Editorial

Candidato ou não?

Faltando pouco mais de meia hora para o início do jogo contra a França, começam as bombas e o sofrimento do meu cachorro, que detesta bombas. Na Folha de hoje o deputado-jornalista Fernando Gabeira aborda o tema. Neste mês o Ubatuba Víbora faz aniversário, completa dois anos no dia 31. Vamos fazer uma grande festa, eu a Susan e o Brasil, os três componentes da redação. Serviremos coca light e biscoitos diet, precisamos ficar em forma, brigadeiros nem pensar. Mas, voltando a falar de bombas, quem não se lembra das queimas de fogos da campanha eleitoral? Exatamente na época das aves nidificarem. Com as explosões os ninhos eram abandonados e os filhotes morriam, sem que isso revertesse em benefício dos fogueteiros. Ontem terminou o prazo para que os partidos fizessem suas convenções e decidissem pelos nomes que irão disputar as eleições deste ano. Há uma grande curiosidade em relação a um político sobejamente conhecido em Ubatuba, que afirmou até o último momento que seria candidato. Como ele esteve impedido judicialmente, vamos examinar as listas dos partidos e tirar a dúvida de vez. Teria o ex-prefeito Paulo Ramos revertido a sentença que o tornou inelegível por cinco anos? Na próxima semana saberemos a resposta. Se isso aconteceu ele será um candidato com boas possibilidades, sua popularidade ainda é grande por aqui, eu diria até que ultimamente está aumentando.

Sidney Borges

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manchetes do dia

Opinião