Postagens

Mostrando postagens de 2008

Falecimento

Nota de pesar

Ahmad K. Barakat
É com grande consternação que a Associação Comercial de Ubatuba recebeu a notícia do falecimento da Sra. Ana Campi.

A ACIU presta suas condolências aos familiares e amigos dessa ilustre pessoa que nos deixou um belíssimo exemplo de dedicação a família e aos amigos.

Compartilhamos este momento de dor que todos os familiares e amigos estão sentindo, particularmente nosso amigo Emílio Campi e seus filhos.

Cordialmente
Ahmad K. Barakat
Presidente Associação Comercial de Ubatuba
www.aciubatuba.com.br
Imagem

31 de dezembro

Reflexões reflexivas

Sidney Borges
Um vizinho da casa de meus pais enfartou e teve sorte. Foi dos primeiros no Brasil a receber ponte de safena, técnica ainda experimental. Ficou mais de um mês no balão de oxigênio, antigamente não tinha UTI. Saiu novinho em folha, um verdadeiro milagre, os dedicados médicos do HC salvaram a sua vida. O nome dele era Lourenço, trabalhava como fiscal da Receita Federal e viajava semanalmente ao Rio de Janeiro. Tendo sobrevivido ao enfarte, jurou que não morreria em acidente aeronáutico. Por precavida precaução viajava de Cometa leito, embora tivesse direito a Ponte-aérea. Numa tarde chuvosa teve a visão atrapalhada pelo guarda-chuva e foi atropelado pelo "Estações", em frente à rodoviária do Frias. Dessa vez não houve milagre. Lourenço jaz na campa da família no Quarta-Parada. O cinema e a televisão copiaram a literatura romântica. Criaram salvadores de vidas, médicos abnegados, bombeiros corajosos, heróis de guerra. Bulshit. Na vida real algun…
Imagem

Luto

Nota de falecimento

Sidney Borges
O Ubatuba Víbora lamenta informar o falecimento, em Caraguatatuba, da senhora Ana Campi, esposa de Emílio Campi, fotógrafo, documentarista e editor do Litoral Virtual.
Ao Emílio, companheiro de tantas jornadas, e a seus filhos, nossa solidariedade nesse momento difícil.
Imagem
Clique sobre a imagem e saiba mais

Ubatuba

Agradecimentos

Corsino Aliste Mezquita
O devir histórico criou calendários, festas e momentos, como pontos de referência e memória, daquilo que a maior parte dos seres humanos, de uma determinada cultura, consideraram como ponto de partida e filosofia de vida digna de imitação e perpetuação.

O nascimento de Cristo, pobre, na cidade de BELÉM DE JUDÁ, passou a ser o marco histórico da civilização ocidental. A mensagem de: “Gloria a Deus nas alturas e paz aos homens por ELE amados” impregnou o desenrolar da história ocidental nos dois últimos milênios. Essa mensagem de harmonia, paz, amor, integração, concórdia, solidariedade e respeito aos seres humanos continua dominando as manifestações religiosas, culturais e artísticas de crentes e não crentes. Pena que nem sempre exista profundeza, na compreensão desses valores, e sejam confundidos com fundamentalismos e exclusivismos que, em absoluto, existem nas mensagens originais.

Imbuído por esse espírito natalino e com o maior respeito à pluralid…
Imagem

Brasil

Gigolô da ignorância alheia

Ricardo Noblat
Lula escolheu para fechar o ano a sua máscara preferida: a de vítima.
Voltou a repetir no Recife, durante a inauguração, ontem, de um parque, que seus críticos torcem para a crise financeira "arrebentar o Brasil". Só assim ele perderia popularidade.
- Tem gente torcendo para a crise arrebentar o Brasil. Tem gente dizendo: "Ah, agora a crise vai pegar o Lula. Agora é que nós vamos ver. Queremos ver se ele vai continuar bom na pesquisa. Queremos ver porque agora ele vai se lascar. É assim que falam.
Os empresários torcem para que a crise arrebente o Brasil - e por extensão os seus negócios? Não são suicidas.
Boa parte dos políticos de oposição é formada por empresários. A parte que não é quer sobreviver como todo mundo. Torce contra a crise e não a favor dela.
A mídia torce pela crise? Ela já está sendo vítima dela. Caiu o volume de anúncios em todos os meios de comunicação. Alguns jornais começaram a demitir.
Jornalista torce pela crise…
Imagem

Opinião

Crise no ensino médico

Bráulio Luna Filho
O erro médico é um dos grandes flagelos da atualidade. Paradoxalmente, ante os avanços tecnológicos, da medicina e da ciência, presenciamos um número crescente de denúncias contra médicos, o que demonstra que alguma coisa não vai bem.

Em dez anos, de 1998 a 2007, o número de médicos denunciados no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) cresceu 140%, muito acima da taxa de aumento de profissionais inscritos (42%) e do crescimento populacional de São Paulo no mesmo período (12 %). Em 2007 foram registradas cerca de 4.500 denúncias contra médicos, boa parte relacionada a erros de diagnóstico e de procedimentos clínicos ou cirúrgicos.

Não há escassez de médicos no Brasil, o que não quer dizer que estejam bem distribuídos geograficamente ou por especialidades. Sabe-se que os fatores socioeconômicos e culturais são em parte responsáveis por essa realidade. Não podemos admitir uma política de Estado que tenta reverter a concentraç…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 31 / 12 / 2008

Folha de São Paulo
"Cresce pressão mundial por trégua"
No quarto dia de sua ofensiva aérea contra a faixa de Gaza, que já matou 384 pessoas, Israel começou a considerar um cessar-fogo de 48 horas proposto pela França para permitir o acesso de assistência humanitária à população de Gaza. A proposta é resultado da pressão pelo fim dos bombardeios feita por União Européia, EUA, Rússia e Nações Unidas, o chamado quarteto de mediadores. As grandes potências mudaram a retórica e passaram a pressionar Israel pelo cessar-fogo. A maior mudança foi dos EUA, que endossaram a declaração conjunta informal do quarteto exigindo “cessar-fogo imediato”. Israel disse que a ajuda humanitária será facilitada, mas que os ataques seguirão. O Hamas também não quis dar o primeiro passo para a trégua. Ontem Israel fez ofensiva marítima na costa de Gaza e intensificou a concentração de tropas e tanques na fronteira.

O Globo
"Israel ignora pressões do mundo e descarta trég…
Imagem

Fim-de-ano

Fogos de artifício: só solte os de efeito visual!

Enviado por Percival Brosig
Colorir o céu com fogos de artifício torna estas festas mais bonitas e alegres. Mas alguns fogos produzem um barulho intenso, assustador para animais e também para bebês, que não entendem o que está acontecendo. Muitos animais correm sem destino, causando acidentes e perdendo-se de seus donos. Outros acabam feridos ou mortos, por tentar fugir em desespero. Alguns cães chegam a sofrer convulsões e morrer. Animais silvestres sofrem alterações em seu ciclo reprodutor e também podem chegar ao óbito.

Se você quiser festejar, PREFIRA FOGOS QUE NÃO FAZEM BARULHO! Há muitas opções no mercado que produzem efeitos belíssimos!

Você tem bichos em casa? Siga estas dicas: Mantenha o cão ou gato em lugar seguro, feche bem as janelas, portões e portas. Se ele tiver muito medo dos fogos, coloque-o em um cômodo da casa. Um pouco antes do evento, leve seu animal para perto da TV ou de um aparelho de som e aumente aos poucos o volu…
Imagem

Coluna da Terça-feira

Amigos: Feliz Ano Novo

Maurício Moromizato
Hoje, levantei decidido a escrever uma coluna leve. Sem assuntos ruins relativos à cidade ou à política. Para finalizar o ano devo iniciar colocando mais uma vez o agradecimento aos leitores desse nobre espaço, pela atenção, e ao editor do blog pela oportunidade oferecida e pela lição de democracia e de liberdade de imprensa.

Após o Natal, com sua comemoração do nascimento do Filho de Deus, do presente que recebemos do Grande e Verdadeiro Pai, da oportunidade de (Re) nascimento a cada ano, com novas esperanças e novos objetivos, o ANO NOVO traz a oportunidade de concretização desses ideais Natalinos.

Todos temos os nossos pedidos, nossos planos e desejos para o ano que se inicia.

Há também os conselhos. Os administradores vão nos dizer que temos que estabelecer metas e levar a vida com a mira nelas (nas metas); os médicos vão nos dizer para levar uma vida saudável, longe de vícios e excessos, com mais prevenção do que tratamentos; os engenheiros n…
Imagem

Ubatuba

Vitória da vitória

Rui Grilo
Hoje recebi esse e-mail abaixo:

Rui,

nós da Cooperuba-tuba elaboramos projeto para Petrobrás com ajuda da Marina (caixa ecônomica de SJC) e graças a Deus fomos selecionados. O projeto é todo voltado à coleta seletiva em Ubatuba. Gostaríamos de pedir que vc, por favor, divulgue, pois para nós é uma grande vitória, e precisaremos muito da força de todos para seguirmos com esse projeto que desde setembro de 2007 iniciamos aqui na região Sul, mas que temos como meta atingir o municipio em três anos (se tivermos apoio). Para nós foi um presentão de Natal. Um feliz ano novo e obrigado pela força.

Um abraço,

Vitoria.

No balanço que fiz deste ano (ANO NOVO, VIDA NOVA) esqueci de colocar como pontos positivos a abertura para colaboração nos virtuais Revista Guaruçá, Ubatuba Víbora e Litoral Virtual. Portanto, aqui vai o meu agradecimento ao Luiz Moura, ao Sidney Borges e ao Emilio Campi.

Através desses espaços pude me contactar com muitas pessoas que não conheço o…
Imagem

Rede

Internet supera jornais como fonte de notícias nos EUA

Do blog Idéia 2.0 :
O reino do papel vai se esfarelando. Em estudo conduzido no começo de dezembro, a Pew Research Center for the People & the Press chegou à conclusão que a internet agora é a segunda fonte de informação dos norte-americanos.
Passou, sem qualquer surpresas, os jornais. Em um ano, a fatia dos que recorrem à internet por notícias subiu de 24% para 40%, enquanto os jornais se mantiveram praticamente estáveis em 35%.

A TV continua como fonte líder, com 70% dos entrevistados ligando seus televisores quando estão atrás de notícias.

A liderança folgada da TV também parece ser questão de tempo, já que, entre os mais jovens ouvidos pela pesquisa, a busca por dados na TV ou na internet está empatado - 59% afirmou recorrer a cada um dos meios, contra 28% a jornais.
A escalada de 16 pontos percentuais da web entre 2007 e 2008 (você vê a diferença no gráfico ao lado) é a maior diferença já registrada no período de 12 meses de al…
Imagem

Pra boi dormir

''Tenho representatividade para participar da vida política do País''

José Dirceu: ex-ministro; petista crê que será absolvido pelo STF e diz que pedirá anistia na hipótese de julgamento ficar para 2013 ou 2014

Ana Paula Scinocca, BRASÍLIA
Três anos depois te ter o mandato de deputado cassado - no auge do escândalo do mensalão -, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu afirma ter convicção de que será absolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Avalia que sua substituta no posto de braço direito de Lula, a ministra Dilma Rousseff, tem "grande" chance de emplacar como candidata do PT à Presidência em 2010, e que os tucanos agem como se o governador de São Paulo, José Serra (PSDB) - principal pré-candidato da oposição -, já tivesse sido eleito. "Essa história está distante da realidade. O Serra tem de conquistar Minas e Rio, porque o Norte e Nordeste ele não vai conquistar. E Minas e São Paulo serão os Estados mais afetados pela crise", afirma, em ent…
Imagem

Opinião

A crise do etanol

Editorial do Estadão
Alguns meses atrás, as atividades vinculadas à cana-de-açúcar eram tidas como as mais atraentes da economia nacional. Hoje, atravessam grave crise, especialmente as unidades que se dedicam à produção de álcool. Alguns projetos em fase de implantação foram suspensos, muitas empresas estão inadimplentes e poderão pedir concordata e a cana-de-açúcar plantada em grandes áreas pode não ser colhida.

O setor sucroalcooleiro não foi vítima direta da crise financeira internacional. Dela não sofreu mais que efeitos marginais. Essa crise tem origem no excessivo otimismo com que os produtores de etanol encararam suas possibilidades de exportação, incentivados pelo presidente Lula, certo de que convenceria os países ricos a importar um combustível que reduz a poluição e permite substituir em parte o petróleo - cujo preço, no início de 2008 apresentava uma curva de alta que parecia projetar-se por vários anos à frente.

Tanto a campanha pró etanol brasileiro não te…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 30 / 12 / 2008

Folha de São Paulo
"Israel se declara em "guerra total"
No terceiro dia do maior ataque aéreo já lançado contra alvos palestinos, o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, disse que o país está em “guerra total” com o grupo Hamas, que controla a faixa de Gaza, e confirmou que uma ação por terra poderá ser o próximo passo. Enquanto a aviação continuava a bombardear bases do Hamas, elevando o total de mortos a mais de 360 (60 civis, estima a ONU) em Gaza, militantes islâmicos respondiam com dezenas de foguetes, que mataram três. Entre outros locais, Israel atacou a Universidade Islâmica e o Ministério do Interior. O Hamas reiterou que não aceitará novas condições para um cessar-fogo. Em diversos países árabes houve protestos contra o ofensiva de Israel e a suposta conivência de Egito e Jordânia com o país vizinho. Marco Aurélio Garcia, assessor do presidente Lula, disse que o ataque a Gaza é uma “brutalidade”.

O Globo
"Israel decreta guerra t…

Ubatuba em foco

Imagem
Em Ubatuba, uma nova opção de cultura e lazer

Divulgação
O Instituto Pau Brasil de História Natural - IPBHN uma OSCIP, vai inaugurar em seu décimo aniversário, no dia 30 de dezembro de 2008, o Espaço Viva Ciência. É um espaço de divulgação científica cuja primeira exposição abordará o tema “A vida na Terra”. Esta exposição já esteve no Alto Tietê e agora, maior e mais diversificada, será instalada no litoral norte, em Ubatuba, possibilitando aos moradores do litoral e Vale do Paraíba a conhecer a história da vida no Planeta Terra. Lá o visitante poderá ter uma idéia da principal teoria de aparecimento do Universo – o Big Bang; poderá admirar uma riquíssima coleção de cristais de todo o mundo, minerais de importância para o ser humano, conhecer as teorias do aparecimento da vida no planeta e acompanhar passo a passo a evolução em painéis, dioramas, vitrines com fósseis verdadeiros, reconstituições de animais pré históricos e atuais. Há também uma ala onde se pode ver a árvore evolutiva d…

As aparências enganam

Imagem
O que você está vendo? Sidney Borges Um incauto observador poderá tirar conclusões apressadas do quadro acima e dizer que nas fotos há dois animais bebendo água. No alto uma onça e embaixo um animal que não é bem um animal, no sentido que as pessoas dão à palavra. É um cachorro. Brasil, o meu cachorro. Esperto como o Rin-tin-tim. Então o que você está vendo? Ficou confuso, não sabe direito, eu explico. Na foto superior há de fato uma onça bebendo água, foto arriscada, quando tirei fiquei com medo. Tirei da Internet, acredito que seja de domínio público. Ao sorver o precioso líquido o felino produziu ondas que se propagam pela superfície do lago. Mostrei ao Brasil, que como disse anteriormente, não é um cão qualquer. Ele não ligou para a onça, Brasil não aprecia gatos, mas fixou os olhos nas ondas. Momentos depois o ví produzindo suas próprias ondas, às quais olhava embevecido. Brasil tem imensa curiosidade, variou a intensidade dos golpes na água e tirou conclusões importantes sobre ve…

Frô

Imagem
Nasceu na varanda. Desconfio que seja uma petúnia, o que me remete aos tempos da Petúnia Resedá da Simone. Eu trabalhava como caixeiro-viajante. Vendia aulas de Física por esse Brasil afora. Petúnia Resedá e Querelas do Brasil, com o Quarteto em Cy, tocavam nas rodoviárias enquanto eu esperava o tempo passar. Gostei da jovem petúnia a quem batizei de Frô. Acho que ela veio me dar Feliz Ano Novo. Feliz Ano Novo pra você também Frô. Volte sempre, na Páscoa tem chocolate.(Sidney Borges)

Coluna da Segunda-feira

Fim de ano?

Renato Nunes
Ou início de ano? O que queremos comemorar? Resposta complicada. Por dentro, no íntimo, temos nossas expectativas, alegrias e desgostos, material necessário para fazermos um balanço pessoal do ano que passou. Desse balanço organizamos nosso rumo do novo ano. Mas por fora, abertamente, com a família, amigos, vizinhos, somos levados de roldão no meio do barulho, fogos e buzinaços para comemorar a entrada do ano novo. É só alegria. Ninguém se reúne para fazer uma choradeira geral, uns dando tapinhas nas costas dos outros para consolar suas tristezas e frustrações. Quem ganha os aplausos é o ano que entra e não o que sai. Saem aplaudidas a esperança e as incertezas do futuro. Xô tristezas e certezas passadas.

Parece até que a realidade se divide de acordo com os ponteiros do relógio, na passagem da meia noite do dia 31 para a zero hora do dia 1º, como se um dia não tivesse nada a ver com o outro e ficou tudo para trás. No mundo inteiro, as diferentes culturas comemo…
Imagem

Álcool

Abaladas pela crise, usinas de álcool enfrentam inadimplência

Em quase todas as regiões de São Paulo há atraso no pagamento a fornecedores; dez usinas foram adiadas

José Maria Tomazela, SOROCABA
Pelo menos 6% dos canaviais ou 29,8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar deixaram de ser colhidas no Centro-Sul do País, a principal região produtora. A sobra de 330 mil hectares de cana em pé é um dos efeitos da desaceleração dos investimentos no setor provocada pela crise internacional. No interior de São Paulo, pelo menos 10 usinas que deveriam entrar em operação este ano não ficaram prontas. Em Mato Grosso do Sul, dos 43 projetos com operação prevista até 2018, cerca de 20 já sofreram corte de recursos.

A crise sucroalcooleira preocupa o secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, João de Almeida Sampaio. Ele se reuniu com representantes do setor para discutir a situação. "O desafio é garantir que as usinas cheguem à próxima safra em condições de moer", disse ao Estado.…
Imagem

Literatura

A morte ignorada de Valêncio Xavier

Wilson Bueno
Espero, senhores, com que os grandes jornais e as revistas especializadas estejam preparando, no mínimo um alentado dossiê sobre a vida e obra de Valêncio Xavier – um dos mais inventivos prosadores surgidos no Brasil nos últimos tempos, recém falecido em Curitiba, aos 75 anos. À exceção da imprensa local, pouco ou quase nenhuma foi a repercussão nacional da morte do escritor, em condições cruéis, devastado pelo Alzheimer.

O paulistano, e polaco, Valêncio Niculitcheff, morava há mais de 50 anos em Curitiba onde produziu vídeos, peças, filmes, textos, programas de televisão. Trabalhador incansável, em seu caso somava-se a isso o interesse múltiplo e numeroso por diversas áreas, o que o tornava ainda mais inquieto, excitado sempre e rabugento por excelência.

Nunca o deixei de perdoar, mesmo as vezes em que me atacou duramente – sempre por diferenças pessoais – , num delírio que já era a sua marca, muito antes de a doença começar a devorá-lo,…
Imagem

Crônica

Várias fadigas e um cavalo morto!

Franz Kafka (como se o improvável pudesse ser verossímil)

Marcelo Mirisola*
Franz Kafka era filho de uma típica família judia de classe média. Foi um escritor que se notabilizou por sacanear o Pai e dar a notícia de um tempo futuro claustrofóbico e falecido comum a todos os outros tempos, antes e depois dele. Kafka pediu ao melhor amigo e testamenteiro que queimasse sua obra porque, na verdade, queria vê-la preservada, caso contrário, ele mesmo teria providenciado uma bela fogueira. Não há, portanto, que se falar em traição. Resultado: o vermezinho genial conseguiu vingar-se do Pai, e de lambuja conseguiu dar um nó na literatura do século XX. Isso é o que diz o lugar-comum.

Para chegar a Kafka terei de fazer um breve preâmbulo e passar por Jorge Luis Borges. Vou tentar – tarefa difícil, reconheço – não aborrecê-los.

Pois bem. Jorge Luis Borges dá as pistas de Kafka num texto que consta do livro Outras Inquisições cujo título é Kafka e seus precursores. Ne…
Imagem

Opinião

Pobres alunos, brancos e pobres...

Sandra Cavalcanti
Entre as lembranças de minha vida, destaco a alegria de lecionar Português e Literatura no Instituto de Educação, no Rio. Começávamos nossa lida, pontualmente, às 7h15. Sala cheia, as alunas de blusa branca engomada, saia azul, cabelos arrumados. Eram jovens de todas as camadas. Filhas de profissionais liberais, de militares, de professores, de empresários, de modestíssimos comerciários e bancários.

Elas compunham um quadro muito equilibrado. Negras, mulatas, bem escuras ou claras, judias, filhas de libaneses e turcos, algumas com ascendência japonesa e várias nortistas com a inconfundível mistura de sangue indígena. As brancas também eram diferentes. Umas tinham ares lusos, outras pareciam italianas. Enfim, um pequeno Brasil em cada sala.

Todas estavam ali por mérito! O concurso para entrar no Instituto de Educação era famoso pelo rigor e pelo alto nível de exigências. Na verdade, era um concurso para a carreira de magistério do primei…
Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 29 / 12 / 2008

Folha de São Paulo
"Israel prepara ataque terrestre a Gaza"
Ação contra Hamas tem 2º dia de bombardeios, envio de tanques à fronteira e convocação de mais de 6.500 reservistas.

O Globo
"Israel volta a bombardear Gaza e prepara a invasão"
Mísseis atingem fronteira com o Egito e mortos já chegam a 298.

O Estado de São Paulo
"Israel prepara ofensiva terrestre"
No segundo dia da maior ofensiva aérea contra a Faixa de Gaza em 60 anos, Israel anunciou o preparo de uma incursão terrestre de larga escala: cerca de 6,5 mil reservistas foram convocados e as tropas já estão mobilizadas na fronteira ao norte do território palestino. (...)

Jornal do Brasil
"Curso médio ganha perfil modernizado"
O governo criará 38 Instituições Federais de Educação, Ciência e Tecnologia para baixar o desemprego juvenil e ampliar as vagas profissionalizantes. As unidades usarão Centros Federais de Educação Tecnológica, escolas agrotécnicas federais e escola…
Imagem
Clique sobre a imagem e saiba mais

Lixo

Sr. Prefeito - Ubatuba merece uma explicação

Rui Grilo
Através do Ubatuba Víbora fiquei sabendo do aumento da taxa do lixo, fato já previsto em artigos anteriores porque não dá para manter o custo se aumenta a distância entre o lugar de coleta e de destino. Se o aumento desse custo era previsto, era necessário um plano estratégico para reduzir o volume do lixo destinado ao aterro. Desde o começo do mandato, o senhor sabia que não haveria novo licenciamento para aterro sanitário e o que estava em funcionamento, além de poluir o Rio Grande com o chorume, estava no seu limite de capacidade.

Ao mesmo tempo, a mídia local têm divulgado reclamações contra os moradores de rua, sobre a grande quantidade de lixo nas ruas e praças da cidade.

Gostaria de saber:

a) se houve um trabalho de cadastramento dos catadores de sucata no sentido de organizar a coleta seletiva do lixo e a formação de cooperativas;

b) por que não se organizou o Fórum Lixo & Cidadania e um amplo debate sobre os resíduos sól…

Políticos

Imagem
Surrando o vernáculo Contam no Ceará que o prefeito de Crateús, Raimundo Rezende, certa vez denunciava num comício o temperamento violento de um adversário: - ...e o Raimundo Bezerra, então, deu um tapa neu! - "Em mim", prefeito - corrigiu um assessor, ao seu ouvido. Rezende apontou para o assessor e gritou: - Bateu nesse também! (Cláudio Humberto)

Arde e alivia a dor

Imagem
Pimenta tem efeito semelhante ao da morfina

Economist
Cada vez mais a pimenta vem fazendo parte das dietas no mundo rico. Ela se tornou um ingrediente comum em tudo, desde as refeições prontas até os coquetéis, para satisfação dos apaixonados por culinárias exóticas, como a mexicana, a indiana e a tailandesa.

Uma das razões deste sucesso é que a globalização aumentou a tolerância das pessoas que vivem nos países desenvolvidos à capsaicina, o composto químico responsável pela sabor picante da pimenta.

O curioso é que a resposta natural do organismo a doses modestas desta substância é a auto-defesa: suor, pulso acelerado, língua dormente e lágrimas nos olhos.

Mas a capsaicina também alivia a dor. Ela libera na circulação sanguínea uma carga de endorfina, que é o que o corpo produz de mais parecido com a morfina.

A Tesco, maior cadeia de supermercados da Grã-Bretanha, recentemente lançou um produto cuja concentração de capsaicina chega perto daquela usada nos sprays de pimenta utilizados pa…

O sertão virou mar?

Imagem
Márcio Martins/AE
Jararaca-ilhoa (Bothrops insularis), espécie de cobra que só existe na ilha de Queimada Grande

Há 20 mil anos, oceano ficava a 100 km da Serra do Mar

Ilhas de São Sebastião (Ilhabela), Queimada Grande, Alcatrazes, Montão de Trigo eram montanhas em terra firme

Herton Escobar, de O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - Se a viagem de fim de ano dos paulistanos para passar o réveillon na praia já parece longa hoje, por causa do trânsito, imagine como era 20 mil anos atrás. Naquela época, o mar ficava muito mais distante da costa. Depois de cruzar a Serra do Mar, ainda seria necessário dirigir 100 quilômetros em linha reta até a praia mais próxima. As ilhas de São Sebastião (Ilhabela), Queimada Grande, Alcatrazes, Montão de Trigo e outras que pontuam o horizonte marítimo atual eram, na verdade, montanhas em terra firme, diretamente ligadas ao continente.

Veja também:
Vida dura: anfíbio enfrenta escassez de água para sobreviver
Mesmo próxima, Ilhabela também abriga espécies diferenciada…