domingo, setembro 25, 2016

Manchetes do dia

Domingo 25 / 09 / 2016

O Globo
"País vai às urnas com milhares de candidaturas indeferidas"

Políticos continuam na disputa graças a recursos ainda não julgados

A uma semana do pleito, são 13.856 candidatos nessa situação. Se forem condenados em definitivo, não poderão exercer mandatos. TSE admite que dificilmente conseguirá julgar todos os casos no prazo

Faltando uma semana para as eleições, 13.856 candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador continuam na disputa, mesmo com registros cancelados ou negados pela Justiça. Eles entraram com recursos e poderão ser votados, mas não terão condições de exercer os mandatos, se eleitos, conta JULIANA CASTRO. A palavra final deverá ser do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que recebeu só 91 recursos até agora, devido à redução dos prazos de campanha. Nesse mesmo período em 2012, havia recebido 5 mil. O presidente do TSE, Gilmar Mendes, admite que pode não haver tempo de julgar todos até a diplomação dos eleitos, em dezembro, deixando o resultado sub judice, sem que os eleitores saibam quem foi o vencedor. 

O Estado de S.Paulo
"‘Vale-tudo’ eleitoral soma R$ 29,6 bilhões de promessas em SP"

Valor leva em conta principais projetos apresentados por candidatos a prefeito

São Paulo precisaria de pelo menos R$ 29,6 bilhões para pôr em prática as principais propostas apresentadas pelos candidatos à Prefeitura. Esse é o valor estimado para congelar a tarifa de ônibus em R$ 3,80 pelos quatro anos de mandato, construir 100 km de corredores, oferecer escola integral a 100 mil crianças e contratar 2 mil médicos, entre outras promessas alardeadas na disputa eleitoral, informam Adriana Ferraz e Marianna Holanda. O cálculo foi feito com base em dados da Prefeitura e projeções de especialistas. Apesar do custo alto e do período econômico difícil pelo qual passa o País, os candidatos mais bem posicionados nas pesquisas não falam em crise e não explicam como conseguirão recursos para concretizar seus projetos. O teto previsto para investimentos na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017 é de R$ 2,9 bilhões, valor 56% menor que o aprovado para este ano.      

Folha de S. Paulo
"Controle aéreo melhora, mas falhas se mantêm"

Segurança foi posta em xeque há dez anos, após choque entre jato e avião da Gol

Dez anos após o choque entre um avião da Gol e um jato Legacy, que matou 154 pessoas, o avanço da estrutura tecnológica tornou mais segura a aviação no país. Há, porém, falhas que não foram corrigidas desde a crise sem precedentes no setor aéreo que sucedeu à tragédia. Causado por erros de controladores e pilotos do jato, o acidente na Amazônia pôs o sistema em xeque. Desde então, o número de controladores de voo cresceu, de 2.800 para 4.200, e treinamentos foram aprimorados. Houve ainda renovação de equipamentos e softwares. Por outro lado, controladores relatam à Folha persistência de carga exaustiva e demissão de profissionais experientes, e pilotos apontam falhas de comunicação. A Aeronáutica nega fragilidades. Famílias de vítimas criticam até hoje a demora do cumprimento da pena dos culpados. Os dois pilotos do Legacy foram condenados em 2015 à prisão — eles estão nos EUA. A defesa deles diz que a sentença será cumprida e responsabiliza o sistema aéreo. Três controladores foram condenados a três anos e um mês de prisão. Ainda cabe recurso. 
 

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats