terça-feira, setembro 20, 2016

Manchetes do dia

Terça-feira 20 / 09 / 2016

O Globo
"Metrô deve reduzir trânsito em 35% na Lagoa-Barra"

Cariocas já deixaram carros em casa na estreia do serviço para todo o público

Transporte, antes restrito aos participantes dos Jogos, permite a usuário fazer trajeto de Ipanema à Barra em 13 minutos. Estimativa é que 2 mil automóveis deixem de circular no trecho, desafogando o tráfego

Depois de ser exclusiva do público dos Jogos, a Linha 4 finalmente abriu ontem para todos os passageiros, e muitos cariocas já deixaram o carro em casa ou trocaram o ônibus pelo metrô. Com a nova opção, a expectativa é que cerca de 2 mil veículos sejam retirados das ruas no trajeto de Ipanema para a Barra. A engenheira especializada em transportes Eva Vider, da UFRJ, diz que é como se os motoristas ganhassem uma faixa a mais de trânsito, o que representa redução de 30% a 35% do total de carros em circulação na Autoestrada Lagoa-Barra no horário de pico. A concessionária MetrôRio não informou ontem quantas pessoas foram transportadas pela Linha 4 nesse início de operação, o que só deverá ser divulgado hoje. A nova linha permite que a viagem entre Ipanema e Barra seja feita em 13 minutos.                     
 
O Estado de S.Paulo
"Deputados tentam aprovar anistia a caixa 2 em eleições"

Projeto que exime de pena quem praticou contabilidade paralela seria votado ontem, mas mesa diretora teve de recuar

Em uma tentativa de beneficiar investigados na Lava Jato, deputados tentaram aprovar ontem proposta para anistiar caixa 2 em campanhas eleitorais. Foi incluído na pauta, de última hora, um requerimento que daria regime de urgência a projeto de 2007 com emenda eximindo de pena os que praticarem a contabilidade paralela até a data da aprovação da nova lei. Em reunião com parlamentares, à tarde, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que exerce interinamente a Presidência da República, havia dado aval ao tema. Parlamentares que defendem a medida argumentam que, se o caixa dois for criminalizado, a lei não poderá retroagir em desfavor do acusado. Em sessão da Câmara, à noite, o primeiro-secretário, Beto Mansur (PRB-SP), anunciou que seria discutida a urgência do projeto. Horas depois, em meio a protestos de deputados contrários à proposta, que falavam em “golpe na madrugada”, ele recuou e não colocou a matéria em votação.      

Folha de S. Paulo
"Arrecadação da União com tributos volta a despencar"

Já a carga tributária do país oscilou para 32,66% do PIB, afirma Receita

Um levantamento preliminar da arrecadação de impostos feito por especialistas em contas públicas da FGV (Fundação Getulio Vargas) indica que a receita da União voltou a cair em agosto. Esse estudo mostra que o recolhimento de impostos e contribuições caiu 9% no mês, ante agosto de 2015. Em julho, a queda foi de 5,8% em relação com o mesmo período do ano passado. A estimativa elaborada por José Roberto Afonso e Vilma da Conceição Pinto teve como base informações que o Tesouro Nacional passa ao Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal). O resultado surpreende, já que analistas esperavam estabilização da perda de receitas do governo com a incipiente recuperação do nível de atividade econômica. A Receita disse que não comentará o tema antes do fechamento da análise dos dados, nos próximos dias. O órgão divulgou nesta segunda (19) que os tributos arrecadados por União, Estados e municípios passaram de 32,42% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2014 para 32,66% no ano passado. Uma comparação com dados internacionais de 2014 mostra que a carga tributária do Brasil é a maior da América Latina. 
 

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats