Postagens

Mostrando postagens de Setembro 21, 2014

Dominique

Imagem

Opinião

O desafio do transporte urbano

O ESTADO DE S.PAULO
A solução do problema do transporte nas metrópoles brasileiras - que nunca recebeu a devida atenção dos governantes e que as grandes manifestações de junho do ano passado recolocaram de forma ruidosa na ordem do dia - só será possível dobrando-se os investimentos no setor. Segundo conclusões preliminares de estudo que está sendo feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), citado pelo jornal O Globo, para isso serão necessários R$ 229 bilhões de investimentos públicos.

Isso significa investir 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB), durante 12 anos, em linhas de metrô, trens de subúrbio e corredores de ônibus. Dados do Ministério dos Transportes indicam que o País destina em média, desde 1989, 0,2% do PIB para os vários tipos de transporte urbano. Ou seja, o estudo propõe um aumento de 100% do investimento atual. Essa é uma decisão difícil, não só pelo tamanho do esforço proposto, como também porque dele devem par…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 27 / 09 / 2014

O Globo
"Dilma amplia vantagem e passa Marina no 2º turno"

Petista chega a 40% no Datafolha. Ex-senadora tem 27%, e Aécio, 18%

Na simulação de confronto direto entre as duas candidatas feita pelo instituto, presidente aparece pela primeira vez à frente da adversária do PSB, mas ainda em situação de empate técnico

Pesquisa Datafolha mostra que a presidente Dilma (PT) ampliou de sete para 13 pontos sua vantagem sobre Marina Silva, do PSB, no primeiro turno. Dilma chegou a 40% das intenções de voto, contra 27% de Marina, que perdeu 3 pontos. Aécio, do PSDB, passou de 17% para 18%. No segundo turno, Dilma ultrapassou Marina, embora as duas estejam em empate técnico. Em evento ontem com evangélicos, Marina disse que "Deus também ama Dilma e Aécio".

Folha de S. Paulo
"Dilma sobe e abre 13 pontos sobre Marina no 1º turno"

Presidente tem 40%. e ex-senadora, 27%, mostra Datafolha; no 2º turno, petista aparece à frente da rival

Pesquisa Datafolha so…

Escola

Imagem

Coluna do Celsinho

Escolha

Celso de Almeida Jr.

Contagem regressiva...

Na próxima quinta-feira, dia 2 de outubro, terminará o horário eleitoral gratuito.

No domingo, dia 5, teremos mais uma gloriosa eleição.

Ainda em outubro - indicam as pesquisas - voltaremos às urnas, dia 26, para o segundo turno eleitoral.

Digitaremos os números.

Confirmaremos os votos.

Pronto!

Ao agir assim, diz a lenda, cumpriremos a missão cidadã.

Será?

Eu queria que o voto fosse facultativo.

Votar, se quiser.

Creio que é importante ter esta possibilidade.

Veríamos quais candidaturas têm maior poder de mobililzação, de convencimento.

Além de consolidar as liberdades individuais.

Nas eleições, nossa Constituição diz que a participação é facultativa para:

I) Analfabetos.
II) Idosos com mais de 70 anos.
III) Jovens com 16 e 17 anos.

Aos demais brasileiros, porém, a lei estabelece multa ou diversas restrições caso não ocorra a justificativa da ausência.

Penso que não querer votar é uma opção que deveria ser válida para todos.

Taí...

Voto facultativo no Bras…

Dominique

Imagem

Opinião

Um surto de tremedeira

O ESTADO DE S.PAULO
Os políticos andam especialmente nervosos nestes dias - e não é porque está se entrando na reta final da campanha para as eleições de 5 de outubro. A inquietação vem do que e quando o megadoleiro Alberto Youssef contar da história escabrosa do envolvimento de ilustres representantes da elite do poder em falcatruas para ninguém pôr defeito. Preso há seis meses graças à Operação Lava Jato, da Polícia Federal - que apanhou também o ainda mais notório diretor de abastecimento da Petrobrás entre 2004 e 2012, Paulo Roberto Costa -, Youssef é suspeito de ter branqueado algo como R$ 10 bilhões. A dinheirama percorria os conhecidos caminhos dos contratos superfaturados, tráfico de influência, pagamento de propinas e remessas para o exterior. O próprio Costa despachou para a Suíça uma bolada de US$ 23 milhões.

Imitando o petrocrata, que teria identificado uma trintena de figurões do governo e do Congresso Nacional que se esbaldaram no interminável carnava…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 26 / 09 / 2014

O Globo
"Costa diz que recebeu US$ 23 milhões de empreiteira no exterior"

Ex-diretor confessou também propina em Pasadena

Delator contou que objetivo era facilitar contratos da empresa com a estatal e que dinheiro foi enviado para 12 contas na Suíça

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, preso na Operação Lava-Jato, disse que recebeu US$ 23 milhões de apenas uma empreiteira para facilitar contratos com a estatal. A confissão foi feita em depoimento após assinatura do acordo de delação premiada com o MP, informa Jailton de Carvalho. O dinheiro, segundo Costa, foi depositado em 12 contas na Suíça. O ex-diretor afirmou também que ganhou R$ 3,5 milhões em propina só para não atrapalhar o processo de compra da refinaria de Pasadena, nos EUA.

Folha de S. Paulo
"Vice de Dilma acusa PF de intimidar filho de ministro"

Temer critica ação contra Lobão Filho, que concorre ao governo do MA pelo PMDB

A cúpula do PMDB, maior aliado do…

Dominique

Imagem

Opinião

O mundo encantado de Dilma

O ESTADO DE S.PAULO
Um turista francês de 55 anos, chamado Hervé Goudel, foi decapitado na Argélia por um grupo extremista que disse estar sob as ordens do Estado Islâmico (EI), a organização terrorista que controla atualmente parte da Síria e do Iraque e lá estabeleceu o que chama de "califado". Um vídeo que mostra a decapitação de Goudel foi divulgado ontem, para servir como peça de propaganda do EI - cujos militantes já decapitaram em frente às câmeras dois jornalistas americanos e um agente humanitário britânico e estarreceram o mundo ao fazer circular as imagens de sua desumanidade.

Pois é com essa gente que a presidente Dilma Rousseff disse que é preciso "dialogar".

A petista deu essa inacreditável declaração a propósito da ofensiva militar deflagrada pelos Estados Unidos contra o EI na Síria. Numa entrevista coletiva em Nova York, na véspera de seu discurso na abertura da Assembleia-Geral da ONU, Dilma afirmou lamentar "enormement…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 25 / 09 / 2014

O Globo
"Dilma usa discurso na ONU para autoelogios"

Candidata, petista negou uso eleitoral das Nações Unidas

Presidente gastou maior parte de sua fala para enaltecer governo; especialistas dizem que isso dificulta chegada ao Conselho de Segurança

Apesar de ter usado a maior parte de seu discurso na abertura da 69ª Assembleia Geral da ONU, ontem, em Nova York, para destacar feitos do governo do PT a dez dias da eleição, Dilma negou uso eleitoral e disse que todos os anos enaltece acertos do Brasil nas Nações Unidas. Em sua fala, a presidente afirmou que a política econômica impediu “as piores consequências” da crise financeira de 2008 e permitiu que o Brasil saísse do mapa da fome, além de ter conseguido reduzir a desigualdade. Para especialistas, a estratégia da candidata enfraquece pretensões do país a uma vaga no Conselho de Segurança. 

Folha de S. Paulo
"Governo usa abono salarial para manobrar Orçamento"

Previsão de gasto com PIS /Pasep …

Pitacos do Zé

Imagem
Eram os deuses astronautas?

José Ronaldo dos Santos
“Em Ubatuba existe um campo de pesquisa impressionante nessa área denominada de Ufologia” (de inferir, a partir de sinais bem característicos, a passagem de seres extraterrestres pela Terra).

“Falta um americano para fazer esse levantamento”, diria o João Tãozinho, do Canto da Paciência.

Como assim? “Me deslocando até o Cais da Ponta Grossa, fui percebendo umas ruínas estranhas, parecendo rampa de lançamento ou atracadouro de naves alienígenas. Não sabem, esses visitantes espaciais que, mesmo depois de tanto tempo, ainda há turistas que aproveitam seus restos de edificações para pescar, buscar os melhores ângulos para fotografias ou simplesmente devanear?" 

Não, lógico que não! Se soubessem... seriam deuses astronautas! 

Também desconhecem  qualquer coisa a respeito disso os que se relacionam com a gestão pública municipal (vereadores, prefeitos, secretários...). Se soubessem... entenderiam porque política, em grego, significa a arte …

Dominique

Imagem

Opinião

Os benefícios da magistratura

O ESTADO DE S.PAULO
Desde que o ministro Ricardo Lewandowski se apresentou como porta-voz das demandas corporativas da magistratura, prometendo em seu discurso de posse na presidência do Supremo Tribunal Federal a "dar particular atenção às demandas de juízes por uma remuneração condigna com o significativo múnus público que exercem", as entidades de juízes multiplicaram suas demandas sindicais e os tribunais passaram a acolhê-las.

A iniciativa mais recente partiu do Supremo, onde o ministro Luiz Fux concedeu liminar autorizando os Tribunais Regionais Federais (TRFs) a pagar auxílio-moradia aos juízes federais que não tiverem residência oficial à disposição. Apesar de o benefício ter de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça, o ministro autorizou os TRFs a pagá-lo imediatamente, no valor de R$ 4.378. E ainda dispensou os juízes da obrigação de apresentar recibo do aluguel. O salário médio da corporação, que tem 1,7 mil integrantes, é d…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 24 / 09 / 2014

O Globo
"Dilma abre 9 pontos de vantagem sobre Marina"

No 2º turno, Ibope aponta empate entre as duas; Aécio para de crescer

A menos de duas semanas da eleição, pesquisa mostra que cenário atual garante novo round depois de 5 de outubro e que disputa está polarizada entre candidatas do PT e do PSB

Pesquisa Ibope divulgada ontem mostra que a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT , ampliou para nove pontos percentuais sua vantagem sobre Marina Silva (PSB). Em comparação com o levantamento da semana passada, Dilma cresceu de 36% para 38%, dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais. Marina perdeu um, indo de 30% para 29%. Aécio Neves (PSDB) parou de crescer e se manteve com 19% das intenções de voto. No segundo turno, a pesquisa mostra empate entre Dilma e Marina, com 41% cada. No levantamento anterior , Marina estava numericamente à frente, com 43%, contra 40% da petista. O número de eleitores que avaliaram positivamente o go…

Dominique

Imagem

Opinião

Trens regionais

O ESTADO DE S.PAULO
Estudos que indicam para breve a saturação das Rodovias Bandeirantes e Anhanguera levaram o governo do Estado a apressar a construção do sistema de trens regionais ligando a capital ao interior. Ela começará com uma linha entre São Paulo e Americana, com 135 km de extensão. O edital para esse primeiro trecho do sistema deve ser lançado no ano que vem e a conclusão da obra está prevista para 2020. É de esperar que dessa vez o governo cumpra a promessa, feita pela primeira vez no ano passado, de começar a tirar do papel esse projeto, que é da maior importância para o Estado.

A Secretaria Estadual de Logística e Transportes dispõe de dados que indicam estarem aquelas duas rodovias caminhando rapidamente para uma situação insustentável, que só poderá ser evitada oferecendo-se aos que por ela circulam diariamente a alternativa de viajar em trens confortáveis, rápidos e com tarifas acessíveis. Prevê-se que a saturação começa em 2020 e que em 2030 a Anhanguer…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 23 / 09 / 2014

O Globo
"Para fechar conta, governo saca do Fundo Soberano"

Serão usados R$ 3,5 bi para cobrir previsão de receita menor no ano

Estimativa de PIB foi reduzida para 0,9%, mas mercado já prevê alta de apenas 0,3%

Diante do fraco crescimento da economia e da menor arrecadação de impostos, o governo reduziu em R$ 10,5 bilhões sua previsão de receitas para este ano. Mas, em vez de cortar na mesma proporção a estimativa de gastos, recorreu ao Fundo Soberano para cobrir a diferença. Com isso, as despesas foram reduzidas em R$ 7 bilhões, e o governo vai sacar R$ 3,5 bilhões do Fundo Soberano, criado em 2008 como uma espécie de poupança para ser usada em momentos de crise. Também foi reduzida a projeção de crescimento do PIB no ano, para 0,9%. O mercado financeiro, porém, prevê alta bem menor, de só 0,3%.

Folha de S. Paulo
"Paulistanos são contra a demolição do Minhocão"

53% defendem elevado só para carros, como é hoje, e 23% querem parque

Três em cada …

Pitacos do Zé

Imagem
Dia da árvore

José Ronaldo dos Santos
Ontem, 21 de setembro, comemorou-se o Dia da Árvore. É uma data especial à educação escolar (mesmo que em alguns calendários escolares ela já tenha sido apagada). Afirmo isso porque,  a cada comemoração acompanhada de reflexão e ato concreto, uma nova mentalidade se forma. Foi assim comigo. Na minha escola primária, na Praia do Perequê-mirim, essas comemorações sempre foram marcantes: cantávamos o Hino Nacional, escutávamos uma preleção e ajudávamos no plantio de mudas por ali mesmo, no entorno. Quem levava as mudas era um japonês bem idoso, mas altamente disciplinado e amante da natureza. Ele morava sozinho numa pequena moradia na margem da rodovia. Na verdade, em todos os momentos marcantes da nossa escola ele estava presente, se orgulhando de fazer parte da nossa vida comunitária.

No sábado, ao passar pela Praça Alberto Santos, ao lado da Barra da Lagoa, avistei as crianças e suas famílias desenvolvendo atividades para comemorar o Dia da Árvore: p…

Dominique

Imagem

Opinião

A evidência de um fracasso

O ESTADO DE S.PAULO
Quando apresentou Dilma Rousseff como candidata a sua sucessão nas eleições de 2010, Luiz Inácio Lula da Silva vendeu aos eleitores a imagem de uma gerente eficientíssima, a quinta-essência da competência administrativa, a verdadeira "mãe do PAC", o Programa de Aceleração do Crescimento, pacote de realizações nunca antes imaginadas na história deste País. Como base daquela campanha eleitoral, Dilma apresentou um programa criado para chamar de seu, o PAC 2. Quatro anos depois, apenas 15,8% das realizações prometidas em 2010 foram concluídas, 38,6% continuam em execução e 45,6% - quase a metade - permanecem no papel. Conclusão inescapável: o governo não funciona, é ineficiente, incapaz de cumprir satisfatoriamente até seus programas prioritários.

Esse fenômeno, definido como crise de Estado pelo professor José Arthur Giannotti em entrevista publicada pelo Estado no domingo (14/9), "acontece quando você decide em cima e a decisão…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 22 / 09 / 2014

O Globo
"Ensino falho deixa 1,3 milhão sem renda"

MADUROS E À MARGEM

Cerca de 8% dos homens de 50 a 69 anos não têm emprego ou pensão

Em 20 anos, a população masculina que depende da mulher ou dos pais para sobreviver quadruplicou no Brasil

Estudo inédito do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que a parcela da população masculina que não trabalha, não procura emprego nem recebe aposentadoria saltou de 4,2% para 7,9% em 20 anos, passando de 330 mil para 1,3 milhão de homens. Esse grupo é chamado de “nem nem maduros”, em referência a jovens que não estudam ou trabalham. A maior ia deles tem baixa escolaridade e não consegue mais se encaixar no mercado de trabalho. Cerca de 9,1% vivem da aposentadoria dos pais. Outros 13,1% são sustentados pela mulher; em 1992 eles eram apenas 1,1%.

Folha de S. Paulo
"USP gasta mais com funcionário que com professor"

Após quatro meses em greve, docentes e funcionários da universidade retomam …

Dominique

Imagem

Opinião

Quinze anos decisivos

O ESTADO DE S.PAULO
Até 2030, a economia global deverá crescer mais de 50%, mais de 1 bilhão de pessoas irão morar nas cidades e cerca de US$ 90 trilhões serão investidos em infraestrutura. Segundo o relatório Better Growth, Better Climate - New Climate Economy Report (Crescimento Melhor, Clima Melhor), essas projeções mostram que os próximos 15 anos serão decisivos para a sustentabilidade do planeta. Elas significam também que o futuro ainda não está decidido: ainda há tempo de os governos tomarem decisões adequadas e que - se bem fundamentadas - podem aliar crescimento econômico e melhoria do meio ambiente. O realmente decisivo não serão as mudanças em si, mas o modo como elas serão gerenciadas pelos governos.

O relatório Crescimento Melhor, Clima Melhor - que servirá de base para a próxima cúpula climática a ser realizada em Nova York - foi elaborado pela Comissão Global sobre Economia e Clima, uma iniciativa independente de sete países (Reino Unido, Suécia, Noru…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 21 / 09 / 2014

O Globo
"Escândalos na Petrobras: Quadrilha lavou R$ 1 bilhão"

Dinheiro veio de propina na construção de refinaria

Youssef, preso pela PF, usou cinco empresas que controlava para simular mais de três mil operações de importação e exportação e enviar recursos para 24 países. O esquema montado por Alberto Youssef, preso na Operação Lava-Jato, transferiu US$ 444,6 milhões (cerca de R$ 1,049 bilhão) para o exterior, por meio de operações fictícias de exportação e importação, concluíram peritos da Justiça Federal. Segundo as investigações, Youssef, que distribuía as propinas pagas por fornecedoras da Petrobras, utilizou seis empresas que controlava para simular negócios, enviando o dinheiro para contas mantidas em instituições financeiras de 24 países, revela José Casado. Essa quantia é apenas uma parte do volume de recursos que Youssef movimentou desde 2008, quando a Petrobras começou as contratações de bens e serviços para a refinaria Abreu e Lima, em Pernam…