sexta-feira, outubro 02, 2015

Manchetes do dia

Sexta-feira 2 / 09 / 2015

O Globo
"Dilma dará ministério a ‘pau-mandado’ de Cunha"

Presidente da Câmara teria US$ 5 milhões na Suíça

Cobrado em plenário, deputado se cala, embora em março, na CPI da Petrobras, ele tenha negado ter dinheiro no exterior ; Celso Pansera, seu aliado, assumirá a pasta de Ciência e Tecnologia
Enquanto o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), era cobrado em plenário sobre suas contas na Suíça e se recusava a explicá-las, a bancada do PMDB conseguiu ontem da presidente Dilma a garantia de que o deputado Celso Pansera (PMDB-RJ) será nomeado ministro de Ciência e Tecnologia. Pansera foi acusado pelo doleiro Alberto Youssef, preso na Lava-Jato, de atuar como “pau-mandado” de Cunha na CPI da Petrobras para tentar intimidar delatores do esquema de corrupção. As negociações com Dilma foram conduzidas pelo líder do PMDB na Câmara, Leonado Picciani (RJ). O MP da Suíça informou que, nas contas que seriam movimentadas por Cunha, sua mulher e uma filha, o presidente da Câmara tinha cerca de US$ 5 milhões. Em março, na CPI da Petrobras, Cunha negou ter dinheiro no exterior. Ontem ele cancelou viagem à Itália alegando que irá ao casamento do senador Romero Jucá. 

Folha de S.Paulo
"Cunha controla 4 contas secretas, diz investigação suíça"

Presidente da Câmara e sua mulher são beneficiários de uma delas; questionado, ele se recusou a comentar

Procuradores da Suíça informaram autoridades brasileiras que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem o controle de ao menos quatro contas secretas. Uma delas tem como beneficiários Cunha e sua mulher, a jornalista Claudia Cruz. Após a denúncia, ele cancelou viagem à Itália. As contas foram abertas em nome de empresas offshores, que ficam em paraísos fiscais para dificultar as investigações, mas têm Cunha como beneficiário final. O deputado foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República sob acusação de receber propina do esquema descoberto na Lava Jato. Em depoimento à CPI da Petrobras, em março, o peemedebista disse que não tinha conta fora do país. A omissão pode ser punida com a perda do mandato. Ontem (1º), ele foi questionado sobre o caso no plenário da Casa, mas se recusou a responder. Sua defesa não quis comentar. 

O Estado de S.Paulo
"Cunha esconde conta na Suíça com empresas de fachada"

Acusado de criar estrutura para tentar ocultar seu nome, presidente da Câmara tem cerca de US$ 5 milhões congelados

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), abriu empresas de fachada em paraísos fiscais para esconder seu nome em contas registradas na Suíça, informa Jamil Chade. A informação foi repassada à Procuradoria-Geral da República pelo Ministério Público do país europeu, que também encaminhou anteontem autos da investigação. Suíços congelaram cerca de US$ 5 milhões em quatro contas bancárias cujos beneficiários são Cunha e parentes. Em março, ele negou na CPI da Petrobrás que tivesse conta no exterior. Deputados avaliam que ele pode ser cassado por quebra de decoro em razão dessa declaração. Auditoria do banco suíço levou à abertura no país de ação criminal por suspeita de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. A instituição achou disparidades entre a renda declarada por Cunha e valores transferidos e detectou que parte dos depósitos vinha de contas já rastreadas. 
    

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats