Postagens

Mostrando postagens de Novembro 21, 2010

Rio, carnaval de 1954

Imagem

Coluna do Mirisola

Ódio brasileiro

“Óbvio que Serra ia perder. Foi o biótipo que o derrotou, mais do que a presidente eleita que, como todos sabem, é a cara do Lula”

Marcelo Mirisola*
O Brasil “nos” odeia na mesma proporção em que “nós” o odiamos. Igualzinho. O sentimento de revanche e discriminação com relação a “paulistas” no “resto do Brasil” não é muito diferente do sentimento que Mayara Petruso explicitou no tuiter com relação a nordestinos.

Generalização? Exagero? Talvez. Mas uma coisa eu posso dizer sem a menor chance de errar: “nós, paulistas” não temos, definitivamente, o monopólio da estupidez.

Se o sujeito for nascido na capital, branco, palmeirense e tremer o erre na ponta da língua, aí pode esquecer. Vocês decerto sabem de quem estou falando.

Óbvio que Serra ia perder. Foi o biótipo que o derrotou, mais do que a presidente eleita que, como todos sabem, é a cara do Lula. O homem-tucano é uma espécie ultrapassada e fora de contexto. O contexto ou o resumo da história localiza-se na zona sul da cida…
Imagem
Clique aqui e saiba mais Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A tomada da Vila Cruzeiro

AE - AE
O secretário de Segurança Pública do Rio Janeiro, José Mariano Beltrame, equivocou-se. Na quinta-feira, depois da ocupação da Favela Vila Cruzeiro e da fuga em massa dos traficantes que fizeram dessa área de mais de 200 mil metros quadrados, na zona norte carioca, o principal baluarte do crime na cidade, o secretário declarou: "Ainda não há nada a comemorar."

Compreende-se e até se deve louvar a sua prudência. Mas há, sim, muito a comemorar, pela competente operação com que o governo fluminense respondeu aos atos terroristas que desde o começo da semana haviam transformado o Rio numa espécie de capital tropical do Quinto Mundo, com uma profusão de arrastões, queima de veículos e tiroteios que, até ontem, já haviam matado pelo menos 35 pessoas.

Deve-se comemorar, antes de tudo, um acontecimento sem precedentes: a participação de uma das Três Forças, no caso a Marinha, no combate não propriamente ao narcotráfico, mas ao poder incontrastável exerci…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 27 / 11 / 2010

Folha de São Paulo
"Exército cerca o morro e troca tiros com tráfico"

Confronto no Rio: Tropa posicionada em um acesso do Complexo do Alemão é recebida a bala e revida

O Exército entrou no conflito com os traficantes do Rio. A tropa de 800 homens cercou o Complexo do Alemão (zona norte), grupo de favelas onde se refugiaram os fugitivos da vizinha Vila Cruzeiro. Recebida a bala, revidou, num tiroteio que durou duas horas e levou pânico a população local. A polícia estima que haja 600 traficantes na área. Segundo moradores, os bandidos circulam armados, com os rostos pintados, gritando ameaças de novos ataques. A participação das Forças Armadas no conflito foi definida pelo governador Sérgio Cabral e o ministro Nelson Jobim (Defesa), que então relatou a decisão aos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Para evitar problemas entre as corporações, o Exército se limitará a vigiar acessos, enquanto as incursões nas favelas continuarão a cargo da …

Escritório à noite...

Imagem
Edward Hopper

Deu em "O Globo"

‘Papel da imprensa é criticar o governo’ afirma sociólogo

Magnoli contesta argumentos de ministro da Secom

Do Blog do Noblat
O sociólogo Demétrio Magnoli criticou, no Seminário sobre Liberdade de Imprensa, os argumentos usados pelo governo para defender a discussão sobre regulação da mídia.

Para ele, interesses políticos do governo contaminam o que deveria ser uma discussão de Estado. Ele lembrou, por exemplo, que o próprio presidente Lula disse que a imprensa atua como partido.

- O governo tem obrigação de garantir a concorrência em setores da economia. Mas, quando se trata de informação e jornalismo, o governo é lado. O papel da imprensa é criticar o governo, este, o anterior e o próximo. Não é missão do governo assegurar a liberdade de imprensa, porque ele é parte interessada. Isso é papel do Estado. E a distinção entre governo e Estado desaparece com frases como "é função do governo promover a liberdade de imprensa", ou no discurso que diz que a imprensa é uma partido politic…

TC - Sem comentários

Imagem
Clique para ampliar

Coluna do Celsinho

Empresa-Escola
Celso de Almeida Jr.
Uma das alternativas que deveríamos priorizar para o desenvolvimento de Ubatuba é integrar atividade econômica com escolas e faculdades.

Vamos analisar um exemplo?

O Aquário de Ubatuba é indispensável para as escolas da cidade e, há vários anos, já atrai instituições de ensino de outros municípios para visitação.

Muito bem...

Assim como muitas cidades criam leis de incentivos para a industrialização, nós poderíamos criar procedimentos semelhantes para projetos que estimulem o turismo e valorizem o processo de aprendizagem.

Parcerias sólidas.

Incentivos fiscais duradouros.

Diálogo permanente.

Pensamento arejado, isento de diferenças partidárias.

Nestes muitos anos de Ubatuba, tive pouco contato com a equipe do Aquário.

Mas, mesmo à distância, percebo o gigantesco esforço e investimento que fazem.

Muitos poderão dizer: ora, é uma atividade privada e, como tal, deve acontecer por conta e risco do empreendedor.

Discordo.

Trata-se de um investimento que agrega conhecim…
Imagem
Clique aqui e saiba mais Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Promessas de seriedade

O Estado de S.Paulo - Editorial
Se as promessas tiverem algum valor, a equipe econômica do próximo governo será parcimoniosa no gasto, preocupada com a eficiência e empenhada em aumentar a poupança pública, para elevar o investimento federal e dar mais força e mais espaço à iniciativa privada. Nisto se resumem os compromissos de austeridade anunciados pelos futuros ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior, na primeira entrevista depois de confirmada sua escolha pela presidente eleita, Dilma Rousseff. Na mesma ocasião, o economista Alexandre Tombini, convidado para presidir o Banco Central (BC), defendeu o regime de metas de inflação e disse haver recebido a garantia de respeito à independência operacional da instituição. Ele ainda terá de mostrar na prática se dará continuidade ao estilo de política monetária dos últimos oito anos, mas seu currículo autoriza um crédito de confiança. Uma expectativa otimista é muito mais difícil no ca…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 26 / 11 / 2010

Folha de São Paulo
"Ofensiva com tropas e blindados provoca fuga em massa do tráfico

Rio sob ataque: Acuados, centenas de criminosos escaparam para a favela vizinha; operação prossegue hoje

Operação com 450 homens do Bope e das policias Militar e Civil do Rio, com apoio inédito de veículos blindados da Marinha, provocou a fuga de centenas de criminosos da Vila Cruzeiro, favela considerada a principal fortaleza do tráfico. Antes, de escapar para o vizinho Complexo do Alemão, os bandidos tentaram retardar a polícia fazendo barricadas e incendiando caminhões de entrega. Só ontem foram queimados 37 veículos - desde domingo são 80 - e houve 11 mortes - ao todo, são 38. O secretário da segurança do Rio, José Mariano Beltrame, evitou euforia: "Demos um passo. Nada está ganho". A operação continua hoje, com acréscimo de mais 300 policiais federais. A presidente eleita, Dilma Rousseff, telefonou ontem para o governador Sérgio Cabral para afirmar sua confi…

Arte - Edward Hopper

Imagem

Coluna da Dra. Luiza Eluf

Por uma Justiça atenta

Luiza Nagib Eluf
Nosso sistema jurisdicional estabelece a passividade dos juízes. Isso significa que os magistrados somente se manifestam quando provocados por petição da parte interessada. Tal não impede, porém, que uma vez provocada a dizer quem tem razão na solução de um conflito de interesses, a Justiça se esmere em apurar os fatos e acompanhe com atenção as determinações que ela mesma vier a fazer. A prestação jurisdicional é um direito da cidadania. Desta forma, expedir um mandado de prisão e não acompanhar de maneira atenta e sistemática o cumprimento desse mesmo mandado, ainda que isso dependa da ação da polícia, torna a Justiça inócua.

Outro exemplo: recentemente, soubemos pela imprensa que uma menina de cinco anos, disputada pelos pais separados, foi entregue ao genitor pelo prazo de 90 dias, a fim de evitar-se a alienação parental. A mãe, que ficou proibida de ver a criança pelo período mencionado, protestou e avisou que o sujeito era perigoso, mas a Ju…
Imagem
Clique aqui e saiba mais Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A escolha para o BC

O Estado de S.Paulo - Editorial
Ao convidar o economista Alexandre Tombini para presidir o Banco Central (BC), a presidente eleita, Dilma Rousseff, mandou um recado tranquilizador não só aos mercados, mas a todos os cidadãos preocupados com a estabilidade econômica e os interesses nacionais de longo prazo. Tombini é um veterano funcionário do BC e um dos formuladores do regime de metas de inflação, adotado em 1999. É diretor de Normas e Organização do Sistema Financeiro e membro do Comitê de Política Monetária (Copom), órgão responsável pela política de juros e pela estratégia de contenção dos preços. A escolha foi interpretada no mercado financeiro como um compromisso de continuidade na administração da moeda. Foi entendida, também, como reafirmação do respeito à autonomia operacional do BC.

Houve tensão no mercado antes de confirmar-se o convite a Tombini. Durante dias, o falatório sobre a escolha para o BC teve um único mote. O atual presidente, Henrique Meirelles,…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 25 / 11 / 2010

Folha de São Paulo
"Novos confrontos elevam atentados e mortes no Rio"

Sob ataque: Até a 0h de hoje, saldo dos embates do dia entre policiais e tráfico era de 19 mortos

O confronto entre policiais e traficantes no Rio de Janeiro deixou em um dia, até a 0h de hoje, saldo de 19 mortos - entre eles uma garota de 14 anos vítima de bala perdida quando trabalhava no computador, dentro de sua casa. Desde domingo, as mortes chegam a 27. Para debelar os ataques, a polícia promoveu operações em 28 favelas, mas os conflitos e a tensão se acirraram; pelo menos 25 veículos foram incendiados, entre ônibus, caminhão, uma van e carros particulares. Na Vila Cruzeiro, grupo de homens armados atirou contra a polícia para proteger comparsas. Na região da Penha, um carro blindado do Bope teve de recuar após ser parcialmente incendiado e ter pneus furados. O governador Sérgio Cabral disse que os ataques refletem "o desespero dos marginais". As operações continua…

Vão livre

Imagem

O plantão do Ubatuba Víbora informa:

Secretário de assuntos jurídicos pede demissão

Sidney Borges
O secretário de assuntos jurídicos da prefeitura de Ubatuba, Marcelo dos Santos Mourão, está demissionário. A carta com o pedido de afastamento foi entregue ontem. O prefeito Eduardo Cesar, que está viajando, deverá aceitar o pedido em face aos argumentos do secretário, que afirmou precisar de tempo para cuidar de afazeres pessoais. Voltaremos a informar a qualquer instante.

Twitter
Imagem
Clique aqui e saiba mais Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

As críticas da Iata

O Estado de S.Paulo - Editorial
Por mais fortes que sejam, as expressões utilizadas pelo diretor-geral da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), Giovanni Bisignani, para se referir à situação do sistema aeroportuário brasileiro e à falta de ações concretas do governo para melhorá-lo até a realização da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016 - "vergonha", "desastre" são algumas delas - retratam a realidade. "O Brasil é a maior economia da América Latina e a que mais cresce, mas a infraestrutura de transporte aéreo é um desastre de proporções crescentes", disse Bisignani, em encontro internacional de companhias aéreas no Panamá.

Dirigente de uma entidade formada por mais de 200 empresas aéreas, a maioria das quais opera no País, Bisignani conhece cada detalhe da situação aeroportuária brasileira. O quadro é crítico em São Paulo, observou, na reunião realizada na semana passada.

E o governo tem dificuldades para encontrar …
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 24 / 11 / 2010

Folha de São Paulo
"Dilma escolhe técnico de carreira para presidir o BC"

Alexandre Tombini, diretor do banco, substituirá Meirelles; Miriam Belchior vai para o Planejamento

A presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), divulgará hoje mais dois nomes de sua futura equipe econômica, ambos escolhidos entre os quadros do atual governo. Além de Guido Mantega, que continuará chefiando a pasta da Fazenda, serão anunciadas as escolhas de Alexandre Tombini, diretor de Normas do Banco Central, para presidir o BC e de Miriam Belchior para o Ministério do Planejamento. Funcionário de carreira do BC, Tombini e descrito por amigos como moderado -nem desenvolvimentista como Mantega nem monetarista como Henrique Meirelles, a quem sucedera. Miriam Belchior, que atualmente gerencia o PAC, é ligada ao ex-ministro e deputado cassado José Dirceu. Segundo um auxiliar de Dilma, a presidente eleita optou por uma equipe sobre a qual terá controle.

O Estado de São Paulo
"Dilm…

Anhangabaú, 1915

Imagem

Ubatuba em foco

Vereador afastado recupera cargo na Justiça

Sidney Borges
O Tribunal de Justiça de São Paulo, em sessão acontecida ontem, 22, julgou procedente o recurso do vereador Rogério Frediani, afastado pela Justiça local há pouco menos de sessenta dias em função de desdobramentos do caso da eleição do Conselho Tutelar. Dessa forma o vereador, que é presidente do PSDB local, deve retornar à cadeira para a qual foi eleito e que temporariamente esteve ocupada pelo suplente Sérgio Caribé.

Twitter

Será que chove?

Imagem

Brasil

Copa: aeroportos são o nó

Pedro Fonseca, O Globo
As obras de reforma e ampliação dos aeroportos brasileiros, que são o maior gargalo de infraestrutura a ser resolvido pelo governo para a Copa do Mundo de 2014, ainda estão longe do ritmo necessário e podem representar um embaraço para o Brasil, alertou o ministro do Esporte, Orlando Silva, nesta segunda-feira.

"Hoje tenho uma preocupação muito forte com aeroportos", disse o ministro a jornalistas durante a feira de negócios e esportes Soccerex.

"Quando pensamos em um evento desse porte e pensamos que o Brasil é quase um continente, que só se pode circular nele de avião, percebemos que é o risco principal para a Copa de 2014", acrescentou.

Leia mais

Twitter

Meus tempos de pescador

Imagem

Ramalhete de "causos"

O galo do Mané Bento

José Ronaldo dos Santos
O meu parente Mané Bento, apesar de boa pessoa, era muito preguiçoso. Mas preguiçoso mesmo! Apesar de sempre ter ouvido tal adjetivo sobre ele, eu só me convenci disso depois do episódio do galo. Foi assim: na nossa rotina de caiçaras, há quarenta anos, quando os primeiros turistas estavam se instalando pelos jundus, todas as praias mansas, que ofereciam as condições propícias, tinham os seus os seus ranchos de pesca. Era preciso um mar muito bravo para impedir que as canoas não descessem dos rolos e fossem buscar os maravilhosos pescados através de tresmalho, linhada, puçá, puxada de rede na praia etc.

Da diversidade de técnicas para garantir o peixe nosso de cada dia, de todos os recursos, eu sempre fui encantado pelo ritual da puxada de rede na praia. Um dos meus avós era dono de canoa e de rede, juntamente com o seu irmão; foi com quem eu mais convivi nesse aspecto, vivendo momentos emocionantes disso tudo. Ao menos um dia da semana a sua …

Acontece em Ubatuba

Imagem
Jantar no Terra Papagalli

Evely Reyes Prado
Solicitei este espaço ao Sidney Borges para divulgar o jantar beneficente que acontecerá no próximo dia 25 de novembro, no Restaurante Terra Papagalli.

Não sei ao certo quais serão as opções maravilhosas a serem servidas, mas sei que o valor do convite individual é de R$ 28,00 (vinte e oito reais). Em conversa com a Fulvia, da Flora Papyrus, no último domingo fui informada de que a arrecadação toda deste evento será para cobrir a manutenção dos animais recolhidos no Sitio Esperança, antigo Totó Açú, próximo à Usina Velha.

São cachorros, machos e fêmeas abandonadas nas ruas, que já estão castrados e vacinados e que se encontram aos cuidados da Alexandra, a responsável pelo local, que também é uma protetora.

As despesas são grandes, pois a área precisa de limpeza constante e os animais de medicamentos, ração e cuidados essenciais para que oportunamente possam ser adotados por pessoas interessadas.

Então, você que é simpatizante da causa animal, por …
Imagem
Clique aqui e saiba mais Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O que ela diz o PT não pensa

O Estado de S.Paulo - Editorial
Espera-se que, com o tempo, arrefeça o interesse da imprensa pelo "lado humano" da presidente eleita, Dilma Rousseff, e cresça, na mesma proporção, o interesse pela substância de seus atos e manifestações de ideias. A curiosidade em torno da sua figura é compreensível. Não só é a primeira mulher chefe de Estado nos 112 anos da República brasileira, como ainda era uma ilustre desconhecida, no sentido literal do termo, para a imensa maioria da população, antes de ser pinçada pelo presidente Lula para disputar a sucessão em seu nome.

Além disso, ela chegou ao proscênio portando uma imagem carrancuda e cercada de histórias de rispidez ou severidade, como se queira, no relacionamento com os seus interlocutores, primeiro no Ministério de Minas e Energia, depois na Casa Civil. O seu estilo cortante no trato com os jornalistas nas preliminares da campanha apenas deu motivo adicional para que a considerassem uma versão nativa …
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 23 / 11 / 2010

Folha de São Paulo
"Governo proíbe o overbooking nos voos de fim de ano"

Boa Notícia: A partir de 17 de dezembro, empresas aéreas não vão poder vender assentos acima da capacidade dos aviões

A Anac (Agencia Nacional de Aviação Civil) informou que as companhias aéreas brasileiras estão proibidas de praticar overbooking - vender mais passagens que os assentos disponíveis nos aviões - durante suas operações de Natal e Ano Novo, no período entre 17 de dezembro e 3 de janeiro. Segundo a presidente da agência, Solange Vieira, as empresas se comprometeram a suspender a prática, sob pena de multa. A Anac tenta evitar que a expansão dos voos domésticos resulte em caos: embarques e desembarques devem somar 14 milhões em dezembro, 12% a mais que em 2009. A Anac também informou que vai distribuir 120 fiscais pelos principais aeroportos do país. Para especialistas, a punição por overbooking deveria ocorrer todos os dias, e não apenas por um período do ano.

O Estado…

Para imprimir e colorir

Imagem

Coluna do Rui Grilo

Para que servem os conselhos?

Rui Grilo
Além da divisão em três poderes – executivo, legislativo e judiciário – como uma forma de evitar a concentração e abuso de poder, chegou-se a conclusão que a forma representativa, através do parlamento, ainda não era suficiente pois restringia muito a participação e também não estava a salvo de corrupção e de relações promíscuas entre os três poderes. Frequentemente temos tido casos de câmaras que não fiscalizam o executivo e de judiciário que não pune os corruptos ou que toma partido, sem a isenção necessária.

Assim, os conselhos são espaços, tanto para ampliar a participação organizada da população na elaboração de propostas de políticas públicas, como para fiscalização do funcionamento e denúncia de eventuais irregularidades, de tal forma que não exponha o indivíduo e dificulte a retaliação.

Um outro aspecto, muitas vezes esquecido, é o caráter pedagógico, pois permite ao cidadão observar o funcionamento da sociedade e seus mecanismos de particip…
Imagem
Clique aqui e saiba mais Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Vendendo gato por lebre

O Estado de S.Paulo - Editorial
Em artigo no Estado de quinta-feira, o professor Eugênio Bucci analisou com precisão a relevante questão do marco regulatório da radiodifusão no Brasil, que definiu como "uma necessidade real da democracia e do mercado brasileiros": "A radiodifusão requer um marco regulatório eficaz. O exemplo vem das democracias que nos servem de referência: só com a regulamentação e regulação é possível preservar a concorrência comercial saudável - inibindo monopólios e oligopólios - e estimular a diversidade, num modelo que, como preconiza a Constituição Federal, combine os sistemas privado, público e estatal."

Esquerdistas e oportunistas de vários matizes se apropriaram da tese de que a radiodifusão e as telecomunicações no Brasil precisam de regulamentação. E passaram a atribuir atitude oposta àqueles que consideram adversários, entre eles - na verdade, principalmente - a maior parte da Imprensa. Embora tenha pouco em comum …
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 22 / 11 / 2010

Folha de São Paulo
"Unifesp aluga imóveis por R$ 1,2 mi e não usa"

Ministério Público dá prazo para que universidade explique suposto desperdício

O Ministério Público Federal deu prazo de 20 dias para que a Unifesp (Universidade Federal de SP) explique um suposto desperdício de dinheiro público de R$ 1,2 milhão, informa Laura Capriglione. A controladoria-Geral da União constatou que 12 imóveis alugados pela unifesp em São Paulo para fins educacionais ficaram grandes períodos com pouco ou nenhum uso ou foram utilizados por associação privada. A instituição diz que trabalha para resolver as irregularidades e que, dos 17 imóveis alugados até 2008, 10 foram devolvidos, 4 entregues e 5 estão sob análise.

O Estado de São Paulo
"Gabrielle deve ser mantido por mais 1 ano"

Montagem do governo prossegue e Dilma planeja se reunir nesta semana com Meirelles, que deixará o BC

O presidente Lula pediu a Dilma Rousseff que mantenha José Sérgio Gabrielli no co…

Arte - Arquitetura

Imagem
Clique para ampliar
Casa de Vidro(Glass House)
Sidney Borges Em 1949 o arquiteto Philip Cortelyou Johnson (1906-2005) projetou esta singular residência que segundo ele poderia ser chamada de "diário de um arquiteto excêntrico", mas ficou conhecida como "Glass House", literalmente casa de vidro.
A casa, cuja planta é retangular, tem paredes externas de vidro, cozinha aberta e, com exceção do banheiro e da lareira, não tem divisões internas. Apesar da controvérsia que despertou e continua despertando, a obra é considerada patrimônio da arquitetura moderna nos EUA.
O projeto redundou em uma obra de aspecto agradável, é impossível não ficar impressionado com o contraste entre a singeleza da proposta e o impacto visual do resultado. 
Embora não tenha sido adotada como referência de projetos residenciais, tornou-se fonte de inspiração para arquitetos de agências bancárias.
Pensando no conforto térmico, podemos afirmar que esse tipo de arquitetura não é conveniente para regiões…