Manchetes do dia

Sexta-feira, 01 / 10 / 2010

Folha de São Paulo
"TSE vai considerar nulo voto dado a fichas-sujas"

Quadro de eleitos pode ter reviravolta se barrados conseguirem vitória judicial depois

O Tribunal Superior Eleitoral esclareceu em nota que os votos dados a candidatos enquadrados pela Lei da Ficha Limpa serão considerados nulos no domingo. Isso significa que também não serão levados em conta no cálculo das bancadas. A indefinição traz instabilidade, pois o resultado está sujeito a mudança posterior. Se algum campeão de votos impugnado receber sentença favorável mais tarde, sua votação passa a valer e pode causar reviravolta na composição do Congresso. Na eleição passada, os 740 mil votos obtidos pelo ex-prefeito Paulo Maluf, cuja candidatura está barrada, garantiram a seu partido, o PP, mais dois deputados. Levantamento da Folha mostra que 224 candidaturas fora indeferidas nos tribunais regionais eleitorais com base na Lei da Ficha Limpa.

O Estado de São Paulo
"Supremo cancela exigência de 2 documentos para votar"

STF julga ação do PT e decide que eleitor não precisa levar o título, apenas documento com foto

Ao julgar urna ação movida pelo PT no início da semana, o Supremo Tribunal Federal decidiu apenas ontem, por 8 votos a 2, que o eleitor não pode ser impedido de votar caso não disponha do título de eleitor. A exigência havia sido aprovada no Congresso e sancionada pelo presidente Lula. Na sessão do STF, o ministro Gilmar Mendes negou que tenha recebido um telefonema do candidato presidencial José Serra (PSDB) antes de interromper o julgamento do caso, anteontem. Para o tucano, a PT "deve achar que o voto menos controlado o favorece". Já a candidata petista, Dilma Rousseff, considerou que o STF eliminou urna "restrição" que “ia causar muita confusão" para o e1eitor.

Twitter

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manchetes do dia

Opinião