Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 23, 2005

Iraque

Quem estiver de posse das faculdades mentais e quiser continuar assim, deve esquecer o Iraque.
Tentar entender o que está acontecendo lá é inútil e pode levar à loucura.
Procurar esclarecimentos através da mídia também é perda de tempo, nada do que é dito e escrito tem relação com a realidade, aliás, nem os atores sabem o script, tudo é improviso. Só os mortos são reais.
A aventura começou mal e dificilmente terminará bem. Bush e sua troupe conseguiram a reeleição e a manutenção do poder, agora terão de justificar o dinheiro e as vidas desperdiçadas numa aventura sem justificativa legal.
É bom lembrar que a conexão Saddam Hussein – Osama Bin Laden nunca foi comprovada e as armas de destruição em massa não existiam.

Sidney Borges

Descatracalização

Sérgio Rodrigues
Quem não é de São Paulo tem boas chances de ter passado ao largo da polêmica, mas vale recapitulá-la. O tema da redação do vestibular da Fuvest foi a “descatracalização da vida”. O palavrão, disparado o mais impronunciável dos neologismos que temos visto nesses tempos neológicos, quer dizer tornar livre de catraca – para quem não sabe, regionalismo pelo qual é conhecido em São Paulo aquilo que em outras partes do país se chama de roleta, borboleta, torniquete, rodízio... A idéia, enfim, é tornar – no caso, a vida – livre de mecanismos de controle.

Maria Teresa Fraga Rocco, diretora da Fuvest, defendeu assim a escolha do assunto: “São várias as catracas da vida: financeiras, políticas, sexuais. O tema é muito rico”. Não convenceu a vestibulanda blogueira que, no dia seguinte, comentava com seus leitores: “Sussa, consegui fazer uma redação que no fim ficou mooh boa, maas, afff, ñ tinha um tema mais interessante pra darem de redação, pô!!”.

O articulista Fernando de Barr…

Criatório de desocupados

Ronaldo Dias
Acredito, que se criou alguma (mais uma) credencial (ilegal), para tomadores de conta na rua, com a intenção (boa) de que com ela se obtivessem recursos para diminuir ou atenuar, temporariamente, suas dificuldades.
O certo é que a tal credencial na prática vira documento coercitivo e o tal cidadão, antes carente, vira empresário e fica valente. Subloca espaços públicos (loteando para outros sem credencias o seu “domínio”) renega e repudia “contribuições” menores do que R$1,00 por veículo. O resultado desta fórmula em nome do “tudo pelo social”, larga e estupidamente utilizada por vereanças passadas, tem se mostrado inconseqüente. Como são também as licenças de ambulantes. Criou-se sim, com estas verdadeiras distorções legais do uso do espaço público, uma classe superior, elitizada. Uma classe à margem da lei e ao mesmo tempo, (pasmem) protegida por ela. Esta classe tem as regalias das filantrópicas. São cidadãos ungidos, imunes aos rigores legais e das fiscalizações de to…

Notícias da Prefeitura

Ubatuba sim, Dengue não

Cerca de 700 voluntários vão as ruas contra a dengue

Será neste sábado, a partir das 7 da manhã, a mega operação contra o mosquito da dengue em Ubatuba
Acontece neste sábado, 29, uma mega-operação para manter a cidade de Ubatuba longe da dengue. A campanha promovida pela Secretaria Municipal de Saúde em conjunto com todas as outras secretarias da prefeitura, intitulada “Ubatuba Sim, Dengue Não!” vai às ruas, mobilizando um batalhão de voluntários. O objetivo é eliminar os criadouros do mosquito da dengue em boa parte da região centro-oeste da cidade. Segundo o Secretário de Saúde, Marcos Silveira Franco, essa operação pode ser considerada a maior de todas as realizadas até hoje no município. “Nas palestras preparatórias, os voluntários, a maioria, funcionários públicos, demonstraram a preocupação em manter a dengue fora de Ubatuba. É alto o grau de infestação do mosquito Aedes aegypti, e não podemos correr o risco de uma epidemia”, disse Franco.

Nenhum caso em 2…

Guaruçá vem aí! Abram alas!

Imagem
Luiz Roberto de Moura

Editor do Ubatuba Víbora experimentando sua fantasia de Guaruçá

Preparem-se foliões, este ano o Bloco Guaruçá vai botar para quebrar. As fantasias estão quase prontas, o chapéu que é visto na fotografia é apenas uma amostra. Tudo com a assinatura do carnavalesco Julinho Mendes, uma espécie de Joãozinho Trinta esticado.

Sidney Borges

Dos gordos...

Essa coisa da magreza obrigatória está criando problemas nas cabeças afeitas aos modismos. As garotas dos desfiles – ideal de beleza de 99 entre 100 meninas – são invejadas e imitadas em vão.
Come-se muito, é mais fácil ser gordo do que ter uma silhueta de sílfide.
Por falar em gordos, há uma falácia criada por parte deles e que encontra eco em muitas cabeças. As pessoas se dizem gordas por culpa de disfunções hormonais. Quem nunca ouviu uma pipa dizer: - eu não como nada e engordo!
Provavelmente não come nada entre a pizza das dez da manhã e o sundae de chocolate da sobremesa, exceto o almoço frugal, lasanha, lombo assado e batatas coradas.
Zeca Gordo fazia jus ao apelido, pesava cento e oitenta quilos para um metro e setenta de altura. Era uma autêntica almôndega, seu prato preferido.
A mãe, dona Lazinha, orgulhava-se do apetite do filho: - dá gosto ver ele comer! Uma vez Zeca comeu as vinte e oito almôndegas que fariam parte do molho da macarronada para nove pessoas.
Nesse dia seu …

A Comtur na Web

Procurando o saite da Comtur, fiz o que qualquer internauta faria, digitei www.comtur.com.br.
Tive uma enorme surpresa ao ver o resultado, o que aparece na tela não tem nada a ver com a empresa.
O endereço é redirecionado para outro saite, cujo dono registrou o domínio.
Por coincidência, registrou também www.setur.com.br.
Virtualmente ele é o dono do turismo da cidade.

Sidney Borges

As águas continuam rolando...

Por favor chuva ruim, não molhe mais o meu amor assim...

Ouço tanto falar em Anchieta em Ubatuba que fiquei surpreso quando em conversa com o professor Quincas tomei conhecimento da possibilidade dele nunca ter estado aqui; teria sido outra a Ubatuba à qual se referem os relatos históricos, uma praia situada entre Paraty e Angra dos Reis.
Depois falamos dos símbolos da cidade, da bandeira e do hino, aí me ocorreu ser injusto a cidade não ter atinado para o incrível Jorge Benjor, que há muito tempo, quando ainda era Jorge Ben, compôs a música que deveria ser o hino oficial da cidade.
Chove chuva. Nada mais apropriado!
Como sou freqüentador da região desde 1968, o ano que nunca acabou, não tenho lembrança de tanta chuva como agora, parece ter aumentado a intensidade das águas que caem. Quem sabe, no futuro, a cidade poderá vender o precioso líquido, que segundo as previsões, vai rarear no planeta. Finalmente Ubatuba encontrará o caminho da prosperidade, caída dos céus. Será realizado o s…

Ubatuba nas eleições de 2006

Gerson Florindo*
Vou lutar para que o Partido dos Trabalhadores lance candidato a deputado nas próximas eleições. Farei isso no diretório, de forma democrática como são sempre as decisões do partido, com a certeza de ter ao meu lado a verdade. Acredito que será mais uma atuação de suma importância do PT visando o seu crescimento. Com o resultado obtido nas eleições para Prefeito, onde o PT foi primordial na vitória do Eduardo César, temos a certeza que com uma campanha para deputado será consolidado o espaço de uma política progressista. Sempre é bom lembrar que o PT tem como meta beneficiar a maioria da população da nossa cidade e, ao mesmo tempo, banir de vez os nefastos que buscam meios para permanecer no cenário político municipal.
No Litoral Norte o PT de Ubatuba é o único que tem condições de liderar uma política de combate ao coronelismo que impera há muitos anos em nossa cidade. Aumenta ainda mais a nossa responsabilidade no fortalecimento do partido para o próximo pleito elei…

Notícias da Prefeitura

Comissão define detalhes técnicos do Carnaval 2005

Uma reunião na tarde de ontem, 26, reunindo o comando da Polícia Militar, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Setor de Trânsito, Secretarias de Turismo e Obras, além da Fundart, definiu os últimos detalhes técnicos do carnaval 2005 de Ubatuba. Segundo o Secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo, foram detalhadas questões como o cronograma dos desfiles, locais de concentração dos blocos, corredores de trânsito, vias alternativas de tráfego durante os desfiles, localização de viaturas de emergência e posicionamento dos comandos que serão realizados durante os dias de folia.

Família e segurança

Por questões de segurança e de escoamento do trânsito, o tradicional bloco da Cachorrada, esse ano, muda de local de concentração. Ao invés de sair de frente do Tubão, esse ano a concentração do bloco vai acontecer na rua Salvador Correa, próxima a rua Liberdade. “O carnaval de 2005 será apoiado no binômio família e segurança”, afirma o Secretá…

Os tambores da tribo anunciam...

Luiz Moura
Os recursos naturais e culturais existentes no município de Ubatuba são as fontes que atraem os visitantes. Preservá-los é a condição essencial para o êxito do desenvolvimento turístico.
Pensando em fazer de Ubatuba um município essencialmente turístico, quando falo em preservação não estou querendo que se proíba a utilização dos recursos naturais, mas sim o seu uso dentro de critérios urbanísticos e arquitetônicos que possibilitem uma expansão que leve em conta a capacidade de carga do ecossistema envolvido. É evidente que estou falando de áreas ainda não urbanizadas (sem infra-estrutura e/ou serviços urbanos). As áreas já urbanizadas e sem ocupação deverão sofrer uma reavaliação, por técnicos, levando-se em conta o seu entorno, para que não sejam empecilhos ao desenvolvimento pretendido. Para melhorar as condições turísticas das áreas ocupadas proponho a execução de planos de tratamento e revitalização envolvendo a comunidade, que serão mais bem assimilados pelos propriet…

Ubachove e encharca a temporada

Pedro Paulo Teixeira Pinto - Professor*
A temporada de verão, até agora, tem tido como personagem principal, a chuva. As pessoas com as quais nos encontramos, antes de bom-dia já tascam: “que chuvarada hein?!” Todos se incomodam muito com o mau tempo que insiste em permanecer constante durante longos dias numa cidade cuja principal atração chama-se mar.
Com isso escasseiam os visitantes, os “turistas” por sentirem-se prejudicados pelo desequilíbrio entre custo e benefício; estabelece-se queda no consumo; frustra-se o mercado, provocando avarias no humor de comerciantes, adiando planos de planos de quitação de compromissos e investimentos. Conseqüentemente é prejudicada a economia local como um todo. É ruim.
Se a nossa demanda turística ocorre somente em noventa dias do ano, quando o verão se faz de chuvas abundantes “a vaca vai pro brejo”, força de expressão que denota uma situação real.
Por outro lado, numa cidade onde o patrimônio natural é a única atração, tudo se complica. Não temo…

Greve nonsense

Duas notícias no mesmo dia nos levam a pensar seriamente na racionalidade humana. A primeira diz respeito ao DAC e à proibição dos vôos da VASP. Por determinação do órgão público foi consumado o que já era um fato. A VASP perdeu linhas por não cumprir com as obrigações pertinentes à uma empresa prestadora de serviços. Na seqüência os pilotos entraram em greve! Ora se a empresa está proibida de voar, qual é o sentido da greve? Supondo que as reivindicações dos grevistas fossem atendidas de imediato e a greve suspensa, ainda assim nada mudaria, pois como determinou o DAC, com pilotos em greve ou não, a VASP está proibida de voar. Essa greve é atemporal, não vai servir para nada.

Sidney Borges

A quem possa interessar!

Carta Aberta à Sra. Secretária Municipal de Educação de Ubatuba

Prezada Senhora:

Como já lhe comuniquei, na transmissão do cargo, não tenho hábito de voltar aos locais onde tive cargos diretivos uma vez que deles me afastei. Não será diferente em relação à Secretaria Municipal de Educação.
Entretanto continuarei a exercer a cidadania e defenderei minha honra quando atacada ou maculada por pessoas menos escrupulosas e desrespeitadoras dos direitos constitucionais do próximo.
Em relação ao meu comportamento e das equipes que comigo trabalharam, posso afirmar-lhe que, fizemos uma administração honesta, dinâmica, produtiva e respeitadora da Lei nº 101/2000 - Lei de Responsabilidade Fiscal, Lei nº 9394/96 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação – e toda a legislação federal, estadual e municipal relacionada à Educação e que, se alguém falar o contrário, e V.Sa., lhe der crédito, estará agindo levianamente, distraindo-se das tarefas estressantes da Secretaria e perdendo seu tempo.
Alertei-a …

O ser humano tem jeito?

Leonardo Boff
O cataclismo do sudeste da Asia suscita em muitos os fantasmas do fim do mundo ou pelo menos do fim possível da espécie humana. E com razão, pois não se trata de fantasmas mas de sinais perturbadores. O prêmio Nobel de biologia de 1974, Christian de Duve em seu empolgante livro Poeira Vital, a vida como imperativo cósmico (Campus 1997) afirma que nos dias de hoje "a evolução biológica marcha em ritmo acelerado para uma grave instabilidade. De certa forma, o nosso tempo lembra uma daquelas importantes rupturas na evolução, assinaladas por extinções em massa". A causa desta instabilidade vem de um asteróide terrível que é a espécie humana. Desde que surgiu como homo habilis há mais de dois milhões de anos vem desequilibrando sua relação para com a natureza. Até quarenta mil anos atrás os danos ecológicos eram insignificantes. Mas a partir desta data começou um assalto sistemático à biosfera, porque foram desenvolvidos instrumentos que tornaram bem sucedida a domin…

Farofeiros em revista!

Farofeiro de luxo - Mesa alugada de R$25 a R$50

A crise está chegando às praias, com as famílias preferindo levar bebidas e comidas de casa e se sujeitando a alugar mesas com sombreiro nas barracas por R$25 a R$50 em Piatã, ou R$5 na Ribeira, fazendo economia
Eles vêm em comboio, dando um verdadeiro sentido à frase "Nós vamos invadir sua praia". Acompanhados da família quase sempre numerosa chegam às praias de Salvador de manhã cedo e ficam até o pôr-do-sol, podendo virar a mais nova mania nas praias brasileiras. São os farofeiros de luxo que podem ser encontrados de Piatã até a Ribeira. Como distinguí-los? Como qualquer farofeiro levam comida e bebida de casa. A única exceção ao farofeiro tradicional é que este fica na areia, levando bolada de peladeiro e tomando caldo. Os de luxo chegam a pagar de R$25 a R$50 pelo aluguel de uma mesa com direito a cadeiras e sombreiro para se proteger do sol. Pelo preço e a depender da barraca podem usar banheiro e chuveiro.
A explicação do…

Notícias da Prefeitura

Início das aulas na rede municipal

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Ubatuba informa à população que o ano letivo de 2005 terá início no próximo dia 14 de fevereiro em todas as escolas da rede municipal de ensino, inclusive creches e Emei’s. Durante os dias 10 e 11 acontecerão reuniões pedagógicas e de planejamento entre funcionários e professores. PMU


Tudo pronto para a 8ª Copa Verão de Jiu Jitsu

Ubatuba recebe mais de mil praticantes da milenar arte marcial

A 8ª Copa Verão de Jiu Jitsu começa neste sábado (29) no ginásio de Esportes Tubão, com a disputa do estilo Subfigth (sem kimono). As lutas serão disputadas com um tempo máximo de dez minutos, sendo que nos cinco minutos iniciais será computada apenas a finalização e em caso de empate, nos minutos restantes vale quem aplicar o primeiro golpe perfeito. Como novidade, Ubatuba será o palco de estréia das categorias Feminino e Master (acima de 35 anos). Os quatro melhores atletas de cada categoria receberão medalhas.
No domingo (…

Só em Ubatuba!

O tempo passa, o tempo voa, e as coisas em Ubatuba continuam como sempre, numa boa...
Façamos um teste, entrem no endereço virtual http://www.setur.com.br
Que beleza é a página da Secretaria de Turismo de Ubatuba – Setur, acessada no mundo inteiro.
Muito bem, agora olhem no final da página, do lado esquerdo. Está escrito:
Domínio setur.com.br cedido por www.ubatubasp.com.br (entre para ver quem é o abnegado cedente)
Se vocês quiserem enviar um e-mail para a Setur, então o endereço será setur@ubatuba.sp.gov.br
A população de Ubatuba quer saber o porquê. Qual a razão da prefeitura fazer propaganda gratuita (?) para alguém e qual a necessidade de construir um saite com um domínio cedido por um comerciante da cidade se existe o ponto gov à disposição? A prefeitura pagou por isso? Se o fez é caso para o Ministério Público. Com a palavra as autoridades competentes. Amanhã falaremos da Comtur.

Sidney Borges

Passat ou não Passat?

Dia de coincidências. Pela manhã escrevi uma nota sobre futuro político-partidário do ex-prefeito Paulo Ramos e do ex-secretário de obras, Andrade Henrique, que dizem as boas e más línguas, estão com um pé no PV. (Ufa! Por engano grafei PT, já pensaram se passa pela revisão?) O fato é que instantes depois da publicação recebi um e-mail da Assessoria de Comunicações da Prefeitura dando conta da ação da Justiça contra eles. (Leia matéria postada abaixo) Eu bem que poderia ter usado esse dom premonitório para sonhar com os números que serão sorteados pela Caixa Econômica Federal. De qualquer forma a coisa ainda vai rolar por muito tempo, cabem recursos e, como sabemos, a justiça brasileira é lenta. “Tarda e de vez em quando falha!”!

Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Justiça torna indisponíveis os bens de Paulo Ramos e Andrade Henrique dos Santos

Juíza determina suspensão dos efeitos de decreto do ex-prefeito Paulo Ramos que adquiriu frota sem licitação no valor de mais de um milhão de reais

A juíza substituta de Ubatuba, Dra. Cristina Alves Biagi Fabri encaminhou ofício ao Prefeito Eduardo César (PL) pedindo que tome as providências necessárias para suspender os efeitos do decreto municipal 3702 de abril de 2001,que autorizou a compra de vários carros e veículos pesados sem licitação. A juíza determinou ainda que os bens do ex-prefeito Paulo Ramos e do então secretário de Obras municipal Andrade Henrique dos Santos sejam indisponibilizados para garantir a integral reparação dos prejuízos que causaram aos cofres públicos.

A ação civil pública foi ajuizada pelo Ministério Público em agosto do ano passado por entender que houve improbidade administrativa na aquisição de frota municipal sem licitação. Foram gastos, na época, R$329.294,38 para adquirir…

Sucatão

Muitas besteiras circulam pela mídia, algumas de doer. Outro dia um colunista do “Observatório da Imprensa” escreveu sobre a falta de credibilidade dos blogs. Fiquei pensando “avec my buttons”, onde eu poderia ler notícias dignas de credibilidade. Talvez nos cadernos de economia que endossam a falácia do crescimento apesar dos juros – os maiores do mundo. Mudando um pouco de assunto, economia é entediante, cansei de ler alusões pouco lisonjeiras ao Boeing 707 que servia à presidência e foi batizado de “sucatão”. Nada mais injusto. Mas como o mundo é pleno de injustiças, a coisa poderia prosseguir sem que eu ficasse realmente bravo, o que aconteceu quando li que o “sucatão” é um avião inseguro. O que será que o escriba quis dizer com isso? Poderia a insegurança do “sucatão” ser curada pelo psicanalista do jornalista em questão, que seguro de si escreve sobre o que não conhece? Não existe avião inseguro, como não existe avião velho. É difícil explicar isso, por mais que eu tente encontr…

Ex-prefeito assume sua verdadeira vocação!

Imagem
sidney borges

Paulo Ramos acenando para as massas

Segundo fontes ligadas ao PV, o ex-prefeito Paulo Ramos de Oliveira está na iminência de tornar-se membro do partido. Também foi apurado pela reportagem do UV que o candidato a vice-prefeito pela coligação Viva Ubatuba, Andrade Henrique seguirá seus passos. Na verdade, sempre houve claros indícios da vocação ambientalista de Paulo Ramos, um batalhador pela causa do mico-leão dourado. Em breve veremos o carro do ex-prefeito ostentando adesivo do Greenpeace.

Sidney Borges

Comunicado da ADUBA

No ultimo dia 17 de janeiro em São Sebastião, reunidos na sede da associação dos portadores de deficiências daquela cidade, onde compareceram representantes das quatro cidades do litoral norte, para a constituição da nova Coordenadoria da Federação das Pessoas Portadoras de Deficiências do Litoral Norte.
Foi eleita a nova Coordenadoria Geral com mandato de 3 anos a contar daquela data com a seguinte constituição:

Coordenação Geral – André Luiz dos Santos da cidade de Ubatuba;
Tesoureiro – Alden Mello de Aguiar da cidade de São Sebastião;
Secretaria – Neusa Barbosa da cidade de Ubatuba;
Diretor de Patrimônio – Mônico Santos Silva da cidade de São Sebastião;
Delegado – Ricardo Souza Moreira dos Santos de Ilha Bela;
Delegado – Kazuo Matsuoka, de Ubatuba;
Delegado – Aurenice Zacarias de Oliveira de Caraguatatuba;
Delegado – Ana Paula Chaibe de Ilha Bela.

A FEDERAÇÃO é a união das quatro entidades de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilha Bela, onde embora vivam em momentos diferente…

A caminho...

Ronaldo Dias
...Cheguei da Fortaleza na Br 101. Rodovia INTERESTADUAL. Logo no trevo, crianças, muitas crianças e outros tantos adultos, de mãos dadas, com cadeiras de praia, guarda-sóis, esteiras, isopores pesados, bóias de braço e barracas de armar, esperam, impacientes saltitantes no asfalto quente que a fila interminável, de insensíveis veículos em trânsito, nas duas direções, ceda uma pequena e proveitosa oportunidade de travessia. Deixo esta cena para trás para logo em seguida avistar, sob a ponte do Rio Escuro, dezenas de desavisados banhistas, banhando-se nas águas tranqüilas daquela barra. Mal sabem, que aquelas águas de aparência tão transparente, mascaram esgotos domésticos, in natura, de todo o bairro do Rio Escuro. Não seria, uma boa prática sanitária, uma placa de aviso? Percebendo o piscar insistente e, mal educado, do farol que vem atrás, pedindo passagem, vou para a faixa da direita. Muito bom ficou esta faixa dupla para quem sobe em direção ao Lázaro. Êpa! Pedestres …

Qualquer semelhança é mera coincidência!

Fiscais apreendem produtos enterrados por ambulantes em praias do Rio

Não são apenas banhistas que têm aproveitado as areias das praias do Leblon e de Ipanema, na zona sul do Rio. Ultimamente, comerciantes ambulantes que atuam na região - a mais procurada por turistas - costumam enterrar barracas, cadeiras, isopores, utensílios de cozinha e até alimentos que serão usados no dia seguinte para evitar o vai-e-vem diário.Com a ajuda de uma escavadeira para remexer a areia, somente entre as 23h de ontem e a 1h desta terça-feira foi apreendida mais de uma tonelada de produtos. Cinco carros que eram usados como depósitos ilegais também foram apreendidos.Segundo o subprefeito da região, Mario Filippo Junior, durante a operação, moradores de diversos edifícios ofereceram suas garagens para que os infratores guardassem os objetos. A prefeitura irá notificar os condomínios oficialmente sobre a irregularidade.Inicialmente, os fiscais pretendiam apreender dez carros que haviam sido previamente iden…

Notícias da Prefeitura

Vigilância Sanitária interdita creche em Ubatuba, por insalubridade do prédio

A vigilância sanitária de Ubatuba interditou na tarde de ontem, 25, a Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) do Centro, situada na Rua Paraná, 347. Essa medida foi tomada ao ser constatado que o prédio não tinha condições para abrigar as 128 crianças de seis meses a três anos matriculadas na creche.
Cerca de 50 crianças que continuavam na creche durante o período de férias foram transferidas em caráter emergencial para a Emei da Rua Gastão Madeira. Enquanto isso, algumas alternativas estão sendo estudadas pela Secretaria de Educação para o ano letivo que se inicia no próximo dia 10 de fevereiro.
Foram encontradas diversas irregularidades no prédio. Dentre elas, a mais séria é a precariedade do telhado, que corre risco de desabamento. Além disso, os vazamentos permitem que as águas da chuva escorram pelas paredes, inundando o chão e deixando o ar impregnado com um forte odor de umidade. A diarista Rosilene…

Plunct, Plact, Zum

Raulzito tinha balanço, apesar de achar “Ouro de tolo”, que estourou nas paradas, muito chata, descobri na casa de um amigo o LP “20 anos de Rock”, interessantíssimo. Outro amigo, americano e roqueiro, jurou de pé junto que quem estava cantando Bernardine era Del Shannon. Apostou e perdeu. Era Raulzito, ou melhor Raul Seixas, que também compôs a música que dá título ao artigo. Quem não conhece o “Carimbador Maluco”, a bem-humorada e cheia de balanço alusão à burocracia de Pindorama, fonte de todos os males e de todos os prazeres que por aqui convivem. Na época do Plunct, Plact, Zum a VASP havia comprado dois Airbus, aviões europeus que começavam a entrar ao mercado e produzir coceira na hegemônica Boeing, quase absoluta quando o assunto era aviação comercial. O governador de então, Dr. Paulo Salim Maluf teve uma atuação bastante discutível em relação à VASP, reduziu salários, criou insatisfação, endividou a empresa e comprou os Airbus, sem dúvida uma compra das mais estranhas. Na époc…

Por todos os filhos!

Ronaldo Dias
Hoje, quando saí de casa a caminho da cidade me propus observador. Logo após o portão, a figura da péssima conservação dos 700 metros seguintes de leito de terra reafirma meu inconformismo com a falta de espírito comunitário dos meus vizinhos, com o nosso acesso. Não há absolutamente nenhuma colaboração. Todos esperam por alguém que faça. Não há mesmo sinais de educação e civilidade com os espaços de uso público e comum. Lixeiras fedorentas e transbordando, com o xorume escorrendo para o riacho mais próximo, a caminho da praia, sinalizam que o lixeiro não pareceu ou, os carros estacionados ao longo e no meio da estrada, impediram sua passagem. Ele retornou. Azar. Muros que invadem e estreitam o leito carroçável (sem interferência do poder público) reafirmam e validam todos os meus mais sinceros e peçonhentos sentimentos, com estes meus vizinhos “moradores acidentais”. A partir do asfalto pouco muda. Carros estacionados dos dois lados impedem e atrapalham o trânsito. As pl…

Empréstimo de terra em Ubatuba

Luiz Moura
Há muito venho falando da necessidade da administração municipal tomar a iniciativa para solucionar o problema do uso indiscriminado do empréstimo de terra. Vias públicas sem pavimentação e lotes urbanos não edificados são os principais destinos do material retirado das áreas empregadas para empréstimo.
Para que realmente possamos proteger a Mata Atlântica em nossa região, não podemos pura e simplesmente, proibir a retirada de terra. Temos que fazer um plano que possibilite a demanda do mercado, dentro de técnicas que minimizem os problemas causados pelo impacto ambiental e uma fiscalização (amparada em uma legislação) severa, que impeça a retirada de terra em outros locais a não ser nos determinados para tal.
Atualmente, áreas são utilizadas sem o devido projeto de manejo (raras são as exceções) ocasionando uma série de problemas para a administração tais como: desbarrancamento, assoreamento e poluição das águas, sem contar naturalmente com a agressão imposta a Mata Atlânti…