Manchetes do dia

Sábado, 05 / 10 / 2013

O Globo
"Crime e castigo: PMs acusados da morte de Amarildo são presos"
 

Justiça ordenou prisão porque grupo teria tentado atrapalhar investigação

Beltrame diz que importante agora é manter a integridade da UPP da Rocinha. Os dez policiais militares acusados de torturar e matar o pedreiro Amarildo de Souza foram presos ontem, 1 após a decretação da prisão preventiva pela justiça. Todos trabalhavam na UPP da Rocinha, e entre os presos está o major Edson Santos, ex-comandante da unidade acusado também de tentar atrapalhar as investigações. Amarildo desapareceu em 14 de julho, após ser levado à sede da UPP para averiguação. Em nota, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, afirmou: "O importante agora é manter a integridade da UPP da Rocinha, que tem a aprovação da grande maioria dos moradores."


O Estado de S. Paulo
"Com base dividida, Marina deixa decisão para prazo final"
 

Líder da Rede tem só hoje para definir candidatura à Presidência; partidos assediam a 2ª colocada nas pesquisas.

Divergências no grupo envolvido no processo de criação da Rede Sustentabilidade fizeram com que a ex-ministra Marina Silva adiasse para hoje - prazo final para filiação de quem deseja se candidatar em 2014 - a decisão sobre seu futuro. Segunda colocada nas pesquisas de intenção devoto para presidente e assediada por outras legendas após o TSE negar o registro a seu partido, Marina viu sua base política rachar. A maioria dos correligionários mostra-se contrária à candidatura. Políticos profissionais envolvidos no projeto, porém, a pressionam a entrar na disputa. O deputado Alfredo Sirkis criticou duramente a ex-ministra, dizendo que ela “falha como operadora política”. Em entrevista, ontem, Marina Silva falou da necessidade de “renovação” do quadro político do País.


Twitter

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manchetes do dia

Opinião