Postagens

Mostrando postagens de Março 20, 2011
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

As mudanças na aviação civil

O Estado de S.Paulo - Editorial
A criação da Secretaria de Aviação Civil (SAC), vinculada à Presidência da República e que será responsável pelas mudanças no sistema aeroportuário brasileiro e na aviação civil em geral, constitui o primeiro passo da nova política para o setor anunciada pela presidente Dilma Rousseff em recente entrevista à imprensa e que, segundo ela, inclui a participação da iniciativa privada, por meio de concessões dos serviços existentes e investimentos em novos aeroportos.

"Estamos nos preparando para ter uma forte intervenção nos aeroportos", disse a presidente, em entrevista ao jornal Valor publicada na quinta-feira passada. "Vamos articular a expansão de aeroportos com recursos públicos e fazer concessões ao setor privado. Não temos preconceito contra nenhuma forma de expansão do investimento nessa área, como não tivemos nas rodovias", afirmou.

Criada por medida provisória (MP) publicada em edição extra do Diário Of…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 26 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Contra alta de preços, gasolina terá mais água"

Medida vale até abril e permitirá importação de álcool dos Estados Unidos

Para conter a escalada no preço dos combustíveis, a Agência Nacional do Petróleo decidiu elevar o percentual máximo de água no álcool anidro, que é misturado à gasolina. O teor, que era de 0,4%, passa para 1%. A mudança permitirá a importação de álcool dos EUA, que tem mais água, e é temporária -vai até 30 de abril, quando acaba a entressafra de cana no centrosul. Produtores do Brasil trarão 200 milhões de litros.

O Estado de São Paulo
"Irã desafia a ONU e diz que não aceita investigação"

Para Teerã, fiscalização de direitos humanos no país, apoiada pelo Brasil, é parte de 'campanha' dos EUA

O Irã anunciou que não aceitará a entrada de um relator da ONU para investigar a situação dos direitos humanos no país e denunciou que a medida é "campanha" dos EUA. O envio do relator foi aprovado anteont…

O tempo. O que é?

Imagem
Fiona Walker 35 anos depois

Tênis? Qual o quê...

Sidney Borges
Há 35 anos Fiona Walker posou para o namorado fotógrafo e tornou-se celebridade mundial. O poster onde apareceu vendeu 2 milhões de cópias. Hoje a garota sexy é uma simpática senhora de 52 anos, mãe de 3 filhos e ilustradora freelancer. O tempo. O que é? Santo Agostinho dizia sabê-lo, mas não conseguia explicar. Eu que não sou santo tenho a mesma percepção, mas arrisco dizer que é uma entidade maléfica que rouba o que temos de mais precioso: a juventude. E enquanto vai levando beleza, sonhos e saúde dá em troca clarividência, o que só serve para aumentar a estranheza.

Ah! Se eu soubesse...

Twitter

Wanted: Taxi driver

Imagem

Coluna do Celsinho

Segundo tempo

Celso de Almeida Jr.
Nesta semana, concluí o primeiro tempo.

Quarenta e cinco.

Neste jogo corrido, não há intervalo.

Nada de orientação do Técnico Supremo sobre como agir na etapa complementar.

Trocar de campo tem suas vantagens.

Avalia-se por outro ângulo.

Pena que, no início do jogo, com mais energia, não sentisse tudo como agora.

Tentarei aperfeiçoar o chute.

Evitarei cabeçadas.

O problema é que os cabelos brancos, a visão cansada e a barriguinha esquisita dão um aspecto de jogador em fim de carreira.

Tudo bem.

Vou em frente.

Ficará mais difícil marcar um gol.

Mas ainda poderei dar bons passes.

Talvez, para a filhinha querida, eu contribua com toques certinhos, suaves, já que ela começou a jogar há pouco.

Agora, é torcer para ter a chance de uns minutinhos na prorrogação.

Não conseguindo, ir para o banco, esperando que não seja num caldeirão.

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Mais dois Ministérios

O Estado de S.Paulo - Editorial
Não se criam Ministérios impunemente sob o ponto de vista fiscal. O Brasil, que já tinha 37 Ministérios, se computados órgãos como o Banco Central e Advocacia-Geral da União, cujos titulares têm status de ministros, deve passar em breve a contar com 39, com a recente instituição da Secretaria de Aviação Civil e do Ministério das Micro e Pequenas Empresas, a ser criado. Esse número é quase o triplo do da França (14 ministros). Naturalmente, o inchaço do organograma federal acarreta novas despesas, não só com relação à remuneração do ministro, do gabinete e funcionários, mas também porque toda nova Pasta tem planos próprios a implementar, exigindo dotações especiais. No caso do Ministério voltado para as empresas de menor porte, uma promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff, o acréscimo provavelmente não será muito pesado, uma vez que está em plena operação, em todos os Estados do País, o Sistema Sebrae, que constituirá a espin…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 25 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Dilma modifica política de Lula e vota contra o Irã"

Brasil apoia a designação de relator para investigar denúncias de violações de direitos humanos no país

O Brasil foi favorável ontem, no Conselho de Direitos Humanos da ONU, a designação de um relator para investigar denúncias de violações de direitos humanos no Irã. É a primeira vez desde 2003 que o país vota contra o Irã no órgão. A decisão teve 22 votos a favor, 7 contra e 14 abstenções. A posição do Brasil fora antecipada pela Folha.

O Estado de São Paulo
"Brasil muda de posição na ONU e irrita regime do Irã"

País apoia investigar casos de violação de direitos; Teerã acusa governo Dilma de 'dobrar-se' aos EUA

O Brasil votou favoravelmente no Conselho de Direitos Humanos da ONU ao envio de um relator para investigar a situação das garantias individuais no Irã, informa o correspondente Jamil Chade. A ordem do Itamaraty era a de mostrar que o País terá nova postura…

Glenn Miller

Imagem

Excentricidades

Um super som de US$ 1 milhão

Ethevaldo Siqueira
Os conjuntos de áudio mais sofisticados que eu conheci custavam a bagatela de US$ 200 mil. Em janeiro ouvi durante o Consumer Electronics Show, em Las Vegas, um dos mais cobiçados sistemas de áudio hi-end – ou seja, um sistema de áudio de alta fidelidade ultra avançado e super luxuoso – cuja marca é Goldmund. Essa é uma das poucas que compete com o famoso nome MacIntosh, a válvulas.

Agora, recebo a notícia divulgada por Lisa Montgomery, do site Electronic House, de que um conjunto Goldmund, de áudio super hi-end, especialmente montado para um milionário, Mark Rosen, custou quase US$ 1 milhão. Vou grafar por extenso para que ninguém duvide: um milhão de dólares.

Nunca havia sequer imaginado uma conjunto tão caro assim. Pois é verdade, esse conjunto Goldmund foi encomendado por Mark Rosen, milionário e audiófilo apaixonado, a ponto de se dispor a pagar essa fortuna para dar aos seus ouvidos o que eles consideram ser melhor som do mundo.

Leia ma…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Balanço da educação paulista

O Estado de S.Paulo - Editorial
O desempenho dos estudantes de ensino médio caiu pelo segundo ano consecutivo na avaliação do Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo(Saresp). As provas foram aplicadas no final de 2010 aos alunos da 3.ª, 5.ª, 7.ª e 9.ª séries do ensino fundamental e da 3.ª série do ensino médio das 5.065 escolas da rede pública paulista.

Concebido com o objetivo de subsidiar as políticas de educação do governo estadual, o Saresp já está em sua 13.ª edição. A avaliação mede os conhecimentos dos alunos em língua portuguesa, matemática e ciências. O Saresp também propicia um quadro comparativo do desempenho das escolas da rede pública e um balanço do chamado fluxo escolar - que compreende as aprovações, as reprovações e as taxas de abandono ou evasão. Com base nas notas em cada prova, as autoridades educacionais calculam o Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), que vai de 0 a 10.

Os piores d…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 24 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"STF anula Ficha Limpa nas eleições de 2010"

Com a decisão, políticos barrados pela Justiça Eleitoral poderão tomar posse

Por 6 a 5, o Supremo Tribunal Federal anulou a validade da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010. A decisão beneficia políticos que obtiveram votos para se eleger, mas não assumiram os cargos. A legislação provavelmente valerá só em 2012. Com o voto do novo ministro, Luiz Fux, o Supremo formou entendimento de que a lei não poderia ter sido aplicada em 2010 por causa do princípio da anualidade, pelo qual a legislação promulgada em um ano apenas entra em vigor no seguinte.

O Estado de São Paulo
"Ficha Limpa só vale a partir de 2012"

Decisão do Supremo permite que candidatos barrados que tiveram votos suficientes para se eleger em 2010 assumam o mandato

O Supremo Tribunal Federal concluiu ontem que a Lei da Ficha Limpa não valeu para as eleições do ano passado. Recém-empossado no tribunal, o ministro Luiz F…

Branco e preto não entra...

Imagem
Um sacerdote hindu lança pó colorido sobre os devotos que celebram "Holi", o festival da cor, no templo Bihari Banke em Vrindavan, cerca de 140 km de Nova Delhi, na Índia.

Blá, blá, blá...

Ignorância cósmica

Sidney Borges
Chávez falou e quando Chávez fala eu me lembro da música de Gilberto Gil que começa assim: Luiz Inácio falou... A conclusão lapidar saiu hoje no Estadão (leia a matéria aqui). Chávez diz que capitalismo pode ter acabado com a vida em Marte. 'Imperialismo chegou e acabou com o planeta', disse presidente venezuelano.

Eu não pretendia comentar, mas não consegui conter a indignação que tomou conta de minha alma. Chávez errou redondamente, todo mundo sabe que quem acabou com a vida em Marte foram os "Incas venusianos". E ponto final.

Twitter

Street Dance?

Imagem

Estilo de vida

Boa Morte

Carlos Brickmann no Observatório da Imprensa
Foi uma figura tão fascinante que dois grandes repórteres, José Maria Mayrink e Sérgio Vaz, escreveram duas matérias esplêndidas sobre sua morte, cada uma abordando aspectos diferentes de sua personalidade. Não foi fácil: este colunista conviveu com Antoninho Boa Morte, apelido de Antônio de Carvalho Mendes, redator da coluna de "Falecimentos" de O Estado de S.Paulo, durante mais de dez anos; manteve com ele relações cordiais, extremamente amistosas; e jamais soube algo de sua vida particular. Não sabia sequer que foi ele o autor da sugestão de que os jornais da empresa publicassem poemas de Camões no lugar de matérias censuradas pela ditadura (houve uma exceção, logo no início, quando saíram versos do Y-Juca Pirama, de Gonçalves Dias; e o Jornal da Tarde publicava receitas culinárias – que, como nunca eram do tamanho exato da matéria censurada, nunca davam certo). Antoninho levou para o jornal seu exemplar de Os Lusíadas,…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Quem é quem

Estadão - Editorial
Se for verdade que o ex-presidente Lula acredita que a imprensa elogia a sucessora Dilma Rousseff para deixá-lo mal na comparação, ou para abrir uma cunha no relacionamento entre ambos, mais uma vez ele estará se deixando mistificar pela teoria conspiratória a que sempre apela para desqualificar as opiniões que o incomodam. No seu governo, especialmente depois do escândalo do mensalão, qualquer crítica ao que dissesse ou fizesse era rebatida como se fosse prova do "complô das elites" - expressão que não se cansaria de repetir - para derrubá-lo. O complô só existiu na imaginação do autor, contaminada afinal pela própria versão para consumo externo.

Agora, diz achar "no mínimo hilariante" a mídia apontar diferenças de desempenho entre ele e a nova presidente. Na segunda-feira, ao participar de um jantar em sua homenagem, promovido pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, em São Paulo, foi assim que ele concluiu um raciocínio q…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 23 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Pela 1ª vez, Brasil apoia a saída de ditador líbio"

Ministro defende 'transição benigna' no país, a exemplo do que ocorre no Egito

O ministro Antonio Patriota (Relações Exteriores) afirmou que a governo brasileiro espera uma "transição benigna na Líbia", como a observada no Egito. É a primeira vez que o Itamaraty se manifesta pela saída de Muammar Gaddafi. EUA, França e Reina Unido, líderes da coalizão que intervem na Líbia, chegaram a um acordo sobre a participação da Otan.

O Estado de São Paulo
"Acordo entrega comando da operação na Líbia à Otan"

Solução visa a superar crise na coalizão; para Hillary, Kadafi estaria buscando exílio, mas ele promete resistir

Num esforço para tentar superar a crise entre as países da coalizão que intervem na Líbia, a França anunciou a criação de um “comitê político internacional" para dirigir a operação. Com isso, Paris mascara o papel da Otan no comando efetivo da ofe…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Atoleiro na Líbia

O Estado de S.Paulo - Editorial
Quando o Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas aprovou, na quinta-feira passada, o uso de "todas as medidas necessárias" para deter a matança na Líbia rebelada contra o coronel Muamar Kadafi, esperava-se o que na vida civil se chama processo e, em linguagem militar, escalada. O ponto de partida seria a interdição do espaço aéreo do país, para impedir que o ditador continuasse a usar a aviação para atacar a população das cidades tomadas pelos insurretos. Isso provavelmente incluiria neutralizar as bases de onde poderiam ser alvejadas as aeronaves estrangeiras incumbidas de impor a chamada zona de exclusão sobre o território líbio. A intensidade da ofensiva, a sua duração e os seus desdobramentos dependeriam da reação do regime.

Pelo visto, porém, a coalizão que assumiu a empreitada de conter Kadafi, capitaneada pelos Estados Unidos, França e Grã-Bretanha, resolveu queimar etapas, antes mesmo de qualquer reação. Já no sábad…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 22 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Brasil pede cessar-fogo na Líbia"

Coalizão com EUA, França e Reina Unido diverge sobre se operação deve derrubar o ditador Muammar Gaddafi

No mesmo dia em que o presidente dos EUA, Barack Obama, se despediu do país, o governo do Brasil lamentou a morte de civis e pediu cessar-fogo na Líbia. Em sua nota oficial, o Itamaraty preferiu adotar um tom de "chamamento positivo" em vez de crítica, informa Eliane Cantanhede.

O Estado de São Paulo
"Após saída de Obama, Brasil pede cessar-fogo na Líbia"

Nota é divulgada horas após o embarque do americano; China, Índia e Rússia também exigem trégua

Horas depois de o presidente americana, Barack Obama, ter deixado o Brasil - de onde deu a ordem para iniciar as ataques às forças leais ao ditador da Líbia, Muamar Kadafi -, a Itamaraty emitiu ontem uma nota na qual pede um cessar-fogo “no mais breve prazo possível". China, Índia e Rússia, parceiros brasileiros no Bric - que, a …
Imagem

Energia

E agora José?

Sidney Borges
Estamos vivendo um momento singular. O crescimento econômico demanda cada vez mais energia. E a energia está cada vez mais difícil de ser obtida. Queimar combustíveis fósseis implica em poluição. Usar o potencial hídrico, quando há disponibilidade, tem grande impacto ambiental, alterando flora, fauna e clima. Energia eólica é uma possibilidade, mas nem todas as regiões têm os ventos necessários. No Brasil fala-se muito de energia da biomassa. Com o passar do tempo e o crescimento da população as áreas agricultáveis deverão voltar-se primordialmente à produção de alimentos e não vai haver espaço para a produção de cana de açúcar destinada aos combustíveis.

O que fazer então?

Na França 70% da energia elétrica é produzida em usinas nucleares. Na Alemanha isso não acontece, mas grande parte da energia que move o país é importada da França e tem origem nuclear. Outros países da Europa mantém usinas nucleares em seus territórios. Se a energia nuclear fosse abolida as…

Gente

Imagem
Mabel Normand e o elefante feito de nozes (original aqui)

Coluna do Rui Grilo

Ação e proteção - Como agir?

Rui Grilo
Na sexta (18/03), várias pessoas comentaram sobre a morte da menina e da dificuldade do controle das drogas e do medo que as pessoas têm de denunciar e serem ameaçadas. Essa atitude mostra o desconhecimento que as pessoas tem sobre o encaminhamento de denúncias sem correr riscos, através da denúncia anônima pelo disque 100, em que não há o risco de identificação do denunciante. Também mostra o alto grau de desconfiança nos órgãos policiais.

É sabido que existe corrupção na polícia como existe em outros lugares e vai ser difícil acabar totalmente, mas se ninguém denunciar, a impunidade faz a corrupção se alastrar como uma doença infecciosa. Por causa de alguns, não podemos generalizar e achar que nada vai ter solução.

A ação policial será muito mais eficiente quando a população atuar como parceira, pois é mais fácil um morador constatar um delito ou ato criminoso nos arredores do que a polícia. Em geral, em um grupo de residências sempre alguém estará…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O acidente nuclear do Japão

José Goldemberg - O Estado de S.Paulo
Existem hoje cerca de 450 reatores nucleares, que produzem aproximadamente 15% da energia elétrica mundial. A maioria deles está nos Estados Unidos, na França, no Japão e nos países da ex-União Soviética. Somente no Japão há 55 deles.

A "idade de ouro" da energia nuclear foi a década de 1970, em que cerca de 30 reatores novos eram postos em funcionamento por ano. A partir da década de 1980, a energia nuclear estagnou após os acidentes nucleares de Three Mile Island, nos Estados Unidos, em 1979, e de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986. Uma das razões para essa estagnação foi o aumento do custo dos reatores, provocado pela necessidade de melhorar a sua segurança. Com a queda do custo dos combustíveis fósseis na década de 1980, eles ficaram ainda menos competitivos. O custo da instalação de um reator nuclear triplicou entre 1985 e 1990.

Temos agora o terceiro grande acidente nuclear, desta vez no Japão, que certamente va…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 21 / 03 / 2011

Folha de São Paulo
"Dano a civis irrita aliados e afeta força anti-Gaddafi"

EUA negam ataques à população e dizem controlar espaço aéreo líbio

No segundo dia de ataques às forças do ditador Muamar Gaddafi, a aliança liderada por EUA, França e Reino Unido sofreu um revés diplomático; a Liga Árabe, que integra a coalizão, criticou “a mortes e ferimentos de civis” na Líbia. O secretário-geral Amr Moussa manteve apoio à intervenção, mas cobrou explicações: “Queremos proteção de civis, e não bombardeio contra mais civis”. Os EUA negaram ataques a civis e disseram ter reduzido
“significativamente” defesas de Gaddafi e assumido o controle do espaço aéreo. Na TV estatal, o ditador prometeu “guerra longa”. Mais tarde, um míssil destruiu prédio administrativo no complexo residencial dele. Em Benghazi, capital rebelde, moradores festejaram recuo de tropas de Gaddafi, relata o enviado especial Samy Adghirni.

O Estado de São Paulo
"Ataques à Líbia se intensif…

Visita

Imagem
Original aqui

Brasil

Redundância e Mistério

Sidney Borges
"Barros Munhoz é acusado de pagar pizzas com verba da educação". Essa é a manchete da matéria da Folha.com. (Na íntegra aqui

Eis um caso de pizza anacrônica, fora do tempo para pleonasmar, novilinguar e romper o tédio da ubachuva.

As querelas desta terra abençoada por Deus e bonita por natureza, que beleza, costumam terminar em farta distribuição da iguaria peninsular. Desta vez inverteu-se o trivial. Começou com pizza. Como acabará?

Raviolis?

Twitter

O melhor lugar do mundo:

Imagem
É aqui. E agora.
Twitter

Justiça

"A legislação brasileira é ótima, só precisa ser melhor aplicada"

Luiza Nagib Eluf é Procuradora de Justiça do Ministério Público de São Paulo. Foi Secretária Nacional dos Direitos da Cidadania e Subprefeita da Lapa na cidade de São Paulo. É autora de vários livros, dentre os quais “A paixão no banco dos réus” e “Matar ou morrer – o caso Euclides da Cunha”. Nesta entrevista à jornalista Renata Vieira Pompeu, exclusiva do Ubatuba Víbora,a procuradora aborda temas da maior importância.

Na sua visão feminina, como a justiça trabalha em prol a mulher?

A Justiça já foi muito machista. Agora, evoluiu um pouco, está mais preparada para reconhecer os direitos iguais entre homens e mulheres, mas, mesmo assim, ainda há um certo caminho a percorrer. As próprias mulheres, por vezes, agem de forma mais machista que os homens. Veja o caso da Elisa Samúdio. Ela foi pedir proteção na Vara de Violência Doméstica do Rio de Janeiro porque estava sendo ameaçada pelo goleiro Bruno. A Juíza negou am…

Ramalhete de "causos"

Imagem
“Zé da onça”: estratégia do Lacerda
José Ronaldo dos Santos Muita gente conheceu Otacílio Lacerda, o velho guerrilheiro que encerrou a vida neste lugar chamado de Ubatuba.
Dos vários eventos (passeatas, reuniões políticas, trilhas etc.) que pude participar com este senhor, da perseverança nas utopias de justiça, preservação da natureza, solidariedade e vida comunitária, creio poder chamá-lo de “aquele guerrilheiro que nunca perdeu a ternura, mas que sabia ser duro”.
Certa vez, quando ele era chefe do setor de obras do governo Pedro Paulo, acompanhei-o para produção de um texto para a J.O.C. (Juventude Operária Católica). Durante uma semana morei na Fazenda da Caixa, onde a prefeitura estava construindo a estrada de acesso àquela comunidade do “cacique” Leopoldo Braga. Antes disso a população sempre usara o chamado “Picadão da Barra”, que começava no jundu da praia da Fazenda.
Naquele brejo, onde a terra não desgrudava da pá, foi preciso aproveitar patieiros, jarobazeiros, indaiazeiros e as…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Bom senso e coerência

O Estado de S.Paulo - Editorial
É cedíssimo para dizer, mas pode ser que a melhor decisão singular tomada pelo presidente Lula em seus oito anos no poder, depois de abrir mão da busca de um terceiro mandato, tenha sido a de escolher a ministra Dilma Rousseff como sua candidata à sucessão. Embora não tenha ainda completado nem 80 dias no cargo, a presidente já demonstrou que o que lhe faltava em carisma eleitoral - atributo suprido pela interposta pessoa que sairia do governo com índices estelares de popularidade - ela tem de sobra em matéria de sensatez e real interesse pela gestão do País.

É antes de tudo uma mudança de mentalidade o que emana do Planalto nesse começo de nova administração. Não se trata apenas da sobriedade em vez do espalhafato como marca pessoal. Mais do que isso, é a absorção pelo ofício tomando o lugar do distanciamento diante de suas inexoráveis servidões. Se, para Lula, a imersão em tempo integral na política representava em boa medida uma es…