quinta-feira, setembro 08, 2016

Manchetes do dia

Quinta-feira 8 / 09 / 2016

O Globo
"Paralimpíada emociona Maracanã"

Depois do tom histórico da festa da Olimpíada, a emocionante abertura da Paralimpíada se concentrou nos desafios daqueles que enfrentam necessidades especiais. Um Maracanã lotado se encantou com a americana Amy Purdy, que bailou sobre duas próteses com um robô industrial. A festa, que começou com um salto em cadeira de rodas, teve quebra-cabeça virando coração e muitos outros pontos altos, como a chegada da bandeira, levada por pais unidos aos filhos deficientes com botas adaptadas, e a passagem da chama entre as ex-corredoras Márcia Malsar, que caiu no piso molhado pela chuva, e Ádria Santos. No fim, o nadador Clodoaldo Silva acendeu a pira paralímpica.                    
 
O Estado de S.Paulo
"Janot envia ao STF parecer pró-aborto em caso de zika"

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer favorável à possibilidade de aborto em casos de grávidas contaminadas pelo vírus da zika. O relatório passa a integrar o processo que pede a concessão desse direito a mulheres infectadas pela doença. A posição da Procuradoria-Geral da República diverge da defendida pela Advocacia-Geral da União.

Para a AGU, o aborto nesses casos “seria frontalmente violador ao direito à vida”, considerando que os danos e limitações causados pela zika não tornam a sobrevivência inviável. Atualmente, por lei, a interrupção da gravidez é permitida só quando há risco para gestante, estupro e situação comprovada de anencefalia. Algumas entidades civis e a Igreja adotaram imediatamente posição contrária ao parecer do procurador. Ainda não há data para que o Supremo julgue a questão.    

Folha de S. Paulo
"Estudantes do ensino médio têm a pior nota de matemática"

O nível de aprendizado dos brasileiros no ensino médio piorou em matemática e chegou no ano passado ao pior resultado desde 2005, início da série histórica do Saeb (Sistema de Avaliação da EducaçãoBásica), informa Paulo Saldaña. A nota de português subiu, mas ficou abaixo do nível registrado em 2011. Por outro lado, o desempenho subiu nessas duas disciplinas nos dois ciclos do ensino fundamental.

As notas na prova, junto com indicadores de reprovação e evasão, compõem o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). O índice é calculado a cada dois anos, com as médias do Brasil, Estados, municípios e por escola. Os dados mais recentes se referem à avaliação realizada em 2015.

De acordo com a escala de proficiência do Saeb, os resultados de matemática indicam que os estudantes não seriam capazes, por exemplo, de fazer cálculos simples de probabilidade. Em português, os alunos não conseguiram identificar informação implícita em textos mais complexos, como poemas modernistas. O Ministério da Educação não quis comentar os resultados do Saeb. 
 

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats