segunda-feira, janeiro 09, 2017

Manchetes do dia

Segunda-feira 9 / 01 / 2017

O Globo
"Presos mortos já são 99, e estados terão ajuda federal"

Juiz de Roraima manda soltar 160 detentos para evitar novo massacre

Outra rebelião em Manaus tem quatro executados e dois desaparecidos; ministro da Justiça enviará agentes penitenciários e equipamentos para Amazonas, Mato Grosso e Rondônia

Nova rebelião em Manaus deixou quatro mortos e elevou para 99 o número de presos executados em oito dias no país. A última chacina ocorreu numa cadeia que deveria estar fechada e era vigiada por dois agentes. Há dois desaparecidos. Em Roraima, um juiz mandou soltar 160 presos para evitar riscos. O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, reforçará a segurança em prisões de Amazonas, Mato Grosso e Rondônia. Ele convocou reunião com secretários de Segurança, mas só no dia 17.    

O Estado de S.Paulo
"Após novo ataque do PCC, 4 Estados terão ajuda federal"

Pelo menos 4 presos foram mortos ontem em cadeia dominada pela facção criminosa em Manaus

Em mais um episódio da guerra de facções no sistema prisional brasileiro, após 93 mortes em presídios do Amazonas e de Roraima, pelo menos 4 detentos foram mortos na madrugada de ontem na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no centro de Manaus. Três deles foram decapitados. Pelo menos três vezes na semana passada, o reforço da Polícia Militar foi chamado às pressas para conter inícios de motins na prisão improvisada, que recebeu 284 presos após o massacre da semana passada. Fontes da segurança pública amazonense ouvidas pelo Estado confirmaram que o Primeiro Comando da Capital (PCC) está "caçando" ex-integrantes da Família do Norte (FDN). Como resposta ao avanço da crise penitenciária, o Ministério da Justiça informou que autorizará o envio de ajuda federal para quatro Estados: Rondônia, Mato Grosso, Amazonas e Roraima.                    

Folha de S. Paulo
"Tribunais do país gastam R$ 3 mi ao ano com viagens"

Levantamento da Folha reúne despesas de cortes superiores com voos ao exterior

Os tribunais superiores do país gastaram, em média, R$ 3 milhões por ano para pagar voos internacionais de 2013 a 2015. As informações são de levantamento feito pela Folha com base em dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação. Em alguns casos, as passagens de magistrados tiveram custo 12 vezes maior que o trecho na poltrona econômica comprado para servidores. Uma única viagem, feita na classe executiva, resultou em despesa de R$ 55 mil (em valores da época). A reportagem reúne dados de seis tribunais. Em 2015, o TCU (Tribunal de Contas da União) liderou os gastos, com desembolso total de R$ 1,8 milhão. Chama a atenção também a frequência com que viajam alguns magistrados. O ministro do STF Dias Toffoli teve despesa de R$ 149,4 mil apenas com bilhetes aéreos no ano em que presidiu o TSE — foram 13 percursos. Os órgãos afirmam que todas as viagens foram a serviço e ocorreram dentro das normas previstas.    

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats