Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 13, 2013

Fotografia

Imagem
Robert Capa

Colunistas

A globalização das desigualdades

“Esse novo capitalismo destroçou a capacidade dos seres humanos viverem e construírem juntos como iguais e não apenas como consumidores ou forças majoritárias”

Márcia Denser
De todas as reflexões e obras que apareceram nos últimos anos sobre democracia e crise de valores, o ensaio A sociedade dos iguais (Edições Manantial) do francês Pierre Rosanvallon (catedrático de história de política moderna e contemporânea no Collége de France e diretor da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais) está sendo considerado pela crítica como o mais profundo. Nele, é traçada a história das políticas em favor da igualdade que marcaram os século XIX e XX, respondendo à crise contemporânea marcada por uma perigosa dualidade: o avanço da democracia política, por um lado, e de outro, a lenta desaparição do laço social que cria e alimenta as sociedades democráticas.

Com rigor, ele esmiúça as teorias da justiça promovidas por autores como John Rawls e seu ideal: a igualdade d…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O BNDES perdeu o rumo

O Estado de S.Paulo
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) continua perdendo dinheiro em projetos fracassados e - pior que isso - sem significado estratégico para a economia brasileira. Depois de maus negócios no setor de carnes, a direção do banco resolveu arriscar-se no ramo de laticínios. O maior e mais perigoso lance nessa área foi a aplicação de R$ 700 milhões, em janeiro de 2011, na formação da empresa LBR - Lácteos Brasil, resultante da fusão do laticínio gaúcho Bom Gosto e da LeitBom, controlada pela Monticiano Participações. Recém-criada, a gigante já deu prejuízo no primeiro ano de operação, continuou em dificuldades em 2012, suspendeu pelo menos 5 de 16 marcas de leite e fechou 11 de 31 fábricas, segundo reportagem publicada na quinta-feira pelo jornal Valor. De acordo com o jornal, os planos do grupo incluem o fechamento de mais cinco fábricas. Parte do dinheiro aplicado pelo BNDES - R$ 250 milhões - foi destinada à compra de deb…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 19 / 01 / 2013

O Globo
"Custo de empresas pode ser reduzido em até 70%"

Decisão de cortar tributos de folha de pagamento é elogiada por indústria e comércio

Desoneração visa a criar mais empregos e recuperar a economia, após fraco resultado do PIB no ano passado. Com a decisão do governo de reduzir o custo da folha de pagamento de todos os setores da economia, as empresas terão alívio de até 70% no valor de encargos previdenciários. Segundo especialistas, uma indústria farmacêutica com receita de R$ 200 milhões ao ano, por exemplo, economizará R$ 4,8 milhões nesse tributo, ao substituir a alíquota de 20% da contribuição previdenciária pela cobrança de 1% sobre o faturamento. A decisão do governo foi elogiada pela indústria e pelo comércio.

O Estado de São Paulo "Dilma diz agora que 2013 terá ‘crescimento sustentável’"

A presidente Dilma Rousseff disse ontem que 2013 será o ano do crescimento “sério, sustentável e sistemático”. Sem citar números nem detalhar ações …

Arte

Imagem
Magpie / Claude Monet (1868)

Coluna do Celsinho

Olha & escuta

Celso de Almeida Jr.

As informações que me alcançam entusiasmam.

A preocupação do novo governo municipal em ouvir a sociedade civil organizada é real.

Os secretários que seguirem esta diretriz colherão bons frutos.

Aqueles que se isolarem perderão espaço.

A chance de acertar aumenta consideravelmente quando se escuta a voz da cidade.

É disso que precisamos.

Não de superdotados, mas de homens sensíveis e atentos ao cotidiano ubatubense.

Que provoquem, inovem, estimulem o desenvolvimento do município.

Debater, opiniar, discordar, concordar, enfim, construir os destinos de um povo com este próprio povo.

Dá trabalho, mas garante mais acertos do que erros.

Some a esta postura uma rigorosa punição a quem se atrever a flertar com a corrupção.

Ser implacável com aquele que tentar seduzir ou se deixar seduzir pelo suborno, pela propina.

Com ouvidos atentos e olhos vivos o avanço coletivo será consistente.

Duradouro.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter

Pitacos do Zé

Imagem
E por falar em civilidade... (XXIX)
x
José Ronaldo dos Santos
Existem tipos e tipos de “sem-noção”. Num deles se compõe um parente do meu vizinho que, apesar de suas raízes caipiras, solta um barulho no seu velho automóvel Passat achando que é música. Nem parece ser da terra de Elpídio dos Santos, um dos grandes compositores paulistas da metade do século XX. A propósito, acredito que o aparelho sonoro devidamente comprado e instalado em várias prestações, vale quatro vezes mais que o velho modelo da Volkswagen, da década de 1970.

O barulho é infernal; as letras são medíocres, preconceituosas etc., digna de gente que parece pensar como o verme machadiano a se expressar em Dom Casmurro:

“Catei os próprios vermes dos livros para que me dissessem o que havia nos textos roídos por eles.
- Meu senhor – respondeu-me um longo verme gordo – nós não sabemos  absolutamente nada dos textos que roemos, nem escolhemos o que roemos, nem amamos ou detestamos o que roemos; nós roemos”.

Coitada dessa gente qu…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Credor e conselheiro

O Estado de S.Paulo
A foto na primeira página da edição de ontem deste jornal, de autoria de Márcio Fernandes, registra uma cena que seria constrangedora para o prefeito paulistano Fernando Haddad, não fosse pelo "pequeno detalhe" de todos conhecido - e por ele reconhecido. Haddad aparece com a cabeça ligeiramente inclinada e o olhar absorto. Sentado à sua esquerda, as sobrancelhas arqueadas e o indicador estendido de quem enfatiza um ponto de vista, o ex-presidente Lula. Ao lado, a vice-prefeita Nádia Campeão e ex-assessores presidenciais lotados no instituto que leva o nome do primeiro companheiro. Fora de quadro, uma dezena de secretários municipais petistas ou da chamada cota pessoal de Haddad. Ele os convocou na véspera para, não se sabe se por iniciativa própria ou de Lula, ouvi-lo durante mais de uma hora, no que, segundo o anfitrião, tratou-se de "uma visita de cortesia". Ela foi precedida por uma conversa a portas fechadas com Haddad.

Na …
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 18 / 01 / 2013

O Globo
"Governo reduzirá custo de todas as empresas"

Desoneração da folha de pagamento será ampliada ainda este ano

Objetivo da presidente Dilma é evitar que país repita em 2013 o fraco crescimento do PIB registrado no ano passado. Após o pífio resultado do PIB no ano passado, o governo decidiu estender a todos os setores, ainda este ano, a desoneração da folha de pagamento das empresas. A medida abrangerá indústria, comércio e serviços. Hoje só 42 segmentos são contemplados. Segundo interlocutores de Dilma, ela considera que as companhias que já receberam esse incentivo têm bons resultados, e que está na hora de usar todas as armas para evitar que o PIB de 2013 repita o de 2012. A desoneração prevê substituir a cobrança de 20% sobre a folha por alíquota de 1% a 2% sobre o faturamento. 

O Estado de São Paulo "Petrobrás terá de elevar investimentos após revisão da ANP"

Objetivo do órgão regulador é o aumento da produção nos campos mais antigos

A…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Uma grande e assustadora interrogação

O Estado de S.Paulo
O crescimento econômico do Brasil deve ganhar impulso, atingir 3,4% neste ano e cerca de 4% em 2014 e 2015, segundo as novas contas do Banco Mundial divulgadas ontem. A expansão no ano passado foi estimada em 0,9%, número muito próximo da maior parte dos cálculos correntes no País. A produção global também deve acelerar-se, puxada pelos emergentes, mas o ritmo ainda será muito contido: 2,4% em 2013 e pouco mais de 3% nos dois anos seguintes. Mesmo essas projeções, nada espetaculares, estão sujeitas a condições ainda incertas, como a continuidade da recuperação americana e a superação dos riscos mais graves na zona do euro. A evolução da China, com provável declínio da taxa de investimento nos próximos anos, poderá afetar principalmente os países emergentes e em desenvolvimento, fornecedores de matérias-primas para a indústria chinesa. Isso inclui o Brasil, hoje muito dependente do mercado chinês, e boa parte dos latino-americanos…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 17 / 01 / 2013

O Globo
"Só Itamaraty não revela salário de funcionários"

Ministério descumpre Lei de Acesso e faz segredo sobre folha de pagamento no exterior

Explicação oficial é que um problema técnico impede a divulgação; Relações Exteriores também se recusa a tornar públicos dados de negociações na OEA. Seis meses após o governo divulgar a lista de salários dos servidores públicos federais, só o Itamaraty continua a não revelar quanto ganham 1.934 diplomatas e outros funcionários lotados no exterior. Em novembro, o Tribunal de Contas da União (TCU) chegou a dar prazo de um mês para que os dados fossem divulgados, mas voltou atrás depois que o Itamaraty apontou uma falha no processo. O órgão diz que um problema de falta de integração entre sua folha de pagamento e dos demais ministérios impede a divulgação. 

O Estado de São Paulo "Obama desafia lobby e lança pacote contra armas"

Proposta proíbe venda de armamento militar e de munição explosiva; lei tem de…

Ubatuba em foco

Imagem
A diretora da escola da Marafunda, Maria Aparecida Vanzela, a secretária de Educação Jony Bottini, o secretário de Educação e o prefeito Mauricio (PT) receberam os alunos vindos do interior paulista.
Maurício dá boas vindas às crianças do Programa Interior na Praia

Assessoria M.M.
Nesta segunda feira, cerca de 80 crianças, entre 9 e 11 anos, vindas de Piracicaba e Araraquara, chegaram à Ubatuba para participar do Programa Turismo do Saber – Interior na Praia. O primeiro grupo de 2013 foi recebido de forma especial pelo prefeito Mauricio, na Escola Municipal Prefeito Silvino Teixeira Leite, no bairro Marafunda, onde os jovens ficarão alojados até o dia 18 de janeiro. A maioria das crianças terá a oportunidade de ver o mar pela primeira vez, além de adquirir conhecimento sobre a cultura caiçara ubatubense.

O Programa Turismo do Saber é uma iniciativa do Governo do Estado, e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba. Na programação direcionada às crianças estão previstos passeios…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Investimento versus incerteza

O Estado de S.Paulo
A presidente Dilma Rousseff continua exortando os empresários a investir para ampliar a capacidade produtiva, tornar o País mais moderno e mais competitivo e impulsionar o crescimento econômico. Mas terá de ir além da exortação - e da cobrança ocasional - para conseguir resposta mais positiva. Os empresários industriais continuam dispostos a investir, mas a incerteza econômica ainda será, em 2013, a principal ameaça à realização dos planos, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) com 584 empresas, na maior parte médias e grandes. Esse risco foi apontado como o mais importante por 61% dos consultados. Essa parcela é menor que a do ano anterior (75,7%), mas aquele fator continua no topo das preocupações e o governo deveria levá-lo em conta ao formular sua política. Como sempre, muitos entrevistados indicaram a intenção de investir. Desta vez foram 85,4%. O número impressiona, mas é o mais baixo em quatro anos. Foram 86…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 16 / 01 / 2013

O Globo
"Térmicas podem anular desconto na energia"

Uso das usinas este ano deverá encarecer a tarifa em 15%, em média

Impacto previsto por especialistas é bem maior do que os 3% estimados inicialmente pelo governo. Para evitar que o país seja obrigado a racionar energia, o uso das usinas termelétricas durante todo este ano vai encarecer em 15%, em média, a tarifa do consumidor no ano que vem. O aumento pode anular a redução média de 20% na tarifa, sancionada esta semana pela presidente Dilma. Segundo cálculos de especialistas, a alta de 15% significa que o consumidor teria de pagar a mais R$ 14,4 bilhões em 12 meses.

O Estado de São Paulo "Assembleia libera servidor de bater ponto diariamente"

Controle de presença do Legislativo de SP é manual e possibilita fraudes; texto foi alterado em dezembro

Os 3,5 mil funcionários da Assembleia Legislativa de São Paulo estão, desde dezembro, desobrigados de assinar todos os dias o livro-ponto, que contro…

Peixes

Imagem

Ubatuba em foco

Prefeitura inicia cadastramento de pescadores para o uso do Mercado de Peixes

Assessoria M.M.
A prefeitura de Ubatuba, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento, iniciou no último dia 11 o cadastramento de pescadores que desejam utilizar o Mercado de Peixes para comercializar seus pescados durante o período de 2013. Os interessados têm até o dia 28 de fevereiro para comparecer à sede da Secretária, das 8h às 17h, com a documentação necessária. Após esta data, quem não tiver se cadastrado e pago a taxa anual não poderá utilizar o local para a venda de seus produtos. Pescadores artesanais que utilizam canoas são isentos da taxa.

Os interessados devem ser pescadores atuantes no município e possuir, no máximo, duas embarcações. Os documentos necessários para o cadastramento são: cópia da Carteira de Pescador MPA; cópia do RG, CPF, Atestado de Saúde Ocupacional, 1 foto 3x4 e comprovante de residência do pescador; além do comprovante de pagamento referente ao ano de 2012 e a…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A automutilação do Congresso

O Estado de S.Paulo
A proximidade da renovação das Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, na abertura do ano legislativo a se iniciar em fevereiro, põe em foco - mais uma vez - a esqualidez do Congresso Nacional, que deveria ser a principal instituição política da República. Expõe também os deploráveis usos e costumes dos seus prováveis dirigentes na segunda metade da atual legislatura, decerto compartilhados por sabe-se lá quantos de seus pares. O definhamento do Congresso, diga-se desde logo, não resulta de terem sido as suas funções usurpadas pelos dois outros Poderes - o Executivo e o Judiciário. O Legislativo só tem a si próprio a culpar pela sua consolidada desimportância e a degradação incessante de sua imagem. A instituição parlamentar renunciou, por livre e espontânea vontade, à posição que lhe cabia ocupar na vida política brasileira.

Os seus integrantes de há muito deixaram de ser os formuladores da agenda nacional e os interlocutores p…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 15 / 01 / 2013

O Globo
"Rio perde bilhões com acidentes em estradas"

Firjan diz que só na Via Dutra, Rio-Juiz de Fora e Ponte custo chegará a R$ 2,6 bi

Com o crescimento da frota e a situação precária das rodovias, estudo estima que o número de acidentes vai aumentar 76% nos próximos anos. Economista alerta para perda de competitividade do estado e do país. Acidentes nas principais estradas do Rio, a Via Dutra, a Rio-Juiz de Fora e a Ponte Rio-Niterói, estão prejudicando a economia fluminense. Levantamento da Firjan mostra que o custo de acidentes nos piores trechos dessas rodovias, que não têm obras incluídas no PAC, somará R$ 2,6 bilhões nos próximos nove anos. Com o crescimento da frota e as estradas ruins, a Firjan estima que o número de acidentes vai subir 76% até 2020, se nada for feito por governo e concessionárias. “Os problemas geram alto custo para o estado e o país: os fretes sobem, o transporte fica sem previsibilidade e o Rio perde competitividade"…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Recordes no campo

O Estado de S.Paulo
O setor mais dinâmico da economia brasileira será de novo, em 2013, a agricultura, se estiverem certas as projeções da safra de grãos e oleaginosas divulgadas quarta-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Conab calcula uma safra de 180,4 milhões de toneladas, 8,6% maior que a anterior. Segundo o IBGE, a produção aumentará 9,9% e chegará a 178 milhões de toneladas. Qualquer dos dois números representará mais um recorde. A colheita de 2011-2012 também foi sem precedente - 166,2 milhões, de acordo com uma das estimativas, 162,1 milhões, segundo a outra.

Mesmo com a perspectiva de alguma acomodação de preços no mercado internacional, as cotações devem permanecer bastante altas, principalmente no caso da soja, para compensar o esforço dos produtores.

Mais uma vez, tudo indica, o agronegócio deverá ser a principal e mais segura fonte de receita e de superávit no comércio extern…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 14 / 01 / 2013

O Globo
"Só metade dos estados adere a plano anticrack"

Apenas 13, mais o DF, seguem programa lançado em 2011, e metas estão distantes: 124 de 2.460 leitos até 2014 foram criados

Lançado em dezembro de 2011 pela presidente Dilma Rousseff, o programa "Crack, é possível vencer" só teve a adesão de 13 dos 26 estados, além do DF, e está longe de atingir suas metas: uma delas era, até o fim de 2012, ampliar para 24h o atendimento em 128 centros de atenção psicossocial existentes, mas só 37 cumprem essa determinação. O programa prevê investimentos de R$ 4 bilhões até 2014, quando deverão existir 2.460 leitos em enfermarias especializadas; mas só foram abertos 124.

O Estado de São Paulo "TSE gasta R$ 9,5 mi em 3 meses com hora extra"

Servidor recebeu até R$ 64 mil; cúpula do tribunal suspeita de abuso e determinou averiguação

O Tribunal Superior Eleitoral gastou R$ 9,5 milhões com o pagamento de horas extras para funcionários entre setembro…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O Estado imperial

Gaudêncio Torquato - O Estado de S.Paulo
Ao tentar buscar no imaginário dos brasileiros a imagem de rainha para a presidente Dilma Rousseff, o marqueteiro João Santana provocou, dias atrás, acirrada polêmica entre gregos e troianos. Não apenas nas oposições a ideia pareceu mirabolante. O próprio petismo, ao fazer voto de silêncio em torno da comparação, pareceu incomodado com a vinculação da mandatária à monarquia, cujas tradições conservadoras fazem reviver as lutas de muitos povos contra o colonialismo e a opressão.

Nestes tempos de luzes que iluminam o Estado-espetáculo, até que reis e rainhas caem bem na foto, principalmente quando se cercam de muita pompa e uma prole glamourosa, com netas, netos e lindas princesas, como é o caso da família real inglesa. A estética da liturgia monárquica é a mensagem que chega ao cidadão comum. Sob tal hipótese, hão de se ver seus figurantes não como governantes, mas como estrelas brilhantes a atrair os olhos de multidões turísticas…