Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 9, 2014

Dominique

Imagem

Opinião

Muito ruim a prévia do PIB

O Estado de S.Paulo
O mau desempenho da economia brasileira no ano passado, já denunciado pelos dados muito ruins da indústria e do emprego industrial e pelos últimos números do consumo, é confirmado por mais um indicador calculado por um órgão de governo. A produção encolheu 0,17% do segundo para o terceiro trimestre e 1,35% de novembro para dezembro, segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia imperfeita, mas útil, do Produto Interno Bruto (PIB). De janeiro a dezembro houve crescimento de 2,57%, segundo a série livre de fatores sazonais, e de 2,52%, de acordo com as informações registradas sem depuração. Qualquer desses dois números aponta mais um ano de resultados medíocres, o terceiro consecutivo. O PIB cresceu apenas 2,7% em 2011 e 1% em 2012. O número oficial de 2013 deve ser anunciado no fim do mês pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pelas estimativas do mercado financeiro e de consu…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 15 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"Dados do BC mostram o Brasil em recessão"

Índice de atividade econômica calculado pelo Banco Central, o IBC-R divulgado ontem revela que o Brasil encolheu nos terceiro e quarto trimestres de 2013

O indicador é visto pelo mercado como uma prévia do Produto Interno Bruto (total das riquezas produzidas pelo país). Mas, para que a recessão técnica se caracterize, é preciso que o PIB, medido pelo IBGE, confirme o recuo na economia nos dois trimestres consecutivos. Surpreendidos com o forte tombo no crescimento, o Planalto e a Fazenda temem que o pessimismo com a economia alimente e vão fazer pressão para que o BC não eleve, este mês, a taxa básica de juros, que já está em 10,50% ao ano. Analistas já refazem as contas e projetam crescimento máximo de 1,5% para o PIB de 2014.

O Globo
"Com segunda queda seguida, ‘PIB do BC’ registra recessão técnica no quarto trimestre"

IBC-Br encolheu 0,17% no último trimestre de 2013; IBGE, que divulg…

Caravaggio

Imagem

Coluna do Celsinho

Biblioteca Hans Staden

Celso de Almeida Jr.

Em 1989, com uma doação de parte do acervo do professor e advogado Arnaldo Chieus, iniciávamos a organização da Biblioteca Hans Staden, no Colégio Dominique.

Juntava, também, todos os livros de minha prateleira, muitos ainda com carinhosas dedicatórias do vovô Aldo.

Hans Staden, o nome escolhido, foi homenagem ao viajante alemão autor de "Duas viagens ao Brasil", publicado originalmente em 1557, em Marburgo, Alemanha, sendo o primeiro livro em todo o mundo a retratar as nossas terras.

Sobre ele, declarou Monteiro Lobato:

"Não há documento mais precioso relativo à terra brasileira em seus primórdios do que as memórias de Hans Staden (...) Obra de valor inestimável que deveria andar no conhecimento de todos brasileiros (...) uma obra que até nas escolas devia entrar, pois nenhuma daria melhor aos nossos meninos a sensação do Brasil menino."

Com esta referência, fomos estruturando nossa biblioteca, criando programas de incentivo à …

Dominique

Imagem

Opinião

'O Ovo da Serpente'

Fernando Gabeira* - O Estado de S.Paulo
O Ovo da Serpente é o nome de um filme de Ingmar Bergman que mostra os conflitos e a desordem que antecederam a ascensão do nazismo. Vivemos um momento complicado de violência, deboche, em que quase todos os conflitos degeneram em agressões, incêndios: a democracia não anda bem em nosso país. Ainda assim, acho inadequada a expressão ovo da serpente. Não vejo na conjuntura internacional uma brecha para regimes autoritários com o nível de inserção econômica e política do Brasil. Mesmo porque a visão de Bergman do ovo da serpente pode não ser a única para descrever a situação brasileira. Há serpentes e serpentes.

Se fosse atribuir o ovo a algum réptil, diria que o processo de conflitos está gestando uma iguana - uma situação esdrúxula em que todos podem sair perdendo, mesmo quem sonha em se aproveitar dela.

As mediações políticas acabaram. A democracia brasileira é um veículo sem o jogo de molas, que avança aos solavancos am…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 14 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"Chega de racismo"

Vinte minutos do segundo tempo, Tinga entra em campo e nas arquibancadas, torcedores começam a insultar o jogador brasileiro, imitando sons e gestos de macaco 

A atitude racista, na noite de quarta-feira, provocou uma onda de indignação mundo afora. Da presidente Dilma ao dirigente máximo da Fifa, passando por atletas famosos, todos repudiaram o preconceito. “Incrível como isso ainda existe no futebol”, protestou Ronaldinho Gaúcho, ídolo do Atlético-MG, maior rival do Cruzeiro. “#TamoJuntoTinga”, postou Neymar em rede social. O repúdio foi tão grande que pode até levar a Conmebol, organizadora da Libertadores, a uma punição inédita: a eliminação do time peruano do torneio. Sede da Copa de 2014, o Brasil estuda medidas para coibir atos como esse no Mundial. Mas, aqui, apesar de o racismo ser um crime inafiançável, reina a impunidade. Não há ninguém preso no país por ter cometido esse tipo de delito, superesportes.

Dominique

Imagem

Opinião

O tiro do prefeito no pé

O Estado de S.Paulo
Agora não por atos, mas pelas palavras, o prefeito paulistano, Fernando Haddad, acaba de superar as já elevadas marcas alcançadas em 14 meses de mandato na modalidade tiro no pé. Frustrados os seus planos mirabolantes de transformar a cidade numa Xangai, como apregoa - ou porque a Justiça o impediu de onerar os paulistanos com um aumento abusivo do IPTU (de 20% a 35%) ou porque em boa hora a presidente Dilma Rousseff desistiu de apoiar o projeto que muda o indexador da dívida do Município com a União -, Haddad resolveu partir para cima da "elite econômica paulistana", culpando-a por seus dissabores.

Quando o seu mentor Luiz Inácio Lula da Silva desancava o "preconceito" das elites contra os pobres como ele - e como os que o ouviam nos palanques da reeleição e, depois, da candidatura Dilma -, a apelação podia ser o que se quisesse, menos irracional. Era um meio para um fim; como tal, funcionou. E seguramente ele tornará a se…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 13 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"MSTzaço na praça"

Enquanto o Congresso discutia o projeto de lei que enquadra protesto contra a Copa como ato terrorista, sem-terra alinhados com o Planalto quase linchavam PMs. Medo de invasão fez o STF suspender trabalho

O PT foi orientado pelo governo a propor mudanças na lei antiterror para evitar que movimentos sociais, como o MST — que ontem entrou em confronto com militares —, possam ser enquadrados pela polêmica legislação. Mas brasileiros sem vínculos com esse tipo de organização correrão o risco de serem condenados como terrorista se saírem às ruas para protestar. Na Praça dos Três Poderes, ontem, só não ocorreu uma tragédia porque um grupo de ativistas fez uma barreira humana e impediu que manifestantes partissem para cima de policiais encurralados no meio da multidão (estimada em 15 mil pessoas). Segundo a PM, 30 policiais e pelo menos três manifestantes ficaram feridos. Hoje, os sem-terra terão um encontro com a pres…

Dominique

Imagem

Opinião

Que tal tirar a máscara de quem quer ficar impune?

José Nêumanne* - O Estado de S.Paulo
Não havia brasileiro razoavelmente informado que já não soubesse que os black blocs sempre fizeram o possível e mais do que o razoável para que os policiais encarregados de reprimir seu vandalismo nas ruas das cidades brasileiras produzissem um mártir. Em 25 de janeiro, Fabrício Proteus Fonseca Mendonça Chaves, de 22 anos, foi baleado num protesto em São Paulo contra os gastos da Copa do Mundo. Poderia ter sido este, mas, socorrido pelos PMs e levado para a Santa Casa de Misericórdia, felizmente ele sobreviveu. Infelizmente, contudo, o cinegrafista da Band Santiago Andrade, de 49 anos, não teve idêntica sorte e morreu em consequência de ferimentos na cabeça, vítima da explosão de um rojão disparado no centro do Rio num protesto violento contra o reajuste da tarifa de transportes públicos. Eis o mártir!

Mas o cinegrafista, que trabalhava na cobertura da manifestação quando foi atingido, não foi vitimad…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 12 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"Projeto enquadra protesto de rua como ato terrorista"

Se virar lei, alertam especialistas, qualquer participante de manifestação contra a Copa, por exemplo, pode ser condenado a até 30 anos de cadeia. Governistas têm pressa em aprovar a proposta, mas negam que a intenção seja blindar o Mundial


A estupidez de black blocs, que culminou na morte do cinegrafista Santiago Andrade, serviu de pretexto para a pressa do Congresso e do Planalto em aprovar o projeto. Mas o texto de autoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR) é vago ao definir terrorismo. Tão vago que até integrantes de uma passeata pacífica que parasse o trânsito poderiam ser processados pelo crime. “Uma briga de torcidas em estádio de futebol poderia ser considerada terrorismo”, observa a advogada criminal Fernanda Tórtima. Mesmo aliado de Jucá, o também senador Humberto Costa (PT-PE) teme a criação de um monstrengo. “O Brasil não precisa de outro AI-5”, diz o petista. Baixad…

Dominique

Imagem

Opinião

Bandidos é o que eles são

O Estado de S.Paulo
Os poucos que ainda se iludiam com os black blocs - por ingenuidade ou recusa teimosa de abrir os olhos para a realidade, sabe-se lá por que - agora não têm mais desculpa. O artefato explosivo que atingiu na cabeça e matou o cinegrafista Santiago Andrade, da TV Bandeirantes, lançado por dois integrantes desse grupo, durante manifestação no Rio de Janeiro contra o aumento da tarifa de ônibus, na última quinta-feira, é a trágica demonstração de que os black blocs não passam de perigosos delinquentes que se disfarçam de adeptos de um vago e confuso anarquismo.

As cenas gravadas por amadores - e a mais reveladora delas por uma rede de televisão russa - documentaram com precisão o ataque covarde de que foi vítima Santiago Andrade, que estava ali fazendo o seu trabalho. Além de correrem o mundo, mostrando a verdadeira face dos vândalos que se apropriaram das manifestações de protesto, elas permitiram à polícia carioca obter dados importantes sobre …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 11 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"Black blood"

A selvageria que expulsou das ruas manifestantes pacíficos atingiu o ápice ontem com o anúncio da morte cerebral de Salvador Andrade 

Cinco dias atrás, o cinegrafista de 49 anos filmava passeata contra aumento em passagens de ônibus, no Rio, quando rojão disparado por um mascarado o acertou em cheio na cabeça. Um Jovem que carregava o artefato está preso. Outro, que acionou o explosivo, já foi identificado pela polícia. Suposta ligação do deputado estadual Marcelo Freixo (PSol) com black blocs provocou discussão ontem entre o parlamentar e advogado que se desculpou por haver divulgado a informação sem comprovar a veracidade. Em texto em rede social, a jornalista Vanessa Andrade, filha de Santiago, emocionou internautas ao falar do pai (leia abaixo). O caso põe em xeque a capacidade dos governos federal e estaduais de garantir a segurança da população em manifestações. E justamente em ano de Copa do Mundo e de eleições…

Dominique

Imagem

Opinião

Os frutos da privatização

O Estado de S.Paulo
Políticas públicas balizadas pelo interesse dos cidadãos, e não por renitente apego a ideias ultrapassadas, explicam o imenso contraste entre a qualidade alcançada pelas estradas de São Paulo e o estado precário em que permanece a maioria das rodovias de outras regiões do País, sobretudo as de responsabilidade federal. Enquanto o governo federal, depois da chegada do PT ao poder, retardou o quanto pôde a entrada de capital privado no setor de infraestrutura, há muito tempo o governo paulista tomou a decisão de transferir para empresas ou grupos particulares a gestão de importantes rodovias estaduais. As diferenças resultantes dessas políticas são notórias para os usuários.

Pesquisas da Confederação Nacional do Transporte (CNT) mostram como é desconfortável, caro e arriscado trafegar pelas rodovias do País, pois mais de 60% delas têm problemas de sinalização, pavimentação e traçado. A malha rodoviária do Estado de São Paulo é a exceção. Em São…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 10 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"Projeto abre brechas para supersalários"

Aprovado em comissão composta por deputados e senadores 

O texto estabelece 25 situações em que o contracheque de servidores poderá ultrapassar o salário máximo do funcionalismo, fixado hoje em R$ 29.462,25. A justificativa é de que se trata da regulamentação do artigo 37 da Constituição Federal, que exclui da aplicação do teto as parcelas de caráter indenizatório, como diárias de viagem, verba para mudança e auxílio-moradia. Mas os parlamentares foram além e ampliaram a lista dos benefícios.

Estado de Minas
"Gritos por justiça"

Famílias de jovens mortos em BH cobram punição de agressores

Matheus era um jovem bem-humorado. Apaixonado pelo Cruzeiro, namorava uma colega do curso de engenharia de produção, levava o irmão mais novo à escola todos os dias, pretendia fazer intercâmbio e aprender alemão. Leandro, também brincalhão, teve de abandonar a escola para trabalhar e ajudar a famíl…

Dominique

Imagem

Opinião

Ser de esquerda - tema e variações

JOSÉ ARTHUR GIANNOTTI
Preocupa a falta de modos de políticos e magistrados no exercício de suas funções representando formalmente Poderes da República. Mas se torna um perigo político maior contestar sistematicamente decisões formalizadas de uma instituição pública. Não é o que mostram as afirmações, cada vez mais insistentes, pondo em dúvida a validade das condenações dos réus do mensalão? Em que bases se sustenta a censura de que o processo foi eminentemente político e os coitados dos réus estão sendo enviados injustamente para a prisão?

Suponhamos que o relator da Ação Penal 470 seja um antipetista roxo. Suas acusações foram sistematicamente arguidas pelo ministro revisor, depois discutidas e votadas pelo STF como um todo, inclusive por ministros que podem ser considerados petistas roxos. Espera-se ainda um novo julgamento dos réus cujos embargos infringentes foram aceitos. Mesmo que sejam absolvidos, como parece provável levando em conta a nova comp…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 09 / 02 / 2014

Correio Braziliense
"País tem Vale do Silício a apenas 130 km do DF"

Cristalina tem bilhões de toneladas de silício

Conhecido pela abundância de cristais, o município de Cristalina tem silício com o mais elevado índice de pureza do mundo, 99,99%. Matéria-prima essencial para a fabricação de componentes tecnológicos, a reserva goiana é ignorada pelo Brasil e segue subaproveitada. A exemplo da Califórnia, nos EUA, o local poderia abrigar um importante parque industrial de alta tecnologia. “Esse vale é o Oriente Médio do século 21”, profetiza o empresário Eduardo Fernandes (foto), que tem a patente de pedra exclusiva descoberta na cidade.

Estado de Minas
"Muito além do cafezinho"

Grãos especiais cultivados em Minas rendem bebidas sofisticadas e grandes negócios

Um novo nicho impulsiona o campo, a indústria, o comércio, os serviços e até o turismo nas lavouras. Série de reportagens do EM revela como os cafés especiais garantiram a 55 municípios mineiros…