Postagens

Mostrando postagens de Junho 22, 2014

Dominique

Imagem

Opinião

O PAC do trem fantasma

O ESTADO DE S.PAULO
Um trem fantasma circula entre Campinas e Rio de Janeiro, correndo nos trilhos imaginários do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Prometido inicialmente para este ano, o trem-bala nunca saiu da promessa, continua como um vago projeto e, assim mesmo, seu status aparece como "adequado" no 10.º balanço do PAC, apresentado na sexta-feira pela ministra do Planejamento, Míriam Belchior. Em agosto do ano passado o leilão do trem de alta velocidade, com percurso de 511 quilômetros e custo estimado de R$ 32 bilhões, foi adiado pela terceira vez. Mas oficialmente o projeto está em dia.

Bastaria essa classificação para minar a credibilidade de mais um balanço triunfal de realizações federais. Mas outros dados comprovam, mais uma vez, o baixo grau de sucesso de um programa destinado principalmente, como indica seu nome, a ampliar a capacidade de expansão da economia brasileira.

O novo relatório comprova, mais uma vez, a predominância dos g…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 28 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"O Mundial em dia de Copa América"

O Chile é um velho freguês. Faz 14 anos que não vence o Brasil. Nos jogos de Copa, ganhamos todos. Mas... É bom tomar cuidado. Taticamente, o adversário evoluiu. Na partida de hoje, no Mineirão, a Seleção de Felipão pegará uma das equipes mais aplicadas do Mundial. Neymar e Sánchez, que brigam pela mesma vaga no Barcelona, são esperança de gol para as duas torcidas. No outro clássico sul-americano, a Colômbia de James Rodríguez — eleito o craque da primeira fase — enfrenta o Uruguai de Cavani, que herdou a responsabilidade de marcar gols após a saída de Suárez. Os vencedores se cruzam nas quartas de final. Haja coração!


Folha de S. Paulo
"Justiça dos EUA impede Argentina de pagar dívida"

Juiz manda devolver dinheiro depositado e obriga o país a negociar com credores

A Justiça dos EUA determinou a devolução do dinheiro depositado pela Argentina no exterior e obrigou o país a negociar com os credo…

Torta

Imagem

Coluna do Celsinho

Exemplar

Celso de Almeida Jr.

Nesta semana, em Natal, na arena das Dunas, o jogador uruguaio Luis Suárez mandou uma mordida no ombro do zagueiro italiano Giorgio Chiellini.

Uma cena esquisitíssima, provando a recaída do artilheiro, que em sua carreira completou três dentadas documentadas.

O Comitê Disciplinar da FIFA puniu Suárez com nove jogos de suspensão pela seleção do Uruguai, além de quatro meses de afastamento do futebol e multa de 250 mil reais.

Deixou a Copa.

Perdeu patrocinadores.

Punição rápida.

Punição dura.

Punição exemplar.

Muito bacana o futebol.

Regras claras e avanços tecnológicas ajudam a aprimorar este esporte que encanta multidões.

Em campo deve prevalecer a verdade, o talento, o jogo limpo.

Amantes do futebol, deveríamos naturalmente adotar o modelo para a vida em sociedade.

Na prática, porém, destacam-se as mordidas, cotoveladas, cabeçadas e caneladas.

Em todos os sentidos.

Em todas as áreas.

Sem restrições.

Sem punições.

Passou da hora de mudar o jogo.

Visite: www.letrasdocelso.blo…

Dominique

Imagem

Opinião

Diplomacia da bola

O ESTADO DE S.PAULO
A presidente Dilma Rousseff está tentando aproveitar a oportunidade diplomática criada pela realização da Copa do Mundo no Brasil. Entre um jogo e outro, aos quais compareceram diversos chefes de governo estrangeiros no País, Dilma abriu sua agenda para estabelecer contatos importantes - e sinalizar a disposição de reaquecer relações com os Estados Unidos, de se aproximar da Colômbia e de impulsionar o acordo de livre-comércio entre Mercosul e União Europeia, entre outras iniciativas positivas.

No caso dos Estados Unidos, Dilma recebeu o vice-presidente Joe Biden, no primeiro encontro de alto nível entre representantes dos dois países desde a revelação, no ano passado, de que o serviço de inteligência americano teria espionado empresas e cidadãos brasileiros - entre os quais a própria Dilma. O episódio levou a presidente a cancelar uma visita de Estado a Washington, e, desde então, as relações entre os dois países estão estremecidas.

Dilma ainda espe…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 27 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"Jeitinho padrão Fifa salvou jogo no Mané"

Um acerto sem precedentes, tanto diplomático quanto alfandegário, permitiu que um avião de Gana, fretado às pressas, entrasse no Brasil com USS 3 milhões a bordo. Da Base Aérea de Brasília, o dinheiro foi escoltado pela PF até um hotel e distribuído aos jogadores ganeses. Tudo para evitar um vexame na Copa: eles ameaçavam não enfrentar Portugal caso não recebessem prêmio de US$ 100 mil cada um.


Folha de S. Paulo
"Decisão põe Argentina mais perto de calote"

Justiça dos EUA nega pedido do país para ganhar tempo e negociar com credores. Torneio tem a maior média de gols desde 1958

A Justiça norte-americana recusou pedido do governo argentino e manteve a sentença que obriga o país a pagar US$ 1,3 bilhão a um grupo de credores. A decisão aproxima cada vez mais a Argentina de dar um segundo calote em 13 anos. O objetivo do governo de Cristina Kirchner era conseguir a suspensão temporária …

Pitacos do Zé

Imagem
Ideias movem tudo

José Ronaldo dos Santos
“Não é triste mudar de ideia; triste é não ter ideia para mudar”, já escreveu há mais de meio século Aparício Torelly, o Barão de Itararé.

A partir disso, me vejo refletindo sobre a perda da noção de cidadania, sobretudo entre os pobres, no meu meio social. O que está causando – ou contribuindo – para que seja constatado isso?

Talvez a resposta esteja na psicologia que envolve a pobreza. Primeiramente, bombardeado pelas tantas propagandas, ele (pobre) não consegue consumir como gostaria. Acaba, mais tarde, consumindo a tecnologia, a moda etc...etc... já descartada pelos mais ricos. “Tudo em suaves prestações”. Depois, as suas relações sociais são frágeis, sempre driblando os conflitos. No fundo, dizia o meu saudoso pai, na lida estafante que tinha: “O pobre é bom enquanto é útil”. Assim, tudo isso e algo mais, resulta na sensação de impotência, de pouca importância no que pensa ou deixa de pensar, sendo incapaz de participação política.

Será, então…

Dominique

Imagem

Opinião

A sangria das estatais

O ESTADO DE S.PAULO
Incapaz de cuidar direito das próprias contas, o governo continua usando as estatais para abastecer o Tesouro e disfarçar suas más condições financeiras. Essa manobra foi usada nos últimos dois anos e continua em pauta em 2014. A melhor explicação para o novo lance, desta vez com a Petrobrás, é a evidente piora do balanço do setor público. Algo parecido ocorreu na década de 1980, quando a administração central, sem crédito na praça, usou as empresas federais como canal de financiamento. O resultado foi desastroso. Quase todas estavam em péssimo estado quando foram privatizadas. O quadro fiscal é hoje bem melhor do que naquela época, apesar da gastança e do mau uso do dinheiro público. Mas o governo, sem disposição para resolver seus problemas da maneira correta, prefere lançar mão de expedientes de baixa qualidade. Uma das saídas é recorrer às estatais para abastecer seu caixa, assim como tem recorrido à política de controle de preços e tarifas…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 26 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"Juro de empréstimo a pessoa física dispara"

Taxa cobrada chega, em média, a 42,5% ao ano, a maior desde maio de 2011. Temor de nova onda de calotes levou bancos a cortarem várias linhas de crédito. A ordem é dar preferência a operações com desconto em folha.


Folha de S. Paulo
"STF libera Dirceu para trabalhar fora da prisão"

Decisão contraria Joaquim Barbosa; corte nega que Genoino cumpra pena em casa

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal aceitou recurso apresentado pela defesa de José Dirceu e autorizou o ex-ministro a trabalhar durante o dia fora do presídio da Papuda, no Distrito Federal, onde ele cumpre pena do mensalão. Segundo os ministros, presos no regime semiaberto não precisam cumprir um sexto de suas penas antes de terem direito de trabalhar fora da prisão. O entendimento contraria a interpretação de Joaquim Barbosa, que não participou da sessão. O presidente do STF havia negado o pedido de Dirceu …

Dominique

Imagem

Opinião

Momento difícil da saúde

O ESTADO DE S.PAULO
A saúde no Brasil passa por um momento particularmente difícil. A rede pública continua a se debater com velhos problemas que não consegue resolver e, por isso, se agravam a cada dia. Por outro lado, a saúde privada se expande, mas isso não lhe permite - nem essa é a sua vocação - suprir a maior parte das falhas da rede pública, à qual, aliás, já está parcialmente ligada por meio de convênios com o Sistema Único de Saúde (SUS). Ela pode ser apenas um complemento.

Reportagem do jornal Valor mostra que os números sobre a saúde impressionam à primeira vista, mas escondem graves deficiências. O País tem cerca de 6.800 hospitais públicos e privados, 500 mil leitos e 195 mil unidades de serviços, um conjunto que representa 10,2% do PIB. Mas todos os que utilizam o sistema de saúde conhecem a precariedade - com raras exceções - do atendimento oferecido pelo setor público. E, embora a saúde privada - pela qual se paga caro - seja bem melhor, também el…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 25 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"O fantasma está vivo. E morde..."

Godin, à frente, comemora. Com um gol do zagueirão, o Uruguai, carrasco do Brasil em 1950, garantiu vaga nas oitavas de final e despachou a Itália da Copa. Suárez deu uma mordida em Chiellini (detalhe) e pode até ser suspenso do Mundial pela Fifa. A Colômbia, que goleou o Japão por 4 x 1, será a próxima adversária da Celeste.

Folha de S. Paulo
"Criação de vagas desacelera, no pior maio em 22 anos"

Mercado de trabalho no país registra saldo entre contratações e demissões de 58,8 mil novos postos Godin (ao centro) é abraçado após marcar em Natal

O mercado formal de trabalho no país registrou 58,8 mil novas vagas de emprego em maio, o pior saldo (contratações menos demissões) para o mês desde 1992. Havia uma expectativa do governo federal de que a Copa pudesse impulsionar as contratações para que elas ultrapassassem os 72 mil postos de trabalho criados em maio do ano passado. Para o ministro …

Dominique

Imagem

Opinião

Soberba e populismo

O ESTADO DE S.PAULO
Há uma característica peculiar no DNA do PT que tem dificultado a articulação de alianças em torno da candidatura de Dilma Rousseff à reeleição: a soberba. A arrogância do comando lulopetista, que posa de monopolista da virtude e despreza os aliados porque age por puro fisiologismo, tem sido responsável por importantes reveses nesta pré-campanha eleitoral. O mais recente é a decisão do PMDB fluminense de apoiar a candidatura de Aécio Neves à Presidência em dobradinha com a do governador Luis Fernando Pezão à reeleição.

A dissidência do PMDB fluminense não se enquadra exatamente na galeria dos episódios louváveis que honram a política brasileira. É pura e simplesmente o desdobramento do toma lá dá cá que o PT não inventou, mas empenhou-se diligentemente em aperfeiçoar ao longo de quase 12 anos no poder. Desde a eleição ao governo estadual do peemedebista Sérgio Cabral em 2006, coerente com a orientação da direção nacional do partido, o PMDB fluminen…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 24 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"Com a bêncão do Mané!"

Neymar dá show, faz dois nos 4x1 sobre Camarões e assume a artilharia da Copa. Que venha o Chile


O camisa 10 da Seleção é mesmo um predestinado. Ao abrir o placar contra os africanos, ontem, ele marcou o centésimo gol deste Mundial, na partida de número 100 da Seleção numa Copa, diante da maior plateia em jogos do Brasil neste torneio e no dia em que o Mané Garrincha bateu recorde de público: 69 mil presentes. Em campo, além de marcar os dois primeiros gols, o segundo quando o jogo estava l x l, Neymar fez a diferença. Chegou a lembrar o lendário ponta-direita que dá nome ao estádio, ao levantar a torcida e enlouquecer camaroneses com dribles e passes desconcertantes. Fred, apagado, desencantou e fez o terceiro. Fernandinho, que substituiu Paulinho, fechou o placar. Classificada em primeiro lugar no grupo, a Seleção enfrenta o Chile, sábado, pelas oitavas de final.

Folha de S. Paulo
"Sarney afirma a Dilma…

Pitacos do Zé

Imagem
Não é de hoje

José Ronaldo Dias
Ontem, dia 22 de junho, um incêndio que durou das 16 ate 22 horas, assustou os moradores do Bosque dos Coqueirais, no Ipiranguinha (Ubatuba- SP), sobretudo os que estavam em torno de um depósito de sucatas na Rua dos Indaiás, onde ocorreu o sinistro. Não há vítimas, pelo que consta.

O Corpo de Bombeiros, segundo dizem, estava com o caminhão quebrado, tendo que vir um de Caraguatatuba. Depois, apesar da dedicação, faltou água. A solução foi o caminhão-tanque da Sabesp.

Hoje cedo, despertando com o cheiro de fumaça no ar, fui ver o local. Uma labareda continua. Na vizinhança, agora restam os prejuízos. Pelo que apurei, há tempos que o dono era acionado porque o local se tornou um ponto de encontro indesejado. A vizinha mais próxima assim se expressou: “Não é de hoje que nós pedimos para fechar, acabar com esse lugar. Aí ajuntava gente para usar porcaria”.

Twitter

Dominique

Imagem

Opinião

A Operação Athos da PF

O ESTADO DE S.PAULO
A extensa folha corrida de um magistrado de primeira instância de Juiz de Fora, cuja prisão preventiva por tempo indeterminado foi decretada pelo órgão especial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, retrata a inépcia das corregedorias judiciais. Fossem elas menos corporativas e mais ágeis e rigorosas no cumprimento de suas funções fiscalizadoras, esse magistrado já teria sido punido há muito tempo e certamente não estaria integrando os quadros da Justiça estadual mineira.

Titular de uma das Varas de Execuções Criminais em Juiz de Fora, o juiz Amaury de Lima e Souza dias antes havia sido preso em flagrante por porte ilegal de armamento e levado à Superintendência da Polícia Federal (PF), em Belo Horizonte. Em sua casa de campo, foram encontrados armas de uso restrito, munição e explosivos. Ele também é acusado de fazer tráfico de influência na Justiça Criminal mineira e cobrar propina para favorecer traficantes de drogas. Por duas vezes determi…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 23 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"Jogai por nós, Brasil!"

Em campo, o destino da Seleção Brasileira rumo ao hexa começa a ser decidido às 17h, diante de Camarões. Mas, se depender da torcida em Brasília, o passaporte para as oitavas de final já está selado. O público o Mané Garrincha será o maior em jogos do Brasil nesta Copa: 69 mil pessoas. Mais de 90% vão torcer pela vitória do escrete canarinho. Na cidade, a empolgação é tanta que o estudante Lucas Resende, 23 anos, quer ver o estádio inteiro cantando muito mais que o Hino Nacional a capela ou o manjado. "Sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor, ôôô...". Para isso, reuniu amigos e ensaiou músicas mais criativas. No estádio, vai distribuir 5 mil folhetos com a letra das composições. O cantor Naldo e a banda Monobloco também criaram gritos para os torcedores. Só falta, agora, Neymar & Cia completarem o show no gramado.


Folha de S. Paulo
"Polícia de SP investiga só 1 em cada 10 roubo…

Dominique

Imagem

Opinião

Tudo culpa da mídia

O ESTADO DE S.PAULO
O PT não desiste: é tudo culpa da mídia. Depois de Lula ter proclamado aos quatro ventos que o lamentável episódio das ofensas dirigidas a Dilma Rousseff no jogo de abertura da Copa do Mundo foi obra da "zelite", seu homem de confiança no Palácio do Planalto, o ministro Gilberto Carvalho, manifestou opinião diversa, mas não necessariamente divergente, que na verdade "aprimora" o argumento petista: a culpa é da "pancadaria diária" dos meios de comunicação no lombo do PT e de seu governo.
Ajudam a entender as intenções do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência as circunstâncias em que ele se manifestou. Circunstâncias que, de resto, demonstram claramente o que o PT entende por "democratização da mídia": uma reunião, no Palácio do Planalto - patrocinada, portanto, com recursos de todos os brasileiros -, com blogueiros e ativistas militantes ou simpáticos ao lulopetismo, convocados para tratar da neces…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 22 / 06 / 2014

Correio Braziliense
"Uma aposta preciosa"

Transformar uma joia antiga em nova, escolher uma peça exclusiva, apostar no efeito de pedras e da prata são algumas das marcas do trabalho de designers brasilienses e dos que decidiram investir no mercado local

Brincos, anéis, pulseiras. Todos elaborados em metais nobres, do mais puro ouro em tons diversificados, ou na prata, que, aos poucos, conquistam seu espaço nesta aristocracia. Para deixá-los ainda mais belos e valiosos, são cravejados de diamantes, esmeraldas, safiras e de uma outra lista de preciosidades. Para considerar algo uma joia, é preciso avaliar o material do qual ele é feito. Nas últimas décadas, o design também é valor agregado. O nome de quem assina o luxo vale tanto quanto a matéria-prima. O talento das mãos que transformam metal fundido em obras de arte, usadas como adornos, confere a tais peças ainda mais status e importância para quem as exibe.

Folha de S. Paulo
"Aliados se distanciam do…