segunda-feira, setembro 28, 2015

Manchetes do dia

Segunda-feira 28 / 09 / 2015

O Globo
"País fixa meta de cortar 37% de gases"

Ambientalistas dizem, porém, que promessa não traz grandes avanços

Plano apresentado por Dilma faz do Brasil o primeiro emergente a adotar objetivos oficiais para toda a economia

A presidente Dilma Rousseff apresentou ontem na ONU a meta brasileira de cortes de emissões de gases do efeito estufa. Porém, elas são menos ambiciosas do que o esperado por ambientalistas. O objetivo é reduzi-las em 37% até 2025 e chegar a 43% em 2030. Segundo Dilma, isso será feito com a eliminação do desmatamento ilegal e investimento em energia renovável. O plano tem impacto político porque toma o Brasil o primeiro emergente a ter metas.


Folha de S.Paulo
"Recessão empurra classe média para trabalho autônomo"

Brasil em crise: Modalidade já representa 20% da população ocupada e inclui mão de obra mais qualificada atrás de renda

Quatro milhões e meio de brasileiros se enquadraram em agosto no trabalho por conta própria, segundo dados do IBGE colhidos nas principais regiões metropolitanas. Isso equivale a 19,8% da população ocupada, maior patamar registrado desde dezembro de 2006.

O aumento do desemprego no país explica a alta.

Grande parte dos autônomos tem entre 25 e 49 anos, sustenta a família e não pode esperar uma oportunidade de vaga. Essa é justamente a faixa etária em que a taxa de desocupação mais cresceu: 65% em um ano.

Quem atua por conta própria sente, em média, queda menor no rendimento que o empregado contratado.

Em agosto, o primeiro grupo teve redução de 1,7%, nos ganhos, metade da sentida por trabalhadores CLT. A entrada no grupo autônomo de mão de obra mais qualificada, como advogados e engenheiros, eleva a média de rendimentos, ainda que eles ganhem menos agora do que quando empregados. 


O Estado de S.Paulo
"Brasil quer cortar em 37% emissão de gás estufa até 2025"

Especialistas consideram meta ambiciosa, mas avaliam que poderia ser maior

A presidente Dilma Rousseff apresentou ontem o plano do País para combater as mudanças climáticas. Até 2025, as emissões brasileiras de gases de efeito estufa devem cair 37% e, até 2030, 43% - os valores são relativos aos níveis registrados em 2005. A meta, considerada ambiciosa ante às de outros países, será levada à Conferência do Clima, em dezembro. O encontro tem o objetivo de fechar acordo global de redução das emissões de gases de efeito estufa. Em discurso na Conferência da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, em Nova York, Dilma afirmou que “a ambição continuará a pautar nossas ações”, após lembrar que em 10 anos o desmatamento da Amazônia caiu 82%. Se a meta for cumprida, as emissões brasileiras devem passar de 2,04 gigatoneladas de CO2 – equivalente, registradas em 2005, para 1,30 Gt em 2025 e 1,16 Gt em 2030. Ambientalistas e pesquisadores elogiaram a proposta, mas fizeram ressalvas e disseram que a meta poderia ser mais ousada. 
  

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats