sexta-feira, setembro 30, 2016

Coluna do Celsinho

Graça

Celso de Almeida Jr.

Uma das atividades profissionais que desenvolvo nasceu do estímulo de um amigo que me convidou para atuar em sua consultoria de estratégias eleitorais e governamentais.

Generoso, valoriza meus pensamentos e observações, mesmo conhecendo um de meus defeitos  mais graves: a irresistível vontade de opinar com um tempero de ironia.

A vida é dura e  - só por isso - minha natureza manda dar um pouco de graça nesta rotina onde a tristeza, constantemente, tenta nos dominar.

Aprendi, entretanto, que nem sempre o interlocutor está disposto a receber comentários desenhados sobre um fundo divertido.

Isso pode, perigosamente, num descuido, inviabilizar um contrato, afastar um cliente, o que seria no meu caso um desrespeito à confiança em mim depositada pelo amigo que, desde 2008, me envolve em suas atividades profissionais.

Pois é...

Refiro-me ao Marcelo Pimentel, professor universitário, mestre em comunicação e proprietário da MP Marketing Político e Governamental que atua no Brasil e no exterior.

Com ele aprendo bastante, além de conhecer gente muito interessante, novas culturas e histórias de vida impactantes.

Esta miscelânea de descobertas e responsabilidades exigiu que eu vigiasse e controlasse mais o meu instinto, ciente de que a ironia em excesso pode conduzir ao sarcasmo e a arrogância.

Curiosamente, esta vigilância aumentou minha sensibilidade, permitindo-me saborear com mais atenção e zelo as pessoas e suas reações.

Uma delas testemunhei nesta semana.

Estava em Rondônia, no belo escritório do José Armando Bueno, um dos principais coordenadores da candidatura de Hildon Chaves a prefeito de Porto Velho, capital do estado.

Ele e Marcelo discutiam o formato do último programa eleitoral, que iria ao ar na noite de quinta-feira, 29/9/2016.

Quieto no sofá, atento, vi o entusiasmo dos dois quando Bueno mostrou um singelo poema que escrevera horas antes, após ser provocado por seu filho, Léo, admirável companheiro deste pai empreendedor e corajoso.

Marcelo, um visionário profissional do marketing, leu com entonação aquelas palavras vindas do coração.

Emocionou a todos.

Destes movimentos nasceu o formato do programa que, em seguida, foi apresentado ao candidato.

Hildon abraçou a ideia e mandou o recado de forma brilhante, num belo vídeo que combinou poesia e imagens de Porto Velho.

Mais um cliente, mais uma história, mais um aprendizado e novos amigos.

Eis a graça verdadeira.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats