terça-feira, dezembro 27, 2016

Manchetes do dia

Terça-feira 27 / 12 / 2016

O Globo
"Vendas de Natal caem 4,8%"

Mercado reduz para 0,5% previsão de crescimento do PIB de 2017. Governo fecha as contas no vermelho mais uma vez

Recessão, desemprego e endividamento levaram os consumidores a gastar menos este ano. Déficit fiscal da União em novembro foi o pior em 20 anos

Em meio à recessão, ao desemprego e a um elevado endividamento das famílias, os consumidores reduziram as compras e o varejo amargou uma queda de 4,8% neste Natal, segundo levantamento da Boa Vista SCPC. Outra pesquisa, da associação de shoppings centers, que reúne 7,5 mil lojas, constatou recuo de 3% nas vendas. O resultado do comércio reforça a percepção de que a economia vai demorar a sair da recessão. Os analistas do mercado financeiro pioraram sua projeção para o PIB de 2017 e, agora, preveem uma expansão de só 0,5%. Para este ano, a expectativa é de uma retração de 3,49% na economia. Com a crise, a União continua com suas contas no vermelho. Em novembro, o governo central teve déficit primário de R$ 38,4 bilhões, o pior resultado em 20 anos.     

O Estado de S.Paulo
"Shoppings fecham 18 mil lojas em um ano"

Saldo negativo é o primeiro registrado pela Alshop desde 2004; vendas totais do comércio caem 4%

A recessão e a queda nas vendas fizeram com que, entre abertura e fechamento de pontos de venda, os shopping centers terminassem 2016 com 18,1 mil lojas menos que o total de 2015. Nesse número estão considerados os 19 shoppings inaugurados este ano. “Sempre o saldo de lojas ao final de cada ano superava o do ano anterior”, diz o presidente da Associação dos Lojistas de Shoppings (Alshop), Nabil Sahyoun. Neste ano, porém, houve a primeira queda no saldo desde 2004. Os 761 shoppings do País encerram 2016 com 121.638 lojas ativas, ante 139.738 no final de 2015. Segundo a Alshop, o movimento de fechamento foi mais intenso em empreendimentos mais novos, que não têm receita consolidada. Com o encolhimento, o setor deve fechar o ano com vendas de R$ 140,5 bilhões, retração de 3,2% em relação ao ano passado. Na semana do Natal, as vendas no comércio recuaram 4% ante igual período de 2015, segundo a Serasa Experian.                    

Folha de S. Paulo
"Shoppings no país fecham lojas, e vendas caem 9%"

Queda ocorre pelo segundo ano consecutivo; para setor, resultado se deve a endividamento e restrição do crédito

Os shoppings brasileiros registraram queda de 9,1% no total de vendas em relação ao ano passado, de acordo com a Alshop, associação que reúne lojistas desses centros comerciais.

Em 2015, o valor faturado já havia caído 8,7% em relação a 2014. A estimativa ê que as vendas neste ano somem R$ 140,5 bilhões. A associação atribui o resultado ao endividamento do consumidor e à restrição do crédito. Também contribuiu para o mau resultado o desempenho fraco das vendas no Natal, período de alta temporada do setor. O gasto médio do consumidor neste final de ano caiu 11,5% em termos reais (descontada a inflação). Os segmentos mais afetados foram móveis, artigos para o lar, eletrodomésticos, tecnologia e comunicação. Mesmo com a abertura de 19 shopping centers em 2016, o setor termina o ano com saldo negativo de 18.100 lojas, segundo a Alshop. É a primeira vez desde 2004 que a entidade registra saldo negativo de pontos comerciais. Ao longo de 2016, foram fechadas 36.659 vagas de trabalho em shoppings de todo O país.   

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats