Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 28, 2016

Dominique

Imagem

Opinião

Perdeu, príncipe

Gabeira
Anotações de Marcelo Odebrecht revelam corrupção e também muitos enigmas

Chamou-se “O jogo da imitação” o filme sobre a vida do criptoanalista Alan Turing, que desvendou os códigos nazistas durante a Segunda Guerra. O esforço coletivo será menor para desvendar as anotações no iPhone de Marcelo Odebrecht. Elas revelam algumas indicações contundentes e inequívocas de corrupção. Mas trazem muitos enigmas que nos impelem a devendá-los, pelo menos para saber o que, realmente, aconteceu com o Brasil. E, é claro, extrair as consequências.

Marcelo Odebrecht foi intitulado o Príncipe dos Empreiteiros. Jovem, rico e bem educado, adotou a tática petista de negar, encarou com desdém a investigação. Na cadeia, tropeçou pela primeira vez, enviando um bilhete determinando a destruição de um e-mail sobre venda de sondas. Mas agora, com as mensagens em seu telefone, eu diria: perdeu, playboy, na linguagem plebleia, mas o adequado é: perdeu, Príncipe.

São evidentes, mesmo com as bar…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 5 / 03 / 2016

O Globo
"Lava-Jato força Lula a depor, e petista apela à militância"

Justiça quebra sigilo, e PF faz buscas em imóveis ligados a ex-presidente

Prestes a completar dois anos, a Lava-Jato chegou à porta do ex-presidente Lula. Por força de um mandado de condução coercitiva, ele foi obrigado a depor, durante três horas, numa sala do Aeroporto de Congonhas (SP). Os investigadores suspeitam que os R$ 30 milhões recebidos por Lula, desde 2011, como pagamento de palestras e doações a seu instituto, sejam fruto de desvios da Petrobras. A operação cumpriu 33 mandados de busca e apreensão, inclusive em imóveis ligados a Lula. Segundo a PF, o Instituto Lula, que tem isenção fiscal, teria repassado R$ 1 milhão à G4, empresa de um dos filhos do ex-presidente. O procurador Carlos Fernando afirmou que “qualquer um no Brasil está sujeito a ser investigado'; Lula reagiu afirmando que se sentiu prisioneiro e convocou militantes às ruas: “A jararaca está viva.".

Folha d…

Harbin SH-5

Imagem

Coluna do Celsinho

Lula lá

Celso de Almeida Jr.

Muito triste...

Ver o ex-presidente Lula ser conduzido coercitivamente para prestar depoimento à Polícia Federal doeu.

Não se trata aqui de posicionar-se pró ou contra o político e seu partido.

Refiro-me ao estrago moral causado pelas estrepolias de Lula e vários aliados nos últimos anos.

Dentre os muitos absurdos, falados em lulês ou dilmês, a recente frase lapidar foi a gota d'água:

"Não tem uma viva alma mais honesta do que eu".

Pois é...

Nas próximas semanas e meses veremos a derrocada de um modelo político que levou o país à vergonhosa crise atual, onde a honestidade foi a grande ausente.

A conta desta aventura regada a ideologia barata, frases de efeito, bravatas e ilusionismo será paga por todos.

Tiraremos lições deste quadro dramático?

Espero que sim.

Para tanto, porém, os espíritos precisarão se desarmar e os militantes mais acalorados devem despertar do sono profundo que mergulharam, hipnotizados pelo discurso cínico e hipócrita que tanto mal te…

Dominique

Imagem

Opinião

Orgulho, preconceito e zumbis

Contardo Calligaris
Assisti a "Orgulho e Preconceito e Zumbis", de Burr Steers.

Eu não tinha lido o livro com o mesmo título, de Seth Grahame-Smith. Também tinha achado o trailer hilário: involuntariamente cômico. Entrei no cinema, portanto, perguntando-me: o que estou fazendo aqui? Eu logo saberia.

Jane Austen publicou "Orgulho e Preconceito" em 1813. É um grande romance de costumes, que revela os pensamentos e os valores dos (mais ou menos) privilegiados na Inglaterra de 1800. A moral da história ainda vale: por orgulho e preconceito, podemos desperdiçar nossa vida, renunciando a amores verdadeiros.

Apesar dos zumbis, o filme de Burr Steers é fiel ao espírito do livro de Austen. Aliás, diante da ameaça zumbi, algumas personagens adquirem dimensões interessantes: Mr. Darcy e Elizabeth Bennet têm em comum um espirito guerreiro –o qual, aliás, torna inesquecível a famosa "discussão" entre eles.

A Inglaterra de Grahame-Smith e do fil…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira 4 / 03 / 2016

O Globo
"Delação de Delcídio põe Dilma no centro da Lava-Jato"

Presidente é acusada de interferir na investigação
Delator: Lula mandou comprar silêncio de Cerveró
Planalto ataca vazamento de informações


Em depoimento prestado na negociação para uma delação premiada, o senador Delcídio Amaral (PT), líder do governo até novembro, pôs a presidente Dilma no centro da Lava-Jato ao afirmar que ela atuou para interferir nas investigações. No depoimento, revelado pela revista “IstoÉ”, Delcídio disse que, a pedido de Dilma, negociou o voto de um ministro do STJ para tentar soltar os empresários Marcelo Odebrecht e Otávio Azevedo. Afirmou também que ela sabia das irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, e que o ex-presidente Lula ordenou a tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Embora o senador diga que não confirma a reportagem, a revelação deixou o Planalto atônito. A oposição exigiu a renúncia e decidiu inc…

Dominique

Imagem

Opinião

Sim, ele pode

João Pereira Coutinho
Hoje é dia de Super Terça nos Estados Unidos e só existe uma pergunta: como explicar o sucesso de Donald Trump? São infinitos os artigos que repetem a pergunta como se Trump fosse uma nova epidemia, pronta para destruir a humanidade.

Li muitos desses artigos. Parei, por motivos óbvios: já não aguentava tanto riso. A culpa é da ignorância do povo, diziam uns. A culpa é da mídia que deu palco a um "palhaço", diziam outros. Pessoalmente, talvez a culpa seja do aquecimento global, que derrete os neurônios de qualquer pessoa civilizada.

Mas o único artigo com pés e cabeça foi escrito por Daniel Drezner no "The Washington Post": se Trump vencer a indicação republicana, a culpa é dos cientistas políticos. A culpa, no fundo, é de pessoas como eu e da "ciência" que eu pratico. Maldito seja Daniel Drezner! E não é que ele tem razão?

Diz Drezner que, nos últimos anos, os "cientistas" desenvolveram uma teoria que consideravam …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 3 / 03 / 2016

O Globo
"Maioria do STF decide que Cunha deve virar réu"

Após votação, PT e oposição exigem afastamento imediato do cargo

Seis ministros consideram que há indícios suficientes para abertura de processo; julgamento será concluído hoje
A maioria dos ministros do STF decidiu transformar em réu o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, deflagrando pedidos de partidos de oposição e do PT para que ele se afaste imediatamente do cargo. Os seis ministros que votaram aceitaram a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que falou em “propinolândia” para resumir a atuação do deputado. Acusado de corrupção e lavagem de dinheiro por supostamente ter exigido propina de uma empresa que fechou contratos com a Petrobras, Cunha disse que não sairá do cargo. Pelo celular, ele recebeu mensagem da mulher, Cláudia Cruz: “Calma. Deus sempre no controle. Ele põe. Ele tira. Ele faz.” O julgamento deve ser concluído hoje.

Folha de S.Paulo
"Para maioria do Suprem…

Dominique

Imagem

Opinião

Estão maltratando VC

Elio Gaspari
Quando chegou ao Brasil, vindo de Nova York, Victor Civita tinha algumas centenas de milhares de dólares e uma licença para imprimir revistas de quadrinhos de Walt Disney. O Pato Donald e Mickey eram bons parceiros. Isso foi em 1949. São Paulo ainda não tinha o parque do Ibirapuera, a avenida Paulista era uma alameda de palacetes e no bairro de Pinheiros havia um incinerador de lixo.

Civita morreu em 1990, aos 83 anos. Em quatro décadas, transformou uma pequena empresa na maior editora de revistas do país, revolucionou a relação do brasileiros com os livros, levando-os para as bancas de jornais, ajudou a redesenhar as relações do mercado publicitário com as publicações que recebiam seus anúncios e deu aos jornalistas um grau de independência pouco comum na época. Em 2008, a área onde funcionava o incinerador de lixo de Pinheiros foi transformado num espaço cultural e se chama Praça Victor Civita.

Na década de 50 as grandes agências de publicidade ficavam …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira 2 / 03 / 2016

O Globo
"Novo ministro da Justiça não agrada a aliados de Lula"

Wellington César, que toma posse amanhã, diz que não fará troca na PF

A saída de José Eduardo Cardozo, por pressão do PT, não foi suficiente para acalmar o partido, que esperava a escolha de um político; oposição e entidades sindicais ligadas à PF veem risco à Lava-Jato
A decisão da presidente Dilma Rousseff de, mesmo com desgaste pessoal, ceder à pressão do PT e aceitar a demissão do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, não foi suficiente para amansar os petistas. O nome do novo titular, Wellington César Lima e Silva, ex-procurador na Bahia, não agradou aos aliados do ex-presidente Lula, que esperavam uma nomeação mais política. O PT chegou a preparar uma lista com quatro indicações, esperando ver na pasta alguém do partido. Em entrevista ontem, Wellington César, que toma posse amanhã, afirmou que não fará mudanças imediatas na Polícia Federal. A oposição e entidades sindicais ligada…

Dominique

Imagem

Opinião

Ler e falar

Ferreira Gullar
O fato de que, nas provas do Enem, é cada vez menor as referências à literatura brasileira –o mesmo ocorrendo nos exames de vestibulares– causou preocupação nos membros da Academia Brasileira de Letras que, em face disso, decidiu manifestar-se sobre o assunto.

Essa questão foi trazida à ABL, no final do ano passado, por Arnaldo Niskier, que havia representado a instituição numa reunião promovida na Comissão de Educação da Câmara Federal pela deputada Maria do Rosário, do PT do Rio Grande do Sul. Ela realizou uma audiência pública para debater a situação da leitura e do ensino da literatura particularmente no ensino médio. A constatação lamentável é que, se não se estimula a leitura da literatura e seu ensino, não há razão para que a matéria faça parte dos exames e das provas.

A iniciativa da deputada em trazer à discussão esse fato merece o apoio da intelectualidade e dos cidadãos conscientes da importância da literatura para a vida nacional. Não obstante, nem …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira 1 / 03 / 2016

O Globo
"PF investiga se Santana comprou imóvel de laranja"

Apartamento já foi de diretor da holding da Odebrecht

Com 306m², quatro suítes, e a um custo de R$ 6 milhões, ele foi pago em parte com dinheiro de offshore não declarada pelo marqueteiro do PT
Um imóvel de luxo em nome do marqueteiro João Santana, pago em parte com dinheiro não declarado da offshore Shellbil, foi comprado de um suposto laranja, segundo a Lava-Jato. O apartamento, em São Paulo, de 306m², com quatro suítes e cinco vagas, vale R$ 6 milhões e pertenceu, por 24 horas, a Ruy Lemos Sampaio, diretor da holding que controla a Odebrecht, revelam RENATO ONOFRE, SILVIA AMORIM e TIAGO DANTAS. Presa desde a semana passada com o marqueteiro, sua mulher, Mônica Moura, mantém ativa a vida nas redes sociais. Em defesa apresentada ontem, Marcelo Odebrecht argumentou que algumas das anotações em seu telefone — que se tornaram provas nas investigações — são, segundo ele, a reprodução de pensamentos…