Postagens

Mostrando postagens de Março 29, 2015

Dominique

Imagem

Opinião

O que significa o socorro chinês

O ESTADO DE S.PAULO
Anunciado pela Petrobrás como "importante marco para dar continuidade à parceria estratégica" com seu credor e bem recebido pelos investidores do mercado acionário, o empréstimo de US$ 3,5 bilhões que a estatal brasileira acaba de contratar com o Banco de Desenvolvimento da China (CDB) não mostra o encaminhamento adequado de soluções para os graves problemas financeiros da estatal, mas seu agravamento. Ela foi à China porque o mercado em que tradicionalmente buscava financiamentos parece estar lhe fechando as portas.

Centro do escândalo de corrupção investigado pela Operação Lava Jato, a Petrobrás ainda não conseguiu aferir de maneira minimamente aceitável pelos auditores independentes e pelos órgãos reguladores do mercado acionário brasileiro e americano os prejuízos que os desvios de verba lhe causaram e, por isso, vem adiando a publicação do balanço financeiro e contábil relativo ao ano passado. Por causa de seus problemas…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Sábado 4 / 04 / 2015

O Globo
"Esquema desviou R$ 89 milhões de estrada"

Irregularidade envolve empresas já investigadas

Auditoria da CGU constatou superfaturamento e 'erros grosseiros de projeto’

Além do desvio de verbas em contratos da Petrobras, empreiteiras investigadas na Operação Lava-Jato causaram prejuízos de pelo menos R$ 89,6 milhões em obras de responsabilidade do Ministério dos Transportes, concluiu auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU). O total de irregularidades poderia ter chegado a R$ 154 milhões, más os órgãos de controle agiram a tempo de evitar um rombo maior, informam André de Souza e Danilo Fariello. O prejuízo se concentrou num lote da BR-101, na Região Nordeste, tocado por consórcio integrado por Queiroz Galvão, Odebrecht e Andrade Gutierrez, e se deveu, entre outros problemas, a superfaturamento. A auditoria flagrou ainda "erros grosseiros de projeto" e "falta de qualidade dos serviços entregues".

Folha de S.Paulo
"Magis…

Gato

Imagem

Coluna do Celsinho

Artes

Celso de Almeida Jr.

O professor e advogado Arnaldo Chieus selecionou e disponibilizou num blog diversos textos do jornalista e crítico de artes Luiz Ernesto Kawall.

Visite e confira: www.arnaldochieus.blogspot.com.br

O conteúdo foi organizado em quatro núcleos:

1 - O Jornalista das Artes.

2 - Artes Reportagens.

3 - Cordel: O Jornal do Sertão.

4 - Crônicas de um Geminiano Equilibrista.

Na introdução, batizada "O Repórter de um Obra Viva", Arnaldo Chieus sintetiza a intenção de sua iniciativa.

Foi dali que pincei as frases seguintes, que bem ilustram a força da obra de Kawall:

"Luiz Ernesto Machado Kawall não pode ser mostrado por inteiro tamanha a quantidade de temas e coisas pelas quais se interessa...Escolhemos algumas de suas vozes, aquelas que achamos representativas para serem sempre lidas e relidas como se novas fossem a cada leitura."

Para os amantes das artes, recomendo a leitura, saboreando cada texto selecionado.

Para os fãs do jornalismo, as publicações de Luiz…

Dominique

Imagem

Opinião

O verdadeiro terceiro turno

O ESTADO DE S.PAULO
Governos democráticos são eleitos para servir a sociedade e quando fracassam nessa missão entra em cena a opção pela alternância no poder. É o caminho natural que a democracia oferece para os cidadãos se livrarem de governantes nos quais perderam a confiança. Mas o que acontece quando essa falta de confiança é dramaticamente exteriorizada decorridos apenas três meses de um mandato com validade de quatro anos? É exatamente diante dessa grave e delicada questão que a última pesquisa de opinião pública CNI/Ibope coloca a consciência democrática do País.

Revela o Ibope que, evoluindo na tendência verificada em pesquisas anteriores, a avaliação de ruim/péssimo do governo Dilma subiu de 27% quatro meses atrás, em dezembro do ano passado, para o índice recorde de 64%, enquanto a de ótimo/bom despencou, no mesmo período, de 40% para 12%. Paralelamente, o índice de brasileiros que não confiam na presidente da República saltou, ainda no mesmo período…

Manchetes do dia

Sexta-feira 3 / 04 / 2015

O Globo
"EUA e Irã dão primeiro passo para paz em 35 anos"

Após 18 meses de diálogo, países fecham acordo sobre programa nuclear

Teerã aceita restrições à sua capacidade de enriquecer urânio em troca de fim de sanções

A primeira negociação direta entre EUA e Irã desde a Revolução Islâmica de 1979 desembocou ontem em um acordo preliminar que impõe restrições ao enriquecimento de urânio e garante o acesso permanente de inspetores estrangeiros às instalações nucleares iranianas. Em troca, as potências do P5+1 (EUA, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha) vão retirar as sanções que vêm sufocando a economia do país. O acerto, uma iniciativa conduzida desde 2013 por decisão dos presidentes Barack Obama e Hassan Rouhani, deverá ser concluído até junho. Para Obama, o acordo “fecha todos os caminhos” para o Irã obter uma bomba.

Folha de S.Paulo
"Acordo entre Irã e potências limita programa nuclear"

Entendimento provisório prevê menos enriquecimento …

Dominique

Imagem

Opinião

Dilma defende imprensa livre

O ESTADO DE S.PAULO
"Controle social da mídia", com indisfarçável conotação de controle também de conteúdos - em outras palavras, censura à imprensa -, é tema recorrente na pregação populista do PT, com apoio do ex-presidente Lula. É tranquilizadora para a consciência democrática da sociedade brasileira, portanto, a grande ênfase com que a presidente Dilma Rousseff reafirmou, na solenidade de posse do novo ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, sua convicção de que a liberdade de imprensa é "uma das pedras fundadoras da democracia" e garantiu: "Reitero que nós não temos e não teremos, sob nenhuma hipótese, sob nenhuma circunstância, qualquer ação no sentido de coibir, de impedir a livre manifestação das pessoas e a liberdade de imprensa".

O PT tem usado a indiscutível necessidade de atualização do marco regulatório das concessões públicas de rádio e de televisão - instituído em 1962, portanto há mais …

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira 2 / 04 / 2015

O Globo
"Nova delação leva escândalo ao setor de transportes"

Presidente da Camargo Corrêa confessa que pagou propina na Ferrovia Norte-Sul

Em prisão domiciliar, executivo diz que desvios na obra seguiram esquema usado na Petrobras

No depoimento dado em sua delação premiada, o presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini, confessou o pagamento de propina para executar obras na Ferrovia Norte-Sul, informa RENATO ONOFRE. O modelo, segundo Dalton, que está em prisão domiciliar desde segunda-feira, é similar ao que f oi usado para os desvios na Petrobras, incluindo a formação de um cartel. Na Norte-Sul, a empreiteira assinou em 2010 contratos de R$ 1 bilhão com a Valec, estatal que administra as ferrovias brasileiras. Ligada ao Ministério dos Transportes, a Valec disse não ter sido notificada sobre o conteúdo da delação.

Folha de S.Paulo
"Mensagem liga lobista a caso que fraudou Receita"

PF investiga cobrança de propina para reduzir multas; suspeito…

Dominique

Imagem

Opinião

O PT se faz de vítima

O ESTADO DE S.PAULO
Depois de 12 anos no poder, por força de suas próprias contradições e, sobretudo, da incompetência do governo Dilma Rousseff, o PT está isolado politicamente no Congresso Nacional e restrito, nas ruas, ao tímido apoio das organizações sociais e sindicais que manipula. É a crise mais aguda que enfrenta em 35 anos de existência. 

Ao longo dessas décadas mudou muito, principalmente em função da conquista do poder. Mas num ponto permanece exatamente o mesmo: nos momentos de aperto, apresenta-se como vítima de algozes impiedosos, os tais "eles", esses entes abstratos que agora estão armando um esquema de "cerco e aniquilamento" da legenda, movidos, é claro, pelo mais torpe dos motivos: não se conformam com o fato de o PT ter "tirado efetivamente 36 milhões de brasileiros da miséria".

Esse argumento de esquerda de botequim é risível fora do ambiente libatório em que germina. Torna-se patético quando apresentado por dirigent…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira 1 / 04 / 2015

O Globo
"Contas do governo têm maior rombo desde 1997"

Déficit chega a R$ 7,4 bilhões, e analistas veem risco à meta fiscal

Tesouro, Previdência e BC gastam mais do que arrecadam. Para especialistas, será preciso elevar impostos para garantir resultados

As contas do governo central, que reúne Tesouro, Previdência e BC, tiveram em fevereiro déficit de R$ 7,4 bilhões, o pior resultado desde 1997, quando começou a série histórica de dados fiscais. Assim, mesmo com a economia realizada por estados e municípios, as contas públicas do país ficaram com um rombo de R$ 2,3 bilhões. O governo tem como meta economizar R$ 66,3 bilhões este ano e, diante dos fracos resultados dos últimos meses e das dificuldades em aprovar as medidas de ajuste fiscal no Congresso, analistas temem que seja necessário recorrer a mais aumentos de impostos. As receitas do governo federal cresceram só 5,5% em fevereiro, comprometidas pela fraca atividade econômica. As despesas, por sua v…

Dominique

Imagem

Opinião

O PT de volta ao divã

Ricardo Melo
De tempos em tempos, assim como reforma política, reforma ministerial, reforma tributária, o destino do PT emerge como assunto de destaque. Com o 5º congresso marcado para junho e em meio a um tiroteio político generalizado, volta-se a falar em refundação, aliança com movimentos sociais e até a criação de "puxadinhos" tipo Frente Ampla do Uruguai.

Fala-se de tudo, menos do essencial. Com base em que propostas, em que projeto social vai repousar esta reformulação? Eis o ponto.

O problema do PT, decididamente, não é organizativo. Está longe dos movimentos sociais? Sim, está, mas é ilusão culpar erros administrativos. Deixou de dialogar com os setores trabalhistas e operários? Evidente, mas o motivo não é uma questão de comunicação. Afastou-se dos sem-teto, da juventude que saiu às ruas, da classe média? 

Basta olhar os fatos.

Pergunte aos militantes petistas qual programa seguem. "A favor dos pobres", dirão –mesmo porque nem o dirigente m…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira 31 / 03 / 2015

O Globo
"Escândalo da Petrobras contamina BNDES"

Banco tem prejuízo de R$ 2,6 bilhões com queda nas ações da estatal

Para analistas, instituição sofre duplamente, por ser ao mesmo tempo credora e acionista da companhia

Dono de uma participação de 17,24% na Petrobras, o BNDES informou, no seu balanço de 2014, perda de R$ 2,6 bilhões com a queda nas ações da estatal. Como a petrolífera ainda não publicou seus resultados auditados, os números do BNDES foram aprovados com ressalva pelo auditor independente, a KPMG. Como forma de recuperar prejuízos com corrupção, o governo estuda direcionar parte da receita que as empreiteiras envolvidas na Lava-Jato têm em negócios como aeroportos para indenizar a Petrobras. Em Nova York, a ação coletiva contra a empresa pede a inclusão de seus ex-presidentes Graça Foster e José Sérgio Gabrielli como réus.

Folha de S.Paulo
"Em crise, Petrobras pede alta de 13% em salário de diretores"

Proposta da estatal prevê aumen…

Dominique

Imagem

Opinião

It’s time of panelaço

O humorista John Oliver, da HBO, vai ter um piripaque de tanto rir quando souber quem é Renato Duque

GUILHERME FIUZA
As manifestações de 15 de março não tiveram a menor importância. Como todo mundo sabe, manifestação que vale é aquela à qual o pessoal vai de vermelho em troca de sanduíche de mortadela. As multidões que tomaram o país de verde-amarelo, sem bandeiras partidárias ou sindicais, não contam. O mais chocante de tudo, porém, é o que está acontecendo com Dilma Rousseff: o procurador-geral da República e o ministro relator do petrolão no STF declararam que ela é inocente por antecipação. E o Brasil acreditou! Nesse ritmo, a próxima manifestação terá milhões de pessoas nas ruas pedindo a renúncia de Fernando Henrique.

Claro que a declaração de inocência absoluta de Dilma, a ponto de não poder sequer ser investigada, é uma piada. Por enquanto, para inglês rir. O que fez John Oliver, no seu programa na HBO, ao comentar que Dilma presidiu o Conselho de Administraç…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Segunda-feira 30 / 03 / 2015

O Globo
"Professor já ganha mais em escolas públicas"

Em média, salário é 6% maior do que na rede particular

Piso nacional do magistério e variação abaixo da inflação no setor privado explicam mudança do padrão verificado até a década passada

A rede pública já paga, em média, salários superiores aos do setor privado em escolas de ensino fundamental e médio no Brasil. Até o fim da década passada, o padrão era o oposto, informam ANTÔNIO GOIS e RAPHAEL KAPA. É o que mostram dados tabulado s pelo GLOBO na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE. De 2002 a 2013, enquanto o rendimento médio para 40 horas semanais cresceu 20% no setor público, no privado, houve queda de 4%. Especialistas apontam a lei do piso nacional do magistério e reajustes abaixo da inflação na rede particular como explicações para a mudança.

Folha de S.Paulo
"Petrobras quer que empreiteiras entreguem bens"

Ativos seriam dados em pagamento à estatal por danos causados…

Dominique

Imagem

Opinião

Onde está a saída?

Gabeira
Tirei terno e gravata do armário e fui a Brasília. Onde está a saída para a crise? Levei a pergunta para uma dezena de políticos experimentados. Nenhum deles apontou a saída imediata. É um cuidado razoável. O máximo que se consegue é apontar variáveis que possam definir os rumo da crise. Comportamento do governo, ajuste econômico, curso da Operação Lava-Jato são as mais citadas.

A sensação predominante é a de que algo vai acontecer, e ninguém sabe precisamente o que é. A hipótese de um governo sangrando até 2018 é a mais improvável, embora seja esse o desejo de uma parcela de observadores, dentro e fora do Congresso. Marchamos para o desconhecido. É uma fase delicada. Os conservadores tendem a achar que o diabo desconhecido é sempre pior do que o existente. Querem mudança, mas dentro de um quadro planejado, com resultados previsíveis. Mas, nesses casos, sempre existe o argumento de que, muitas vezes, é preciso caminhar, mesmo sem saber o que nos espera, com uma…

U.V.

Imagem

Manchetes do dia

Domingo 29 / 03 / 2015

O Globo
"Governo venderá imóveis e folha dos servidores"

União também vai renegociar aluguéis, que hoje somam R$ 1,1 bi

Medidas vão fazer caixa para a União e melhorar a qualidade do gasto público

O governo prepara um plano para reforçar seu caixa com um leilão da folha de pagamento dos servidores. Para melhorar a qualidade do gasto público, há planos de vender imóveis e renegociar aluguéis, informam Martha Beck e Geralda Doca. Hoje, os salários de 1,2 milhão de funcionários públicos, num total de R$ 139,9 bilhões, estão concentrados no Banco do Brasil, que não paga pelo privilégio. A venda da folha deve ocorrer no segundo semestre. Para economizar com aluguéis, o governo quer que órgãos da administração pública compartilhem prédios subaproveitados. Terrenos e edifícios com alto custo de manutenção serão vendidos.

Folha de S.Paulo
"Dilma é genuína mas nem sempre efetiva, diz Levy"

Em evento a portas fechadas em São Paulo, ministro da Fazenda faz pela…