segunda-feira, julho 11, 2016

Manchetes do dia

Segunda-feira 11 / 07 / 2016

O Globo
"Governos treinam civis contra terror na Olimpíada"

Objetivo é ajudar a identificar suspeitos de ataques em áreas de grande movimento

Forças Armadas de Brasil e EUA e Secretaria de Segurança estão dando cursos e palestras a funcionários de museus, atrações turísticas e empresas de transporte

A menos de um mês da Olimpíada, funcionários das concessionárias que administram os sistemas de trens, metrô e barcas, de museus e de algumas das principais atrações turísticas do Rio, como o Trem do Corcovado e o Cristo Redentor, estão recebendo treinamento para identificar suspeitos de atos terroristas. Cursos e palestras estão sendo dados pelas Forças Armadas do Brasil e dos Estados Unidos e pela Secretaria de Segurança. Algumas empresas estão treinando não só o pessoal operacional, mas também equipes de limpeza, que podem detectar objetos deixados em áreas comuns. As aulas incluem simulações de ataques e procedimentos de socorro. A Comlurb terá de retirar mais de dez mil lixeiras de ruas onde haverá provas, já que podem esconder bombas. O governo federal também monitora, e está pronto para abordar, cerca de cem pessoas com potencial para ataques (os chamados lobos solitários). 

Folha de S.Paulo
"Estados travam salários e repasse a fornecedores"

Com a crise, dívida de governadores aumenta 82% em relação ao ano passado

Em meio a uma grave crise econômica, os governadores atrasam uma fatia crescente dos pagamentos para fornecedores e funcionários. A dívida acumulada apenas nos primeiros quatro meses deste ano já chega a R$ 11,4 bilhões. Levantamento da Folha mostra que esse passivo subiu 82% em relação ao verificado no mesmo período do ano passado. São despesas registradas nos balanços e que correspondem a serviços prestados e a produtos que foram entregues. O problema dos Estados é semelhante ao que aflige o governo federal: as despesas continuam se expandindo, mas a receita cai. Só que a União pode recorrer ao mercado financeiro para tapar o buraco, e Estados e municípios, não. Neste momento, pelo menos dez Estados estão atrasando o pagamento dos funcionários públicos. O Rio é o caso que ganhou mais repercussão, com as greves de servidores e decreto de calamidade financeira perto da Olimpíada.      
 
O Estado de S.Paulo
"Favoritos a presidir Câmara têm pendências na Justiça"

Dos seis nomes mais cotados para a sucessão de Eduardo Cunha, quatro enfrentam algum tipo de processo

Levantamento do Estado mostra que dos seis deputados favoritos à sucessão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara, quatro enfrentam algum tipo de processo judicial, um foi citado na Lava Jato e o sexto não responde mais a ações porque os crimes dos quais era acusado prescreveram antes que fossem julgados. Nos processos, há acusações como peculato (desvio de recursos públicos) e até por submeter empregados a condições de trabalho análogas à escravidão. A eleição do próximo presidente da Câmara, prevista para quarta-feira, vai definir um nome central para os próximos passos do governo. Além de ser o primeiro na linha sucessória do presidente em exercício, Michel Temer, o próximo comandante da Câmara dos Deputados terá poder para acelerar ou atrapalhar o processo de cassação de Cunha e as votações de projetos decisivos para o ajuste fiscal.             
           

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats