sexta-feira, maio 27, 2016

Coluna do Celsinho

Flores

Celso de Almeida Jr.

E lá foi ele...

Deixar uma coroa de flores no memorial aos 140 mil mortos de Hiroshima.

Bacana, o Obama.

Passadas sete décadas da explosão da bomba atômica que mudou o mundo, um presidente americano em exercício pisa no palco da tragédia.

E, enquanto Barack Obama encerra seu mandato firmando-se como estadista, os EUA estão às voltas com Donald Trump.

Mundo louco, né?

Praticamente definido pelo Partido Republicano, o magnata garantirá para a eleição de lá um show de estupidez.

Pois é prezado leitor, querida leitora.

Fico confuso.

Não consigo vislumbrar os caminhos do mundo.

Há muito radicalismo, extremismo, agressividade, violência.

Como tudo é questão de escolha, resta torcer para que a maioria ainda priorize a sensatez.

Não podemos brincar.

Não é permitido comprometer o futuro com aventureiros destemperados.

Nossa descendência tem todo o direito de viver num mundo melhor.

Serenidade é a palavra de ordem.

Menos bombas.

Mais flores.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats