domingo, outubro 30, 2016

Manchetes do dia

Domingo 30 / 10 / 2016

O Globo
"Rio decide hoje como serão seus próximos quatro anos"

Freixo reduz diferença de oito a dez pontos, mas Crivella segue em vantagem

Candidato do PSOL tirou votos do adversário entre as mulheres, enquanto o senador do PRB se recuperou entre os jovens, evitando uma queda maior; de acordo com as pesquisas, a distância de Crivella para Freixo varia de 14 a 16 pontos

Após uma campanha marcada no segundo turno pela agressividade, o Rio escolhe hoje o seu futuro entre os candidatos Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL). Crivella lidera a disputa, mas, num período curto, a vantagem sobre o adversário diminuiu dez pontos, segundo o Datafolha, e oito, pelo Ibope, tornando o resultado de difícil previsão.


De acordo com ambos os levantamentos, Freixo roubou votos do senador entre as mulheres. Crivella, por sua vez, recuperou apoio entre os jovens, evitando uma redução maior da vantagem. O sucessor de Eduardo Paes (PMDB) enfrentará um cenário mais desfavorável, com queda na arrecadação e nos recursos disponíveis para investimentos.    

O Estado de S.Paulo
"Presidente do TST vê favorecimento da Justiça a trabalhador"

Ives Gandra Filho questiona se a balança está pendendo demais para um lado

Para o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra da Silva Martins Filho, a Justiça do Trabalho deve analisar se não há “desbalanceamento” das decisões a favor dos empregados. “Será que a balança não está pesando demais para um lado?”, questiona, em entrevista a Murilo Rodrigues Alves. O TST é a última instância em processos relacionados à área.

Desde que assumiu a presidência do órgão, no início do ano, ele ouve de empresários e parlamentares a crítica de que a Justiça trabalhista superprotege o empregado em detrimento da empresa: “Se há tanta reclamação no setor patronal, alguma coisa está acontecendo”. O presidente do TST estima que o número de processos recebidos pelas varas trabalhistas deve bater recorde em 2016 e atingir a marca dos 3 milhões, o maior volume desde 1941.             

Folha de S. Paulo
"Crivella tem 58% no Rio; em BH, eleição está indefinida"

Geraldo Julio deve vencer no Recife, diz Datafolha; 2o turno em 57 cidades é hoje

Marcelo Crivella (PRB) manteve a liderança para a Prefeitura do Rio, mas sua vantagem sobre Marcelo Freixo (PSOL) diminuiu, aponta pesquisa Datafolha.

Nos votos válidos, era de 32 pontos percentuais dia 14, passou para 26 pontos dia 25 e, na véspera do segundo turno, caiu para 16. Na disputa em Belo Horizonte, o quadro se manteve inalterado em relação ao levantamento anterior. A vantagem numérica é de Alexandre Kalil (PHS), com 52%, contra 48% de João Leite (PSDB). Considerada a margem de erro, de dois pontos percentuais, estão empatados tecnicamente. No Recife, Geraldo Julio (PSB), que oscilou um ponto e tem 60%, está na frente. João Paulo (PT) soma 40%.

Em uma visão geral da eleição no ano em que o PT perdeu a Presidência devido ao impeachment de Dilma Rousseff, o PSDB deve sair das umas como protagonista nas capitais do país. O partido venceu em São Paulo e Teresina no primeiro turno e é favorito em 4 das 8 cidades em que está na disputa hoje. Se confirmar o esperado, repetirá o seu melhor resultado, de 2004. O PMDB, partido do presidente Michel Temer, deve obter desempenho aquém de suas pretensões. 

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats