperança que o pessoal do PSDB, que desidrato…
Imagem

Palavras

Palavra do Dia: DESBLOQUEIO (des.blo.quei.o)

Na última semana, uma operadora passou a promover gratuitamente o desbloqueio de determinados aparelhos de telefone celular , mesmo que tenham sido comercializados por uma operadora concorrente. Sua ação é a continuação de uma política adotada pela empresa, contrária à venda de aparelhos bloqueados.
A palavra “desbloqueio” é um deverbal (substantivo originado de um verbo) de 'desbloquear', por sua vez junção do prefixo 'des-' (negação, desfazimento) com o termo “bloquear”, oriundo da palavra francesa ‘bloquer’.
“Desbloqueio” designa a ação ou o resultado de retirar um bloqueio, uma restrição, um impedimento.

Definições do dicionário Aulete Digital para "desbloqueio" e "desbloquear":

DESBLOQUEIO (des.blo.quei:o)
Substantivo masculino. 1 Ação ou resultado de desbloquear. [ Antôn.: bloqueio]
[Formação: Derivado de “desbloquear” Hom./Par.: desbloqueio (sm.), desbloqueio (fl. de desbloquear).]
DESBLOQUEAR (des.blo.q…

Convite

Imagem
Clique sobre a imagem para ampliar
Imagem

Ubatuba em foco

Recordar é viver

Corsino Aliste Mezquita
Estes dias de campanhas políticas acirradas e, em alguns casos, carregadas de paixões e irracionalidades, são propícios, a promessas irrealizáveis, calúnias ao passado e apropriação de realizações de terceiros como se do candidato fossem.
No intuito de evitar o esquecimento do realizado no passado, considerando a importância de que cada um possa se orgulhar do que realmente fez e a necessidade de preservar a memória histórica, para avaliar o presente e preparar e programar o futuro, publicaremos, por capítulos, o relatório elaborado pela equipe da Secretaria Municipal de Educação, da administração 2001-2004. Relatório publicado, no jornal “A CIDADE”, de 11-12-04, às páginas 10 e 11, sob o título: “EDUCAÇÃO – Prestando contas”.
À época o relatório tinha por finalidade registrar a evolução positiva da Educação Municipal e promover o registro histórico das realizações que com esforço, dedicação e bom uso do dinheiro público, tinham acontecido. Realiza…
Imagem

Opinião

A ampliação da modernização da Justiça

Editorial do Estadão
Depois do sucesso alcançado pelo "pacto republicano" firmado - após a aprovação da Emenda Constitucional (EC) nº 45 de 2004 - pelos presidentes dos Três Poderes para acelerar a reforma infraconstitucional do Judiciário, a área jurídica do governo quer repetir a dose. Envolvendo quase 20 projetos de lei, o acordo de quatro anos atrás permitiu a aprovação pelo Legislativo, em tempo recorde, de importantes reformas na legislação processual. Foram extintos recursos, encurtados prazos, fundidas etapas judiciais e acelerada a execução das sentenças, propiciando com isso mais rapidez na tramitação dos processos.
A idéia, agora, é ampliar essas mudanças, dando-se, por exemplo, aos mecanismos extrajudiciais de resolução de litígios competência para tratar das chamadas "matérias coletivas", como defesa do consumidor e disputas previdenciárias. Pendências sobre essas matérias abarrotam as instâncias inferiores das Justi…

Manchetes do dia

Quinta-feira, 28 / 08 / 2008

Folha de São Paulo
"Relator apóia índios contra arrozeiros"
Relator do caso da reserva indígena Raposa/Serra do Sol (Roraima) no Supremo Tribunal Federal, o ministro Carlos Ayres Britto votou no julgamento do STF pela total retirada de não-índios da região. Ele votou também pela manutenção da demarcação de forma contínua. Carlos Alberto Direito, que votaria a seguir pediu vista do processo, interrompendo o julgamento. Não existe prazo para que Direito apresente seu voto,mas ele deverá respeitar pedido do presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, para fazê-lo neste semestre. A demarcação da Raposa/ Serra do Sol opõe de um lado o governo federal, índios e ONGs, que querem a manutenção do decreto que definiu a reserva numa área contínua de 1,7 milhão de hectares; do outro, arrozeiros que plantam na reserva.Em seu voto, Ayres Britto se pautou pela defesa dos direitos do índios, disse que eles não podem pagar o preço de possível omissão do Estado na seg…

Ilhabela

Imagem
Enviado por Sandra Maria Colaferri (clique sobre a imagem para ampliar)

Astronomia

Duas Luas?

Olá Sidney, estava olhando o Ubatuba Víbora hoje quando me deparei com o "recadinho" Duas luas amanhã, achei estranho, pois já havia um boato como esse em 2003, em que marte estaria do tamanho da lua, algo impossível de acontecer devido à distância dos dois. Até porque se isto acontecesse alteraria a órbita terrestre e criaria ondas fantásticas. De acordo com o texto publicado no site do Terra, o que vai acontecer é que Marte irá chegar ao ponto mais próximo da Terra em quase 60 mil anos. Isso vai acontecer às 6h51, hora de Brasília, quando o planeta vermelho estará a menos de 55,76 milhões de quilômetros de distância, segundo os astrônomos. Contudo, não pense que verá Marte do tamanho da Lua. Mesmo tão perto, a olho nu o planeta vermelho não parecerá muito diferente de uma estrela de brilho intenso. De fato, ele parecerá maior e muito mais brilhante do que normalmente, mas, a grosso modo, terá o tamanho aparente de uma cratera lunar. Com um telescópio potente, o p…
Imagem

Política

A pouca margem de manobra dos municípios

Bruno Lima Rocha
É parte constitutiva da campanha eleitoral nos municípios uma série de promessas absurdas feitas por candidatos a vereadores. Sem nenhuma conotação elitista, reconheço o problema como muito sério. Para contribuir no debate, inicio aqui uma série de artigos a respeito dos limites já existentes para a gestão dos municípios. Começo pela maior das camisas de força, a Lei Complementar Federal No. 101 de 4 de maio de 2000, também conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
Entendo que existem aspectos negativos na LRF, e estes não são poucos. Mas, neste artigo, apenas ressalto seus pontos que vejo como positivos. Na gíria, a LRF amarra os municípios, para o bem e para o mal. Isto porque os obriga a gastar no máximo 60% de sua receita corrente líquida com a folha de pagamento de pessoal. Deste montante, 54% vão para o Executivo municipal e os outros 6% a ser repartido no Legislativo e com o Tribunal de Contas do Município (quand…
Imagem

Crônica

Olhos de cais

Marcelo Mirisola*
Já havia abandonado uma ilha que tinha nome de mulher, abandonei uma cabeleireira que foi meu piçirico e que morreu de Aids nos anos noventa, o gosto por lugares bregas e queijinhos derretidos, havia abandonado uma vida de miojo e casa de praia e até uma gata rajada, Ana C., que morava na churrasqueira dessa casa, eu abandonei; jamais tive vocação para ser enseada, eu tinha de ir antes de eu mesmo virar uma carcaça de cavalo abandonado numa praia deserta – ao sabor das ondas, não. De jeito nenhum. Traí a paisagem e também abandonei amigos queridos e equivocados, e a impressão era de que os havia gastado, tanto as situações como os lugares, lugares onde eu havia imaginado passar o resto dos meus dias, acabaram para mim, sumiram da mesma forma que apareceram, e quando eu usufruía deles, era sincera e displicentemente para sempre; assim, consegui trapacear dois diabos quando enganava a mim mesmo, e também levei uma escuna a pique, eu sei que afundou, juro!, …
Imagem

Palavras

Palavra do Dia: BAFÔMETRO (ba.fô.me.tro)

Recentemente, entrou em vigor a lei que proíbe conduzir veículos sob efeito de qualquer quantidade de bebidas alcoólicas. Para coibir essa prática, agora proibida, a utilização do bafômetro tornou-se o principal aliado da fiscalização.
A palavra "bafômetro" é um neologismo popular. Origina-se da palavra "bafo", que designa o ar que sai dos pulmões pela boca, hálito, geralmente associado ao mau odor, com o sufixo "metro", que remete à noção de medida.
O termo, então, passou a designar o aparelho que mede a concentração de álcool no sangue a partir do hálito.

Definição do dicionário Aulete Digital:

BAFÔMETRO (ba.fô.me.tro)

Substantivo masculino.

1 Bras. Pop. Aparelho que mede o grau de concentração de álcool no organismo por meio do ar expirado pela boca. [Formação: bafo + -metro]
Imagem

Angra 3

Eletronuclear propõe uso de cápsulas de aço

Para resolver o problema dos rejeitos atômicos gerados pelas usinas nucleares -, maior gargalo para o avanço do energético na matriz brasileira -, a estatal Eletronuclear começa a tirar do papel um projeto inédito no mundo: as cápsulas de aço

Roberta Scrivano
Para resolver o problema dos rejeitos atômicos gerados pelas usinas nucleares -, maior gargalo para o avanço do energético na matriz brasileira -, a estatal Eletronuclear começa a tirar do papel um projeto inédito no mundo: as cápsulas de aço. O material servirá para armazenar individualmente os componentes atômicos do lixo gerado pelas centrais nucleares. "O conceito é encapsular os elementos combustíveis individualmente, depois de os insumos terem ficado por 10 anos nas piscinas de resfriamento", afirma Leonam dos Santos Guimarães, assessor da presidência da Eletronuclear e que participou da reunião do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro, em que foi apresen…