Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 11, 2011

Papai Noel chegando...

Colunistas

Bem longe do latido

Enquanto a mídia ignora as denúncias de Privataria Tucana, Ivan Ângelo surge com seu novo livro de crônicas, Certos Homens

Márcia Denser
A Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr. (Geração Editorial), já se tornou best-seller e um dos mais vendidos da semana na “Livraria da Folha”, apesar do silêncio absoluto da mídia hegemônica a respeito. Ao contrário dos badaladíssimos Lula, minha anta , de Diogo Maynard, e O País dos Petralhas, de Reinaldo de Azevedo, ambos da Record, para os quais a mesma mídia abriu espaços inusitados. São casos sintomáticos, pontuais, de como os jornalões e a grande mídia se posiciona. Dois pesos e duas medidas, ou você está a favor ou contra nós, não importa, o “poderoso Nós” é a referência, o “nó” do big problem.

Um livro que está dando pano para mangas. Com denúncias de corrupção na venda de estatais de telefonia no governo Fernando Henrique e de lavagem de dinheiro pela família do ex-ministro José Serra, motivou um pedido de Comis…

Pitacos do Zé

Imagem
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

O fim da 'guerra estúpida'

O Estado de S.Paulo
Emad Risn, colunista de um jornal de Bagdá, provavelmente resumiu melhor do que ninguém o que significa para os iraquianos o fim oficial da guerra iniciada há quase nove anos pelos Estados Unidos, a pretexto de eliminar a ameaça encarnada pelo ditador Saddam Hussein com seus arsenais de destruição em massa que Washington decerto sabia serem fictícios. "A guerra só acabou para os americanos", escreveu Risn. "Ninguém sabe se a guerra terminará também para nós." A invasão do Iraque, de fato, não serviu nem para mitigar a hostilidade ancestral entre as suas principais seitas etnorreligiosas - os majoritários xiitas, os sunitas que os oprimiam sob Saddam e os curdos separatistas concentrados no norte do país. Entregues a selvagens matanças recíprocas, xiitas e sunitas convergiram apenas na insurgência contra os invasores para tornar intolerável a sua presença. Até o fim do mês, os 4 mil militares americanos remanescen…
Imagem

Manchetes do dia

Sábado, 17 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Dilma rejeita interferência de partidos no governo"

Presidente afirma que indicados devem prestar contas só ao Planalto
x Em café da manhã com a imprensa, a presidente Dilma Rousseff, que perdeu seis ministros sob suspeita de irregularidades, mandou um recado a aliados ao dizer que "nenhum partido político pode interferir nas relações internas de governo". Segundo ela, após um ministro ser indicado, ele tem de prestar contas ao governo e "a mais ninguém".

O Estado de São Paulo "Dilma diz que "não é hora" de dar reajuste aos servidores'"

Em encontro com jornalistas, presidente comenta também a reforma ministerial: 'Vocês vão ficar surpresos'
Pressionada pelo Judiciário a conceder aumento de 56% a seus servidores e 14,79% aos magistrados, a presidente Dilma Rousseff disse ontem, em café da manhã com jornalistas, que "não é hora de dar aumento salarial para categoria alguma", por ca…

Corações ao alto!

Coluna do Celsinho

Onde o ensino é permanente

Celso de Almeida Jr.
Com letra e música, o Sérgio Cabral e o Rildo Hora já tinham avisado que, num Natal, um menino da Mangueira recebeu um pandeiro, uma cuíca e logo organizou uma linda bateria.

Tenho a impressão que, se tivesse recebido uma bola, mais rápido ainda estaria com o time montado.

Descontando a poesia, fico pensando com quantos amigos o mesmo menino compartilharia um livro que ganhou de presente.

Leria alguns trechos para a garotada e perguntaria o que eles acharam?

Estou forçando, né?

Cá entre nós, eu já fui um menino do BAC, sob a batuta do Mestre Cuca.

No repique, colaborei na cadência da vermelho e branco, em passarela na avenida Iperoig.

Infância deliciosa.

Crianças e jovens precisam destas coisas.

Na Mangueira, o passado, o futuro e o presente garantem o samba permanente.

Não custa torcer, porém, para que lá e no resto do Brasil a velha guarda revele à garotada que o estudo liberta.

O ensino permanente pode não garantir um belo samba, mas é presente qu…

Música

Imagem

Poesia

Não ter hora na hora…

Lourdes Moreira

Delícia não ter hora na hora…
Reencontrar pessoa distante,
Marcada de mágoa…
Naquela outra hora.

Conversar… ”parlar”
Meio que parafrasear
Ítalo-latinos…
Frases antes desconexas…
Relembradas agora,
Em outra hora.

Aparar amarras do orgulho,
Naquela hora sentido.
Frases inacabadas… doídas…
Emoções hoje distantes,

Pele, dorso, coração,
Palpitaram emoções da mágoa
De outra hora.

Emoções ímpares…
Na hora…
Agora!
Limpas da desconexão.

Lourdes Moreira é autora do livro “Andanças e Contra Danças”, é professora aposentada da rede municipal e municipalizada da rede estadual de Ubatuba S.P.

Twitter
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A CNI condena o modelo de estímulos ao consumo

O Estado de S.Paulo
Ao divulgar anteontem as suas projeções para a economia, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) criticou o modelo econômico que privilegia o consumo. Há muito tempo vimos alertando para o risco dessa política de estimular o consumo doméstico a ponto de a indústria interna não poder acompanhá-lo, o que leva ao aumento das importações.

Esse modelo parecia agradar até agora ao setor manufatureiro, mas levou paulatinamente a um processo de desindustrialização que se amplifica a cada ano.

Se o governo estimula a demanda, cabe à indústria oferecer produtos a preços cada vez mais atraentes e com um conteúdo tecnológico mais avançado. Para responder a esses dois requisitos, a indústria doméstica chegou à conclusão de que devia importar, tanto os componentes produzidos no exterior a um preço muito baixo quanto produtos acabados que respondam à ultima modernização. Isso, no entanto, leva a indústria nacional a se transformar ape…
Imagem

Manchetes do dia

Sexta-feira, 16 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"EUA selam saída oficial do Iraque"

Depois de quase nove anos, retirada de bandeiras americanas marca o fim da guerra, que matou ao menos 119 mil
x Uma cerimônia militar sóbria em uma base americana em Bagdá selou o fim da Guerra do Iraque. Foram oito anos, oito meses, 26 dias e pelo menos 119 mil mortos. Em solenidade de 45 minutos, as bandeiras dos EUA foram descidas e empacotadas na presença do secretário da Defesa, Leon Panetta, ao som do hino americano. Nenhum dirigente iraquiano compareceu à cerimônia.

O Estado de São Paulo "EUA encerram Guerra do Iraque sem citar 'vitória'"

Em cerimônia discreta em Bagdá, americanos dizem que iraquianos estão prontos para se governar
Com uma cerimônia discreta em Bagdá e sem festejos e Washington, os EUA declaram ontem, formalmente, o fim da Guerra do Iraque. O conflito, o mais controverso envolvendo os EUA desde o Vietnã, custou US$1,267 trilhão ao contribuinte americano e 4.48…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Municípios sem economia

O Estado de S.Paulo
Municípios deveriam viver da renda gerada pela produção de bens e serviços para o mercado - artigos industriais, mercadorias agrícolas e serviços privados -, mas essa não é a regra em boa parte do Brasil. Para 1.968 municípios, 35,4% do total, a administração pública representou um terço ou mais do valor gerado por todas as atividades em 2009, segundo os últimos dados do censo municipal divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Administração, nesse caso, corresponde ao conjunto das ações do setor público, incluídos os serviços de educação e saúde e a seguridade. Em alguns casos, a participação desses itens na renda chegou a 70% ou 80%.

O estudo sobre o Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios cobre o período de 2005 a 2009, iniciado num ano de intensa atividade econômica e encerrado num momento de recessão. Algumas alterações são facilmente previsíveis. A crise global de 2008-2009 afetou os preços dos produ…
Imagem

Manchetes do dia

Quinta-feira, 15 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Câmara dos Deputados aprova Lei da Palmada"

Projeto, que deve ir ao Senado, prevê proteção contra castigo que gere lesão
x A chamada Lei da Palmada, que sujeita pais que batem nos filhos a penas socio-educativas e permite até o afastamento dos filhos, foi aprovada por unanimidade ba Comissão Especial da Câmara dos Deputados. O projeto especifica que crianças e adolescentes devem ser protegidos do "castigo físico", quando o uso da força resulta em sofrimento e lesão. Para a comissão da Câmara, o texto, na prática, proíbe a palmada.

O Estado de São Paulo "STF autoriza o 'ficha-suja' Jader Barbalho a tomar posse"

'A Justiça venceu', festejou o senador, que estava impedido de assumir mandato pela Lei da Ficha Limpa
Um dos símbolos do efeito da Lei da Ficha Limpa, o senador eleito Jader Barbalho (PMDB-PA) obteve do Supremo Tribunal Federal autorização para tomar posse. Com a decisão, o STF enxugou ainda …
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

A mão inteligente

Claudio de Moura Castro - O Estado de S.Paulo
Entre os 10 e os 16 anos, como frequentava uma escola medíocre, de interior, em vez de estudar assuntos chatos e mortos, passava o tempo livre nas oficinas de manutenção de uma fábrica local. Guiado pelos velhos mestres, serrei, preguei, limei e bati martelo nas forjas. Deslumbrava-me com a vida e os desafios das oficinas. Passados os anos, descobri que a minha inteligência se desenvolveu mais lidando com problemas na bancada do que nos bancos escolares.

A percepção de que se aprende com as mãos é moeda corrente nas corporações de ofício europeias, de origem medieval. Para os Compagnons du Devoir (França), "o conhecimento mora na cabeça, mas entra pelas mãos". Ou seja, "a inteligência da mão existe" (J. Berger). Segundo os compagnons, o homem teria duas inteligências, uma especulativa e outra prática, por isso tem uma cabeça e duas mãos. Para eles, lógica se aprende resolvendo problemas de torneiras ou en…
Imagem

Manchetes do dia

Quarta-feira, 14 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Penas do mensalão vão prescrever, diz ministro"

Ricardo Lewandowski, do STF, prevê que julgamento aconteça apenas em 2013
x O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski disse que as penas para os réus do mensalão vão prescrever antes que o julgamento esteja concluído. O escândalo aconteceu em 2005. "São mais de 600 páginas de depoimentos. Quando receber o processo, começarei do zero. Tenho que ler volume por volume. Não posso condenar um cidadão sem ler as provas", disse o ministro em entrevista à Folha.

O Estado de São Paulo "Crise encarece crédito para pequenas empresas"

Efeitos da turbulência europeia repetem cenário de 2008 e Fiesp alerta sobre risco de demissões
As pequenas e médias empresas brasileiras já começam a sentir no dia a dia os efeitos da crise europeia. Relatos de empresarios e banqueiros colhidos pelo Estado mostram que os custos dos financiamentos para companhias desse porte subiu s…

2012

Reminiscências

A primeira morte do 'herói romântico'

Arnaldo Jabor - O Estado de S.Paulo
Estou no passado - há 47 anos. São 11 e meia da noite do dia 31 de março de 64 e eu assisto a um show que inaugura o teatro da UNE, com Grande Otelo e Elsa Soares, para celebrar o socialismo. Acho estranho que festejem uma vitória sem a tomada do poder. Mas um companheiro me abraça eufórico: "Já derrotamos o imperialismo; agora só falta a burguesia nacional!" Não vejo o Tio Sam de joelhos ali, mas fico animado: "Viva!" Estou felicíssimo: tenho 20 anos, o socialismo virá, sem sangue, sem balas e com a ajuda do governo do Jango. Já contei isso aqui e repito: sentíamo-nos o "sal da terra".

Meus sofrimentos adolescentes se compensavam por minha grande esperança: "Conscientizarei as massas pobres do País para um futuro justo e feliz". Cheio de fé, vou para casa, mas voltarei cedo à UNE onde haverá uma reunião política às 9 da manhã. Estou de novo dentro da sede, ouvindo as…
Imagem
Acesse aqui o "Blog do Ninja"

Opinião

Mais protecionismo argentino

O Estado de S.Paulo
O protecionismo comercial, especialmente contra a indústria brasileira, deverá ser uma das marcas do segundo mandato da presidente Cristina Kirchner, como foi no primeiro e como tem sido há muitos anos, especialmente a partir de 2008, quando se agravou a crise mundial. Em seu discurso de posse, a presidente reeleita anunciou a criação de uma Secretaria de Comércio Exterior subordinada ao Ministério da Economia. A nova secretaria será dirigida pela economista Beatriz Paglieri, até então subordinada ao secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, responsável nos últimos anos pela ampliação de barreiras contra produtos brasileiros. Conhecido por seu destempero verbal e por suas ações autoritárias, Moreno forçou empresários, por meio de ameaças, a reduzir as compras de produtos estrangeiros. Também tratou de impor a política do "um por um", condicionando as importações a exportações de igual valor.

Beatriz Paglieri tornou-se co…
Imagem

Manchetes do dia

Terça-feira, 13 / 12 / 2011

Folha de São Paulo
"Copa deve antecipar aulas e férias em 2014"

Proposta do governo será votada hoje em comissão especial da Câmara
x O início do ano letivo de 2014 e as férias escolares do meio do ano deverão ser antecipadas para que alunos de colégios públicos e privados sejam liberados durante a Copa do Mundo, que começa em 12 de junho. A proposta serpa votada hoje na comissão especial da Câmara que discute a Lei Geral da Copa. Pelo texto, o semestre escolar deve começar em 20 de janeiro e acabar até 10 de junho. As aulas retornariam em 21 de julho.

O Estado de São Paulo "Mercado considera pacto fiscal da UE insuficiente"

Agência de risco Moody's ameaça rebaixar nota do bloco, critica falta de 'ação decisiva' e bolsas caem
Acordo fechado na sexta-feira passada pela União Europeia para salvar o euro foi mal recebido pelos mercados. Ontem, os pregões foram abertos com a agência de classificação de risco Moody's alertando que pod…

Fog

Imagem

Brasil

Insegurança pública

Dora Kramer - O Estado de S.Paulo
Aldo Rebelo reflete sobre o assunto há muito tempo. Ressalva que agora, na condição de ministro, submete-se às decisões de governo e às diretrizes do Ministério da Justiça, mas diante do tema cede ao desafio da formulação independente. Ainda que teórica.

A questão é: como os governos deveriam fazer frente a um problema que os dois últimos presidentes antecessores de Dilma Rousseff, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio da Silva, se abstiveram de enfrentar como prioridade absoluta?

O grande obstáculo, na opinião dele, é o fato de o combate à criminalidade estar ainda associado à repressão, à coação dos direitos individuais e à interpretação de que a violência é sempre consequência das injustiças sociais.

Com base nesse princípio consolidado no "chip" - principalmente, mas não só - de governantes com origem na esquerda como Lula e FH, o Estado acaba se omitindo, se acomodando nas ideias preconcebidas e "não entende que a …

Coleta seletiva...

Imagem

Poesia

Quero…

Lourdes Moreira

Quero o ressurgir da verdade…
Dos olhos cansados das vaidades…
Da estrela que brilha sem noite…
Porque outras querem brilhar incontestes!

Quero o ressurgir da vaidade…
De homens carregados das calçadas…
De que no outro o olhar penetrou…
E não… não vacilou!

Quero o ressurgir sem hora…
No agora que torne seres imperfeitos…
Feitos agora….

Quero que o Deus que benigna...
Possa benignar meu irmão sofrido…
Que sem casa e sem comida…
Se joga ao chão!

Quero que políticas públicas…
Não permitam, sem vaidade, continuem vivendo no sub-mundo…
De crassa exaustão.

Quero o ressurgir de sentimentos,
Alheios a vaidade de homens públicos,
Querendo apenas expressar a verdade…

De um POVO; de uma NAÇÃO!!!

Lourdes Moreira é autora do livro “Andanças e Contra Danças”, professora aposentada da rede municipal de Ubatuba e municipalizada de rede estadual de São Paulo.

Twitter