Postagens

Mostrando postagens de Maio 12, 2013
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Promessas contra a inflação

O Estado de S.Paulo
O Banco Central (BC) já elevou os juros e continuará agindo para conter a alta de preços, prometeu o presidente da instituição, Alexandre Tombini. O mercado financeiro interpretou a declaração - provavelmente de forma correta - como anúncio de um novo aumento da taxa na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), no dia 28.

Os juros no mercado futuro subiram logo depois de feita a declaração, na quinta-feira. Dirigentes do BC geralmente são mais contidos quando falam sobre decisões desse tipo. Motivos muito especiais, no entanto, justificam a linguagem mais forte e mais aberta. Tombini está obviamente empenhado em restabelecer, perante o mercado, a imagem de uma política monetária autônoma e conduzida com critérios técnicos.

Essa imagem foi prejudicada pelos palpites frequentes da presidente Dilma Rousseff e pela passividade - aparente ou real, pouco importa - da autoridade monetária diante dessa interferência. Além disso, admin…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 18 / 05 / 2013

O Globo
"Modernização dos portos: Governo desengavetou projetos para aprovar MP"

Verba para usineiros e novas licenças para mineração foram moeda de troca

Votação que se arrastou por horas na Câmara e a tramitação acelerada no Senado deixaram sequelas na base e podem repercutir na campanha à reeleição da presidente Dilma. PMDB tende a cobrar a fatura em 2014. Na reta final da tramitação da MP dos Portos no Congresso, o governo desengavetou projetos para quebrar a resistência de parlamentares. Na quinta-feira à tarde, o Ministério da Fazenda anunciou R$ 125 milhões para produtores de cana atingidos pela seca no Nordeste, pleito do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que agradava ao líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), que conseguiu segurar 25 de 37 deputados no plenário. Depois de mais de dois anos com o projeto na gaveta, o ministro Edison Lobão autorizou novas lavras em Minas, Bahia e Santa Catarina, abrindo caminho para investimentos de …

Setenil de las Bodegas - Espanha

Imagem
Tinha uma pedra no meio do caminho - Mais aqui

Coluna do Celsinho

Ribalta

Celso de Almeida Jr.
Conversando com comerciantes e frequentadores da rua Guarani, constatei a satisfação com o local.
Há consenso de que o charme daquele corredor turístico foi reforçado com as luminárias e as novas calçadas.
Claro que podemos apontar a fragilidade dos postinhos.
Aliás, a substituição imediata daqueles depredados tem que ser regra, bem como a troca das lâmpadas queimadas.
Cito, também, reservas ao material utilizado para padronizar o piso, pois rapidamente escurece.
É preciso admitir, porém, que a apresentação geral agrada e representou um avanço.
Vamos em frente...
Cruzando a Guarani, em direção ao centro, contrasta a pouca iluminação de nossa avenida principal.
Talvez, fosse uma boa opção levar até a Iperoig o mesmo padrão de luminárias da Guarani.
Aliás, elas já estão instaladas na Thomas Galhardo, faltando apenas acendê-las.
Por isso, fixá-las na avenida Iperoig completaria a padronização do principal corredor central.
Além, claro, de melhorar muito a iluminação.
Palpi…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Limites da economia no centro do palco

Washington Novaes
Não há como não prestar atenção: são cada vez mais frequentes na comunicação mais especializada informações sobre teses e análises no âmbito econômico que já não se referem às crises do nosso tempo apenas como ciclos em que se exaurem modelos de relações governamentais, empresariais e sociais - à espera de que novas fórmulas nesses âmbitos sejam capazes de levar a novos ciclos de crescimento econômico e prosperidade. Essas novas teses se centram progressivamente na análise do que está sendo chamado de caminhada rumo à exaustão dos "limites físicos" do planeta - o que implicaria a impossibilidade de continuar tentando trafegar por sendas que exijam maior consumo desses recursos com o objetivo de assegurar o crescimento econômico.

Ainda há poucos dias o tema voltou à baila com o lançamento do livro do ex-presidente do BNDES (governo FHC) André Lara Resende sob o título Os Limites do Possível - A economia além da conjuntura,…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 17 / 05 / 2013

O Globo
"Modernização dos portos - Vencidos pelo cansaço"

Aprovada na mais longa sessão da Câmara e a toque de caixa no Senado, MP dos Portos pode sofrer vetos

Com a base dividida, governo cede para garantir votação e pode derrubar pontos polêmicos, como renovação de contratos nos terminais privados. Aprovada na Câmara após três meses de tramitação, três dias de debates e 21 horas de sessão, a mais longa da história do Parlamento brasileiro, a Medida Provisória 595, que moderniza os portos, precisou ontem de apenas oito horas para ser confirmada pelo Senado, por 53 votos a favor, 7 contra e 5 abstenções, em sessão-relâmpago que constrangeu os próprios membros da Casa. Alegando que o governo e seus aliados passaram por cima do regimento interno, a oposição não perdeu tempo e entrou no STF com mandado de segurança para tentar impedir a votação. Às 22h, o ministro Celso de Mello indeferiu a liminar. Para aprovar o texto e impedir que a MP caducasse por d…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O colapso do sistema prisional

O Estado de S.Paulo
A falta de vagas no sistema prisional para o cumprimento de pena em regime semiaberto está levando os juízes a autorizar condenados a cumprir a pena em casa. Na prática, a decisão põe em liberdade o condenado que poderia trabalhar de dia, passando a noite, no entanto, num estabelecimento penal. Como essa prática pode colocar em risco a segurança pública, já que a taxa de reincidência criminal no País é alta, o Ministério Público do Rio Grande do Sul decidiu recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). O caso levado à Suprema Corte do País é o de um ladrão cuja pena foi convertida em prisão domiciliar, por falta de vagas no semiaberto do sistema prisional gaúcho.

O réu foi condenado em primeira instância a 5 anos e 8 meses de prisão em regime semiaberto. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul confirmou a sentença, mas determinou que a pena fosse cumprida em regime domiciliar, caso não houvesse vaga em prisão destinada ao semiaberto. Al…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 16 / 05 / 2013

O Globo
"Revolução na medicina - Cientistas americanos clonam embrião humano"

Células-tronco obtidas na experiência são capazes de regenerar tecidos e órgãos

Especialistas questionam ética de procedimento e temem seu uso para gerar clones humanos. Dezesseis anos após a clonagem da ovelha Dolly, cientistas conseguiram obter embriões humanos clonados, num feito que promete revolucionar a medicina personalizada. O objetivo da experiência era gerar células-tronco embrionárias - aquelas capazes de regenerar tecidos e órgãos. Para os cientistas da Universidade de Ciência e Saúde do Oregon, nos EUA, este é o um primeiro e fundamental passo para produção de células nervosas, hepáticas e cardíacas, entre tantas outras, com a mesma marca genética do paciente; ou seja, sem rico de rejeição. Críticos questionam a ética da manipulação de embriões e temem que a técnica seja usada para gerar clones. Outros dizem que já há tecnologias para se obter células embrionár…

Pitacos do Zé

Imagem
O gato miou

José Ronaldo dos Santos
Em uma dessa tardes gostosas de outono, à sombra da casa velha, na roda dos presentes todos tinham uma tarefa: produzir uma imagem. Alguns riscavam desenhos, outros entalhavam na madeira. Poucos afobados usavam as tintas. Nisso os causos vinham trazendo, entre sorrisos, sonhos, realizações  ou inconformismos.

Da parte do Mario, tendo chegado do Sertão do Ubatumirim onde foi levar uma proposta de oficina cultural (dança de jongo), disse ter recebido “uma ducha fria”. Como assim? “Calma, eu explico: ao chegar naquela comunidade reunida na escola, depois de apresentar a proposta, escutei uns absurdos, inclusive que jongo era coisa dos negros, que da África veio um monte de coisas que não presta, são do inimigo etc. É mole uma coisa dessa? E o pior: a professora concordava com as falas dos presentes!”.

