segunda-feira, setembro 05, 2016

Manchetes do dia

Segunda-feira 5 / 09 / 2016

O Globo
"Gasto com servidores dispara nos municípios"

Os prefeitos a serem eleitos em outubro terão o desafio de encontrar recursos para atender às demandas dos cidadãos, em meio a uma crescente e ininterrupta despesa com servidores municipais: pesquisa da FGV-Dapp mostra que, desde 2000, os gastos per capita com os servidores municipais aumentaram 210,5%, conta ALESSANDRA DUARTE. Para cada brasileiro, a despesa anual com o funcionalismo municipal passou de R$ 216 para R$ 671. Com novas atribuições desde a Constituição de 88, as prefeituras precisaram contratar mais gente, deixando pouco espaço para investimentos. A situação piorou com a crise fiscal dos estados e da União, de onde vem boa parte dos recursos aos municípios.                  
 
O Estado de S.Paulo
"Governo acelera projeto de terceirização no Senado"

O governo de Michel Temer vai apoiar a proposta de terceirização irrestrita, para qualquer tipo de atividade profissional, nos moldes do projeto aprovado na Câmara no início de 2015 e que está à espera da votação no Senado. O Palácio do Planalto quer que o texto – apoiado por associações patronais e rejeitado pelas centrais sindicais – passe ainda em 2016. Apesar de o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, ter dito que o governo vai encaminhar ao Congresso outro projeto sobre o tema, não há dúvidas no núcleo duro que assessora Temer do apoio a essa proposta, que já tramitou na Câmara. Será preciso, no entanto, convencer o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ideia é entregar ao setor produtivo uma medida concreta que represente redução de custos. A reforma trabalhista deve permitir que as convenções coletivas prevaleçam sobre as normas legais.    

Folha de S. Paulo
"Grandes grupos vendem empresas para pagar dívidas"

Metade dos principais conglomerados nacionais está se desfazendo de companhias ou de participações para honrar pagamentos, em especial de títulos no exterior, segundo levantamento da agência de classificação de risco Fitch. Situação deixa em alerta bancos privados que fizeram empréstimos aos grupos. 
 

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats