Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 10, 2016

Dominique

Imagem

Opinião

Das cinzas ao carnaval

Gabeira
A Operação Lava Jato começou o ano desatando fios de várias meadas. Um deles, as mensagens telefônicas do ex-diretor da OAS Léo Pinheiro. No vácuo político do recesso, a única variável com poder de alterar o quadro é o curso da Lava Jato e de outras operações da Polícia Federal.

As mensagens de Léo Pinheiro comprometem o ministro Jaques Wagner em alguns pontos. Um deles, sua interferência num fundo de pensão, a pedido da OAS. Negócio de R$ 200 milhões. Mais ou menos no mesmo período vazou trecho da delação de Nestor Cerveró também comprometendo Wagner. Desta vez na construção de um prédio destinado a abrigar a direção financeira da Petrobrás.

Cruzo os dados não para demonstrar culpa de Wagner. Mas para reafirmar que a Lava Jato é uma espécie de termômetro que permite vislumbrar ao menos algumas nesgas do futuro. No caso de Lula não poder disputar em 2018, Wagner era uma espécie de plano B. Há pedras no caminho.

As mensagens de Léo Pinheiro expuseram ainda mai…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 16 / 01 / 2016

O Globo
"Acuado, Maduro recorre a emergência econômica"

Decreto abre brecha para expropriar; oposição critica poderes excepcionais

Críticos temem que medida dê sinal verde ao governo para confiscar bens de empresas tidas como adversárias
Com a Venezuela acossada por uma inflação estimada em mais de 270% ao ano e crise de desabastecimento, o presidente Maduro decretou emergência econômica por 60 dias. Entre as medidas está a possibilidade de requisitar bens e imóveis privados, levando ao temor de que o governo use expropriações contra adversários. A oposição criticou o decreto, que será apreciado pelo Legislativo, e disse que o verdadeiro problema é o modelo chavista. Na Assembleia, Maduro reconheceu cifras “catastróficas”, mas se disse vítima de uma guerra econômica.

Folha de S.Paulo
"Decreto de Maduro abre margem para confiscos"
Presidente venezuelano anuncia emergência econômica, que permite ao governo tomar bens privados
Em medida inédita, alegadame…

Pilatus PC-6/B2-H4

Imagem

Coluna do Celsinho

Código da Vida

Celso de Almeida Jr.

O Arnaldo mandou.
Obediente, acatei.
Mais de 460 páginas.
Leitura deliciosa.
Saulo Ramos, o autor.
Código da Vida, o livro, publicado pela Editora Planeta, em 2007.
Desde que doou os primeiros livros ao Colégio Dominique - como sócio fundador da Biblioteca Hans Staden, em 1989 - o advogado e professor Arnaldo Chieus pauta boa parte de minhas leituras.
Culto e generoso, ao doar mais um exemplar que acabou de saborear, faz um briefing da obra e do autor, aguçando a minha curiosidade.
Tática perfeita!
Ao final de cada livro, renovo em meu pensamento a gratidão ao amigo de todas as horas, que sempre me incentiva a aprender mais.
Seguindo o bom exemplo, sinto-me estimulado a fazer o mesmo com meus leitores fiéis, conhecidos ou anônimos.
Saulo Ramos,em seu Código da Vida, traz uma história de suspense que viveu quando no exercício da advocacia, mas, simultaneamente, apresenta sua biografia, num estilo contundente e bem humorado.
Ele, que chegou a Consultor Geral da Rep…

Dominique

Imagem

Opinião

Manifestações e vandalismo

Estadão
Depois de anos de regime militar, com sérias restrições à liberdade de expressão, a sociedade quis deixar muito claro na Constituição Federal de 1988 o direito à livre manifestação. Assim diz o inciso 16 do art. 5.º: “Todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente”.

O texto constitucional não condiciona o direito de manifestação à prévia autorização do poder público. A sociedade é livre para se reunir sem necessidade de aval do Estado. No entanto, o mesmo constituinte definiu que o direito de manifestação deve ser exercido pacificamente e sem armas, além de exigir aviso prévio à autoridade competente.

Dessa forma, a Constituição Federal harmoniza o direito de manifestação com a ordem pública. Há plena liberdade para se manifestar, mas ela não pode ser pr…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira 15 / 01 / 2016

O Globo
"Dilma dá aval, e partidos receberão R$ 819 milhões"

Valor é 163% maior do que o proposto pelo próprio governo

Pressionada, presidente sancionou sem vetos o Orçamento aprovado pelo Congresso, com cortes em quase todas as áreas; partidos alegam que proibição de doações privadas inviabilizaria eleições
Atingidos em grande parte pelas investigações da Lava-Jato, os partidos políticos receberão este ano R$ 819 milhões por meio do Fundo Partidário, preservado dos cortes do ajuste fiscal que atingiram quase todas as áreas do Orçamento da União, sancionado ontem sem vetos pela presidente Dilma. O Planalto foi pressionado por aliados, com o argumento de que a proibição de doações de empresas privadas, aprovada pelo STF em meio ao escândalo investigado na Lava-Jato, inviabilizaria a eleição municipal deste ano. O valor é 163% maior do que os R$ 311,3 milhões que tinham sido propostos pelo governo ao Congresso. Além disso, os 594 parlamentares terão direi…

Pitacos do Zé

Imagem
Que indecência!

José Ronaldo Santos
Recebi agora mesmo, via e-mail, a propaganda de alguns concursos e de cursos por este Brasil afora. Está parecendo que ela chegou coroando o meu dia de estudos sobre o pensamento liberal em Locke, a teoria do Estado em Hegel e a transmutação de todos os valores em Nietzsche. É isso mesmo! Professor, para ser o esteio nesta sociedade do conhecimento, também precisa estudar mesmo estando de férias. Muitos até poderão dizer: “E eu com isso?”

Considerando a moral como o conjunto de regras que determinam o comportamento dos indivíduos na sociedade, convido cada leitor a reparar que, de todos os concursos propagandeados, a profissão de professor é a aquela de menor remuneração. “Ser docente é uma indecência!”. 

Não é uma incoerência? Quem, diante dessa situação, dessa falta de consideração, vai se motivar para manter essa sociedade do conhecimento? Ah! O que seria dos demais profissionais sem o alicerce lançado pelos docentes, construído na vivência escolar? …

Dominique

Imagem

Opinião

O futuro é das mulheres

João Pereira Coutinho
Colunismo é serviço público. Um exemplo: se o digníssimo leitor viajar para Portugal, cuidado com as cantadas para conquistar as lusitanas. Sobretudo cantadas com propostas de teor sexual. As cantadas —ou, para usar a terminologia dos nativos, os "piropos"— podem dar cadeia (um ano). Se a ninfa tiver menos de 14 anos, a coisa piora (três anos).

Nada a dizer: quem sou eu para perturbar a histeria feminista, que vê no piropo reles ("Ai borracho, era eu por cima e tu por baixo!") um crime hediondo?

Apenas suspeito que chegará um dia —não muito distante— em que a Europa, as mulheres da Europa e até as feministas da Europa terão saudades dessas agressões verbais. Será preciso relembrar o que aconteceu em Colônia e outras cidades alemãs (Stuttgart, Hamburgo) na virada do ano?

Talvez seja, até porque as notícias demoraram a chegar ao conhecimento geral: um número indeterminado de mulheres (a cifra mais recente aponta para 379) fora…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 14 / 01 / 2016

O Globo
"PF indicia Samarco e Vale por desastre"

Empresas e sete técnicos são acusados de crime ambiental

MP abre inquérito para investigar destino de R$ 1 milhão em espécie doado às vítimas e depositado em conta da prefeitura
Mais de dois meses após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), a Polícia Federal indiciou por crimes ambientais as mineradoras Samarco e Vale, a Vogbr e sete funcionários das empresas, entre eles Ricardo Vescovi, diretor-presidente da Samarco. O desastre arrasou o distrito de Bento Rodrigues e deixou 17 mortos, dois desaparecidos e um rastro de destruição no vale do Rio Doce. As empresas contestaram o indiciamento. Em outra frente, o Ministério Público investiga o destino de doações em espécie às vítimas, informa DANDARA TINOCO.

Folha de S.Paulo
"Ex-OAS, assessor de Wagner licitou obra ganha pela OAS"
Empreiteira venceu projeto de R$ 584 mi quando ministro era governador da BA
Nomeado pelo então governador da …

Dominique

Imagem

Opinião

Um susto

Ferreira Gullar
A primeira manhã deste novo ano não foi das melhores para mim. É que minha gata, chamada Gatinha, sumiu.

Moro em Copacabana, a uma quadra e meia da praia e a uma quadra do Copacabana Palace, isto é, não muito longe do palanque e do local onde se realizam os shows do final do ano. Ali se junta uma multidão de espectadores. Não preciso dizer o que acontece à meia-noite do dia 31 de dezembro, quando se deflagra o fulgurante espetáculo da queima de fogos, comemorativo da passagem do ano.

Maravilha! Mas nem tudo é de fato maravilhoso para quem, como eu, mora onde moro.

Mal anoitece e as pessoas, às dezenas, às centenas, começam a passar sob minha janela em direção à praia. E esse número vai crescendo à medida que se aproxima da meia-noite. Já eu, aqui no meu apartamento, mal suportando o calor infernal, não tenho como ir para a casa de alguém, nem ninguém consegue vir para minha casa.

O bairro está praticamente fechado. Cláudia, minha companheira, que mora no Flamengo, n…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira 13 / 01 / 2016

O Globo
"Petrobras encolhe e retrocede uma década"

Volume de investimentos e valor de mercado caem abaixo do nível de 2007

Estatal vai cortar R$ 130 bilhões até 2019 e produzirá menos petróleo. Ações despencam 9,2%, e analistas preveem aporte da União
A Petrobras anunciou ontem mais um corte de investimentos, de R$ 130 bilhões (cerca de US$ 32 bilhões) até 2019, devido à subida do dólar e à queda da cotação do petróleo. A estatal também informou que produzirá menos do que o previsto no plano anterior. Com os cortes, as ações da empresa despencaram 9,2% e encerraram o pregão a R$ 5,53, o menor valor desde 2004. A profunda crise, iniciada com a Operação Lava-Jato em 2014, já fez a Petrobras retroceder quase uma década: os investimentos estão no nível de 2007, auge da euforia com a descoberta do pré-sal, e a petrolífera vale 64% menos. Analistas preveem que haverá necessidade de aporte de até R$ 200 bilhões pela União na companhia.

Folha de S.Paulo
"Pe…

Dominique

Imagem

Opinião

Bem ao estilo lulopetista

Estadão
Jaques Wagner, ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, é o exemplo típico do militante petista, de origem sindical, bem sucedido na vida pública e privada, identificado com o estilo e os métodos do chefão Lula, de quem é considerado, dentro do próprio PT, como uma versão “envernizada”. Hoje é um dos principais protagonistas da cena política e chega a ser apontado, dentro e fora de seu partido, como uma possível opção petista para disputar a sucessão de Dilma Rousseff em 2018, um plano B para a hipótese de Lula desistir de se candidatar.

Tal qual muitos altos dirigentes petistas, Jaques Wagner vê-se às voltas com denúncias de seu envolvimento em transações financeiras estranhas, de acordo com o que revelam mensagens entre ele e o ex-presidente da construtora OAS, Léo Pinheiro, gravadas em aparelhos celulares apreendidos do ex-presidente da empreiteira, já condenado no âmbito da Operação Lava Jato. Além disso, em delação premiada do ex-di…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira 12 / 01 / 2016

O Globo
"Setor aéreo já reduz a oferta de voos"

Mercado deve sofrer primeira retração em 13 anos em 2016

Procura por passagens cai há quatro meses. Com prejuízo acumulado de R$ 13 bilhões, empresas demitiram 2.400 desde 2011
A forte recessão brasileira agravou a crise do setor aéreo, que deverá ter em 2016 a primeira retração em 13 anos. As empresas reduzem a oferta de voos há três meses consecutivos e planejam encolher a malha em até 9% nos próximos trimestres, informa DANIELLE NOGUEIRA. O ajuste é necessário porque a procura por passagens recua há quatro meses. Só em novembro, a queda foi de 7,5%, a maior desde agosto de 2003. Em cinco anos, com custos pressionados pela escalada do dólar, o setor amargou prejuízo de R$ 13 bilhões e demitiu 2.400 funcionários.

Folha de S.Paulo
"Cerveró liga Lula a contrato investigado pela Lava Jato"
Ex-diretor da Petrobras diz que ex-presidente o recompensou com cargo
O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró dis…