sexta-feira, dezembro 25, 2015

Coluna do Celsinho

Nascimento

Celso de Almeida Jr.

Natal de 2015.

Quantos ainda verei?

Criança, brinquedos.

No céu, Papai Noel.

No pensamento, menino Jesus.

Adulto, meias Lupo, lenços Presidente.

No céu, astros magníficos.

No pensamento, o Cristo e nossas iniquidades.

Prezado leitor, querida leitora...

Tudo passa ligeiro.

Amigos, desafetos, alegrias, tristezas, acertos e erros.

Em algum tempo, deixaremos de existir.

No céu, o escuro infinito.

No pensamento, o vazio absoluto.

Antes desta hora derradeira, é possível renascer?

Creio que sim.

No céu, o sol que purifica.

No pensamento, o amor que modifica.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats