Postagens

Mostrando postagens de Setembro 7, 2014

Pitacos do Zé

Imagem
Era uma vez...

José Ronaldo dos Santos
Aproveitando uma folga, estou caminhando com a mana Ana. Nesses serões, quando a Terra se refresca, já não é tão normal encontrar, como em outros tempos, as pessoas proseando nos banquinhos, pelos portões.  Mas... exercitando e fazendo caminhadas se vê muita gente! Que bom que nós, em nossa Ubatuba, temos uma academia a céu aberto! De repente...

De repente, em duas bicicletas, quatro adolescentes passam farreando. Um deles, com potente voz, canta uma música que tem uma letra horrível e reveladora, pelo baixo nível do palavreado,  de quão desrespeitoso  e atrasado culturalmente  é o rapaz. “Miserável cultural!”. Na hora comentei: “É um dos novos colonizadores que só colabora para a degradação da nossa cidade”. De repente...

De repente reparei naquele rapaz e me veio à mente outro momento, parecendo história de “Era uma vez...”.

No ano de 1976,  eu trabalhava em uma obra na Praia da Enseada, onde o construtor, Idílio Barreto, contratou quatro operários …

Dominique

Imagem

Opinião

E ainda faltam 22 dias

O ESTADO DE S.PAULO
Parafraseando uma conhecida tirada, eleição é bom, mas dura muito. A contar apenas do início da temporada de propaganda no rádio e na TV, são um mês e meio de campanha para o primeiro turno e outras duas semanas entre a divulgação dos seus resultados e o confronto derradeiro entre os dois candidatos preferidos (se o que tiver levado a melhor não receber a maioria absoluta dos votos válidos, mais um). É bem verdade que nos Estados Unidos ainda é pior, pois a disputa propriamente dita é precedida pela campanha das chamadas primárias para a escolha, nas urnas de cada partido, dos nomes a serem ungidos nas futuras convenções. Além disso, perto das "campanhas negativas" que marcam as eleições naquele país, os presidenciáveis brasileiros parecem um modelo de comedimento.

Ainda assim, a longa duração das campanhas é um incentivo à incivilidade política e à degradação do debate dos temas com os quais o eleito terá de se haver, sem falar que o …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 13 / 09 / 2014

O Globo
"Eleições 2014 - ‘Em todos os partidos tem gente corrupta’, diz Dilma"

Petista afirma ver risco à democracia em proposta de Marina

Presidente reitera que não sabia de denúncias contra Costa e que o tirou por falta de afinidade. Na série de sabatinas do GLOBO, a presidente Dilma Rousseff defendeu o PT e sua coalizão dizendo que em todos os partidos há "gente corrupta e gente que não é corrupta'.' Disse que respeita Sarney e que Collor foi inocentado. Mesmo sem citar Marina Silva, centrou suas críticas em propostas da adversária do PSB. Em resposta a uma pergunta sobre a afirmação de Marina de que governará só com bons quadros, Dilma disse que, “toda vez que a democracia prescindiu de partidos, caímos na mais negra ditadura’.’ Disse ainda que demitiu o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa por falta de afinidade e antes de saber de denúncias contra ele. 

Folha de S. Paulo
"Haddad recua e libera faixas de ônibus para táxis"…

La vai o trem

Imagem

Coluna do Celsinho

Julinho para Vice

Celso de Almeida Jr.

Em véspera de eleição para presidente, quero falar de prefeito.

Afinal, dois anos passam rápido.

E, neste período, em 2016, estaremos no calor das eleições municipais.

Por isso, o mais cedo possível, já palpito na questão do vice.

Nas candidaturas a prefeito, pelo andar da carruagem, não teremos muitas novidades.

Nomes já conhecidos vão encarar o pleito.

Que os céus os protejam, e a nós também...

Sobre o vice, porém, não vi nenhum movimento.

Assim, já registro a minha sugestão:

Julinho Mendes.

Para conhecê-lo mais, anote aí:

http://www.ubaweb.com/revista/g_listar_mat.php?colunista=Julinho%20Mendes

É o endereço do site em que ele é colunista.

Vale acompanhar as suas manifestações, os seus pensamentos.

Vejo em Julinho um apaixonado pela terra, conhecedor de nossas histórias, cidadão atuante na valorização de nossa cultura.

E, principalmente, um homem autêntico; corajoso ao expor suas opiniões.

É isso amigos.

Não encarem isso como uma brincadeira.

A questão é muito sér…

Dominique

Imagem

Opinião

O Ideb e o desastre na educação

O ESTADO DE S.PAULO
O País venceu a barreira da universalização do ensino, mas continua muito atrasado com relação à qualidade da educação. Essa é a conclusão do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referente a 2013, divulgado de dois em dois anos e calculado a partir das notas dos alunos em provas de português e matemática e das taxas de reprovação nos anos iniciais e finais dos ensinos fundamental e médio.

Criado em 2005, o Ideb também serve para monitorar o desempenho das secretarias estaduais e municipais de Educação e verificar se os municípios, Estados e União estão cumprindo as metas para cada ciclo escolar. Em 2013, o ensino médio obteve 3,7 pontos, numa escala de zero a dez. Foi a mesma nota do Ideb de 2011, o que mostra a estagnação desse ciclo. No ensino fundamental, o índice subiu de 4,1 para 4,2, entre 2011 e 2013, mas o patamar esperado pelas autoridades educacionais era de 4,4. Dos 27 Estados, 16 tiveram em 2013 uma nota no en…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 12 / 09 / 2014

O Globo
"Marina: PT pôs diretor para assaltar Petrobras"

Em sabatina do Globo, candidata diz que petistas tentam encobrir escândalo

'É um batalhão de Golias contra Davi', diz ela, que acusa PT e PSDB de se unirem para atacá-la. Entrevistada ontem na série do Globo com candidatos à Presidência, Marina Silva (PSB) afirmou que os partidos perderam o vínculo com a sociedade e que não consegue imaginar as pessoas confiando em "um partido que coloca por 12 anos um diretor para assaltar os cofres da Petrobras", em referência ao PT e ao ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, preso na Operação Lava-Jato. Marina também acusou PT e PSDB de se unirem, como "um batalhão de Golias contra Davi", para atacar sua imagem. 

Folha de S. Paulo
"Inflação só volta para a meta em 2016, diz BC"

Para órgão, alta de preços está longe dos 4,5%, mas não mostra mais ‘resistência’

O Banco Central prevê que a inflação só começará a recuar em d…

Dominique

Imagem

Opinião

Um debate abastardado

O ESTADO DE S.PAULO
Seria engraçada se não fosse deplorável a troca de acusações entre as candidatas Dilma Rousseff e Marina Silva sobre quem é mais submissa aos banqueiros. Começou, como sabem todos quantos tiveram a desventura de ouvi-las, com um ataque rombudo da presidente à promessa da adversária de que, eleita, encaminhará projeto de lei para tornar o Banco Central (BC) autônomo em relação aos governos de turno e ao Congresso Nacional. Em um vídeo de propaganda, na segunda-feira à noite, Dilma se pôs a "explicar" ao público o que significaria, no seu entender, o que "parece algo distante da vida da gente, né?". Seria nada menos do que "entregar aos banqueiros" um poder imenso "sobre a sua vida e a de sua família". Seu fiel escudeiro, Marco Aurélio Garcia, completou a estultícia: "Se houver essa independência, que será a dependência dos bancos privados, teremos a impossibilidade de formular políticas macroeconômicas…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 11 / 09 / 2014

O Globo
"Dilma desmoralizou a reeleição, acusa Aécio"

Em sabatina no Globo, ele também critica Marina e diz ser 'mudança segura'

'O que é a nova política? Será que é governar com o terceiro time do PSDB e PT?', pergunta tucano. Na série de sabatinas do Globo com os candidatos à Presidência, Aécio Neves (PSDB) afirmou ontem que reeleição "faz mal ao Brasil". Perguntado se seu partido errou ao conseguir aprovar essa possibilidade, ele disse ter sido uma experiência, mas que a presidente Dilma Rousseff (PT) acabou por desmoralizá-la. Seguindo sua estratégia de se apresentar como "mudança segura", disse ter os melhores quadros para o país e criticou Marina Silva (PSB): "O que é a nova política (da ex-senadora)? Será que é governar com o terceiro time do PSDB e PT?" 

Folha de S. Paulo
"Marina e Dilma empatam no 1 º e no 2º turno"

Pesquisa Datafolha mostra disputa mais acirrada entre a candidata do PSB…

Dominique

Imagem

Opinião

Dilma nas nuvens

O ESTADO DE S.PAULO
A presidente Dilma Rousseff considera "estarrecedor" que um servidor de carreira da Petrobrás - o seu diretor de abastecimento e refino entre 2004 e 2012, Paulo Roberto Costa - tenha sido o mentor do megaescândalo de corrupção na estatal que começou a emergir em março último, com a prisão dele e de seu sócio Alberto Youssef, o doleiro suspeito de branquear R$ 10 bilhões. Costa, como se sabe, conseguiu ser solto, mas voltou para a cadeia em junho, quando se descobriu que mantinha US$ 23 milhões em contas na Suíça, o que poderia induzi-lo a fugir do País. Em fins de agosto, para não ser condenado às penas a que de outro modo estaria exposto e, ainda, obter perdão judicial, ele começou a contar ao Ministério Público e à Polícia Federal o que seria a versão integral da roubalheira.

No último sábado, a imprensa divulgou quantos - e, em um caso, quais - seriam os políticos e autoridades que ele teria acusado de receber propinas equivalentes a 3% d…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 10 / 09 / 2014

O Globo
"Número de formandos no ensino superior cai 5,7%"

Foi a 1ª vez nos últimos dez anos que houve redução, mostra censo do MEC

Dados do Censo da Educação Superior 2013, divulgados ontem pelo Ministério da Educação (MEC), mostram que, pela primeira vez em dez anos, caiu o número de estudantes que concluem a universidade no país. No ano passado, 991.010 alunos de graduação terminaram seus cursos, contra 1.050.413 em 2012. Em entrevista à tarde, o ministro Henrique Paim disse não saber a razão da queda. À noite, o MEC atribuiu 97% da redução à suspensão ou ao fechamento de cursos em 14 instituições privadas e públicas que passaram por avaliações. 

Folha de S. Paulo
"Agência de risco Moody’ s ameaça cortar nota do Brasil"

Decisão pode elevar os juros pagos por empresas e governo no exterior

A agência norte-americana de classificação de risco Moody’s ameaça rebaixar a nota de crédito do Brasil. A menos de um mês das eleições, a empresa alterou…

Pitacos do Zé

Imagem
A educação dos novos colonizadores

José Ronaldo dos Santos
Passei na casa da Maria e do Zé para entregar uns carás. É uma iguaria bem nossa, da cultura caiçara. A intenção é multiplicar esse recurso alimentar, afinal trata-se de um cultivo fácil. Mas o assunto aqui é outro, está relacionado à educação formal, pois “a informal nós trazemos do berço”, conforme repetia o Tio Marcelino.  Ao ver tantas casas ostentando cartazes de um determinado candidato a deputado, perguntei ao casal:

- O que significa isso? É parente ou conhecido do pessoal da rua?

- Lógico que não, Zé! Cada cartaz desses já rendeu areia, sacos de cimento, blocos e outras coisas. É assim que as pessoas fazem.

Infelizmente essas práticas continuam. O que contribui para esse vergonhoso quadro é a miséria cultural que completa a pobreza material. Com desigualdades assim é impossível o exercício pleno da democracia. É nesse sentido que nos ajudam as reflexões de John Rawls, na sua teoria de justiça social.

Para uma verdadeira dem…

Dominique

Imagem

Opinião

Um pré-sal de lama

O ESTADO DE S.PAULO
É ainda muito pouco - e incerto - o que acaba de vir a público do esquema de corrupção na Petrobrás, a partir das informações que o ex-diretor de abastecimento da empresa Paulo Roberto Costa teria repassado ao Ministério Público e à Polícia Federal desde que começou a contar o que saberia sobre o pré-sal de lama na petroleira. Ele se tornou delator na esperança de escapar a penas que podem somar 50 anos de prisão por suas traficâncias com o doleiro Alberto Youssef, desarticuladas pela Operação Lava Jato em março último. Youssef teria branqueado R$ 10 bilhões. No setor de seu parceiro, as maracutaias podem ter custado à Petrobrás R$ 3,4 bilhões em propinas pagas a autoridades, políticos e empresários, estima o jornal Valor, à razão de 3% de cada contrato assinado.

Segundo o Estado, pelo menos 32 figurões - entre parlamentares, um governador e um ministro - teriam se beneficiado. O jornal citou o presidente do Senado, Renan Calheiros. Para a Folha de …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 09 / 09 / 2014

O Globo
"Dilma diz que 'não tinha menor ideia' de crimes na Petrobras "

Petista afirma que sangria foi estancada; marina vê quadrilha na estatal

A presidente Dilma afirmou ontem que "não tinha a menor ideia" de que havia um esquema criminoso na Petrobras e defendeu apuração rigorosa. "Se houve alguma coisa, e tudo indica que houve, posso garantir que todas as sangrias que eventualmente pudessem existir estão estancadas", disse ela. O fato de dizer que nunca desconfiou, após ter sido ministra da área e estar há três anos e meio na Presidência, lembrou a frase do então presidente Lula ao afirmar que não sabia e foi traído no mensalão. Dilma disse ainda que seus adversários "não podem esquecer seus telhados". Já Marina Silva (PSB), ao comentar o esquema delatado pelo ex-diretor da Petrobras, disse que foi o atual governo "quem manteve toda essa quadrilha" na empresa. Aécio Neves (PSDB) também atacou: "…

Dominique

Imagem

Opinião

Sobre o fim de uma era

Fernando Gabeira
No livro de Milan Kundera “A festa da insignificância”, um personagem disse: “Ninguém em torno de Stálin sabia mais o que é uma brincadeira. É por isso, a meu ver, que um grande novo período da história se anunciava”. O personagem, chamado Charles, referia-se a uma piada que Stálin contava e nenhum dos seus ministros conseguia rir, com medo de que o ditador estivesse falando sério.

É muito difícil prever fins de era. Mas quando o país entra numa recessão econômica é razoável prever o fim de uma longa política que resultou num desastre: foi a pior performance da História, pior que a do Marechal Floriano, em tempo de guerra.

No Flamengo, um amigo me perguntou o que era recessão técnica. Repeti o que tenho lido: o país não cresceu nos dois últimos trimestres. É como um time que passasse meio ano sem vencer.

— Se é a recessão técnica, por que não demitir o técnico, como no futebol? — concluiu o amigo.

No jogo democrático troca-se o grande técnico de quatr…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira, 08 / 09 / 2014

O Globo
"Campanha de Dilma muda após delação de corrupção bilionária"

Para Aécio, a presidente ‘não pode dizer que não sabia de nada’

Miguel Rossetto assume coordenação geral no lugar de Rui Falcão , presidente do PT , que é muito ligado ao tesoureiro do partido , João Vaccari Neto , um dos acusados por Paulo Roberto Costa de receber propinas da Petrobras. Um dia após a revelação de que Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, delatou o envolvimento de um ministro e de políticos petistas e aliados em corrupção bilionária na estatal, a presidente Dilma Rousseff mudou a coordenação de sua campanha para reduzir a influência do presidente do PT, Rui Falcão. Muito próximo do tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, um dos denunciados por Costa, Falcão será substituído por Miguel Rossetto, ministro do Desenvolvimento Agrário, que não pertence à corrente majoritária do PT, ligada ao escândalo. Ontem, Dilma disse que o depoimento de Costa “não lança s…

Dominique

Imagem

Opinião

As coisas podem não ser o que parecem

O ESTADO DE S.PAULO
É cada vez menor o número dos que duvidam hoje da derrota de Dilma Rousseff nas urnas de outubro. Mas a probabilidade da vitória de Marina Silva poderá resultar em enorme decepção para quem acredita que o voto na ex-senadora é o melhor caminho para livrar o País do lulopetismo. Esta é a conclusão a que têm chegado, nos círculos políticos de Brasília, petistas e não petistas com algum acesso a Lula, a partir da análise de seu comportamento diante de um quadro eleitoral que era impensável pouco tempo atrás.

Não é de hoje, garantem seus seguidores mais chegados, que Lula perdeu a paciência com a campanha da reeleição de Dilma. E não se trata nem de discordar da estratégia, se é que se pode chamar assim, que a presidente e seu círculo de assessores diretos impuseram à disputa. Aos mais íntimos o ex-presidente se tem permitido expressar irritada decepção com a falta de competência política e de carisma de sua criatura. Afirma mesmo, co…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo, 07 / 09 / 2014

O Globo
"Delação põe Dilma e Marina na defensiva"

Denúncias envolvem PT, aliados do governo, Campos e Cabral

Ex-diretor da Petrobras também cita presidentes de Câmara e Senado e ministro de Minas e energia; Aécio parte para o ataque e diz que é 'mensalão 2'. A menos de um mês do primeiro turno, delação do ex-diretor do Petrobras Paulo Roberto Costa pode provocar nova reviravolta na campanha. Costa confirmou o esquema de corrupção bilionário na estatal e citou como beneficiários, segundo a revista ’ Veja',’ deputados e senadores da base aliada da presidente Dilma no Congresso, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, o ex-governador Sérgio Cabral do Rio, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney e o ex-candidato do PSB à presidência Eduardo Campos. Dilma disse que tomara providências, mas o Planalto já deu sinais de que teme prejuízos na campanha para a sucessão da presidente. Marina saiu em defesa de Campos e disse tratar-se de "ilaçã…