Postagens

Mostrando postagens de Outubro 21, 2012
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Por que as estradas pioram

O Estado de S.Paulo
Temida pelos usuários por causa de suas graves deficiências de conservação, traçado e sinalização, que a tornam cada vez menos segura e elevam os custos dos transportes, a malha rodoviária brasileira está ficando cada vez pior. Depois de apresentar pequenas melhorias na década passada, o estado geral das estradas de todo o País vem se deteriorando desde 2010. Quase dois terços (ou 62,7%) da extensão de 95,7 mil quilômetros de rodovias percorridos recentemente pelas equipes da Confederação Nacional do Transporte (CNT) foram considerados em estado regular, ruim ou péssimo. Na pesquisa de 2011, 57,3% da malha foi considerada em mau estado.

A CNT estima que a modernização da infraestrutura rodoviária do País, com obras de construção, duplicação, pavimentação e outras, exige investimentos de R$ 177,5 bilhões. O governo tem anunciado investimentos anuais no setor que, somados aos previstos pelas empresas que operam e mantêm as estradas concedidas …
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 27 / 10 / 2012

Folha de São Paulo
"Novo apagão atinge 11 estados"

Repetição de blecautes ‘não é normal’, afirma ministro; curto-circuito deixa Nordeste e parte do Norte sem luz por 4 h

Os nove Estados do Nordeste, além de parte do Pará e do Tocantins, no Norte, ficaram ao menos quatro horas sem energia elétrica na madrugada em razão de curto-circuito ocorrido na subestação de Colinas (TO). É o quarto apagão no país em 35 dias e o segundo de grande porte no Nordeste. Cidades inteiras ficaram sem água, e hospitais funcionaram à meia-luz - houve calote em restaurantes, incêndios e assaltos. Não foi divulgado o número de pessoas afetadas. Para o ministro interino Márcio Zimmermann (Minas e Energia), o risco de ocorrerem apagões seguidos é “praticamente zero”. “Eventos como esses não são normais e a coincidência é mais anormal ainda”, disse. O Operador Nacional do Sistema descarta a hipótese de sabotagem e afirma que o mecanismo de proteção do sistema falhou. A Cemig, respons…

Voar é preciso...

Imagem

Coluna do Celsinho

Humanidade

Celso de Almeida Jr.

Ouvi uma história engraçada numa cidade vizinha.

Um rapaz, que acabara de quebrar o braço, foi atendido num hospital com aquela frieza de praxe.

Enfermeira linha dura encaminhando os procedimentos iniciais.

Sem muita paciência, o médico responsável encarou o problema e deu solução.

Áspero, como uma lixa, recomendou ao paciente que fosse mais "esperto".

Passada uma semana, engessado, o moço acompanhou a namorada numa missão especial.

Levavam o cachorrinho de estimação, machucado, para tratamento.

Começou a reparar no atendimento ao animalzinho.

Recepcionistas lindas e carinhosas demonstravam zelo extremado.

A veterinária, muito doce, agiu com aquele cuidado digno das pessoas sensíveis.

Tratado e confortado, o bichinho saiu tranquilo, feliz.

Não teve jeito.

Por um rápido instante, o jovem preferiu a vida de cão...

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter

Hexágonos regulares

Imagem

O foco é a cidade

Ubatuba mais habitável
Um desafio para o próximo prefeito
Pedro Tuzino Passando a ressaca das eleições, a nova equipe de governo terá uma extensa agenda para dinamizar ou mesmo manter os projetos e as ações prioritárias para o setor da construção.
Não cabe em hipótese alguma chorar o leite derramado e tentar achar culpados, essa era uma estratégia que os ex-prefeitos utilizavam no primeiro ano de mandato a fim de acalmar as ansiedades da população, os novos prefeitos terão a sua disposição ferramentas de gestão com métodos e tecnologias eficazes que traçam diagnósticos quase que “on line” e concomitante com o advento da lei de responsabilidade fiscal, em que o gestor público tem regras rígidas de endividamento, caem por terra culpar o passado pelo presente ou futuro.
É fato que o novo gestor de Ubatuba recebe conscientemente a herança de péssimas administrações consecutivas, e que para tirar os vícios causará fortes impactos, através de um choque de gestão como numa cirurgia causará dores,…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Crime e castigo

O Estado de S.Paulo
Perto dos lenientes padrões penais brasileiros, no caso dos chamados crimes de colarinho branco, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de condenar o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, o operador do mensalão, a um total de 40 anos, 1 mês e 6 dias de prisão e ao pagamento de multas que somam, em valores não corrigidos, R$ 2,783 milhões, chama a atenção por seu caráter literalmente excepcional. Mas não deveria surpreender. Em primeiro lugar, porque - sempre por unanimidade - o publicitário havia sido condenado três vezes por corrupção ativa, duas vezes por peculato, uma vez por lavagem de dinheiro e uma vez por evasão de divisas. Foi ainda condenado, dessa vez por 6 votos a 4 - por formação de quadrilha (ao lado de nove outros acusados, entre eles o trio José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares). Não é pouca coisa.

Em segundo lugar, as penas são compatíveis com a enormidade dos delitos cometidos. A cada rodada do julgamento, não só o re…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 26 / 10 / 2012

Folha de São Paulo
"Dispara número de homicídios na capital paulista"

Em meio a tensão entre policiais e criminosos, registros sobem 96% em setembro em relação ao mesmo mês de 2011

Os casos de homicídios dolosos (intencionais) na cidade de São Paulo aumentaram 96% em setembro em relação ao mesmo mês de 2011. No acumulado do ano, o crescimento foi de 22%. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, no mês passado a capital teve 135 registros de homicídio, que vitimaram 144 pessoas. No mesmo mês de 2011, foram 69 casos com 71 vítimas. No Estado de SP, o aumento de homicídios foi de 27% em relação a setembro de 2011, e de 8% no ano. O latrocínio (roubo seguido de morte) também subiu. Até o último mês, foram registradas 263 ocorrências — maior número desde 2004. De acordo com especialistas, o aumento da violência é resultado do acirramento do confronto entre policiais militares e criminosos. O comandante-geral da PM, Roberval França, nega descontrole da vi…

A hora se aproxima. Cautela!

Imagem

Pane!

Caiu o sistema

Sidney Borges
Na segunda-feira, 22, por volta das 21h30 caiu a conexão do Speedy. No dia seguinte, como o problema persistisse, liguei para 10315 e solicitei reparo. 

Depois de fazerem alguns testes marcaram a visita de um técnico.

Prazo: 24 h. 

Eram muitas as tarefas que me cabiam e que só poderiam ser feitas através da Internet, assim fui até a loja Vivo e comprei um modem e um chip. 

Baratinho, apenas 110 reais!

A conexão por meio desse artefato é lenta, lembra os primeiros anos da rede quando não havia banda larga.

Sem alternativa, passei 6 horas do dia de ontemem uma lan house colocando a vida em ordem. Findo o trabalho liguei novamente para a Vivo e fui informado que o prazo para a visita do técnico era de 24h e não 12h como me informaram na primeira ligação.

Paciência, esperar é preciso.

O horário programado termina às 11h30 de hoje. Não arredo pé daqui. Se o técnico não aparecer prometo ser duro.

Vou reclamar. Com o Bispo!

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Elefante branco

O Estado de S.Paulo
As obras do maior e mais caro canal da transposição das águas do Rio São Francisco, no Eixo Norte do projeto, estão paralisadas desde julho, quando a Controladoria-Geral da União (CGU) constatou um sobrepreço de R$ 76 milhões no orçamento do trecho 6, a cargo da Delta Construções, empresa considerada inidônea e proibida por dois anos de firmar contratos com o governo federal. A empreiteira recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, enquanto não se resolve a pendência ou se realiza nova licitação, o que já foi construído está em rápido processo de deterioração. Evidentemente, se e quando as obras forem retomadas, o ônus para o Tesouro será mais pesado.

Como apurou a CGU, as planilhas de custo, que deveriam ser elaboradas pelo Ministério da Integração Nacional, responsável pelo gerenciamento e fiscalização da obra, eram preenchidas pela própria empreiteira, numa chocante inversão de papéis, antes de ser encaminhadas para aprovação. Em vista desses…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 25 / 10 / 2012

Folha de São Paulo
"Na reta final, Haddad tem 49% e Serra, 34%"

Datafolha aponta que tucano oscilou 2 pontos para cima, dentro da margem de erro

Pesquisa Datafolha para a Prefeitura de São Paulo mostra que Fernando Haddad (PT) se mantém com 49% das intenções de voto e está 15 pontos à frente de José Serra (PSDB). O tucano oscilou dois pontos para cima e agora tem 34%. O percentual de eleitores que dizem estar indecisos caiu de 9% para 6%. O de brancos e nulos soma 11%. Desconsiderados esses votos, Haddad alcança 60% e Serra, 40%. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. Para a maioria dos entrevistados (76%), todos os candidatos que disputaram o primeiro turno deveriam estar mais preparados para enfrentar os problemas da cidade. Só 18% afirmam que eles estavam à altura do que São Paulo precisa. Na pesquisa Ibope/TV Globo/“O Estado de S. Paulo”, Haddad tem 49% e Serra, 36%. A margem de erro é de três pontos.

O Estado de São Paulo "…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O descaso com a inflação

O Estado de S.Paulo
Se não retomar sua função primordial, a de perseguir a meta da inflação, o Banco Central (BC) perderá sua capacidade de instilar confiança nos agentes econômicos, o que poderá ter consequências danosas para o crescimento no longo prazo. Com palavras semelhantes a estas, ex-presidentes do BC apontam para os perigos que trazem para a economia brasileira as mudanças na política econômica, em decorrência, sobretudo, do descaso com que o governo vem avaliando as tendências da inflação.

Ao atribuir a aceleração recente da inflação a fatores externos, como a alta dos alimentos no mercado internacional, e a problemas de produção no Brasil, as autoridades da área econômica procuram justificar os estímulos que continuam a oferecer ao consumo, como a expansão do crédito a juros menores nos bancos oficiais e a redução da taxa básica de juros (Selic) pelo BC.

O problema, porém, é que, ao proceder desse modo, ao contrário de combater, o governo pode estar es…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 22 / 10 / 2012

Folha de São Paulo
"TSE investiga contas de 17 partidos após fraude"

Prestações irregulares do PP, aprovadas pelo tribunal, provocam devassa

Após constatar fraude nas contas do PP, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) investiga as prestações de 16 outros partidos para apurar se houve desvio de recursos do fundo partidário. A auditória vai de 2001 a 2009. O objetivo é apurar se o dinheiro do fundo, que só neste ano distribuirá R$ 320 milhões, foi aplicado irregularmente, ainda que as contas tenham sido aprovadas. Só no caso do PP, o desfalque chegaria a R$ 20,1 milhões. A Polícia Federal foi acionada para apurar a atuação de Wladimir Azevedo Caetano, ex-coordenador de exame de contas do tribunal, responsável pela aprovação dos casos suspeitos. No total 60 processos serão revistos. PMDB, DEM, PSDB, PDT, PSB, PTB e diversas outras siglas menores estarão sob escrutínio e disseram ignorar a investigação. Caetano não foi encontrado.

O Estado de São Paulo &qu…

Cuidado! A mosca tá de olho!

Imagem

Então é isso!

A zelite

João Ubaldo Ribeiro - O Estado de S.Paulo
Vejamos aqui, que novidades há, neste que espero ser um domingo ensolarado e ameno, em que o distinto leitor e a cativante leitora (cartas sobre como estas designações são machistas devem, por caridade, ser encaminhadas ao editor) possam tirar muito proveito do que ainda nos dadiva a Natureza? Não muitas, acho eu. Talvez as novidades mesmo estejam nas páginas de medicina ou ciência dos jornais, onde sempre anunciam o sensacional estudo que desmente outro sensacional estudo de anos atrás, como acontece principalmente em relação a alimentos. A notícia mais recente, se não me trai outra vez a vil memória, é a respeito do camarão. Parece que aboliram a vingança do camarão. A vingança do camarão estava em que o freguês podia comê-lo, mas, em compensação, o colesterol entrava em órbita. Agora não mais, pelo menos até realizarem novo estudo. Periodicamente, a verdade científica vira mentira e, pensando bem, não há grandes novidades nem nas pág…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Mudanças e permanências

O Estado de S.Paulo
São notáveis as mudanças ocorridas nos últimos anos no perfil da família brasileira, no papel da mulher no domicílio e no mercado de trabalho e na taxa de fecundidade, entre outros indicadores, mas o crescimento da economia não foi suficiente para eliminar velhas mazelas sociais típicas de países subdesenvolvidos, como a precariedade da moradia de quase metade dos brasileiros. Os dados do Censo 2010 divulgados pelo IBGE mostram um Brasil de contrastes, que melhora rapidamente em diversos aspectos, mas não consegue evitar a persistência de graves problemas, sobretudo entre as camadas mais pobres.

De 57 milhões de domicílios brasileiros, só 30 milhões, ou 52,5%, são considerados adequados, ou seja, não têm mais de dois moradores por dormitório e dispõem de abastecimento de água por rede pública, de coleta de esgoto sanitário por rede pública ou sistema de fossa sanitária e de coleta regular de lixo. Isso significa que são inadequados 27 milhões d…
Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 21 / 10 / 2012

Folha de São Paulo
"Voto conservador amplia liderança de Haddad em SP"

Pesquisa Datafolha mostra que petista bate Serra nesse segmento, além de vencer entre os eleitores liberais

Líder nas pesquisas em SP, Fernando Haddad (PT) também venceria o tucano José Serra entre os eleitores conservadores - segmento no qual tinha o pior desempenho no Datafolha no fim de setembro (12% dos votos). Hoje, ele ganha de Serra por 46% a 33% nesse eleitorado. No conjunto das intenções de voto, o petista lidera a disputa por 49% a 32%. Em pesquisa realizada antes do primeiro turno, em setembro, o líder isolado entre os conservadores era Celso Russomanno (PRB), com 41% desses votos. Serra tinha 21% das intenções. Os conservadores representam 33% dos eleitores na cidade. É o maior contingente numa escala que vai de extremamente liberais (6%) a extremamente conservadores (9%), passando por liberais (28%) e medianos (23%). Haddad bate Serra em 4 dos 5 grupos.

O Estado de São Paul…