Postagens

Mostrando postagens de Agosto 4, 2013

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Um foro anacrônico

O Estado de S.Paulo
O Foro de São Paulo, que realizou seu 19.º encontro de 31 de julho a 4 de agosto na capital paulista, é uma organização latino-americana fundada por Luiz Inácio Lula da Silva, por inspiração de Fidel Castro, em 1990, quando o ex-presidente brasileiro ainda era tido como político de esquerda. De lá para cá muita coisa mudou no panorama continental, inclusive o então incendiário líder sindical que veio a se tornar presidente da República.

Mas o Foro de São Paulo permanece o mesmo, tal e qual, fiel a uma histórica vocação "anti-imperialista" e ao propósito difuso de "promover a integração econômica, política e cultural da região", com base numa retórica populista e no modelo estatizante que hoje impera na maior parte dos países que integram o grupo.

Não por coincidência, são esses os países, como Venezuela, Equador, Bolívia, Argentina, que, a exemplo do Brasil, exibem o pior desempenho econômico no continente, em contraste com o dos …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 10 / 08 / 2013

O Globo
"Invasão da Câmara: Oposição quer CPI paralela para ônibus"

Acuados por 50 manifestantes, políticos saem pela porta dos fundos

Vereadores da base aliada do prefeito Eduardo Paes, que controlam a CPI, garantem que permanecem no controle da comissão, enquanto manifestantes pedem mudanças para que tudo não acabe em pizza. Frustrada com determinação do PMDB de controlar a comissão, oposição já se articula para criar uma espécie de CPI paralela. Cerca de 50 manifestantes invadiram a sessão de escolha dos membros da CPI ontem, pichando corredores e gabinetes e acampando no plenário exigindo mudanças na coordenação do inquérito. Até o fechamento desta edição e diante da decisão da Justiça de negar a reintegração de posse, a polícia ainda negociava a saída dos manifestantes, sem sucesso.


O Estado de S. Paulo
"TSE revê outros acordos após anular convênio com Serasa"

Ministra Cármen Lúcia decidiu reavaliar outros termos em vigência que envolvam cadast…

Aqui jaz

Imagem

Coluna do Celsinho

Simples assim

Celso de Almeida Jr.

Um abraço.

Um telefonema.

Uma mensagem pela internet.

Um presentinho, se puder.

Será um dia especial.

Não custa, portanto, um gesto de carinho.

A idade não importa.

As diferenças não importam.

As brigas...esqueça!

Vá lá!

Dê um beijo, também!

Que bom se todo dia puder dar um!

Este, porém, é um privilégio das crianças.

Crescidos, vamos ao encontro do mundo, nos distanciando muitas vezes.

No domingo, em pensamento, uma prece aos que partiram.

Àqueles entre nós, todo o respeito, carinho e gratidão pelo presente maior que nos deram: a vida.

Dia de reconhecimento e paz.

Dia dos pais.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Muitos alarmas para o clima estão soando

WASHINGTON NOVAES *
Mesmo que habituada a ler o noticiário da chamada área ambiental, qualquer pessoa sentirá certo desconforto ao tomar conhecimento do teor do último relatório da Agência Internacional de Energia, divulgado em junho, assim como do conteúdo da discussão a respeito no Carnegie Endowment for International Peace, com a presença do economista-chefe da agência, Fatih Birol; do subsecretário de Energia no respectivo departamento norte-americano, Daniel Poleman; do presidente do World Resources Institute, Andrew Steer; e da subsecretária de Política no Departamento de Transporte, Polly Trottenberg. "Se não acharmos solução para o problema das emissões no setor da energia", disse Birol, "a batalha estará perdida", já que elas respondem por dois terços do total. "Este é o tema da nossa geração", segundo Poneman. "Mesmo que limitemos o aquecimento global a 2 graus Celsius, teremos de enfrentar nossa vulne…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 09 / 08 / 2013

O Globo
"Corrupção punida: STF condena senador pela primeira vez na História"

Ivo Cassol cumprirá pena em regime semiaberto e diz que não renunciará

Ministros mudam entendimento adotado no julgamento do mensalão e dizem que cabe ao Senado a palavra final sobre perda de mandato. Quarenta dias após mandar prender o deputado Natan Donadon (PMDB), o Supremo Tribunal Federal condenou o senador Ivo Cassol (PP), também de Rondônia. Por cometer fraudes em 12 licitações de obras quando era prefeito de Rolim de Moura, Cassol cumprirá 4 anos, 8 meses e 26 dias de prisão em regime semiaberto. Os ministros decidiram que Cassol deve perder o mandato, mas que a palavra final é do Senado. No julgamento do mensalão, a maioria considerou que o STF poderia determinar a perda de mandato de deputados.


O Estado de S. Paulo
"Investigação de cartel abre guerra entre PT e PSDB"

Partidos entram em confronto no Congresso e em SP; objetivo é atacar reeleição de Dilma e Al…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

À revelia dos eleitores

O Estado de S.Paulo
A designação oficial é "acordo de cooperação técnica". Mas, para chamar as coisas pelos nomes que desvelam a sua essência, a expressão adequada é promiscuidade entre Estado e mercado. Ou, numa palavra, favorecimento. É nisso que consiste a peculiar decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revelada ontem por este jornal, de repassar a uma empresa privada os dados cadastrais de 141 milhões de brasileiros. A Justiça Eleitoral os tem em sua guarda apenas porque a lei exige de todos os brasileiros em condições de votar (e o voto no Brasil é obrigatório dos 18 aos 70 anos) que os forneçam no ato de alistamento eleitoral e em recadastramentos posteriores. Tão estranho é o negócio que a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, que dele não sabia, quer a sua revogação.

A esses quesitos de identificação - nome, nome da mãe e data de nascimento - as repartições eleitorais acrescentam o número e a situação da inscrição eleitoral de cada cid…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 08 / 08 / 2013

O Globo
"Privacidade ameaçada: Sessão de dados à Serasa gera crise no TSE"

Empresa privada pode ter acesso ao cadastro de 141 milhões de eleitores

Presidente do tribunal defende rompimento de acordo e diz que compartilhamento de informações é inaceitável, mas diretor defende o contrato e afirma não haver ilegalidade. O acordo entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Serasa, criticado ontem tanto por magistrados quanto por parlamentares, prevê o repasse de informações à empresa privada sobre os dados de cerca de 141 milhões de eleitores. A presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, disse que a cessão dos dados "não é aceitável" e o vice-presidente, Marco Aurélio, disse ter ficado pasmo. O acordo, celebrado pela Corregedoria do TSE, será discutido hoje no plenário do tribunal, e pode até mesmo ser cancelado. Em nota, a Serasa afirmou que todas as informações obtidas pela empresa por meio do acordo "são públicas e de natureza cadastra…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A quadrilha dos trilhos

O Estado de S.Paulo
O governo paulista entrou com o pé esquerdo no caso da investigação em curso no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sobre a formação de cartel em licitações para a compra de equipamentos, construção e manutenção de linhas de trens e metrôs em São Paulo. As regras da livre-concorrência também foram burladas no Distrito Federal. A primeira reação do Palácio dos Bandeirantes depois de o inquérito ter sido revelado pela Folha de S.Paulo, em meados de julho, foi recorrer à teoria conspiratória segundo a qual o Cade, ligado ao Ministério da Justiça, agia como "polícia política" do PT, ao vazar, de forma supostamente seletiva, documentos em seu poder sobre o escândalo.

O objetivo óbvio seria plantar na opinião pública a suspeita de que, entre 2000 e 2007, sucessivas administrações do PSDB, conduzidas por Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra, ou deixaram correr as fraudes continuadas de que tinham conhecimento ou delas se …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 07 / 08 / 2013

O Globo
"Mais confusão: Estrangeiros e até militares podem completar Mais Médicos"

Demanda era por 15.460 profissionais, mas só 938 do Brasil confirmaram inscrição

Senadores da base aliada querem pôr em votação hoje a PEC122, que autoriza médicos das Forças Armadas a ter um segundo emprego no SUS; com a aprovação da lei, 7 mil deles poderiam ocupar vagas do programa. Os 938 médicos com registro profissional no Brasil que homologaram sua inscrição no programa Mais Médicos vão preencher apenas 6,1% das 15.460 vagas abertas em 3.511 municípios. Com isso, há 14.522 vagas disponíveis para os médicos estrangeiros. Mas como até agora apenas 1.920 profissionais de outros países se inscreveram, e o prazo termina amanhã, senadores da base aliada do governo sugeriram à presidente Dilma Rousseff pôr em votação hoje a PEC122, que prevê a possibilidade de médicos militares — muitos lotados em postos de fronteira e cidades do interior — também trabalharem no SUS. H…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Concessões por tentativa e erro

O Estado de S.Paulo
Investir pesadamente em rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e outros projetos de infraestrutura é indispensável para a economia voltar a crescer de forma consistente, mas o governo continua com dificuldade para executar o programa de obras lançado em agosto do ano passado. Para garantir a realização desses investimentos, o governo precisará envolver o setor privado, por meio de concessões e de parcerias. Isso dependerá, no entanto, de uma revisão dos critérios anunciados até agora, especialmente da taxa interna de retorno oferecida aos participantes. Diante da resistência dos investidores, a administração federal agora se dispõe a rever a modelagem das concessões, segundo noticiou o Estado nas edições de sábado e domingo. Foi, em muito tempo, a primeira informação positiva sobre o assunto. Depois de perder quase um ano, as autoridades parecem dispostas a cuidar do plano com um pouco mais de realismo.

Empresários mostraram ao governo…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 06 / 08 / 2013

O Globo
"Mudança na cúpula da segurança: Comandante cai por livrar PMs de punição"

Beltrame exonera Erir Ribeiro após desgaste com manifestações e caso Amarildo

Diretor de ensino da corporação, coronel Ricardo Pacheco é o mais cotado para assumir o cargo. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, foi exonerado ontem pelo secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, um ano e dez meses após assumir o cargo. A gota d'água para a queda foi a publicação, no boletim interno da PM, em 1º de agosto, de ato administrativo liberando de punições PMs que cometeram faltas disciplinares leves. "Mudanças fazem parte do processo de gestão e devem ser vistas com naturalidade’, disse Beltrame em nota. O desgaste de Erir com a cúpula da Segurança já vinha desde julho, com críticas à atuação da PM nos protestos de rua e no desaparecimento do pedreiro Amarildo de Souza na Rocinha.


O Estado de S. Paulo
"MP apura se cartel do…

William R. Beebe

Imagem
Venetian Morning, 2010

Pitacos do Zé

Só por hoje (II)

José Ronaldo dos Santos
O desafio de sempre é o encontro consigo mesmo. Mas como fazer isso diante da agitação da vida?

Creio que muitos sábios já indicaram o caminho: buscar fazer uma higiene física e mental. É o que, certamente, nos aliviará da tensão emocional massacrante.

Caminhar, dançar, ler, conversar e apreciar  boas músicas são alguns dos hábitos depurativos, capazes de curar, aliviar e consolar. São “novos hábitos” que confrontam a agitação da atualidade, que indicam outras possibilidades capazes de nos equilibrar.

Eu posso falar mais dos efeitos das caminhadas, pois me proporcionam muitas coisas (paisagens, pessoas, cheiros, seres diferentes, cores, silêncio...). Houve um tempo em que, nos fins de semana, logo cedo, eu punha na mochila algum alimento, livro, caderno e saía para lugares mais distantes. Andar era um apelo que estava em mim; me tranquilizava sem precisar recorrer a nenhum medicamento artificial. Quando era a segunda-feira, eu estava reabastecido pa…

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O preço da demagogia

O Estado de S.Paulo
O populismo fiscal do governo federal, que distribuiu desonerações a mancheias para uns poucos setores felizardos, a título de estímulo ao consumo, teve, como se sabe, efeitos pífios sobre o crescimento da economia. No entanto, as consequências para os Estados estão sendo desastrosas. A queda na arrecadação federal reduziu os recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e, com isso, vários deles tiveram de elevar o porcentual de receitas destinadas ao pagamento de servidores públicos - superando, em alguns casos, o teto imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

O Fundo de Participação dos Estados é formado por 21,5% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados, e seu objetivo é reduzir as disparidades regionais. Os recursos são fundamentais para o funcionamento de vários governos estaduais - chegam a representar, para muitos deles, mais da metade da arrecadação e significam a manutenção de serviços públ…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 05 / 08 / 2013

O Globo
"Rota de colisão - Beltrame critica decreto de comandante da PM"

Secretário de Segurança ameaça revogar medida que anistia punição a policiais

Coronel Erir da Costa Filho terá de explicar decisão que abre crise no governo. O secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, criticou ontem o decreto do comandante da PM, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, que anistia punições administrativas a policiais militares desde 4 de outubro de 2011. Beltrame disse que cobrará hoje de Erir justificativas sobre o decreto, publicado na última sexta-feira. "Precisamos, sem dúvida nenhuma, explicar melhor o que são estes pequenos delitos, sobretudo para a sociedade” afirmou o secretário, que ameaçou revogar a decisão, fato que abre uma crise na segurança. Erir informou, por meio de sua assessoria, que não comentaria as declarações de Beltrame.


O Estado de S. Paulo
"MP negocia delação para apurar propina em cartel"

Acordo pode identificar …

Ninja

Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O déficit de leitos hospitalares

O Estado de S.Paulo
Enquanto o governo federal gasta tempo e energia com o seu polêmico programa Mais Médicos, os verdadeiros problemas da saúde - a falta de leitos hospitalares e a desatualização da tabela de procedimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) - continuam a se agravar. A ausência de médicos em regiões carentes - seja por falta desses profissionais, como pretende o governo, seja por sua má distribuição - é uma questão menor, se comparada com o risco de colapso do sistema de saúde, que pode ocorrer se não for enfrentada com determinação a crise por que passam os hospitais.

Os dados de um levantamento realizado pela Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), publicados pelo jornal Valor, são altamente preocupantes. Eles permitem montar dois cenários. No mais otimista, se o crescimento do número de clientes dos planos de saúde for de 2,1% ao ano, serão necessários pelo menos 13,7 mil novos leitos até 2016, com investimentos estimados de R$…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 04 / 08 / 2013

O Globo
"Paraíso sitiado: Eles estão em perigo"

Bravos e vulneráveis, os índios Awá resistem no que resta de Floresta Amazônica no Maranhão

As terras indígenas, que também formam a Reserva Biológica de Gurupi, são o alvo da cobiça de madeireiros e grileiros, e a devastação já destruiu um terço do lar desse povo, considerado o mais ameaçado do mundo. Eles foram contatados a partir de 1979, a ampla maioria não fala português e alguns continuam fugindo. A terra que ocupam já foi demarcada e homologada. Chegou o momento da retirada dos não índios. Um dos líderes da aldeia Juriti, Piraíma'á avisa: “Os madeireiros estão matando as árvores. Vão nos matar. Vou resistir, tenho coragem." Os Awá, um dos últimos povos caçadores e coletores, creem que a morte da floresta será o fim da vida na terra e no céu, por isso o desmatamento assume contornos apocalípticos. Essa história começa a ser contada hoje por Míriam Leitão e pelo fotógrafo Sebastião Salgado.


O Es…