Eu interferi, dando a sugestão de alguém procurar a Secretaria da Educação do município. Trata-se de educação, da temática da dignidade humana, do respeito à…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Abismo logístico

O Estado de S.Paulo
Não há bravata nacional-desenvolvimentista que resista à frieza dos números. Um estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) mostra que há um abismo a separar o Brasil de seus principais competidores no mercado internacional no que diz respeito à infraestrutura de transportes.

Já se sabia que a precariedade da malha de transportes era um dos principais nós do sistema produtivo nacional. Com seu estudo, porém, a Fiesp conseguiu demonstrar o tamanho real do problema, e o resultado é algo que nem mesmo o mais convicto propagandista do governo será capaz de negar ou desmentir. A pesquisa indica que o nível de desempenho da infraestrutura de transportes no Brasil é equivalente a apenas 33% do verificado nos países que são considerados modelos em logística. Isso significa que o País teria de triplicar sua performance nessa área para competir em condições de igualdade com seus principais concorrentes.

Para chegar a essa espantosa mensuraç…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 15 / 05 / 2013

O Globo
"Modernização dos portos: Governo aprova base da reforma, mas MP pode cair"

Presidente Dilma teria que recorrer a decreto para modernizar terminais

Após nova sessão tumultuada, com xingamentos e protestos, PT tenta derrotar Eduardo Cunha, do PMDB, e ameaça futuro da reforma portuária. Trabalhadores param. Depois de ter conseguido aprovar o texto-base na Câmara, parlamentares aliados do governo davam como certa a derrota na aprovação da MP dos Portos, às 22h25m de ontem. A votação desandou depois que o PT e seu líder Arlindo Chinaglia (SP) orientaram a base a votar contra uma das emendas do deputado Eduardo Cunha, líder do PMDB, que tinha fechado na véspera um acordo com o governo para alterar quatro pontos da MP. A sessão que aprovou o texto foi marcada por tumulto. Os deputados Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Anthony Garotinho (PR-RJ) trocaram insultos em plenário e um parlamentar de Minas foi contido por seguranças ao abrir uma faixa pedindo dinh…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Energia americana muda o jogo

O Estado de S.Paulo
Uma revolução energética iniciada nos Estados Unidos pôs em alerta grandes produtores e exportadores de petróleo e gás, já afeta decisões de investimento de amplos setores industriais, desvia recursos do mercado brasileiro para o americano e impõe um duro desafio aos formuladores da política brasileira de energia. Uma tecnologia econômica de exploração do gás de xisto derrubou o preço do gás nos Estados Unidos de US$ 8,9 por milhão de BTU em 2008 para US$ 2,7 em 2012 (o BTU, British Termal Unit, corresponde a 252,2 calorias e é medida usada internacionalmente).

O novo preço corresponde a um quinto do encontrado no Brasil, onde indústrias muito dependentes do gás - dos setores de cerâmica, vidro e petroquímica, por exemplo - perdem competitividade, paralisam planos de expansão ou reorientam investimentos para fora do País, além de aumentar as importações.

Autoridades brasileiras finalmente reagiram às novas condições de preços e às perspect…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 14 / 05 / 2013

O Globo
"À moda antiga: Governo negocia novas concessões na MP dos Portos"

Resistência do PMDB adia votação mais uma vez e decisão na Câmara fica para hoje

Depois do fracasso de conversas no Planalto com líderes da base, as ministras Gleisi Hoffmann e Ideli Salvatti buscaram entendimento com o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), uma das principais vozes discordantes. O governo perdeu ontem mais uma batalha na tentativa de aprovar a Medida Provisória 595, que moderniza os portos do país e abre caminho para licitações. Durante horas, representantes do Palácio do Planalto negociaram mais concessões com líderes da base aliada para que o texto fosse votado ontem mesmo na Câmara dos Deputados, mas a obstrução do PMDB, comandada por Eduardo Cunha (RJ), impediu que houvesse quórum para a votação e a sessão foi encerrada. À noite, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, reuniu-se no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice Michel Temer, com Cunha. …
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Mantega reinventa o emprego

O Estado de S.Paulo
Sempre criativo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, acaba de lançar uma teoria sobre a criação de emprego sem crescimento econômico. Segundo ele, a geração de empregos pode ser mais importante que a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), como se a primeira fosse independente da segunda. De fato, a oferta de vagas pode até crescer mais que a atividade geral da economia, em circunstâncias muito especiais, como tem ocorrido no Brasil. As limitações econômicas, no entanto, deverão prevalecer depois de algum tempo. Assim terminará a bonança dos trabalhadores, se a produção continuar estagnada ou em marcha muito lenta.

A tese apresentada a parlamentares do PT, na quinta-feira, pode servir à campanha eleitoral de um governo preocupado sobretudo com eleições. Mas o ministro ainda terá algum trabalho para garantir respeitabilidade acadêmica a suas ideias inovadoras. Não basta a inventividade, como ele deveria ter aprendido quando recorreu à con…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 13 / 05 / 2013

O Globo
"Competitividade em xeque - Sem MP dos Portos, país pode perder R$ 35 bi"

Dilma convoca tropa de choque para garantir que Câmara comece a votar hoje

Cálculos do governo estimam queda de investimento de R$ 54 bilhões para R$ 19 bilhões na modernização portuária caso medida provisória não seja aprovada esta semana. Presidente não quer ouvir falar de plano B. Ministros, empresários e políticos foram convocados pela presidente Dilma Rousseff para se dedicarem, já a partir de hoje, à votação da MP 595, que cria regras para as futuras concessões e autorizações de instalações portuárias. Mesmo com todo o empenho do governo, líderes aliados estavam céticos em relação à possibilidade de a MP ser votada na Câmara e no Senado antes de perder a validade, nesta quinta-feira. Se o governo for obrigado a usar o chamado plano B, ou seja, reformar o sistema por decreto e outros atos normativos, a avaliação é que isso desestimularia as empresas a investir no …
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Violência nas escolas

O Estado de S.Paulo
As agressões físicas e morais contra professores da rede escolar pública de São Paulo chegaram a um nível em que o problema ultrapassa a responsabilidade das autoridades educacionais e passa a ser da Secretaria da Segurança Pública e do Ministério Público. É o que se depreende de uma pesquisa do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), que foi realizada em 167 municípios paulistas e ouviu mais de 1,4 mil docentes.

Segundo o levantamento, 44% dos professores da rede estadual de ensino básico já sofreram algum tipo de violência. As agressões mais comuns são as verbais (39%) e o assédio moral (10%). Já a violência física foi relatada por 5% dos entrevistados. O porcentual parece pequeno, mas as agressões cada vez mais colocam em risco a integridade física dos docentes.

Em Sorocaba, por exemplo, repreendida por não ter feito o dever de casa, uma estudante da 3.ª série do ensino médio agrediu o professor de geografi…
Imagem

Opinião

Domingo, 12 / 05 / 2013

O Globo
"Dez anos após o estatuto: Venda de armas volta a bater recorde no Brasil"

Registros na Polícia Federal crescem 378% em cinco anos e já superam níveis de 2003

De 31.500 cadastros feitos em 2012, 60% foram de cidadãos comuns; Rio é o segundo estado com maior número de compras em 11 anos. Levantamento feito pela Polícia Federal para O GLOBO mostra que a venda de armas no país cresce exponencialmente desde 2007, e chegou a superar os patamares de 2003, quando entrou em vigor em dezembro o estatuto do desarmamento. Naquele ano, foram feitos 22 mil registros de armas, número que caiu para apenas 5 mil após a lei mas que voltou a crescer nos últimos cinco anos, tendo atingido o recorde de 31.500 em 2012. Especialistas citam como causas a falta de campanhas e o aumento da violência, informa Silvia Amorim.


O Estado de São Paulo
"Usina de Belo Monte já custa R$ 30 bi, o dobro do orçado"

Paralisações e gastos bem acima do previsto atravancam e encar…